Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Shadow Slave – Capítulo  1122

Espelho da Verdade

Traduzido usando o ChatGPT



Passando pela legião de sombras silenciosas para ficar entre os cinco sóis escuros de sua alma sem luz, Sunny convocou a Memória. Logo, um espelho redondo de prata escura apareceu no ar na sua frente. A frente parecia um poço de mercúrio parado, enquanto o verso estava decorado com belas gravuras.

Sunny viu seu reflexo pálido no espelho de prata e de repente sentiu um arrepio arrepiante subindo pela sua espinha. Aquela Memória… lhe deu uma sensação muito sinistra.

Quando pegou o espelho, ele sentiu que estava estranhamente pesado em sua mão.

‘Não é uma arma, e nem uma armadura. Uma ferramenta, então? Ou um amuleto?’

Ele hesitou por um momento e convocou as runas.

Linhas de símbolos brilhantes apareceram no ar, cercando o espelho de mão. Ele as leu, franzindo levemente a testa.

Memória: [Espelho da Verdade].

Classificação da Memória: Ascendida.

Rank da Memória: Sete.

Tipo da Memória: Ferramenta.

As primeiras quatro linhas não trouxeram surpresas. No entanto, as próximas…

Os olhos de Sunny se arregalaram um pouco.

‘O que… por que esse nome está aqui?’

A primeira palavra na descrição do Espelho da Verdade não era uma que ele esperava ver hoje, mas uma que ele conhecia muito bem.

Essa palavra era…

Tecelão.

Sunny olhou para o espelho de mão com uma expressão tensa, uma carranca profunda aparecendo em seu rosto. Então, ele se virou lentamente para as runas e continuou a estudá-las.

Desde o início da campanha na Antártica, ele havia encontrado frequentemente pistas e menções a Ariel, o Demônio do Medo. Então, por que o nome de Tecelão de repente apareceu nas runas de uma Memória?

Só havia uma maneira de descobrir.

A descrição dizia:

Descrição da Memória: [Tecelão era conhecido como o mestre das mentiras, enquanto Ariel era conhecido como o guardião da verdade. Os dois não eram próximos e raramente se encontravam, o que fez com que Ariel ficasse surpreso ao encontrar Tecelão olhando para a sua pirâmide um dia.

“Não é linda, essa minha tumba? Você veio admirá-la?” Ariel disse.

Depois de um momento de silêncio, Tecelão respondeu.

“Eu não sabia que você havia construído uma tumba, nem a vi antes. Como eu saberia admirá-la? Eu apenas aconteci de estar aqui por acaso. Agora que eu a vi, meu coração está intocado. Não sinto nada.”

Então, Tecelão perguntou.

“Mas você parece sentir demais, Demônio do Medo. Seu rosto está horrível. Você está sorrindo, mas lágrimas estão escorrendo dos seus olhos. Por quê?”

Ariel riu.

“Não tenho certeza.”

Ele riu e chorou enquanto olhava para a tumba, dizendo: “Eu a construí para enterrar a verdade. A verdade é a coisa mais horrenda do mundo, Tecelão, e conhecê-la é um tormento cruel. Eu pretendo enterrar as verdades que não posso suportar no coração desta tumba e me livrar delas para sempre.”

Tecelão permaneceu em silêncio.

Depois de um tempo, Tecelão falou.

“Parece para mim que você já fez isso. E você já é.”

Com isso, o Demônio do Destino se virou e foi embora sem olhar para trás.

Enquanto se afastava, Tecelão sussurrou.

“…Você queria se livrar da verdade, então você não a merece.”]

Assim como Tecelão na descrição, Sunny permaneceu em silêncio por um longo tempo.

‘Espere… a Tumba de Ariel não é o local de sepultamento de Ariel, o Demônio do Medo? Em vez disso, é a tumba que ele construiu?’

Essa informação por si só valia muito. No entanto, havia muito mais naquela descrição estranhamente prolixa. Como o fato de que Ariel aparentemente construiu a pirâmide negra para esconder verdades feias da existência… ou melhor, aquelas verdades que ele não suportava saber.

Isso não significaria que o clã… ou pessoa… que conquistasse a pirâmide aprenderia todos esses segredos?

Mas ainda mais do que isso, a aparição de Tecelão na descrição do [Espelho da Verdade] era muito interessante por si só.

Sunny se lembrou das palavras exatas:

‘Eu não sabia que você havia construído uma tumba, nem a vi antes. Como eu saberia admirá-la? Eu apenas aconteci de estar aqui por acaso. Agora que eu a vi, meu coração está intocado. Não sinto nada.’

Desde que Tecelão acabara de ser chamado de mestre das mentiras na sequência anterior de runas, não significaria que Sunny deveria levar essas palavras com um grão de sal? Então o Demônio do Destino na verdade sabia da existência da tumba, já a tinha visto antes, veio olhá-la novamente de propósito e sentiu muitas coisas como resultado.

Talvez.

Sunny pensou sobre isso por um tempo, depois balançou a cabeça.

‘Provavelmente só vou saber se eu mesmo olhar.’

Com isso, ele desviou o olhar e olhou para as runas descrevendo os encantamentos do [Espelho da Verdade].

…Ou melhor, um encantamento. Havia apenas um.

A essa altura, Sunny sabia que encantamentos mais poderosos exigiam mais espaço na trama. O que significava que, para uma Memória do Sétimo Nível possuir um único encantamento, esse encantamento tinha que ser realmente poderoso.

Ele leu as runas:

Encantamentos da Memória: [Reflexo de Busca].

Descrição do Encantamento: [Capture a imagem de um ser no Espelho da Verdade. Ative o encantamento para destruir o espelho e obter um poder do ser refletido por um período de tempo que depende de sua potência.]

Sunny piscou algumas vezes.

‘O quê…’

Sua mão tremia.

Isso… isso não faria dele…

Um Mordret barato?

“Que diabos?”

Ele olhou fixamente para o espelho, sem saber como se sentir.

Por um lado, ser capaz de roubar a habilidade de qualquer ser – seja humano ou Criatura de Pesadelo – era louco!

Por outro lado, o [Espelho da Verdade] seria destruído no processo, e a habilidade roubada só duraria por um período de tempo. O que ainda era incrível…

Mas o maldito Príncipe do Nada poderia fazer isso a qualquer momento, pelo tempo que quisesse!

Sunny balançou a cabeça.

‘Não, essa é uma Memória incrível. É só que Mordret está seriamente quebrado. E… e ele até parece ser imortal, para completar! Cadê a justiça nisso?!’

Fazendo uma careta, ele saiu do Mar da Alma e abriu os olhos, olhando silenciosamente para o teto da tenda. Seu humor não estava bom.

…No entanto, não permaneceu ruim por muito tempo.

Isso porque, depois de alguns minutos de resmungo, Sunny não pôde deixar de começar a pensar em cuja Habilidade ele poderia roubar.

Nephis tinha Habilidades realmente excepcionais… exceto pela Ascendida, que era meio estranha e praticamente inútil. Cassie também tinha ótimas Habilidades.

Mas por que se contentar com essas? E quanto a Whispering Blade e Beastmaster? Uma Habilidade de Transformação de uma Santa em suas mãos… isso seria uma carta na manga divertida!

Caramba, ele nem precisava se limitar a Santas. Havia um Titã Corrompido em algum lugar da Antártica Oriental. Havia a Fera do Inverno também…

Sunny não percebeu que um sorriso apareceu em seu rosto.

E assim, ele adormeceu, sorrindo.

Seu último pensamento foi:

‘Nada mal para um dia de trabalho…’


Comentários

5 5 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar