Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  222

Limpando o Ninho

Traduzido usando o ChatGPT



Um som claro e melódico de um sino tocando reverberou no ar acima do Labirinto, alertando as monstruosas aranhas escondidas no enorme casulo de teias cinzentas que uma nova presa batia à sua porta.

Momentos depois, corpos ágeis vestidos com pesadas placas de armadura de ferro dispararam de baixo da teia de aranha cinzenta, movendo-se através dos fios de aço com velocidade aterrorizante. Havia Criaturas do Pesadelo suficientes naquela onda para obliterar qualquer coisa que estivesse em seu caminho… aparentemente.

No entanto, o que estava em seu caminho eram duas figuras – uma alta e ruidosa, a outra mais baixa e irradiando uma estranha sensação de firmeza indiferente.

Eram Effie e a Santa de Pedra. Ambas seguravam seus escudos levantados, as pontas de suas armas apoiadas em suas bordas. Enquanto a caçadora sorria, a Sombra atingiu silenciosamente a borda de seu escudo com a lâmina de sua espada duas vezes.

Como se respondendo àquele chamado, uma flecha negra e cruel apareceu de repente de algum lugar acima, acertando a aranha líder bem em um de seus muitos olhos. As pernas do monstro cederam e ele caiu no chão, forçando as criaturas que o seguiam a desviar-se ou saltar sobre o corpo massivo.

Uma fração de segundo depois, a onda de aranhas colidiu com a pequena muralha de escudos. Um rugido ensurdecedor de ferro batendo contra ferro ecoou sob os céus cinzentos da Costa Esquecida como um trovão. Apesar da furiosa força do ataque, Effie e a Santa de Pedra de alguma forma se mantiveram firmes – pelo menos por enquanto.

Assim que o ímpeto das aranhas de ferro diminuiu um pouco, Nephis e Caster apareceram do nada e atacaram a massa de criaturas repulsivas pelos lados. Ao mesmo tempo, uma espada de aparência petrificada e uma bela lança de bronze avançaram por trás dos escudos.

Sangue negro espirrou no ar.

Enquanto isso, Sunny pousou suavemente no chão atrás das Criaturas do Pesadelo e moveu-se furtivamente pelas sombras, aproximando-se rapidamente delas por trás. O Fragmento da Meia-Noite brilhou, enviando uma das aranhas para o abraço da morte.

[Você matou uma besta desperta…]

Sem ouvir o Feitiço, Sunny aproveitou os preciosos momentos antes que o inimigo percebesse sua presença para causar o máximo de destruição possível. Sua tachi se moveu mais duas vezes, cortando vários membros e ferindo gravemente outra abominação. Depois disso, as aranhas finalmente reagiram ao seu ataque traiçoeiro…

‘Não traiçoeiro… apenas… inteligente!’

Com Effie e a Santa de Pedra segurando a frente, Nephis e Caster atacando pelos lados, e Sunny fechando a armadilha por trás, as monstruosas aracnídeas estavam cercadas por todos os lados.

…Bem, mais ou menos.

Claro, um pequeno grupo de humanos adormecidos nunca poderia realmente cercar tantas Criaturas do Pesadelo superiores, nem mesmo com a ajuda de um monstro próprio. Presas ou não, assim que as aranhas de ferro tivessem tempo para reagir, elas poderiam facilmente dominá-los e despedaçá-los.

Especialmente Sunny, que estava atrás da linha dessas criaturas ferozes e completamente sozinho. Se as aranhas decidissem mudar o foco de seu ataque, ele estaria morto em segundos.

Enquanto outra flecha negra acertava uma das aranhas maiores no abdômen, Sunny sibilou e mergulhou sob uma foice de aranha, em seguida, empurrou sua espada para a frente, perfurando impiedosamente a cabeça da besta através de sua boca aberta e salivante.

[Você matou…]

Sem tempo para arrancar o Fragmento da Meia-Noite do corpo da aranha, Sunny soltou a empunhadura e saltou para trás, evitando por pouco ser esmagado por outra criatura encouraçada.

Os poucos segundos de vantagem que eles tinham estavam chegando ao fim. Um momento ou dois depois, as aranhas estariam destinadas a recuperar os sentidos. Embora o grupo tivesse conseguido matar dez ou mais nessa curta janela de tempo, ainda havia criaturas mortais suficientes para despedaçá-los.

Sunny nem precisava olhar para Nephis para sentir a mudança em seus movimentos. O entendimento silencioso que os dois desenvolveram durante sua jornada pelo Labirinto muitos meses atrás ainda estava lá, permitindo que cooperassem perfeitamente sem a necessidade de usar palavras, como se fossem duas partes do mesmo todo.

Na verdade, apesar da fenda em seu relacionamento, esse vínculo era mais forte do que nunca.

Talvez porque eles se entendessem muito melhor agora… para o bem ou para o mal.

Ah, era tão emocionante lutar lado a lado com a Estrela da Mudança novamente…

Justamente antes de as aranhas conseguirem virar a maré da batalha a seu favor, Effie e a Santa de Pedra – que estava seguindo o comando de Sunny – repentinamente se moveram para os lados.

Nephis, Caster e Sunny se prepararam.

Atrás do muro improvisado de escudos estava Cassie. Ela segurava um cajado de madeira nas mãos, enquanto uma elegante espada rapieira flutuava no ar acima de seu ombro.

A ponta da rapieira apontava diretamente para as aranhas. Como se seguindo a direção da lâmina da Dançarina Silenciosa, Cassie moveu seu cajado e ativou seu encantamento.

Imediatamente, uma poderosa rajada de vento de furacão atingiu a massa das Criaturas do Pesadelo, fazendo com que várias delas cambaleassem e levantando nuvens de poeira no ar. Claro, não era forte o suficiente para realmente derrubar essas abominações do equilíbrio ou danificá-las de alguma forma.

No entanto, esse não era o plano.

Os parentes aracnídeos dessas criaturas na Terra tinham um senso auditivo poderoso e único. O que era estranho, considerando que não tinham órgãos que se assemelhassem a ouvidos. A verdade era que as aranhas eram capazes de sentir as vibrações das ondas sonoras.

Elas também eram arquitetas habilidosas, usando as vibrações nos fios especialmente criados tecidos em suas teias para sentir os movimentos de suas presas de longe.

Essas Criaturas do Pesadelo eram muito parecidas. À medida que o vento poderoso jogava poeira no ar e fazia vibrar cada fio de cada teia de aranha ao redor, elas ficavam momentaneamente desorientadas.

Os membros do grupo estavam esperando exatamente esse momento. Imediatamente, eles atacaram com determinação feroz, derramando rios de viscoso sangue negro no chão. Sunny já havia recuperado sua austera espada e agora usava sua lâmina afiadíssima para eviscerar a besta que o havia forçado a recuar alguns segundos antes.

[Você matou…]

Até o momento em que as aranhas de ferro voltaram a seus sentidos, seu número estava significativamente reduzido.

…Mas ainda havia tantas delas.

Depois disso, o campo de batalha foi consumido pelo caos. Não havia mais tempo para planos ou táticas. Cada membro do grupo teve que enfrentar vários oponentes, lutando com determinação desesperada contra inimigos que os superavam tanto em termos de poder pessoal quanto em números.

Apenas a Santa de Pedra estava calma e indiferente, movendo-se entre as fileiras das aranhas de ferro como uma encarnação graciosa de pura escuridão.

A batalha se dividiu em várias pequenas zonas de violência temível. Kai tentava apoiar seus companheiros de cima, mas com a intensidade dos combates, ele tinha dificuldades em encontrar oportunidades para atirar sem arriscar acertá-los.

Ele estava com muito medo de correr riscos, sabendo muito bem quão terríveis eram os efeitos da Flecha de Sangue. Se até as Criaturas do Pesadelo de patente superior estavam condenadas a sucumbir a uma morte torturante depois de serem feridas pela horrível Memória, humanos como eles não tinham chance de sobreviver.

Por enquanto, as pessoas no chão estavam por conta própria.

…Sunny lutava contra duas abominações encouraçadas, cerrando os dentes em exasperação. Os malditos monstros eram rápidos demais para atingi-los com confiabilidade nas brechas da armadura e muito poderosos para enfrentá-los diretamente. Como resultado, ele era forçado a dançar constantemente entre os dois, desviando do turbilhão de golpes que caíam sobre ele de todos os lados.

“Maldição!”

Pulando para trás, ele segurou o Fragmento da Meia-Noite com uma mão e usou a outra para lançar o Espinho Espreitador na direção de uma das aranhas. A criatura desviou facilmente do kunai e continuou seu ataque, ameaçando cortar a mão de Sunny limpa.

Ele não teve escolha senão recuar mais uma vez.

… Atrás da fera ameaçadora, o punhal de arremesso continuou girando. Alguns momentos depois, cortou um arco suave no ar e voou de volta, como se transformasse em um bumerangue.

Infelizmente, assim como as aranhas na Terra, essas criaturas repulsivas tinham um campo de visão quase absoluto. A segunda aranha simplesmente abaixou a cabeça no último momento sem nem se dar ao trabalho de virá-la, desviando do pesado kunai que se aproximava por trás.

Mas Sunny nunca tentou ferir as Criaturas do Pesadelo com o Espinho Espreitador desde o início. Em vez disso, ele queria fazê-las provar do próprio veneno.

Um momento depois, a corda invisível do seu kunai esticou, envolvendo dois corpos massivos. Assim como as presas costumavam ser apanhadas em suas teias, as aranhas de ferro agora foram pegas pela corda invisível do Espinho Espreitador, tropeçando nela e colidindo uma com a outra.

Sunny avançou e deixou o Fragmento da Meia-Noite cantar. A lâmina graciosa brilhou duas vezes, enviando duas feias cabeças de aranha girando pelo ar.

[Você matou uma besta desperta, Aranha de Ferro.]

[Sua sombra se fortalece.]

Chutando uma das cabeças para longe, Sunny lançou um olhar rápido ao redor, procurando um novo inimigo.

Mas não havia nenhum.

[…Você matou uma besta desperta, Aranha de Ferro.]

[Sua sombra se fortalece.]

[Você recebeu uma Memória.]

O gigantesco casulo de teias de aranha de aço estava vazio. Cadáveres de seus antigos habitantes espalhados pelo chão, exalando sangue negro.

O grupo havia eliminado todo o ninho cheio de abominações Despertadas.

Por mais incrível que pareça, essa era a inegável verdade.

Eles venceram.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.9 18 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
9 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
MolartD
Membro
Molart
22 dias atrás

Esse grupo tá foda pra caramba kkk
Se eles não tivessem ideais e objetivos diferentes tudo seria tão “fácil” :/

LukanuD
Membro
Lukanu
3 meses atrás

Tá, mas onde criaturas terrestres, não marinhas, se escondem quando o mar negro surge?
O caranguejos são dos dois lados, mas centopeias e aranhas…

IfosD
Membro
Ifos
1 mês atrás
Resposta para  Lukanu

eu to brisando sobre isso desde que mostraram o mar recuando, acho que os terrestres se enfiam e baixo da terra (só nn sei como que eles aguentariam a pressão), e os marinhos voltam pra origem do mar

Humano
Membro
Humano
1 dia atrás
Resposta para  Ifos

Lembro q algumas espécimes de aranha entram no chão, então acredito q eles dão um bote tipo os caranguejo carapaça

Lando
Visitante
Lando
8 meses atrás

Ele vai ganhar os fragmentos sombra rápido por causa que a estátua da pra ele oq ela mata

Pereira RD
Membro
Pereira R
7 meses atrás
Resposta para  Lando

Pse, em troca de perder 100 fragmentos de sombra ele duplicou a velocidade que ganha fragmentos

Nonno
Membro
Nonno
8 meses atrás

obg pel ocap

Frost
Visitante
Frost
8 meses atrás

Os monstros nem são o vilão do capítulo

Tertu The Creator
Visitante
Tertu The Creator
24 dias atrás
Resposta para  Frost

Confio mais nas aranha do que na cassie

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar