Agora temos uma página destinada a Doação, para os leitores que tem interesse em contribuir e também para aqueles que querem ter acesso as obras em formato PDF/EPUB acessem para mais informações.

Shadow Slave – Capítulo  546

Morgan de Valor

Atenção: Este conteúdo foi traduzido automaticamente por meio de Inteligência Artificial (I.A.). Embora a qualidade da tradução possa ser superior às traduções automáticas padrões, ainda é possível que haja falhas ou imprecisões na tradução. Por favor, tenha isso em mente ao ler este conteúdo.



Um silêncio atordoado pairou sobre a arena resplandecente. Um mar de espectadores encarava Sunny com olhos arregalados, não sabendo ao certo se tinham ouvido direito. Até mesmo o Santo parecia chocado e incerto sobre o que fazer.

Certamente, Mongrel não tinha acabado de… desafiar uma Mestre do Grande Clã Valor para uma luta?

Naquele silêncio, uma risada brilhante soou de repente, ecoando pelo vasto pátio. Era Morgan. Ela ria com uma expressão encantada no rosto, seus marcantes olhos vermelhos cheios de alegria e diversão.

Alguns momentos depois, ela olhou para baixo e perguntou, sua voz rouca relaxada e firme:

“Oh, sério? Você quer lutar comigo?”

Sunny a encarou lá embaixo e assentiu.

“Sim.”

…Mas é claro, ele não queria. Ele poderia ser um pouco louco, mas não louco o suficiente para desejar lutar com uma Ascendida servindo a um dos Soberanos. Droga, aquela garota Morgan poderia muito bem ser a própria filha de Anvil, pelo que Sunny sabia.

No entanto, o fato de que ele preferiria evitar tal confronto não significava que lutar com Morgan não seria benéfico para ele. Na verdade, Sunny sentia que poderia empurrá-lo finalmente para dominar o segundo passo da Dança das Sombras. Um membro de um Grande Clã devia ter muito a ensinar.

‘Além disso… quem sabe? Se eu vencer, ela ainda pode me dar a recompensa. Qualquer outra coisa pareceria mesquinha…’

Portanto, mesmo que Sunny fosse contra a ideia, era a melhor má ideia que ele conseguira pensar.

Quanto a como ele deveria vencer uma Mestra… isso dependia de Morgan mesma. Se Sunny estivesse certo, ela não liberaria todo o seu poder contra ele, seja por orgulho, senso de justiça ou simplesmente para salvar as aparências.

Enquanto isso, a jovem ainda o olhava de cima. Seus lábios escarlates estavam curvados em um leve sorriso.

“…Um desejo audacioso.”

Ela se inclinou para trás… e no momento seguinte, a multidão ficou boquiaberta.

Morgan do Valor facilmente saltou sobre o parapeito e mergulhou, logo pousando no chão da arena a dezenas de metros abaixo. Um redemoinho de pétalas de rosa subiu no ar pela força do impacto, mas a jovem parecia imperturbável. Ela apenas se endireitou e caminhou em direção a Sunny com o mesmo sorriso fácil.

Ele imediatamente se tensionou.

‘Maldição… ela realmente aceitou?’

Até então, Sunny ainda tinha esperança de que Morgan recusasse seu pedido audacioso.

Mas ela parecia satisfeita com isso, ao contrário. Parando em frente a Sunny, a jovem o estudou por um momento e depois olhou para a tribuna.

“Venerável Thane… se você quiser…”

O Santo atordoado ficou em silêncio por alguns momentos e depois limpou a garganta.

“Uh, sim… claro…”

Quase imediatamente, a voz agradável anunciou:

“A Desafiante Morgan entrou na arena.”

“…Morgan desafiou Mongrel!”

Ela sorriu, depois se virou para Sunny.

“…Isso é melhor.”

Morgan o estudou por um momento e depois balançou a cabeça.

“Não, isso não vai funcionar. Como uma Ascendida, não posso esperar que um Desperto – mesmo um tão habilidoso e distinto como você – realmente tenha uma chance em um duelo contra mim. Huh. O que devemos fazer?”

Ela pensou por um tempo e depois sorriu novamente.

“Ah! Eu tenho uma ideia!”

Com isso, sua armadura escura e capa vermelha de repente se desintegraram em um turbilhão de faíscas escarlates. A jovem ficou de pé em uma simples túnica preta, com os pés descalços. Em seguida, escondeu uma mão atrás das costas e convocou uma espada reta insignificante na outra.

“Usarei apenas uma mão e uma arma adormecida. Um minuto… se você sobreviver contra mim por um minuto, a vitória será sua. Isso deve ser justo.”

Sunny franziu a testa atrás da máscara.

‘Ela não está se achando demais? Que mulher arrogante…’

Não importava como ele se sentisse em relação a isso, a oferta de Morgan era exatamente o que Sunny queria. Dessa forma, ele realmente tinha uma chance… melhor ainda, não era necessário se fortalecer com sombras e revelar mais de sua força.

Ele só tinha que lutar por sessenta segundos e tentar aprender o máximo que pudesse nesse curto período. E se por acaso ele ganhasse, talvez a recompensa ainda fosse dele.

…Baixando a Serpente da Alma, Sunny olhou para sua oponente Ascendida e perguntou calmamente:

“Podemos começar?”

Seu sorriso se alargou.

“Seu desejo é uma ordem, meu senhor Mongrel. Embora… um conselho para o futuro… você realmente deveria ter cuidado com o que deseja…”

Apenas um momento depois, Sunny percebeu que sessenta segundos… seriam uma eternidade!

‘O que… que diabos?! Ela é até mesmo huma… droga!’


Sunny não tinha palavras para descrever o quão monstruosa Morgan era. Era óbvio que ela estava se segurando e não usava todo o seu poder, mas mesmo assim, ele foi instantaneamente dominado.

A jovem em uma simples túnica preta era simplesmente muito ágil, ágil e habilidosa. Ela lia seus movimentos como se ele fosse um livro aberto e facilmente demolia sua defesa, desferindo uma enxurrada de golpes na superfície ônix do Manto do Submundo.

Embora sua espada fosse fraca demais para quebrar a armadura de adamantium, cada golpe carregava força suficiente para fazer Sunny tremer e flashes de dor aguda percorrerem todo o seu corpo. Ele estava certo de que seus ossos já teriam se quebrado se não fosse pela Trama de Sangue.

Ele sentiu gosto de sangue.

O pior de tudo, Morgan do Valor não tinha falhas em sua mentalidade, como Dar do clã Maharana ou Abelha Rainha. Ela era tão cruel e implacável quanto ele mesmo… talvez até mais.

Uma assassina nata.

E enquanto Sunny mal tinha alguns anos de experiência em batalha, ela era uma fera mais velha e muito mais aterrorizante. Ela era temperada, sua habilidade era forjada e afiada por milhares de batalhas sangrentas… isso era óbvio.

Apenas alguns segundos depois, ele já estava mal conseguindo se manter vivo.

‘Maldição! Como eu supostamente vou sobreviver a isso?!’


Agora temos uma página destinada a Doação, para os leitores que tem interesse em contribuir e também para aqueles que querem ter acesso as obras em formato PDF/EPUB acessem para mais informações.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar