Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  1007

A Queda de Falcon Scott (25)

Traduzido usando o ChatGPT



Em breve, o horizonte distante se tornou nebuloso com uma miríade de horrores voadores. A cena era estranhamente familiar – a única diferença de sua última tentativa de destruir a Nuvem Devoradora era que, hoje, a paisagem estava iluminada pela luz pálida da lua.

E que havia alguns Irregulares a menos de pé na muralha.

Sunny observava silenciosamente Winter, que estava se preparando para desencadear o inferno. Mais uma vez, ela estava cercada por várias Memórias misteriosas e, mais uma vez, uma coalizão de Despertos usava seus Aspectos para aumentar seus poderes.

Ele ficava a uma certa distância na companhia da Mestra Jet e de Dale. Nenhum dos três iria participar do bombardeio à distância, conservando sua potência para a incursão para caçar e matar o Tirano. O clima estava tenso, mas não tão opressivo quanto a primeira batalha contra a horda assustadora.

No parapeito de liga de metal diante deles, um homem em armadura de couro estava sentado de olhos fechados, meditando. Os flocos de neve caindo giravam de forma estranha ao seu redor, como se seguissem caminhos invisíveis.

Ele era um dos Despertos de Dale, e alguém que Sunny conhecia – o homem possuía a Habilidade de abrir fendas espaciais estáveis, e tinha sido um dos candidatos que ele considerou ao montar a coalizão. Como ninguém sabia para onde o Tirano iria cair depois de ter suas asas cortadas por Roan, o time de ataque precisaria contornar o perímetro da muralha rapidamente.

…Se Roan tivesse sucesso.

“Deuses…”

Ouvindo o sussurro tranquilo de Dale, Sunny olhou para o sul e viu raios crepitantes dançando no meio da horda distante. Ele ficou um pouco pálido.

“Eles… estão dentro dela?”

Parecia que Roan e os Despertos do clã Pena Branca estavam atraindo a Nuvem Devoradora para a cidade com o cheiro de seu próprio sangue.

De repente, a tarefa de matar o Tirano da horda pareceu ainda mais pesada do que antes.

‘Então, e daí? Nada mudou…’

Sunny tinha alguns planos de contingência, pelo menos. Santa e Pesadelo estavam atualmente guardando uma das brechas na muralha. Caso os três Mestres se mostrassem inadequados, suas Sombras os ajudariam a chegar e matar a mãe da horda… ou seria um pai?

‘Quem se importa?’

Sunny cerrou os punhos e observou a horda de horrores voadores se aproximando rapidamente de Falcon Scott. Em breve, os sistemas de defesa da cidade abriram fogo mais uma vez, assim como Winter.

A massa de bestas da matriz obscureceu o céu, sufocando a luz da lua. À frente da horda, uma multidão de Criaturas do Pesadelo se moviam, aparentemente tão desesperadas para escapar dela quanto os humanos seriam. Entre a Nuvem Devoradora e a muralha de Falcon Scott, lançavam-se contra a barreira de liga de metal, morrendo em grande quantidade sob a barragem de balas e flechas.

De alguma forma, a batalha de hoje parecia mais frenética, mais desesperadora. Gritos e uivos de abominações se fundiam com gritos humanos, todos se perdendo no ruído de incontáveis asas de couro.

Uma expressão sombria apareceu no rosto de Ceifadora de Almas. Segurando sua alabarda, ela disse:

“Aguarde. Espere pelo sinal.”

No momento, tudo dependia de Roan e seus Despertos. Eles tinham que atrair o Tirano para a frente e derrubá-lo, para que os três Ascendidos de elite da Companhia Irregular pudessem sair, encontrá-lo e acabar de vez com a criatura antes que ela escapasse.

Segundos se passaram, depois minutos, mas o sinal prometido não estava chegando.

Sunny sentiu seus nervos chegando ao limite quando uma sombra rápida caiu repentinamente do céu. Não era uma besta da matriz, no entanto – em vez disso, era uma jovem Desperta vestindo as cores brancas de seu clã, sua armadura decorada com belas gravuras de penas de falcão… e manchada de sangue.

Sunny se lembrou de tê-la visto várias vezes no Santuário, quando Sky Tide ainda governava sobre as Ilhas Acorrentadas.

A jovem pousou sem graça no parapeito e cambaleou, mal conseguindo manter o equilíbrio. Em seguida, ela observou ao redor, deu um passo em direção a Mestra Jet e tropeçou. Dale a segurou e a apoiou, com o rosto sério.

Ceifadora de Almas franziu a testa.

“O que aconteceu com enviar um sinal para nós? Onde está o Tirano?”

A jovem cerrou os dentes e, então, disse roucamente, com raiva em sua voz:

‘Dois. São dois deles…’

Levou alguns segundos para suas palavras serem compreendidas. Sunny amaldiçoou e observou a massa escura da horda que obscurecia o céu.

“Dois Tiran- O que faz sentido nisso?!”

O rosto de Jet se contraiu. Ela olhou para a jovem por um momento e depois perguntou calmamente:

“Então onde eles estão?”

O Legado se apoiou em Dale e virou um pouco para encarar a Nuvem Devoradora.

“O… sinal…”

Como se respondendo a suas palavras, duas esferas radiantes de luz apareceram subitamente ao longe, rasgando a escuridão. Uma bem no meio da horda, através do campo de batalha. A outra, inesperadamente, estava ainda mais distante, mas em uma direção diferente – a oeste da cidade, perto do oceano. A Nuvem Devoradora havia mal chegado lá.

Com seu trabalho feito, a jovem do Pena Branca suspirou e desmaiou. Dale falou algo, e um de seus homens – provavelmente o curandeiro – a pegou.

Os três Mestres se olharam brevemente.

Mestra Jet soltou um palavrão que faria Sunny corar se a situação fosse um pouco menos grave, e então sorriu sombriamente.

“Acho que vamos ter que nos separar.”

Ela olhou entre as esferas de luz distantes, então suspirou e mexeu os ombros, como se soltasse os músculos.

“Eu pegarei a do sul. Sunny, Knight… vocês dois vão para o oeste e lidam com o segundo Tirano. Terminem isso.”

Sunny piscou algumas vezes, depois deu um passo à frente.

“Mas…”

Ela levantou uma mão, interrompendo-o.

“Isso é uma ordem. Sem tempo a perder.”

Com isso, Jet começou a convocar uma Memória. Antes mesmo que o turbilhão de faíscas brancas se manifestasse na realidade, Ceifadora de Almas já estava se movendo, saltando sobre o parapeito do parapeito para desaparecer na neblina da neve que caía abaixo.

Sunny cerrou os dentes.

Quando ele se virou, havia um portal cintilante no ar na sua frente, levando ao ponto na parede ocidental não muito distante de onde a esfera de luz ainda queimava no ar. Dale já estava indo em direção a ele, seu capacete se formando a partir da luz.

Sunny o seguiu.

Antes de entrar na fenda espacial, no entanto, ele enviou um comando mental para Santa.

Não foram poucos segundos depois que Ceifadora de Almas pousou no chão devastado além do campo de batalha que um cavaleiro sombrio saltou pela brecha na parede e a seguiu.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 4 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
4 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leywin
Membro
Leywin
11 dias atrás

Teoria: no final dos arco o sunny vai provavelmente passar por um desses portais, eles estão dando muita ênfase ao que tem do outro lado… Se isso acontecer, provavelmente significa que todos os que ele lidera vão ir de Vasco! Espero estar errado, muito errado

IfosD
Membro
Ifos
3 dias atrás
Resposta para  Leywin

eu tbm espero que vc esteja

Newton borges do carmo
Membro
Newton borges do carmo
20 dias atrás

Ainda bem que ele mandou a santa pra ajudar jet se não eu ia ficar muito puto rsrsrs e ainda bem que ele se importa muito com ela quem sabe rolê um triângulo amoroso entre jet,Beth e sunny kkkkkkkk

Danilo Torres
Membro
Danilo Torres
3 meses atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk o sunny cuida do outro, ela nao falou nada sobre a santa

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar