Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

My Vampire System – Capítulo 213

Armas amaldiçoadas

Os dois garotos estavam seguindo de perto Leo enquanto ele caminhava pela escola. Parecia que ele os estava levando para a sala do portal no início. No entanto, quando estavam prestes a chegar à sala, seu caminho mudou um pouco. 

Quinn e Vorden queriam perguntar para onde ele estava planejando ir, mas eles estavam com muito medo de fazê-lo. Enquanto caminhava, Vorden constantemente olhava ao redor. Ele ainda tinha suas dúvidas e sentia que, talvez, eles estivessem sendo levados diretamente para a toca de seus inimigos. 

No meio de seu pequeno passeio pelos caminhos familiares, outra garota, que eles tinham visto algumas vezes, passou por eles. 

“Sargento Leo”. Fay disse. “Para onde você está indo? Não recebeu a mensagem?” Ela perguntou. 

“Desculpe, eu estava ocupado treinando, e parece que ninguém se preocupou em me informar. É algo urgente?” Ele respondeu. 

“Houve uma atualização sobre a situação dos dois alunos que fugiram da punição. Parece que, de alguma forma, Pureza já colocou as mãos nos dois. 

Enquanto os dois meninos ouviam a conversa, eles rapidamente viraram a cabeça para olhar um para o outro. O alívio tomou conta de sua consciência, já que isso deve ter significado que Logan havia enviado o vídeo falso com sucesso. O conteúdo explicava como os membros do Pureza já haviam recuperado triunfantemente Pedro e Erin. 

“Entendi.” Leo respondeu. “Então o grupo de busca por eles foi cancelado?” 

“Não é bem assim. Nós, incluindo alguns outros soldados, fomos chamados de volta para uma reunião. Talvez, fosse para discutir o próximo curso de ação.” Quando Fay terminou suas palavras, ela viu os dois meninos parados não muito longe de Leo. 

No início, ela pensou que eram apenas dois alunos que estavam apenas passeando pela escola. No entanto, ela rapidamente percebeu que eles também pararam quando Leo parou. 

A outra coisa que ela notou foi que esses não eram alunos comuns, eram os alunos do primeiro ano que ela via com mais frequência do que gostaria. Não importa onde estivessem, parecia que os problemas estavam sempre à espreita em suas sombras. 

No momento em que Fay focou sua atenção nos dois, Vorden percebeu o erro que eles tinham acabado de cometer. Normalmente, ele era bom nesse tipo de coisa e teria continuado andando para não tomar uma suspensão. O problema era que ele e Quinn tinham se envolvido no que Fay tinha a dizer. 

“Não sei se você está ciente disso Leo, mas parece que há dois alunos do primeiro ano seguindo você de perto.” Fay disse, estreitando ainda mais seu olhar que estava em Vorden e Quinn. 

“Posso ser cego, mas sei quando estou sendo perseguido.” Leo respondeu. “Eles estão aqui para me ajudar a mover algumas coisas do meu depósito. Prometo que irei para a sala de reuniões assim que terminar.” 

Se fosse outra pessoa, Fay teria reclamado, sugerindo que, como sargento, ele estava negligenciando seu dever. Se o general lhes pedisse para estarem presentes, então eles precisavam estar lá imediatamente. No entanto, Leo tinha alguma margem de manobra quando se tratava dos outros sargentos. 

Isso porque eles estavam cientes do fato de que eles o queriam, e não o contrário. 

“Então vou avisá-los que você vai se atrasar um pouco.” Fay disse enquanto fazia uma saudação antes de se despedir. 

“Eu me pergunto quando os dois conseguiram se aproximar do Leo?” Um pensamento persistente se registrou em sua mente. 

Ela fez questão de examinar os arquivos deles assim que retornou ao seu escritório. Ela sentiu que algo estava errado em relação à situação. 

Por outro lado, finalmente, Leo parou de repente, levando os alunos a fazerem o mesmo. Tinham chegado a uma zona da escola que nunca tinham ido antes. Ele estava localizado na parte de trás da área de teletransporte e, para acessá-lo, um código especial deveria ser inserido em um painel que servia como fechadura. 

Novamente, Vorden ficou surpreso com o quão bem Leo foi capaz de se mover por todo o lugar. Ele não pode deixar de pensar que isso tinha que ter algo a ver com sua habilidade. Sua curiosidade foi ficando cada vez maior e um desejo de tocar Leo surgiu nele, mas a oportunidade ainda não tinha aparecido. 

Quando adentraram no prédio especial, notaram que ele estava repleto de cômodos com uma atmosfera sinistra. Cada um deles estava barricado por portas metálicas que tinham números pintados na fachada. 

“Essa área é dedicada ao depósito dos soldados. Quando nos mudamos para cá, fomos autorizados a trazer nossos pertences pessoais.” Leo explicou. 

Eles caminharam por alguns segundos, parando bem em frente à uma porta que tinha o número “12” pintado nela. Havia um dispositivo de segurança que garantia que o único que tinha acesso a esta sala era ele, ao contrário dos outros códigos utilizados nas portas anteriores. Colocando a mão em cima do painel de acesso, logo permitiu que Leo entrasse. 

Quando a unidade de armazenamento abriu, tanto Quinn quanto Vorden ficaram surpresos com o que estava dentro. Havia armas que estavam expostas em todos os lados da sala. No centro havia algo que parecia semelhante a um ringue de boxe. Só que havia um boneco de madeira, de tamanho semelhante a um ser humano adulto médio, segurando uma espada de madeira. 

Todo o lugar parecia com qualquer outro salão de armas. 

“Todos essas armas são suas?” perguntou Quinn. 

“Não, eles pertenciam a mim e aos meus amigos. Eu apenas herdei deles.” Leo disse com um tom melancólico em sua voz enquanto continuava a caminhar em direção ao fundo do depósito. 

Os dois rapazes esperaram nos fundos, enquanto Leo foi procurar algo. Enquanto esperavam, eles não podiam deixar de olhar para as armas que os cercavam. 

[Inspecionar] 

Olhando para os itens, Quinn estava curioso para ver em que nível eles estavam, e para sua surpresa, a primeira arma aleatória que ele olhou na sala estava no nível avançado – era uma pequena adaga. 

Quinn continuou a inspecionar as armas, notando que a maioria delas era de alta classe e eram classificadas como equipamentos de besta. Ele nem conseguia imaginar o quanto tudo isso custaria. 

Quinn não foi o único, que notou que os equipamentos ao seu redor eram quase todos de alta qualidade, mas Vorden também notou. “Ei, se você não vai usar essas coisas, você se importa se eu ficar com elas?” 

Nesse momento, Leo saiu , segurando um aparelho circular bastante grande – era quase do mesmo tamanho da parte superior do corpo. Ele a colocou na frente dos dois alunos, fazendo um som alto ao bater no chão. 

“Receio que todas essas armas sejam amaldiçoadas.” Leo disse. “Seus usuários morreram com muito ressentimento e essas emoções ficaram em suas armas.” 

Ao mesmo tempo, Leo colocou a mão em sua própria arma. 

“Você não precisava inventar alguma mentira se não quisesse me dar.” Vorden respondeu com uma pitada de insolência. 

“Às vezes, nossa própria visão nos cega.” Leo explicou. “Não ter visão me permitiu ver mais coisas do que jamais vi antes. Se você pudesse ver as coisas como eu posso ver, talvez, você começasse a entender um pouco.” 

As palavras que Leo falou realmente começaram a interessar Vorden e era a isca que ele precisava. 

“A visão a que ele se refere provavelmente tem algo a ver com sua habilidade”, pensou Vorden. 

“Ah”, respondeu Vorden. “Se você está falando sobre sua habilidade, há uma maneira de me mostrar? Eu tenho a habilidade de copiar e usar as habilidades de outras pessoas. Tudo o que eu preciso fazer é tocar na mão delas.” 

Quinn tinha um pouco de medo de como Leo reagiria. Ele podia sentir que, talvez Vorden estivesse indo um pouco longe demais, mas surpreendentemente, Leo começou a rir. 

“Ha, ha, se você realmente quiser, então vá em frente.” Leo disse enquanto estendia a mão. Ao mesmo tempo, um sorriso estranho apareceu em seu rosto, e a pressão que Vorden sentiu antes, ele pôde senti-la mais uma vez. 

****


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 2 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar