My Vampire System – Capítulo 166

Enganando Duke

O período de dois dias de descanso passou, e os alunos agora precisavam voltar às aulas como de costume. Vorden, Peter e Quinn não sentiam nenhum pouco que haviam descansado. Nos últimos dias, eles vivenciaram uma situação de alta tensão após a outra.

De manhã, Quinn e Peter não foram comer na cantina, eles decidiram ficar no dormitório. Enquanto Vorden ainda tinha a habilidade regenerativa, decidiu cortar outro membro, só que realmente parecia com medo de cortar uma parte do corpo novamente. No começo, Quinn foi contra fazer isto de novo, porém, Vorden o convenceu que era necessário para garantir que Peter não ficasse louco por causa da fome de novo.

Quando Quinn finalmente concordou, decidiram cortar um membro maior, porque assim daria a Peter mais carne para comer. Eventualmente, escolheram cortar uma das pernas de Vorden.

Quinn não conseguia suportar que Vorden passasse por tanta dor, assim ofereceu ajuda, como sua força era maior, ele foi capaz de cortar a perna inteira com um golpe limpo. Levou algum tempo para Quinn se preparar mentalmente, todavia, finalmente se convenceu que seria menos doloroso para Vorden, o que lhe deu a resolução que precisava para fazer isto.

Vorden parecia assustado quando Quinn estava prestes a cortar seu membro, no entanto, do nada, sua expressão facial mudou, ao invés de medo, agora mostrava raiva e gritou para Quinn: “Apenas faça, seu medrosinho!”

Após comer carne humana fresca por dois dias seguidos, parecia que carne crua normalmente não era mais viável para Peter, pois quando tentou comer, imediatamente vomitou, como se seu corpo estivesse rejeitando carne animal crua. A partir de agora, Peter só conseguiria comer carne humana fresca. Quinn ficou bastante chateado com isto, porque não queria ver Vorden passar por este processo doloroso novamente. Ele agora queria que Peter evoluísse assim que possível, pois esperançosamente, isto ajudaria com os problemas dietéticos dele.

Depois que Vorden foi à cantina para comer, Peter estava olhando para a sacola preta com a perna de Vorden nela. Ele não conseguiu se impedir de babar e sua saliva estava pingando no chão.

“Você vai comer ou o quê? Não deixe o sacrifício do Vorden ser em vão.” Quinn falou enquanto segurava um copo de sangue do Vorden na mão. Eles coletaram isto após cortar a perna de Vorden e seria uma vergonha desperdiçar.

Quinn girou o sangue no copo antes de beber numa golada. O gosto era doce e suave, e quando terminou de beber, um sorriso surgiu em seu rosto.

“Como você consegue?” Peter perguntou com admiração e pavor: “Como pode ficar tão calmo com tudo isto? Como você lidou com esta mudança repentina com tanta facilidade?”

“Confie em mim nisto Peter, no começo não foi,” Quinn respondeu parecendo pensativo: “Pense desta forma, todos tem múltiplos lados que mostram as pessoas, eles diferem com sua família comparado aos amigos, e diferem com suas namoradas comparado a família e amigos. Porém, isso quer dizer que esses outros lados não existem quando estão com pessoas diferentes? Escolhemos mostrar as pessoas o lado que queremos que vejam, desta forma, diferentes pessoas formarão opiniões diferentes de nós. Também fiquei assustado, só que escolhi não mostrar aos outros. Igualmente fui muito sortudo por encontrar alguém que me ajudou a lidar com tudo.”

Enquanto dizia isto a Peter, sua mente imediatamente pensou em Layla. Como disse a Peter, ele foi extremamente sortudo por ela ser a primeira pessoa a descobri sobre seu segredo. Desde que descobriu, ela não fez nada além de apoiar, também o ensinou muito sobre ser um vampiro. Ele se perguntou quão diferente as coisas poderiam ter sido se não fosse por ela.

Enquanto Quinn conversava com Peter, o último tentava se impedir de comer a perna que estava na frente dele. Contudo, não conseguiu mais aguentar e começou a morder a perna de Vorden, o que fez Quinn afastar o olhar, mesmo que não se incomodasse demais, ainda parecia errado observar um amigo comer a perna de outro amigo. Quando percebeu que começou a pensar em Peter como um amigo de novo, suspeitou que a ligação estranha entre eles pudesse ter algo a ver com isto.

Quando Vorden terminou o café da manhã, retornou ao dormitório para pegar Peter. Ele bater na porta e pediu para Peter sair, não entrou porque não queria ver Peter comer sua perna.

Como os dois dias de descanso acabaram, cada aluno precisava começar treinando em sua aula de combate novamente. Peter ainda estava registrado na classe de habilidade elemental. Ele atualmente era conhecido como um usuário de terra e Vorden tinha a sensação que de estava de olho nele.

Peter também disse que Duke o presenteou com livros de habilidade de terra de nível 2, 3 e 4. Vorden ficou intrigado com isto, pois não entendeu porque Duke daria aqueles livros a Peter. A única coisa que sabiam era que independente do motivo, Duke queria que Peter se tornasse um usuário de habilidade de terra de nível 4.

Os três se separaram, Peter e Vorden foram para a classe elemental, enquanto Quinn foi para a classe de combate. Agora que Peter tinha se alimentado duas vezes em pouco tempo, o sistema assegurou que ele podia durar pelo menos vinte e quatro horas antes de precisar se alimentar novamente. Nesse tempo, Quinn precisava encontrar uma solução, poque se não pudesse, teria que encontrar Fex e pedir por ajuda.

……

Vorden e Peter foram juntos para a classe elemental, porém, fingiram não estar falando um com o outro, é claro, Vorden ainda ficou de olho nele, mas se certificou de ficar alguns metros de distância dele, ou sempre ter algumas pessoas entre eles.

Sua professora atualmente estava fazendo uma demonstração, ela estava mostrando os diferentes usos da habilidade de água. Estava tentando ensinar aos estudantes que com um pouco de criatividade no uso de seus respectivos elementos, podiam até fazer suas próprias skills.

Todos os estudantes estavam reunidos em volta dela e estavam assistindo há exibição.

Enquanto todos estavam olhando para a professora, Vorden notou que uma dupla de alunos foram até onde Peter estava, e parecia estarem o acotovelando um pouco. Os três então começaram a se afastar da multidão, indo em direção ao fundo da classe, fora da vista do grupo principal de estudantes.

‘Eles estão trabalhando pro Duke?’ Vorden pensou: ‘Eles não farão nada com ele aqui, e o Peter já se alimentou, então não deve ter outro ataque.’

Peter nunca viu estes dois alunos antes e estava com um pouco de medo, porém, quando se aproximaram dele, viu que ambos tinham níveis de poder de 2,4 e 2,6 e, assim, perdeu o medo. Um dos estudantes sussurrou no ouvido dele, ‘Vá para o fundo da sala.” Uma vez que foram lá, um deles sussurrou de novo: “Duke tem uma mensagem para você, certifique-se de elevar sua habilidade de terra até o nível 4 até o final de semana, se fizer isto haverá ainda mais recompensas para você.”

Peter concordou porque não sabia mais o que fazer. Quando olhou para seu relógio, tudo que podia ver era o número 1. Agora que tinha se tornado um ghoul, não podia mais usar sua habilidade de terra, e estava se perguntando como ia resolver isto em uma semana. ‘Quinn pode mudar o número em seu relógio ao dar toques nele, talvez eu possa perguntar-lhe como fazer isso.’ Peter pensou.

……

Fex acordou naquela manhã e tentou ao máximo se encaixar durante seu tempo na escola. Ele não pensou demais no que aconteceu na última noite e realmente não se importava muito. Só estava tentando ajudar um companheiro vampiro, porém, se não quisessem sua ajuda, a escolha eram deles.

Após ficar na escola por dois dias, Fex já aprendera algo, a vida na escola era muito chata. Ele foi à cidade para conversar com os outros e vivenciar algumas coisas novas, mas fazer isto sozinho era um saco. Por algum motivo, os outros estudantes estavam ignorando-o, ele atribuiu isto a ser um novato.

Fex não sabia que o motivo real disto era que seu relógio estava exibindo o nível de poder 1. Quando fez seu plano para explicar sua habilidade para a escola, não percebeu haver muita discriminação para com pessoas fracas nesta escola.

Quando veio ao mundo humano, esperava tentar novas coisas e conhecer pessoas, todavia, agora estava se perguntando se tinha cometido um erro. Então, lembrou que houve uma pessoa que falou com ele, embora não tenha sido um encontro muito agradável, ainda se lembrava. O primeiro aluno que conheceu foi Erin.

Após fazer algumas pesquisas sozinho, foi capaz de descobrir o nome dela e também seu cronograma. Como Fex era um novato que precisava decidir qual classe de combate queria ir, e após descobrir que Erin estava na classe de arma bestial, Fex soube qual classe queria se matricular.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar