Participe do nosso novo grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação e veja os benefícios.

Reaper of the Drifting Moon – Capítulo 301

Capítulo 301

Haimen, como o nome sugere, é uma cidade que serve como porta de entrada para o oceano. Isso ocorre porque o sinuoso Rio Yangtze, que cruza todo o continente, termina em Haimen.

A água do rio que flui para Haimen continha vastas quantidades de nutrientes provenientes de diferentes partes do continente. Muitos peixes se reuniam lá para se alimentar dos nutrientes, enquanto pescadores navegavam para pegá-los.

Isso naturalmente levou à construção de um grande porto em Haimen, onde navios comerciais de todo o mundo vinham e iam. Comerciantes vinham para negociar, enquanto trabalhadores vinham em busca de emprego.

Dessa forma, a cidade de Haimen prosperou e se transformou em uma cidade grande.

Naquele dia, dezenas de navios estavam ancorados no porto. A maioria deles vinha de fora das Planícies Centrais, enquanto alguns vinham da parte sul do Rio Yangtze.

Línguas desconhecidas ecoavam pelas ruas de Haimen.

Com tantas pessoas diferentes vindo de outras regiões, todas falavam línguas diferentes. No entanto, de alguma forma, conseguiam entender e se comunicar entre si.

Pessoas com diferentes cores de pele e olhos podiam ser vistas comendo e bebendo nas estalagens perto da praia sem nenhum sinal de desconforto.

E no porto, jovens usando uma bandana vermelha na cabeça podiam ser vistos puxando carrinhos pelo porto enquanto suavam profusamente.

Um dos jovens perguntou a um homem de meia-idade carregando um livro grosso:

— Onde devemos colocar todas essas coisas? 

— Você conhece o depósito na Sala das Pérolas? Leve para lá. 

— A Sala das Pérolas? Entendido. 

— Tempo é dinheiro! Se apresse e se mova! 

— Sim! 

Os jovens com bandanas vermelhas na cabeça saíram correndo, puxando um carrinho pesadamente carregado. Seus corpos estavam queimando de calor enquanto se moviam incansavelmente como formigas.

O sol brilhava intensamente, e o vento que soprava do mar era quente e salgado. Como resultado, os jovens estavam trabalhando completamente sem camisa.

— Há outro navio chegando! 

— De onde é dessa vez? 

O homem de meia-idade franziu a testa enquanto olhava para o mar.

Ao longe, um navio grande podia ser visto entrando no porto. Mesmo à primeira vista, era claro que era muito maior do que os outros navios.

Um dos jovens com uma bandana vermelha na cabeça gritou:

— Há um dragão azul gravado na bandeira! 

— É a Seita do Dragão do Mar! Rápido! Chamem mais trabalhadores! 

— Quantos mais devemos chamar? 

— Por que você está perguntando? Chame todos eles! Você sabe que não podemos nos dar ao luxo de deixar nenhum dos homens da Seita do Dragão do Mar nos pegar cometendo um erro! 

O homem de meia-idade disse nervosamente.

Seu nome era Bang Duyeol.

Ele era um gerente de nível médio da Associação da Bandana Vermelha.

A Associação da Bandana Vermelha era uma organização criada para proteger os direitos e interesses dos trabalhadores do porto.

Quando o porto foi estabelecido pela primeira vez, os trabalhadores eram explorados por mão de obra barata. Então, para evitar que isso acontecesse, os trabalhadores treinados em artes marciais decidiram formar uma organização.

A Associação da Bandana Vermelha protegia os trabalhadores de serem extorquidos por comerciantes e designava trabalhadores para os navios que entravam no porto.

A maioria dos trabalhadores do porto pertencia à Associação da Bandana Vermelha, então ninguém ousava desrespeitá-los.

Além disso, nas últimas décadas, a Associação da Bandana Vermelha começou a selecionar os mais fortes entre seus trabalhadores e enviá-los para seitas de artes marciais próximas para aprender artes marciais. Eles fizeram isso para sua própria proteção.

Graças aos seus esforços, isso elevou o status da Associação da Bandana Vermelha de apenas um grupo de trabalhadores para uma organização poderosa.

Todos os trabalhadores pertencentes à Associação da Bandana Vermelha usavam bandanas vermelhas na cabeça.

Sua estatura em Haimen era tão alta que ninguém ousava desconsiderá-los como trabalhadores menores.

Pois sem a Associação da Bandana Vermelha enviando seus trabalhadores, o porto deixaria de funcionar adequadamente. No entanto, havia um grupo que nem mesmo a Associação da Bandana Vermelha ousava ignorar, e essa era a Seita do Dragão do Mar.

A Seita do Dragão do Mar era uma facção que se estabeleceu há muito tempo em Haimen. No entanto, com o tempo, começaram a avançar no território dos comerciantes. Quando cresceram em escala, eventualmente começaram a operar seus próprios navios, pois perceberam que poderiam obter um lucro muito maior dessa maneira.

A Seita do Dragão do Mar e a Associação da Bandana Vermelha coexistiam há muito tempo. Embora houvesse momentos em que estavam em desacordo entre si, também houve momentos em que se encontraram trabalhando juntos.

Já houve grandes disputas entre as duas organizações no passado, mas agora, elas compartilhavam um relacionamento bastante bom. Isso ocorria porque reconheciam o território um do outro até certo ponto.

Sempre que os navios da Seita do Dragão do Mar retornavam, a Associação da Bandana Vermelha convocava todos os seus trabalhadores. Isso era para garantir que nada de ruim acontecesse com a Seita do Dragão do Mar.

Depois de alguns momentos, os trabalhadores se reuniram ao redor de Bang Duyeol.

Havia mais de cem deles, sem contar aqueles que não estavam trabalhando naquele momento.

— Acho que não preciso dizer muito. 

Bang Duyeol enrubesceu o nariz.

Depois de um tempo, os navios mercantes da Seita do Dragão do Mar entraram lentamente no porto.

Os navios mercantes eram enormes enquanto navegavam pelo mar agitado. Era tão grande que quase parecia uma pequena ilha flutuando no mar.

Tum!

O navio finalmente atracou com um som abafado.

Imediatamente, a prancha foi abaixada, e um homem de meia-idade vestido com roupas coloridas desceu na frente.

Bang Duyeol imediatamente reconheceu o homem e se aproximou dele.

— Você viajou por um longo caminho, meu senhor. 

O homem se chamava Lee Seong-hak, um capitão da Seita do Dragão do Mar.

Não apenas era inteligente, mas também forte em artes marciais, então era altamente valorizado pela Seita do Dragão do Mar.

No entanto, sua personalidade excêntrica e tendências autojustificadas tornavam difícil para ele se dar bem com os outros. Ele estava completamente fechado para as opiniões de qualquer pessoa, exceto Jang Hamun, o líder da Seita do Dragão do Mar.

Lee Seong-hak olhou para Bang Duyeol e disse:

— Vejo que você está encarregado do porto hoje. 

— Sim, então se precisar de alguma coisa, me avise. 

— Esses são itens trazidos do Reino de Ryukyu. A maioria deles é preciosa, então você deve manuseá-los com extremo cuidado. Certifique-se de enfatizar isso aos seus subordinados. 

— Entendido. Devemos mover as mercadorias para o armazém da Seita do Dragão do Mar? 

— Claro. 

— Então, por favor, me dê a lista de itens. Vou cuidar do transporte pessoalmente. 

— Está bem. 

Quando Lee Seong-hak acenou com a mão, um jovem vestindo uma túnica se aproximou e lhe entregou um livreto amarelo.

Era uma lista de itens que haviam sido enviados do Reino de Ryukyu.

Bang Duyeol cuidadosamente pegou o livreto.

Sua função era verificar cada item listado no livreto e distribuí-los aos trabalhadores. Seu assistente e os homens de Lee Seong-hak, verificariam tudo também.

Bang Duyeol gritou para os trabalhadores:

— Movam-se, seus lentos! Precisamos transportar todas essas mercadorias para o armazém da Seita do Dragão do Mar até esta noite! 

— Sim! 

— Não se preocupe! 

Mais de cem trabalhadores responderam em uníssono.

Sob o comando de Bang Duyeol, os trabalhadores embarcaram no navio da Seita do Dragão do Mar.

O convés do navio tinha um forte cheiro de sal, como se provasse que havia passado muito tempo navegando no oceano.

Nesse exato momento, alguns guerreiros pertencentes à Seita do Dragão do Mar saíram carregando os cantos de uma caixa grande.

Bang Duyeol disse a eles:

— Oh! Vocês não precisam fazer isso. Podemos mover para vocês. 

— Nós vamos carregar, então não se preocupe com isso. 

Lee Seong-hak disse do fundo do barco.

Bang Duyeol franziu ligeiramente a testa.

O que Lee Seong-hak acabara de dizer era quase inédito. Era costume que a Associação da Bandana Vermelha fosse responsável por mover todas as mercadorias no navio, não importando o quão pesadas ou importantes fossem.

As palavras de Lee Seong-hak agora eram o suficiente para dar a impressão de que não confiava neles.

Mas Bang Duyeol não insistiu no assunto. Ele apenas decidiu deixar pra lá. Ele não queria insistir em deixar a Associação da Bandana Vermelha mover as mercadorias sem motivo e correr o risco de ofender a Seita do Dragão do Mar e os comerciantes.

— Então vamos excluir esse item da lista. 

— Nem mesmo o escrevemos. Não se preocupe com isso. 

— Está bem. 

Bang Duyeol assentiu, depois começou a inspecionar os outros itens um por um e começou a distribuí-los aos trabalhadores.

— Você leva isso no carrinho. 

— É um item importante, então tenha cuidado. 

— O que você está fazendo?! Se apresse e volte aqui! 

A voz de Bang Duyeol ecoou alto pelo navio.

Lee Seong-hak sorriu friamente e continuou andando.

Ele tinha confiança de que as mercadorias não seriam danificadas, conhecendo a natureza meticulosa de Bang Duyeol.

Apesar da aparência bruta de Bang Duyeol, ele era na verdade um homem meticuloso, razão pela qual os comerciantes o enviaram para gerenciar a Associação da Bandana Vermelha no porto.

Tum!

A grande caixa carregada pelos homens de Lee Seong-hak finalmente foi carregada no carrinho.

Houve um movimento fraco dentro da caixa por um momento, mas ninguém notou.

Lee Seong-hak falou para os trabalhadores:

— Vamos voltar imediatamente para a Seita do Dragão do Mar. Todos, se movam rapidamente. 

— Sim! 

Os trabalhadores responderam, puxando seus carrinhos e seguindo atrás de Lee Seong-hak.

A estrada que levava à Seita do Dragão do Mar estava cheia de bordéis e estalagens.

— Hoho, venham aqui~

— Bem-vindos. Que tal aproveitar algumas bebidas aqui hoje? Vamos tratá-los bem. 

As cortesãs, que pareciam sentir o cheiro do dinheiro como fantasmas, estendiam suas mãos brancas, seduzindo Lee Seong-hak e seus homens.

Aqueles que haviam acabado de retornar de suas jornadas tinham muito dinheiro nos bolsos. As cortesãs sabiam disso muito bem, por isso estavam mirando Lee Seong-hak e seus homens. No entanto, Seonghak Lee e seus homens nem sequer deram a elas um olhar.

— Idiotas! 

— Tch! Fingindo ser tão sérios—

As cortesãs xingavam e zombavam de Lee Seong-hak e seu grupo.

As cortesãs ali eram diferentes das de outros lugares.

Lidar com os rudes marinheiros as tornava mais fortes na natureza. Eram mais duras do que a maioria dos homens, e não se intimidavam facilmente.

Lee Seong-hak e seus subordinados sabiam disso, então nem se preocupavam em prestar atenção nas reclamações das cortesãs. Discutir com elas só os colocaria em desvantagem.

Ignorar as cortesãs era a melhor opção.

Enquanto Lee Seong-hak e seus homens caminhavam por pousadas e bordéis, eles de repente pararam.

Podiam ver um homem se aproximando deles pela frente.

— O quê? 

— O rosto daquele cara—

Diante deles, um homem passava a cavalo.

Não havia dúvida de que era um homem. Seus bíceps, visíveis entre seus ombros largos e mangas, pareciam grossos e duros em comparação com os de uma mulher frágil.

O problema era o rosto do homem.

Seu rosto era ainda mais bonito do que as cortesãs que acabaram de passar, e seus olhos eram profundamente hipnotizantes.

Ele tinha a aparência que poderia cativar qualquer um, mesmo alguém do mesmo gênero.

Se o homem fosse uma mulher, Lee Seong-hak e seus homens poderiam facilmente desviar o olhar, mas a beleza do homem era tão impressionante que eles não conseguiam desviar o olhar.

O cabelo e os ombros do homem estavam cobertos de poeira, como se tivesse viajado por muito tempo. Mesmo assim, eles não conseguiam tirar a beleza dele.

O homem passou por eles sem se importar.

Então, de repente, Lee Seong-hak sentiu um calafrio percorrer sua espinha, fazendo com que seus ombros se contraíssem involuntariamente.

— Hein? 

Ele olhou para as costas do homem com uma expressão confusa.

— O que está acontecendo? 

— Capitão! 

Seus subordinados o olhavam interrogativamente.

Eles não pareciam sentir a sensação arrepiante que Lee Seong-hak estava sentindo com o homem, então não entendiam sua reação.

Lee Seong-hak balançou a cabeça,

— Não é nada. Acho que fui um pouco sensível demais. 

— Bem, é compreensível. Eu nunca vi um cara bonito como aquele antes. 

— Aquele cara está prestes a se meter em encrenca. 

Seus homens disseram cada um algo.

Lee Seong-hak olhou intrigado.

— O que vocês querem dizer? 

— Ele não está aqui, está? O gosto dele é tão confuso—

— Ah

Embora as palavras de seu subordinado fossem vagas, Lee Seong-hak rapidamente percebeu sobre o que ele estava falando.

— Devemos avisá-lo agora—

— Esqueça. Estamos com pressa. Ele vai encontrar o caminho sozinho. Não temos tempo para nos preocupar com isso. Precisamos voltar para a Seita do Dragão do Mar o mais rápido possível e entregar isso. 

— Sim, capitão! 

Seus homens concordaram em resposta às palavras frias de Lee Seong-hak.

Era uma situação em que a própria segurança deles estava em risco.

Atualmente, eles não tinham o luxo de considerar a segurança de outras pessoas.

Lee Seong-hak desviou sua atenção do homem que acabara de passar por eles e retomou sua caminhada em direção à Seita do Dragão do Mar.

Alguém aparentemente tinha enviado um aviso com antecedência, então o líder da seita estava esperando por eles fora da Seita do Dragão do Mar.

Lee Seong-hak se aproximou de um homem idoso exalando uma aura única e o cumprimentou,

— Eu, Lee Seong-hak, saúdo o líder da seita. 

— Você trabalhou duro. Já se passaram seis meses? 

O homem idoso sorriu ao receber a saudação de Lee Seong-hak.

O ancião com uma presença forte e impressionante como a de um dragão d’água, não era ninguém menos que Jang Hamun, o líder da Seita do Dragão do Mar.

— Sim, é mais ou menos isso. 

— Como foi? Você fez algum progresso? 

— Oh, sobre isso, tenho algo importante para lhe contar. 

A voz de Lee Seong-hak ficou ainda mais baixa. Ao mesmo tempo, os olhos de Jang Hamun se tornaram afiados.

Lee Seong-hak apontou para a caixa que trouxera e sussurrou algo para Jang Hamun.

Então, os olhos de Jang Hamun tremeram subitamente.

— Isso é verdade? 

A voz de Jang Hamun subiu sem que ele percebesse.


Gostaria de ter sua novel favorita em PDF ou algum outro formato digital para ler offline?? ACESSE AQUI e saiba como!!

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar