Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  435

Ouvindo Nada

Atenção: Este conteúdo foi traduzido automaticamente por meio de Inteligência Artificial (I.A.). Embora a qualidade da tradução possa ser superior às traduções automáticas padrões, ainda é possível que haja falhas ou imprecisões na tradução. Por favor, tenha isso em mente ao ler este conteúdo.



Sunny estremeceu.

A voz que ele ouviu… não era a sua própria. Parecia agradável e calma, e parecia ter vindo das profundezas do próprio Céu Abaixo.

‘…Será que finalmente enlouqueci?’

Seu primeiro pensamento foi que ele tinha enlouquecido novamente e agora estava ouvindo coisas.

Seu segundo pensamento foi muito menos reconfortante…

‘Droga!’

Será que ele havia convocado algum titã profano das profundezas do Céu Abaixo, afinal?!

Sunny estendeu uma mão, pronto para manifestar a Visão Cruel, mas então hesitou.

Se o dono da voz não era uma figura de sua imaginação, mas um ser assustador do vazio, seria realmente sábio agitá-lo? A lâmina prateada faria algo contra ele?

‘Calma. Calma. Talvez você tenha imaginado tudo…’

Como se para responder seus pensamentos, o vazio riu suavemente.

“Ah, peço desculpas. Parece que te assustei.”

Sunny engoliu em seco.

A voz agradável parecia pertencer a um jovem, mas não importava o quanto ele olhasse para a escuridão, ele não conseguia ver ninguém… ou qualquer coisa… por perto.

Ele se lembrou de seu primeiro encontro com Kai, só que desta vez… desta vez, as coisas eram muito mais assustadoras.

“N-não se preocupe. Eu só… não esperava ouvir a voz de outro ser humano aqui. Você, uh… você é um humano… certo?”

O vazio ficou em silêncio por um tempo, e então respondeu com um tom neutro:

“Um humano? Costumava ser um humano, eu acho.”

Sunny percebeu que nem mesmo conseguia localizar a direção de onde vinha a voz. Ela estava apenas… lá, de alguma forma. Em todos os lugares. Ao seu redor…

Ele se tensionou e perguntou com cautela:

“Costumava? Então, o que você é agora?”

A voz desapareceu por alguns momentos, então suspirou. Finalmente, respondeu:

“…Perdido.”

Sunny piscou.

‘O que diabos ele quer dizer com isso?’

“Perdido? Como perdido no Céu Abaixo?”

A escuridão soltou uma risada triste.

“…Não. Não no Céu Abaixo.”

Enquanto Sunny sentia arrepios frios percorrerem sua espinha, ele adicionou hesitante:

“Desculpe. Eu não falo com ninguém há muito, muito tempo. Em vez de perdido, seria mais adequado dizer que sou um dos Perdidos. Meu corpo no mundo desperto foi destruído, mas minha alma continua a existir aqui, no Reino dos Sonhos. Espero que essa explicação esteja mais clara.”

Um dos Perdidos…

Sunny tinha ouvido falar dessas pessoas, embora nunca tivesse conhecido uma pessoalmente. Assim como havia os Ocos – pessoas cujas almas foram destruídas, deixando um corpo vazio para trás – também havia os Perdidos. Pessoas cujos corpos haviam de alguma forma morrido no mundo real, deixando suas almas presas no Reino dos Sonhos. Não havia muitos deles, pois na maioria das vezes a alma perecia pouco depois do corpo, mas havia alguns.

Saber que o dono da voz era uma dessas almas perdidas fez Sunny relaxar um pouco… não que ele tivesse motivo para acreditar que o estranho estava lhe dizendo a verdade. Ele poderia ser uma Criatura do Pesadelo, ainda.

Ou algo pior…

Mas mesmo que ele fosse um Perdido, isso não explicava como eles conseguiam conversar. Os Perdidos, pelo que Sunny sabia, eram como qualquer outro Desperto no Reino dos Sonhos. A diferença era que eles não podiam retornar ao mundo real.

O que eles certamente não eram eram vozes desencarnadas vindas do vazio.

Ele mudou levemente seu peso, pronto para… fazer algo para se proteger, se necessário, e perguntou:

“Sinto muito em ouvir isso. Mas como é que consigo ouvir sua voz, mas não consigo te ver?”

A voz pairou por um tempo e respondeu com um pouco de diversão:

“Essa é uma boa pergunta.”

Sunny esperou pacientemente que ele desenvolvesse aquela resposta, mas parecia que isso era tudo. Um pouco irritado, ele disse:

“Bem? Você não vai explicar?”

Em vez disso, a voz perguntou de repente:

“Por que você está descendo para o Céu Abaixo? Este é um lugar muito perigoso.”

Sunny piscou algumas vezes, depois tossiu.

“Ah, isso… bem, você vê… eu não estou exatamente descendo para o Céu Abaixo, estou caindo nele. Fiquei preso em uma ilha por causa do Esmagamento e, infelizmente, essa ilha se soltou de sua corrente. Então, tive que pular. E aqui estou.”

Então, ele franziu a testa.

“Espere… lugar perigoso? Por que é perigoso? Não vi nada perigoso em lugar nenhum neste poço terrível!”

A voz persistiu por um tempo e depois suspirou com arrependimento.

“Você verá. Quando você alcançar as estrelas… então você verá.”

Então, desapareceu.

Sunny encarou a escuridão, um pouco perturbado. Uma expressão séria surgiu em seu rosto.

“O que você quer dizer? O que acontecerá quando eu alcançar as estrelas?”

Mas não houve resposta.

Não importava quanto tempo Sunny esperasse, a voz não falava com ele novamente. O vazio estava silencioso e vazio, assim como antes.

No final, ele apenas massageou as têmporas e amaldiçoou.

“Que diabos foi isso?!”

Ele imaginou tudo? Sua mente finalmente havia se quebrado?

Sunny encarou a Pedra Comum, como se esperasse que ela realmente falasse e confirmasse sua história. Infelizmente, a Memória só podia repetir os sons que tinha ouvido recentemente…

“Espere… os sons que ela ouviu!”

Sunny comandou apressadamente a Pedra para repetir tudo o que ela tinha gravado nos últimos minutos. Então, sentindo suor frio aparecer em sua testa, ele ouviu sua própria voz falando com o nada. Suas palavras foram repetidas, mas onde as palavras da voz estranha deveriam estar, não havia nada além de silêncio.

Dispensando a Pedra Comum, Sunny agarrou os cabelos e gemeu.

“Loucura… enlouqueci completamente… maldição, só se passaram quatro dias e já estou voltando a ser um lunático!”

Nem uma semana inteira havia passado, e ele já estava enlouquecendo.

“Essas são as piores férias de todas!”

Depois de um tempo, ele franziu a testa.

Apesar de ter quase certeza de que tudo aquilo era apenas um sintoma de sua sanidade se desintegrando lentamente, Sunny rastejou cautelosamente até a beirada do baú e olhou para baixo, para as estrelas distantes e cintilantes.

..Será que ele estava imaginando coisas ou elas pareciam um pouco mais perto?


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.9 19 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
7 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Likolt
Membro
Likolt
27 dias atrás

Louco? Eu ja fui louco um dia…
-sunny

O querer
Membro
O querer
1 mês atrás

Só deus sabe como tá a mente do palhaço

GreyD
Membro
Grey
2 meses atrás

fantasminha camarada

IfosD
Membro
Ifos
2 meses atrás

as vozes não param…

LokinD
Membro
Lokin
2 meses atrás

e tudo da sua cabeça, seu biruta

CavaloD
Membro
Cavalo
6 meses atrás

Me caguei, sério kkk Fiat com medo

Nonno
Membro
Nonno
9 meses atrás

se for minimamente parecido com estrelas vai ser quente pra porra
obg pelo cap

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar