Participe do nosso novo grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação e veja os benefícios.

Shadow Slave – Capítulo  235

Menino Flor

Atenção: Este conteúdo foi traduzido automaticamente por meio de Inteligência Artificial (I.A.). Embora a qualidade da tradução possa ser superior às traduções automáticas padrões, ainda é possível que haja falhas ou imprecisões na tradução. Por favor, tenha isso em mente ao ler este conteúdo.



Enquanto o pólen vermelho se instalava em seus pulmões, Sunny de repente sentiu algo se movendo sutilmente dentro deles. Então, uma onda de dor excruciante perfurou seu peito. Com um grito alto, ele caiu de joelhos e agarrou o Manto do Titereiro. Um fluxo de sangue escapou de sua boca e espirrou na pedra antiga.

Nela, pequenas flores brotavam raízes, bebendo avidamente o líquido carmesim e crescendo com velocidade visível.

Olhando para elas com profundo rancor, Sunny cerrou os dentes e lentamente se levantou.

No momento em que endireitou as costas, a dor diminuíra um pouco. As flores sedentas de sangue já estavam ficando pretas e morrendo, destruídas pela estranha bênção da Trama de Sangue.

A insidiosa Criatura do Pesadelo tentou devorá-lo por dentro, mas, na verdade, assinou sua própria sentença de morte. Em poucos minutos, seria completamente destruída pelo forno de seu corpo tenaz.

E mesmo que alguma parte dela sobrevivesse, as chamas purificadoras de Neph terminariam o trabalho.

…Até lá, ele teria que suportar essa tortura.

“Venham… cheguem mais perto, seus desgraçados!”

Enquanto o Fragmento da Meia-Noite aparecia em suas mãos, outro monstro já estava escalando o ombro do colosso ambulante.

Atirando-se para frente, Sunny brandiu sua espada e decapitou a repugnante criatura, depois a chutou no peito para fazê-la voar para baixo. Um momento depois, ele saltou para trás, evitando por pouco ser agarrado por outro primata.

Antes que a besta pudesse reagir, a lâmina afiadíssima cortou seu corpo, decepando ambos os braços.

Mais pólen vermelho explodiu no ar. Segurando a respiração, Sunny mudou sua postura e atacou novamente em um movimento rápido e fluido. O Fragmento da Meia-Noite perfurou o joelho do enorme primata, fazendo-o tombar.

A criatura não estava morta, mas qualquer tipo de mobilidade que tinha estava praticamente acabado.

‘Bom o suficiente…’

Mas isso realmente não importava. Outros três monstros já estavam lá, prontos para tomar o lugar da criatura caída. E alguns segundos depois, haveria ainda mais deles, e depois ainda mais – até que, eventualmente, Sunny fosse despedaçado pela enxurrada imparável desses demônios angustiantes.

Ele teria que pensar em algo antes que isso acontecesse.

‘Se ao menos eu pudesse respirar…’

Lutando contra a dor excruciante que o dilacerava por dentro, Sunny fez uma careta e correu para enfrentar os inimigos.

Nos próximos minutos, ele se forçou a cortar todos os pensamentos desnecessários, se transformando em um furacão impiedoso de aço. O Fragmento da Meia-Noite dançava de uma Criatura do Pesadelo para outra, perfurando, cortando e separando sua carne apodrecida. O ar logo ficou obscurecido por uma vasta nuvem de pólen vermelho.

Em algum momento, Sunny cerrando os dentes, desengajou da luta, deixando um tapete de corpos sangrando em seu rastro. Lançando-se para trás alguns metros, ele deslizou na pedra e deixou a nuvem de névoa vermelha. Só então, finalmente, ele se permitiu inspirar profundamente.

Sentindo que seu inimigo havia ido embora, os primatas se aproximaram correndo. No entanto, um momento depois, algo cintilou na névoa, e uma lâmina triangular pesada de repente perfurou a cabeça da criatura líder.

A Flor de Sangue não reagiu ao dano sofrido pelo seu hospedeiro e continuou a investida. Mas no segundo seguinte, a cabeça do monstro foi violentamente puxada para trás, e, perdendo o equilíbrio, caiu no chão.

O fio do Espinho Espreitador estava enrolado ao redor dos pilares de suporte da barricada improvisada, criando uma armadilha invisível. Movendo-se para a frente com a kunai ainda presa em seu crânio, a criatura infeliz puxou o fio esticado, fazendo com que uma rede invisível se erguesse no ar. Enredados nela, meia dúzia de criaturas rolaram no chão, bloqueando os outros de perseguirem Sunny.

Tanto a barricada quanto o fio invisível não iriam durar muito, mas pelo menos comprou alguns segundos.

[Você matou um monstro desperto, Flor de Sangue.]

[Sua sombra…]

‘…Finalmente.’

A Criatura do Pesadelo em seus pulmões finalmente morreu. Cuspindo um pouco de sangue, Sunny gemeu, limpou os lábios e olhou para trás.

O que ele viu o fez xingar.

O grupo de primatas monstruosos escalando as costas do colosso estava prestes a alcançar a gola do manto de pedra.

Sunny estava prestes a ser cercado. E ele não tinha mais ideias.

‘…Se eu morrer hoje, pelo menos vou arrastar o máximo de vocês possível comigo para um inferno mais profundo e escuro. Preparem-se, gangrels!’

Avançando rapidamente, Sunny correu pelo estreito caminho de pedra e chegou ao meio das costas do gigante, bem a tempo de colidir com o primeiro dos macacos avançando e enviá-lo voando até a superfície distante do Labirinto.

Ao contrário do ombro do colosso, Sunny não tinha espaço para manobrar no estreito caminho. Na verdade, ele estava tendo dificuldade apenas para manter o equilíbrio devido ao constante balanço.

Mas os macacos, com seus ombros largos e corpos poderosos, estavam em uma situação ainda pior do que ele.

Naquele estreito caminho de pedra, um homem seria capaz de parar um exército inteiro.

… desde que nada o atacasse por trás, é claro. O que era inevitável…

Amaldiçoando, Sunny cortou e cortou, fazendo com que um monstro após outro caísse em uma nuvem ondulante de pólen vermelho. Apesar de todos os seus esforços, ele teve que recuar passo a passo para evitar ser cercado e morto pelas abominações ferozes.

A situação estava ficando desesperadora. Especialmente porque as criaturas que haviam sido temporariamente impedidas pela corda do Espinho Espreitador finalmente se libertaram e estavam a segundos de alcançar sua posição atual.

“Maldição!”

Mandando um macaco que estava enfrentando ele cambaleando com um golpe devastador do Fragmento da Meia-Noite, Sunny girou desesperadamente para desviar do ataque da criatura que se aproximava por trás.

No entanto, ele foi um centésimo de segundo tarde demais.

Percebendo que não seria capaz de bloquear ou desviar a pata do macaco monstruoso, Sunny tentou febrilmente encontrar uma maneira de minimizar o dano, pelo menos.

… Mas assim que as garras da criatura estavam prestes a agarrar seu pescoço, uma sombra rápida caiu do céu. Agarrando o macaco com suas mandíbulas afiadas, um dos gafanhotos facilmente arrancou sua cabeça e correu de volta, devorando a presa com velocidade aterrorizante enquanto voava.

No momento seguinte, mais Ceifadores de Carne caíram dos céus, mirando nos macacos escalando.

As duas tribos de Criaturas do Pesadelo estavam de repente travadas em uma batalha feroz, com os seis humanos presos entre elas.


Gostaria de ter sua novel favorita em PDF ou algum outro formato digital para ler offline?? ACESSE AQUI e saiba como!!

Comentários

4.8 8 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
4 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Hikari
Visitante
Hikari
15 dias atrás

Lâmina azure?

BanKai
Admin
BanKai
15 dias atrás
Resposta para  Hikari

Acho que foi uma viajada do ChatGPT ao traduzir, em alguns casos raros ele faz isso.

Corrigido, obrigado pelo alerta.

Caetovisk
Visitante
Caetovisk
26 dias atrás

Isso tudo estando sobre um colosso em movimento

Nonno
Membro
Nonno
4 meses atrás

mas ai os gafanhotos vão ser dominados pelas flores de sangue kkk

obg pel ocap

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar