Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

My Vampire System – Capítulo 212

Hierarquia da Pureza

Desta vez, ao entrar em seu próprio quarto, Layla estava mais nervosa do que nunca. Isso a fez lembrar de quando ela entrou na escola pela primeira vez. Todos os sentimentos estranhos estavam voltando para ela e estavam começando a fazê-la se sentir mal. 

“Acho que até o final de hoje, vou ficar uns cinco quilos mais magra”, brincou ela, tentando esquecer o problema em que estava. 

Ao entrar no quarto, não havia ninguém dentro. Ela dividia o quarto com Erin e outra aluna. Na maioria das vezes, essa outra companheira de quarto estava fora, o que era bom para Layla. 

Ainda assim, apenas para se sentir segura, ela ficou de olho na porta enquanto fazia o que precisava fazer. Ela já havia sido pega uma vez por Logan e não tinha ideia de como isso tinha acontecido, o que começou a fazê-la ter algumas dúvidas. 

Todos esses anos de treinamento foram induzidos nela para que ela não fosse pega durante uma investigação e, no final, ela foi pega por outro aluno. Talvez ela simplesmente não tenha sido feita para um trabalho assim. 

A esfera negra debaixo de sua cama estava agora em sua mão. Layla respirou fundo, preparando-se antes de tocar no topo da esfera. O anel azul no topo começou a pulsar até que, eventualmente, ele se transformou em uma cor azul sólida, sinalizando que havia sido conectado. 

“Agente 45 conectado com o agente 83. Hoje não é dia de relatório. Existe algum problema?”, perguntou a voz da esfera. 

“Gostaria de fazer um relatório especial, você poderia me conectar ao agente número 5?” perguntou Layla. 

“Os agentes de número único estão muito ocupados. Você pode relatar para mim e eu vou passar a mensagem para eles”. 

“Vou te pedir de novo”, disse Layla com firmeza. “Por favor, deixe-me falar com a agente 5. Isso não é um pedido como agente, mas diga que é da filha dela.”  

Houve uma ligeira pausa por um momento, antes que o agente finalmente respondesse… 

“Vou ver o que ela diz.” 

Layla esperou enquanto o outro agente ia contatar a sua mãe. Na organização da Pureza, eles tinham números especiais associados a cada agente. O sistema numérico poderia ser dividido em quatro categorias diferentes. O primeiro grupo de pessoas eram as centenas. 

Esses agentes da Pureza não receberam uma classificação numérica. Tudo o que lhes foi dito foi que estavam acima dos agentes especiais de três dígitos. Essas pessoas geralmente seriam novas na organização Pure e só seriam usadas em operações de grande escala. 

Depois, abaixo deles estavam os classificados. Esses agentes eram numerados de 20 a 100. Tratava-se de agentes operacionais especiais, cujos números eram baseados em sua posição dentro da organização. Quanto mais baixa era a sua posição, mais poderoso você era. 

O terceiro grupo era o mais bem classificado, indo de 6 a 20. Eles eram muito diferentes em relação aos outros agentes, devido ao fato de que eles estavam lá principalmente devido ao seu poder. E então, finalmente… 

Tinha os cinco finais. Alguns desses membros eram os criadores originais da Pureza e também os mais fortes dentro da organização. 

Quando Layla foi apresentada ao sistema de ranking, achou estranho. Para um grupo que estava tão empenhado em não haver uma hierarquia na sociedade, era estranho para o seu próprio grupo ter uma. 

Mas eles sempre diziam que era diferente porque todos tinham o mesmo objetivo em mente e entendiam isso. Apenas seria assim temporariamente até que alcançassem seu objetivo e então se livrassem do sistema de classificação. Naquele momento, equipamentos, riquezas e recursos seriam distribuídos igualmente. 

Layla começou a se lembrar dos vídeos simulados que mostravam a ela como o mundo poderia ser, e eles sempre pareciam tão pacíficos. 

Ela estava profundamente imersa em seus pensamentos, quando ela foi interrompida por uma voz familiar no alto-falante. 

“Aqui é a Agente 5 falando, eu ouvi que você tem algumas notícias importantes para mim, Agente 83?”, disse a voz. 

Depois de ouvir aquelas palavras saírem de sua boca, Layla ficou um pouco chateada. Ela não falava com a mãe há algum tempo e a primeira coisa que ela falou foi sobre trabalho. Ela não perguntou como ela estava ou como estava indo e nem disse seu nome. Mas ela sempre foi assim, e Layla já estava acostumada com isso. 

Layla começou a explicar os detalhes do que aconteceu. Como ela agiu por conta própria sem informar a Pureza para proteger seus amigos, indo contra Jack e qual era a situação atualmente. Embora ela tenha deixado alguns detalhes de fora aqui e ali, especialmente as partes em que ela havia informado a todos os seus amigos quem ela era. 

Até agora, ela só havia dito que contou sobre a sua posição a Erin, alguém que ela queria trazer para a Pureza. 

“Sua posição foi comprometida por alguém na escola ou no pessoal?”, perguntou a sua mãe. 

“Não, eu só informei a Erin. Neste momento, eles acham que ela escapou sozinha. Eles estão procurando por ela e ela não tem habilidade, bem como não tem para onde ir. Se puder, por favor, ajude-a”. 

“Não se preocupe”, respondeu ela. “Vamos dar o nosso melhor. Qualquer pessoa que tenha sido afetada pelo Truedream será aceita. Vamos tratá-la bem. No entanto, você foi contra o nosso código. Apesar de não ter sido pega, agiu sem pedir permissão e chegou a usar nosso nome”. 

“Sua punição será decidida quando voltar para a base. Por enquanto, você será rebaixada da posição 83 para a posição 100. Atualize-me quando você tiver o local para o qual Erin será enviada. Teremos alguém de prontidão esperando.” 

“Ah, e uma última coisa. Layla, estou esperando por você. Suba nas fileiras. Não desanime e tente entrar no nível superior para que possamos nos encontrar com mais frequência. Que a Pureza esteja com você”. 

“Que a Pureza esteja com você.” 

Quando a ligação terminou, Layla manteve a cabeça baixa. Um rebaixamento foi uma punição muito grande por si só. Layla demorou muito para subir nas fileiras e, ainda assim, estava na parte de baixo, mal se agarrando às posições numeradas. 

Quando estava na base, raramente via muito a mãe. Sua mãe sempre lhe dizia, desde que ela fosse leal a Pureza e à causa, eventualmente, ela subiria nas fileiras e teria um assento ao seu lado. 

Até então, ela tinha sido o mais leal possível e seguiu tudo à risca. Mas tudo mudou um pouco quando ela conheceu Quinn e os outros. Ela começou a se divertir e aproveitar seu tempo na escola. 

Claro, havia pessoas ruins no mundo, mas nem todos abusavam de seus poderes como ela descobriu. Havia aqueles como Erin que nem entendiam que havia injustiça e discriminação acontecendo. Layla sentiu que eles só precisavam educar mais o mundo. 

Ela começou a questionar se os métodos rígidos da Pureza eram realmente a coisa certa a fazer, e é por isso que ela estava hesitante em denunciar Quinn e os outros. 

Se houvesse a chance de ela deixar a organização sem receber uma punição, ela poderia até ter cogitado. E agora, ao pensar nisso, ela estava prestes a enviar uma de suas melhores amigas para tal lugar. 

Um lugar do qual ela não queria mais fazer parte.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 1 voto
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar