Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Shadow Slave – Capítulo  1065

Ceifador

Traduzido usando o ChatGPT



Pesadelo voava pelo planalto crepuscular, ignorando todos os obstáculos. Ele cortava a neve, manobrava entre rochas gigantes, subia colinas e saltava por cânions profundos, seus cascos de aço fazendo faíscas voarem das pedras desgastadas. O destrier escuro era ágil como uma sombra, movendo-se com graça inata e velocidade incrível.

Sunny estava sentada na sela, segurando Jet. Basicamente, ela estava em seus braços… no passado, estar tão perto dela teria feito seu sangue ferver, mas agora, ele não sentia nada. Não apenas porque Ceifadora de Almas estava fria e sem vida como um cadáver, mas também porque seu coração estava tão frio e sem vida quanto.

Ele não sentia muita coisa agora, exceto um rancor profundo e sombrio. Também não havia tempo para isso. Sunny poderia ter brincado sobre como essa jornada seria como um piquenique, mas, na verdade, sua situação ainda era grave. A Antártica Oriental estava cheia de Criaturas dos Pesadelos, e ele não era presunçoso o suficiente para pensar que era capaz de matar hordas inteiras delas.

Sunny sabia que era forte, mas também conhecia as limitações de sua força. Ele acabara de receber uma lição amarga sobre esse assunto da Besta do Inverno, afinal. Agora, sua melhor amiga era a cautela e a velocidade.

Suas sombras estavam explorando à frente, procurando Criaturas dos Pesadelos que estavam à espreita. Algumas ele evitaria, outras ele escaparia confiando na rapidez de Pesadelo. Evitar as hordas migratórias não era tão difícil, mas os enxames menores e as abominações solitárias eram um desafio. Ainda assim, Sunny não foi forçado a convocar Santa ainda, muito menos entrar na batalha ele mesmo.

Eles percorreram uma boa distância e depois se esconderam em um desfiladeiro profundo, esperando que uma grande horda se afastasse. Depois que o rio de monstros passou, Pesadelo avançou novamente. Repetir o processo.

Encontrar um local seguro para entrar no Reino dos Sonhos estava se mostrando mais difícil do que ele pensava. Havia lugares onde o chamado não era forte o suficiente para perturbar suas âncoras, mas todos eles estavam infestados de Criaturas dos Pesadelos. Matar as abominações não estava fora de questão, mas Sunny relutava em criar muito barulho. Quem sabia o que mais seria atraído pelos sons de uma batalha?

E assim, eles continuaram avançando cada vez mais.

Eventualmente, ele teve que admitir que resolver seu problema não seria uma tarefa rápida. Como tal, Sunny teve que mudar suas táticas.

Ele não comia há muito tempo, e Jet estava perdendo essência. Eles precisavam caçar.

Sunny passou algum tempo encontrando um enxame de Criaturas dos Pesadelos que era pequeno e isolado o suficiente. Depois disso, ele ordenou que Santa colocasse uma flecha em cada abominação e as desacelerasse com o encantamento [Fardo da Paz] do arco negro.

Então, Sunny soltou Ceifadora de Almas nas bestas e observou das sombras enquanto ela as abatia.

Jet ainda estava fraca e com pouca essência. No entanto, as criaturas eram apenas Despertas e estavam sobrecarregadas pelas flechas de alma além disso. Ele estava lá para interferir caso algo desse errado também. Sunny tinha confiança de que sua companheira morta seria capaz de lidar com o enxame.

E, de fato, ela conseguiu.

Para conservar sua essência, Jet evitou convocar qualquer Memória e atacou as abominações com as mãos nuas. No entanto, como Sunny rapidamente descobriu, Ceifadora de Almas era um terror a ser visto mesmo enfraquecida e desarmada.

Quando ela golpeava as abominações, suas mãos simplesmente atravessavam sua carne, destruindo diretamente os núcleos de alma. Mas mais do que isso, Jet já estava morta – seu corpo ainda podia ser danificado, e ela pereceria se fosse completamente destruída, mas ela também não era afligida por muitas das fraquezas que a maioria dos seres vivos compartilhava.

Ela não poderia sangrar até a morte, mas poderia ignorar ferimentos que incapacitariam ou matariam qualquer humano. Jet era capaz de ignorar até mesmo as lesões internas mais graves, continuando a lutar sem nunca diminuir a velocidade. Mesmo que seus pulmões fossem esmagados e seu coração fosse perfurado, ela simplesmente continuaria matando.

Nem mesmo esmagar o crânio de Ceifadora de Almas a pararia. Contanto que ela absorvesse energia suficiente, seu corpo morto eventualmente se curaria, ou melhor, se restauraria.

Diante de uma criatura tão imparável… até mesmo Sunny sentiria um toque de medo.

‘Ainda bem que estamos do mesmo lado.’

No final, não demorou muito para Jet massacrar o pequeno enxame de abominações Despertas. Ela os matou com as mãos nuas, recuperando um pouco de força a cada morte. Durante tudo isso, seu rosto permaneceu assustadoramente calmo, como o de alguém focado em uma tarefa entediante. Então, um sorriso perturbador apareceu em seu rosto.

Sunny foi forçado a lembrar de sua primeira conversa com o Professor Julius. Naquela época, o velho havia chamado Jet de selvagem assassina e assassina psicopata. Sunny costumava pensar que as pessoas tinham preconceito contra Jet por causa de sua origem, mas agora, sabendo o que sabia… Ele podia ver como estranhos poderiam ter chegado à conclusão de que Ceifadora de Almas gostava de matar simplesmente pelo prazer de matar. Muito poucas pessoas sabiam que ela precisava constantemente absorver essência para sobreviver, afinal. E quem não ficaria perturbado depois de testemunhar algo assim?

Quando a última das Criaturas dos Pesadelos caiu no chão, Jet se endireitou e fechou os olhos por um momento, exalando satisfação. Ela parecia um demônio que acabara de sair das profundezas do inferno – coberta de sangue, corpo cheio de feridas horríveis e estranhamente bonita apesar de tudo.

Abanando a cabeça, Sunny saiu das sombras e começou a despir algumas das abominações para coletar carne. Ao mesmo tempo, Santa começou a recuperar fragmentos de alma.

Jet permaneceu imóvel por um tempo, depois olhou para ele. Havia um pouco de vitalidade em seus olhos agora.

Ela sorriu e disse:

“E agora, o que estamos fazendo?”

Sunny olhou para ela seriamente.

“Agora, vá se lavar. Você pode estar morta, mas eu não estou. Ainda consigo sentir cheiros…”


Comentários

4.8 6 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
ZeusD
Membro
Zeus
1 mês atrás

bacalhau temperado sksks

Harpócrates
Visitante
Harpócrates
1 mês atrás

Um cavalheiro fino, um lorde elegante.
Só que não.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar