Second Life Ranker – Capítulo 118

Mercenário (2)

Yeon-woo segurava os Tomos de Habilidade com força enquanto saía. Edora estava esperando por ele e seu rosto se iluminou quando o viu. No entanto, ela rapidamente franziu a testa quando observou o rosto dele.

— Oraboni, o que aconteceu com sua cabeça?

— Hm? Ele tocou a cabeça sem perceber e sorriu quando sentiu um leve inchaço.

— Não é nada, não se preocupe com isso. Yeon-woo desviou da pergunta e olhou para ela.

— Qual é a sua decisão? Ainda não mudou?

— Eu vou com você. Não tente me impedir.

Yeon-woo suspeitava que ele não conseguiria impedi-la de qualquer maneira. Era como se ela não ouvisse ninguém e, além disso, ela era um membro da tribo dos unichifres. Ninguém poderia impedi-los de fazer algo uma vez que colocassem isso em suas mentes. Mas ele ainda queria confirmar uma última vez.

— E se você encontrar sua tribo como um inimigo?

— Estou preparada para isso. Só vou sofrer devido a uma certa pessoa.

Yeon-woo balançou a cabeça calmamente.

— Tudo bem. Se você não vai me ouvir de qualquer maneira, faça como quiser.

— Hehe. Edora sorriu como se tivesse vencido e Yeon-woo não pôde deixar de rir.


Yeon-woo queria deixar Kuram em silêncio. Não adiantava fazer um grande alvoroço sobre mudar de lado e ele também não queria ficar no lado ruim do Deus do Sabre. E assim, quando eles estavam prestes a passar pelas paredes em ruínas, ele não esperava ver Phante parado lá com uma expressão irritada e os braços cruzados sobre o peito.

— Você?

— Uau. Está feliz por deixar seu irmãozinho para trás? Isso é algo como uma fuga noturna? Ah, já que ainda é dia, é uma fuga diurna, eu acho.

Phante olhou para Edora que estava presa ao lado de Yeon-woo como uma sanguessuga. Ele estava irritado por ninguém ter dito nada a ele. Edora desviou o olhar.

— Por quê? Você vai vir comigo?

— Você acha que estou aqui para pegar um bronzeado?

— Você ao menos sabe para onde estou indo?

— Eu sei que vai ser mais divertido do que aqui. E, hehe, aonde quer que você vá, algo grande sempre acontece, certo?

Yeon-woo não conseguiu encontrar as palavras para responder. Afinal, era verdade que grandes incidentes o seguiram.

— Eu não gosto mais de ficar aqui. Os velhotes continuam me mandando fazer isso e aquilo, e eles continuam metendo o nariz nos meus negócios. Eu sinto que estou ficando louco. Qualquer outro lugar é melhor que aqui, então me leve com você.

Yeon-woo riu. Ele entendeu o aborrecimento de Phante. Ele estava sempre sendo arrastado de uma conferência para outra e não tinha permissão para lutar porque era considerado muito perigoso. Sempre que ele tentava protestar, o Rei Marcial sempre estava lá. Quando ele descobriu que Edora e Yeon-woo estavam planejando deixar Kuram, ele pensou ser sua chance.

Porém, Phante e Edora estavam em diferentes situações. Como Phante provavelmente seria o próximo rei, ele não poderia simplesmente sair, então Yeon-woo revelou que eles estariam indo para o Dragão Vermelho.

No entanto, isso só fez Phante sorrir.

— Hã? Então você estava planejando se divertir sem me contar todo esse tempo?

Yeon-woo percebeu seu erro tarde demais. Phante era o filho do Rei Marcial até os ossos.

— Haha! Pensei que ia vomitar por ver aqueles bastardos do Cheonghwado o tempo todo. Agora eu posso vê-los desmoronar.

Yeon-woo teve que acalmar os irmãos e suspirou.

— Faça o que quiser.

No entanto, ele não pôde evitar um sorriso crescendo em seu rosto. De repente, ele pensou haver conseguido não apenas encontrar um bom professor, mas também encontrar um bom par de pequenos irmãos.


Após deixarem Kuram, eles se dirigiram para a parte norte do estágio chamada Veges.

— Atualmente, o Dragão Vermelho montou uma fortaleza em Veges. Eles estão planejando expandir seu território, por esse motivo o Cheonghwado estão os atacando lá.

Edora compartilhou o que ouviu na conferência da tribo. Com a ajuda da tribo dos unichifres, as forças do Cheonghwado estavam espalhadas quase uniformemente pelo décimo primeiro estágio, exceto por Veges.

— Existe uma razão para isso?

— Porque Bahal está liderando eles.

Os olhos de Yeon-woo brilharam.

— Bahal?

— Sim. Dizem que ele está no comando do décimo primeiro andar e outros rankers estão participando também. Desde que a tribo dos unichifres se juntou à guerra, eles são muito mais cautelosos.

Yeon-woo concordou. Se o Dragão Vermelho não pretendia desistir do décimo primeiro andar, eles não tinham escolha a não ser enviar mais forças. Sua derrota provavelmente feriu muito seu orgulho desde que viviam sob o domínio do Dragão. “Além disso, não só o Cheonghwado tem o Rei Marcial, eles também têm o Deus do Sabre e o Deus da Lança. Eles não vão ficar parados. Parece que a guerra no décimo primeiro andar vai ficar maior.”

Yeon-woo pensou ser melhor assim. Com as apostas subindo, o Deus do Sabre e o Deus da Lança ficariam presos neste andar. “Seria bom se Leonte também aparecesse.” Yeon-woo molhou os lábios secos quando o sorriso de um predador apareceu em seu rosto.

Phante tentou mudar de assunto.

— Como você está planejando se juntar ao Dragão Vermelho? Eles provavelmente estão rangendo os dentes só de pensar em você.

Ele estava se referindo à luta de Yeon-woo com Shanon. Não havia como o Dragão Vermelho não desconfiar de Yeon-woo.

— Se estamos falando de risco, vocês provavelmente estão em maior perigo do que eu.

Não havia reféns melhores do que o príncipe e a princesa da tribo dos unichifres. Se o Dragão Vermelho soubesse que eles estavam vindo, eles até os receberiam de braços abertos.

— Na verdade, eles provavelmente não se importarão muito conosco, já que há um monte de pessoas como nós.

Yeon-woo inclinou a cabeça um pouco confuso e Edora respondeu com um sorriso.

— Como você notou, os membros da tribo são bastante egocêntricos, certo? Alguns de nós provavelmente se juntaram a eles como mercenários.

— Ah! Yeon-woo percebeu o que ela quis dizer. Havia muitos membros da tribo subindo a Torre que frequentemente trabalhavam como mercenários.

— Então, e se você ficar cara a cara com um…

— Acho que teremos que nos matar. Quero dizer, é claro, preferimos evitar isso o máximo possível. Edora encolheu os ombros como se não fosse grande coisa.

— Mas mesmo que nos encontremos como inimigos, não nos odiaremos. Ficaremos mais ofendidos se não lutarmos usando toda a nossa força.

Yeon-woo assentiu. Não se poderia esperar nada menos da tribo dos unichifres. Phante e Edora também não deram muito significado à luta contra o Dragão Vermelho.

— Bem, eles podem estar interessados, já que somos filhos do Rei Marcial. Mas eles não vão se importar, já que todos conhecem a personalidade do nosso pai.

Phante deu de ombros. O Rei Marcial não ficaria muito chateado se seus filhos fossem feitos reféns.

“Ele apenas tentaria enviar de volta o dobro do dano causado aos seus filhos.” Yeon-woo riu pensando no Rei Marcial.

— Enfim. Como você vai unir forças com o Dragão Vermelho?

Yeon-woo respondeu indiferente:

— Vocês já não disseram a resposta?

— O que dissemos?

— Você deve estar falando sobre Bahal.

Yeon-woo concordou com as palavras de Edora.

— Claro. Bahal vai me receber e a pressão vai me proteger também.

Phante e Edora assentiram. As palavras de Yeon-woo faziam sentido, já que Bahal parecia extremamente interessado nele.

“Lutar com a tribo dos unichifres me deu alguma credibilidade. Eles não vão querer deixar alguém que derrotou um semi-ranker escapar entre os dedos.” Yeon-woo sabia que seu nome já havia se espalhado por toda parte. Estabelecer recordes por limpar os andares ou o Tutorial despertava o interesse no potencial de alguém, mas era difícil dizer se essa pessoa poderia realmente lutar. No entanto, um novato que conseguiu derrotar um semi-ranker era uma história completamente diferente.

Eles não só podiam ajudar na guerra, como também podiam ser treinados por um jogador habilidoso. E considerando que ele tinha informações privilegiadas sobre a tribo e o Cheonghwado, eles não o deixariam ir, especialmente se Bahal o apoiasse. “E se eu der isso a eles.” Yeon-woo tocou o objeto que Bahal mataria para ter. Ele tinha certeza de que isso acenderia as brasas da guerra transformando-as em um fogo estrondoso – e ele estava certo.


— Pare aí. Revele sua identidade.

Quando chegaram a Veges, os jogadores do Dragão Vermelho saíram para detê-los, seus rostos estavam tensos ao ver dois membros da tribo dos unichifres. Eles suspeitavam que a tribo havia finalmente deixado Kuram.

No entanto, Yeon-woo explicou que ele era o Acumulador, e os dois membros da tribo com ele estavam interessados em trabalhar como mercenários para o Dragão Vermelho.

— Ei, por favor, dê isso a Bahal. Ele vai gostar, já que é meu.

Os jogadores ficaram surpresos ao ver o notório Acumulador em pessoa – embora alguns não pudessem deixar de encará-lo por matar seus companheiros. Sem mencionar que os membros da tribo dos unichifres com ele eram os filhos do Rei Marcial. Mas no final, eles decidiram que não era sua responsabilidade lidar com isso e deixaram os três entrarem. Eles inspecionaram o item de Yeon-woo e o entregaram a Bahal após determinar que não era perigoso.

Logo, uma resposta veio.

— Bahal ordenou que vocês três sejam nossos convidados eminentes. Por favor, sigam-me.

Yeon-woo e seus amigos assentiram e seguiram os jogadores.


Veges tinha uma atmosfera diferente de Kuram. Os rankers do Dragão Vermelho e seus subordinados se movimentavam por toda parte e havia muitos postos de segurança. Embora fosse muito ordenado, havia uma atmosfera proibitiva. Os olhos de muitos jogadores brilharam com a visão de Yeon-woo e seus amigos, mas eles não disseram uma palavra. Ficou claro o quão disciplinada a cidade era.

Quando chegaram ao centro da cidade, Bahal saiu para encontrá-los descalço.

— Haha! Quem é esse? É o Cain? Você sabe há quanto tempo estou esperando que você venha até nós?

Ele abraçou Yeon-woo com força como se estivesse recebendo de volta um querido subordinado. Ele estava genuinamente feliz em ver Yeon-woo. No entanto, os punhos de Yeon-woo se apertaram quando Bahal o abraçou. “Se ao menos você tivesse tratado Jeong-woo tão bem.” As veias nas costas de suas mãos apareceram.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar