Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  215

Sem Forma

Traduzido usando o ChatGPT



Observando os movimentos das duas sombras que seguiam Nephis, Sunny finalmente conseguiu entender a base do evasivo estilo da sombra.

Antes, ele apenas sentia um vislumbre de sua essência. Ele sabia que, assim como a sombra, a arte de batalha oculta era insidiosa, sem forma e sempre em mudança. Mas era aí que estava o problema: um estilo de batalha era, por definição, uma estrutura de padrões e princípios, uma doutrina que ditava como se deveria agir para derrotar um inimigo.

Essa doutrina era usada como base e expandida em uma variedade de movimentos específicos para criar um estilo.

Mas se algo não tivesse uma forma e sua forma estivesse sempre mudando, como poderia ser estável e estruturado? Sunny não fazia ideia de como os conceitos que sentia estarem no cerne do estilo sombra poderiam criar algo aplicável à prática.

Insidioso, sem forma, sempre em mudança. O que ele deveria fazer com isso?

Mas agora, ele entendeu. A chave para tudo isso era tão simples e evidente que ele quase riu. Por que ele não tinha adivinhado antes? Era tão óbvio.

A ideia que unia tudo era tão inerente à natureza das sombras quanto a ausência de forma e a evasão.

Era a imitação.

Afinal, quais eram as duas primeiras coisas que vinham à mente quando se pensava em sombras? Que elas viviam no escuro e imitavam as coisas que as escondiam da luz.

A base do estilo sombra era de fato insidiosa, sem forma e sempre em mudança. Seu conceito central era roubar aquilo que tornava o inimigo forte e usá-lo para destruí-los.

Para dominar esse estilo, ele teria que aprender a se comportar como uma sombra.

Sunny encarou Nephis e Caster, mas não os viu. Sua mente estava completamente consumida pela revelação repentina. Ele não tinha mais tempo para prestar atenção à luta deles.

Este estilo… este estilo tinha um potencial infinito. Se ele conseguisse dominá-lo, seria capaz de enfrentar qualquer estilo ou técnica usada contra ele, sem falar em se tornar um oponente extremamente imprevisível.

O que poderia ser mais imprevisível do que uma sombra sem forma?

Claro, era mais fácil falar do que fazer. Para começar, embora a capacidade de imitar o inimigo fosse incrivelmente poderosa, também exigia uma incrível quantidade de talento, experiência e percepção do usuário. Afinal, você não poderia imitar o que não entendia.

Mais importante ainda, esta era apenas a base do estilo. Ele ainda tinha que expandi-lo na coleção real de princípios específicos… e treinar-se de acordo.

Era uma tarefa gigantesca.

Criar um estilo completo do zero poderia levar anos, senão décadas, para um verdadeiro mestre de batalha. Sunny nem mesmo havia arranhado a superfície desta empreitada ambiciosa.

No entanto, tudo bem. Era um começo. As artes de batalha pessoais não eram criadas instantaneamente. Era um processo longo e árduo, com infinitas iterações surgindo e desaparecendo enquanto eram temperadas pelo cadinho do combate.

Não é como se o estilo fosse inútil até se tornar perfeito.

Sunny só tinha que levá-lo ao ponto em que pudesse ser aplicado na batalha de uma forma ou de outra. Isso, por si só, melhoraria tremendamente sua técnica.

Ele sorriu, parabenizando-se. No entanto, no momento seguinte, uma carranca profunda apareceu em seu rosto.

‘Uh… mas como, exatamente, eu deveria fazer isso?’


Um tempo depois, quando o sol já estava tocando o horizonte ocidental, Sunny estava sentado sozinho olhando para sua sombra. Ele estava imóvel como uma estátua e absorto em pensamentos. Em seu rosto, havia uma expressão preocupada.

Quando alguém se aproximou dele, Sunny demorou alguns instantes e, em seguida, olhou lentamente para ver quem o estava incomodando.

Para sua surpresa, era Nephis.

A líder do grupo ficou ali por um tempo, sua figura graciosa iluminada pelo sol poente. Então, ela sentou-se perto dele.

Sunny piscou.

“Uh… oi, Neph.”

Nephis fez um aceno.

“Oi, Sunny.”

Ele esperou alguns momentos e, em seguida, perguntou:

“…Você queria algo?”

O canto da boca dela se curvou levemente para cima. Com um suspiro, a Estrela da Mudança olhou para ele e disse:

“Não é nada demais. Eu só queria dizer que te vi lutando nas catacumbas. Você melhorou muito nestes três meses. Parabéns.”

Sunny sorriu.

“Ah, isso. Bem, não é como se houvesse muitas oportunidades para levar uma vida tranquila na Cidade Sombria. Eu estava destinado a melhorar um pouco, não?”

Ela balançou a cabeça.

“Não se subestime. Você realmente se saiu bem. Muito poucos teriam sido capazes de crescer tanto e tão rápido quanto você. Especialmente sem um professor.”

Após hesitar por um tempo, Sunny deu de ombros.

“Você mesmo disse. Uma batalha real vale mais do que mil horas de treinamento. Houve… muitas batalhas. Nestes três meses.”

Nephis concordou e então perguntou:

“Esse estilo firme e aterrado que você incorporou à sua técnica… de onde veio?”

Ele coçou a nuca e, lembrando-se das sessões infernais de treinamento com seu monstro de estimação, conteve a vontade de tremer.

“Eu apenas observei como a Santa de Pedra lutava e tentei replicar.”

Estrela da Mudança sorriu:

“Como eu pensava. Eu também já vi ela lutar. É um Eco muito formidável. Um dos melhores que já vi.”

Vindo de um Legado, isso significava muito. Sunny de fato teve muita sorte de estar no lugar certo na hora certa para obter o Eco da Santa de Pedra. Se os irmãos Caídos das aranhas de ferro não a tivessem levado ao limite da morte, ele nunca teria sido capaz de sobreviver a uma batalha com a estátua viva, muito menos derrotá-la.

Ele teve ainda mais sorte de ter um Aspecto Divino que permitia transformar Ecos em criaturas ainda mais temíveis.

No geral, Sunny era extremamente afortunado.

Sua sorte era exatamente tão incrível quanto seu infortúnio.

Ele sorriu.

“Você conhece meus Atributos. Eu tenho sorte muitas vezes.”

Ela demorou alguns momentos e então disse:

“Fico feliz que você tenha sido capaz de entender o verdadeiro propósito do estilo de batalha que te ensinei.”

Então ele estava certo neste ponto também. O estilo que Estrela da Mudança havia lhe dado foi de fato projetado para ser o mais adaptável possível e incorporar elementos de outros estilos sem problemas. Era uma arte de batalha fundamental perfeita… para aqueles talentosos o suficiente para fazer uso dela, é claro.

Que eram, provavelmente, extremamente poucos e raros.

Sunny olhou para Nephis e, após alguma deliberação, perguntou:

“Esse estilo seu é realmente único. De onde veio?”

Ele estava muito inexperiente para perceber isso na época, mas o que Neph havia lhe ensinado poderia ter sido considerado um raro tesouro. O estilo que ele dava como certo era, na verdade, uma obra-prima de puro gênio. Merecia ser famoso e onipresente.

Mas não era. O que sugeria que esse tesouro era um segredo.

Estrela da Mudança demorou um pouco e então disse:

“Faz parte da minha herança.”

Sunny piscou e olhou para ela, atônito.

‘Então… então por que diabos ela me ensinou isso?!’


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.9 15 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
8 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João o bardo
Membro
João o bardo
6 dias atrás

Spoiler
eu sei que faz sentido, mas ver o pessoal desconfiando tanto da Nephis é engracado. E para quem não está relendo a história, se acostumem com a Nephis, ela é o segundo personagem mais importante da história e vai continuar assim.

GodSpeed_zD
Membro
GodSpeed_z
1 mês atrás

Mano não sei vocês, mas ele falando sobre copiar o estilo dos outros durante uma luta, eu só consegui pensar no hyung suk de lookism kkkkkkkkkkkkkkkk Neph não é confiável, acho que o sunny devia seguir solo e ficar forte sozinho e depois matar o caster, não gosto dele

Tertu The Creator
Visitante
Tertu The Creator
25 dias atrás
Resposta para  GodSpeed_z

Os únicos desse grupo que eu confio é o Kai e a Effie

Rei loucoD
Membro
Rei louco
1 mês atrás

Ela já não tem sentido pra mim, nada confiável.

IfosD
Membro
Ifos
1 mês atrás

nn consigo mais confiar na neph, ao mesmo tempo que quero confiar no que ela diz

danilo
Membro
danilo
5 meses atrás

n consigo mais confiar nela, ela ta elogiando ele pra manipular ele? eu n sei

Beiceta
Membro
Beiceta
5 meses atrás
Resposta para  danilo

Tudo é intencional nessa obra. Nada é de graça ou vazio.

Nonno
Membro
Nonno
8 meses atrás

obg pelo cap

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar