Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  141

Serpente Dourada

Traduzido usando o ChatGPT



Ao longo dos próximos cinco dias, Sunny ficou principalmente em seu quarto, enquanto sua sombra sorrateiramente perambulava pelo castelo, espionando pessoas e descobrindo seus segredos.

Aos poucos, ele começou a entender as correntes ocultas que fluíam sob a superfície aparentemente pacífica da vida nesta fortaleza branca imaculada.

É claro que, na realidade, as coisas não eram pacíficas e estavam longe de ser puras, como se podia imaginar. Mas isso era de se esperar em um lugar onde centenas de jovens perdidos viviam sem esperança de encontrar seu caminho de volta para casa, longe de todas as restrições da civilização.

Ele não ficou surpreso. Se houvesse algo, era estranho ver alguma semelhança de lei e ordem, por mais detestável e repugnante que fosse, persistir apesar de todos os obstáculos no caminho. De alguma forma, os habitantes do castelo conseguiam coexistir uns com os outros em um equilíbrio frágil.

O sistema foi habilmente construído de forma que permitia aos abusados sonhar com uma vida melhor e restringia os abusadores de irem longe demais. Vida melhor significava ganhar o favor de Gunlaug, enquanto ir longe demais significava perdê-lo e ser banido para a escuridão fria do assentamento externo.

Tanto o medo quanto a esperança foram criados e firmemente agarrados pelo Senhor Luminoso. Sua mera existência mantinha as pessoas em seus lugares. Sunny suspeitava que a mesma dinâmica, apenas substituída por um tipo diferente de realidade, reinava na favela do lado de fora dos muros do castelo.

O assentamento externo parecia existir separadamente do castelo, mas, na verdade, ambos eram simplesmente partes de um grande ecossistema.

As pessoas do lado de fora ansiavam ser autorizadas a entrar, enquanto as pessoas do lado de dentro temiam ser exiladas para o lado de fora. Porque a possibilidade de uma vida melhor — ou pior — existia, elas eram distraídas pelo fato de que, acontecesse o que acontecesse, ainda estariam girando em um círculo.

Como uma serpente mordendo a própria cauda, o Castelo Luminoso e o assentamento externo criavam um ciclo fechado de exploração e abuso que, paradoxalmente, mantinha todos na Cidade Sombria sãos e vivos.

Era nada menos que genial.

… Claro, Sunny não queria fazer parte disso.

Ele não sabia quantas pessoas estavam atualmente sobrevivendo na favela, mas havia cerca de quinhentos Adormecidos vivendo na fortaleza antiga. No entanto, nem todos eles compartilhavam o mesmo status. Havia uma hierarquia complexa em vigor, separando as pessoas em diferentes castas. Alguns desses grupos tinham um lugar distinto na hierarquia, enquanto outros eram menos claramente definidos.

A maioria dos habitantes do castelo, como era de se esperar, servia diretamente a Gunlaug. Eles eram Guardas, Caçadores, Desbravadores, Artesãos e Serventes. Governando sobre eles estavam cinco tenentes que respondiam diretamente ao próprio senhor, cada um responsável por seu próprio aspecto do dia a dia da fortaleza.

A Guarda do Castelo era o maior desses grupos, composto por cerca de cento e cinquenta homens. Eles eram responsáveis por guardar a fortaleza e fazer cumprir as leis de Gunlaug. Assim como Caster havia dito, eles estavam quase no final da escala de poder e status.

Qualquer um com uma Habilidade de Aspecto remotamente útil poderia ingressar na Guarda, e embora seu treinamento fosse bastante rigoroso, as oportunidades reais de experimentar combate eram poucas e distantes entre si. Isso não quer dizer que seu trabalho não fosse perigoso: toda vez que uma Criatura do Pesadelo se desviava e subia a colina ou atacava de cima, era dever deles matar ou afugentar o monstro.

E aqui na Cidade Sombria, nenhum monstro era menos que aterrorizante e absolutamente mortal.

A Guarda do Castelo era liderada por um gigante carrancudo chamado Tessai, que era um dos tenentes mais confiáveis de Gunlaug e talvez o Adormecido mais velho da Costa Esquecida — faltavam apenas dois anos para ele completar trinta. Tessai era um lutador feroz e comandante impiedoso, mantendo seus subordinados em um aperto firme.

Acima da Guarda do Castelo, havia os Caçadores. Eles eram a elite das forças de Gunlaug, cada um possuindo um poderoso Aspecto de combate, rica experiência em batalha e perspicácia aguçada para fazer uso de ambos. Havia cerca de cinquenta deles, divididos em sete grupos de caça.

Todas as manhãs, assim que os portões do castelo se abriam, um dos grupos saía da segurança das impenetráveis paredes de mármore e se aventurava no aterrorizante labirinto da Cidade Sombria para caçar e matar criaturas Despertadas. Graças aos seus esforços, as pessoas na fortaleza antiga tinham comida em seus pratos. Sem eles, nada disso teria sido possível.

Os Caçadores eram recrutados entre as fileiras dos Guardas, e se tornar um Caçador era um sonho realizado. Isso ocorria porque esses profissionais desfrutavam de fartas recompensas do senhor, como morar em um quarto próprio em vez de em quartéis apertados, melhor comida e acesso a diversos itens de luxo, melhores Memórias e ferramentas que o Castelo Luminoso poderia oferecer… além de muitas outras coisas.

É claro que, por outro lado, suas vidas costumavam ser as mais curtas. Apesar de toda sua experiência e preparação, muitos nunca voltavam das caçadas.

E a única razão pela qual alguns voltavam era por causa dos Desbravadores.

Os Desbravadores serviam como guias para os grupos de caça. Assim como Effie havia dito, o segredo para sobreviver na Cidade Sombria era encontrar e matar criaturas relativamente mais fracas sem tropeçar em algo muito mais mortal. Eles garantiam exatamente isso — rastrear os monstros Despertados sem levar o grupo de Caçadores às mandíbulas das abominações Caídas.

Havia tão poucos Desbravadores que Sunny até questionou se eles poderiam ser categorizados como um grupo. Em todo o castelo, havia menos de uma dúzia. Cada um deles era um veterano experiente que conquistou seu papel sobrevivendo a longos anos de batalhas sangrentas nas ruínas e, assim, teve a chance de viver o suficiente para conhecer grandes áreas da Cidade Sombria como a palma de sua própria mão.

Obviamente, todos eles eram combatentes incrivelmente temíveis e desfrutavam de estilos de vida luxuosos, às vezes até decadentes.

Tanto os Caçadores quanto os Desbravadores eram liderados por um homem carismático chamado Gemma. Gemma chegou à Costa Esquecida no mesmo ano que Gunlaug e o ajudou a tomar o controle do castelo.

Juntos, esses três grupos — Guardas, Caçadores e Desbravadores — formavam o exército de Gunlaug, que era simplesmente conhecido como a Hoste.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.9 10 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
4 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
ArthzinnD
Membro
Arthzinn
11 dias atrás

Essa porra acaba nunca 😐

Carlos Eduardo
Membro
Carlos Eduardo
1 mês atrás

Essa história ta muito massante 😑

MolartD
Membro
Molart
20 dias atrás
Resposta para  Carlos Eduardo

Tá alternando bastante pra mim 😅
Tem uns diálogos e caps bem divertidos e alguns bem maçantes mesmo
To continuando a ler principalmente porque gostei dos finais dos arcos e gosto dos cenários bem sádicos que o autor está fazendo pros personagens kk

Última edição 20 dias atrás por Molart
Nonno
Membro
Nonno
8 meses atrás

obgp elo cap

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar