Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Summoning the Holy Sword – Capítulo 456

Retornando à Fortaleza

A luz do sol se derramava através do vidro da cúpula e iluminava inteiramente o espaçoso salão. Lize arrumou o desenho emoldurado na parede com cuidado antes de dar dois passos para trás e assentir com satisfação.

“Tudo bem.” Lize murmurou enquanto acariciava a cabeça da garotinha gentilmente. “Christie é realmente talentosa porque ninguém pode desenhar uma imagem tão bonita. Colocar isso aqui como decoração é uma ótima ideia.”

“…” A garotinha estava vestida com uma túnica simples, mas elegante. Ela abraçou a prancheta em seus braços enquanto corava e abaixava a cabeça timidamente. Lize sorriu em resposta à timidez de Christie e mais uma vez deu um tapinha em sua cabeça.

“Isso é muito, muito lindo…” Lize elogiou suavemente.

As habilidades de desenho de Christie tornaram-se cada vez mais hábeis e podia desenhar uma gama muito maior de tipos de situações agora. Desde o início, essa garotinha só conseguia desenhar retratos e paisagens humanas. Mas agora, aprendeu a desenhar algumas histórias imaginárias e até cenas de batalhas lendárias. Algumas das cenas extraordinárias retratavam heróis que triunfavam sobre o mal e batalhas entre os Demônios e os Mortos-vivos. Essas cenas foram desenhadas de forma tão realista que alguns poderiam pensar que Christie as tinha visto por si.

Mas Lize estava mais preocupada com outro assunto.

“Rhode… ainda não voltou?” A menina levantou a cabeça hesitante.

Lize suspirou impotente. Desde que a Fortaleza foi construída, todos estavam ocupados. O planejamento que Rhode criou antes de partir cobriu com perfeição todos os possíveis problemas, mas isso significava que todos tinham muitas responsabilidades. Marlene supervisionava a situação geral na Fortaleza da manhã à meia-noite todos os dias, enquanto Canária e Mini Bubble Gum treinavam os mercenários e às vezes não voltavam depois de alguns dias na selva. Quanto a Lize, ela estava ocupada com a administração da Fortaleza e outras Clérigas. Por último, mas não menos importante, desde que Rhode entregou uma missão a Lapis, ela ficou presa em sua oficina de alquimia e raramente saía. De vez em quando, Lize verificava Lapis quando tinha tempo e era evidente que esta jovem também não estava tendo um momento fácil.

De volta aos seus dias na Cidade da Rocha Profunda, todos acompanhavam essa garotinha para fazer compras durante seu tempo de lazer e desde que se mudaram para esta Fortaleza, estavam tão ocupados que nem tinham tempo para si mesmos. Apesar de Christie ter sido sensata e obediente durante todo esse tempo, Lize sentiu que essa garotinha estava realmente se sentindo muito sozinha.

‘Mas, quando exatamente o Sr. Rhode estará de volta?’ Fazia quase um mês desde que deixaram a Terra da Expiação e não havia notícias deles. ‘Pensando bem, já devem estar voltando…’

Lize se agachou e acariciou suavemente o cabelo comprido de Christie.

“Não se preocupe, Christie. Acho que eles vão voltar em breve. Só mais um pouco e tenho certeza que o Sr. Rhode estará…” Antes que Lize pudesse terminar sua frase, Christie olhou por cima das costas de Lize e seus olhos se iluminaram instantaneamente.

“Rhode…” Christie soltou a prancheta de desenho ao chamar o nome de Rhode baixinho enquanto Lize se virava e reconhecia a pessoa familiar instantaneamente.

“Estou de volta, Christie, Lize. Parece que vocês duas estão bem, certo?” Rhode cumprimentou gentilmente.

“Rhode…” Christie chamou por Rhode suavemente mais uma vez enquanto se jogava para frente e mergulhava nos seus braços. Rhode sorriu largamente e acariciou o cabelo comprido de Christie com ternura antes de levantar a cabeça para Lize. De frente para aquele jovem de cabelos pretos, Lize sentiu sua visão clara de repente embaçar e distorcer. Então, piscou para forçar as lágrimas a saírem de seus olhos. “Sr.. Rhode, você finalmente voltou…”

“Tem Anne também, Lize. Christie~!” Anne espiou por trás de Rhode enquanto acenava para Lize alegremente. Ela se agachou rapidamente e deu um grande abraço em Christie, não esquecendo de esfregar as bochechas macias e delicadas da menina. “Ah… Christie. Faz muito tempo que não te vejo. Você sentiu falta de Anne?”

“… Sim, claro. Fico entediada quando a irmã Anne não está por perto…”

“Tudo bem então, Anne deve te levar em um lugar divertido, tá?”

“… Sim…!”

Aham aham*

Lize tossiu divertidamente enquanto as duas estavam ficando fora de controle. Então percebeu que além de Gillian, que sempre esteve ao lado de Rhode, havia um par de jovens que pareciam ser mercenários da idade de Rhode. Parecia que eles eram caipiras que ficaram estupefatos depois de testemunhar este espaçoso salão. “Sr.. Rhode, eles são…?”

“Dois novos mercenários. Peça para Kavos tomar providências. A partir de hoje, serão membros da nossa guilda.” Rhode estalou os dedos para os dois antes de conduzir Christie e Anne escada acima. “A propósito, Marlene deveria estar no quarto dela, certo?”

Lize exibiu um sorriso amargo. “Erm… Ela realmente está em seu quarto. Mas acho melhor deixá-la em paz, Sr. Rhode.”

“Oh?” Rhode perguntou curiosamente. “O que aconteceu?”

Marlene estava muito irritada no momento.

Ela olhou para os dois nobres barrigudos e arrogantes diante dela enquanto tentava se conter para não expulsá-los desta Fortaleza. “Lamento sinceramente informar a ambos que nós, Brilho Estelar, assinamos um contrato com a Associação de Comerciantes Libra Prateada e a Associação de Comerciantes Keller. Enquanto o contrato estiver em vigor, proibimos qualquer outra Associação de Comerciantes de entrar sem permissão. Além disso, ambos os seus procedimentos não estão em conformidade com nossos regulamentos, então espero que vocês dois possam entender esse ponto…”

“Claro que entendemos, Srta. Senia.” Um deles respondeu com um sorriso zombeteiro. Esticou a barriga de chopp dele enquanto puxava o cinto que quase se arrebentou sob sua cintura larga. “Mas as regras estão mortas enquanto os humanos estão vivos, certo? Esta é a primeira vez que chegamos ao seu território, então não sabíamos de antemão. Além disso… Nossos estoques já foram transportados para cá. Não seria muito bom para nós transportá-los todo o caminho de volta, certo? Afinal, viemos aqui com bondade e realmente sofreremos grandes perdas se não pudermos fazer nenhum negócio aqui…”

“…” Marlene rangeu os dentes enquanto controlava seu temperamento.

Esses dois nobres mercadores chegaram à Fortaleza há meio mês com a esperança de expandir seus negócios. No entanto, foram parados imediatamente por Marlene. Afinal, esses mercadores suspeitos alegaram ter viajado de um lugar distante para operar seus negócios aqui. Marlene estava em dúvida porque os mercadores não costumavam escolher uma terra distante para operar seu negócio principal. Embora esse arranjo fosse possível para comerciantes viajantes, mesmo comerciantes locais na região de Paphield não ousariam ir para a Terra da Expiação sem qualquer afirmação. Isso mostrou que algo suspeito estava acontecendo, já que esses dois mercadores estrangeiros entendiam muito sobre a situação comercial na Terra da Expiação.

Marlene nunca esperou que esses dois caras fossem tão teimosos. Não apenas não desistiram, como continuaram exibindo um sorriso no rosto como se não fossem embora a menos que Marlene permitisse que iniciassem seus negócios aqui. Marlene os havia avisado várias vezes; no entanto, esses dois comerciantes pareciam esquecer dos avisos no dia seguinte independente das palavras dela. Além disso, Marlene estava furiosa porque, enquanto negociavam com ela, seus homens realmente tentaram iniciar suas operações na Fortaleza!

Se fossem pessoas comuns, Marlene os teria expulsado da Fortaleza em pouco tempo. No entanto, eram nobres estrangeiros e não eram comerciantes do Reino Munn. Eles estavam representando o Grupo Financeiro Soloman do País da Luz com uma cláusula oficialmente aprovada. O Grupo Financeiro Soloman foi um dos cinco maiores grupos financeiros que apoiaram o País da Luz. Ao mesmo tempo, tinham um certo grau de negócios com o Reino Munn.

Marlene considerou concordar com seus termos e observar a situação. Mas, como a Fortaleza tinha acabado de ser estabelecida, esses fatores imprevisíveis podem afetar o desenvolvimento da mesma. Além disso, Rhode não tinha uma relação favorável com o País da Luz e Marlene achou essa situação um pouco difícil de administrar.

“Srta. Senia, espero que você possa considerar nossa proposta.” O outro nobre se levantou e se aproximou de Marlene com um sorriso estranho. “Viemos aqui porque vimos o potencial em sua Guilda, então não é uma boa notícia? Além disso, mantemos o Tratado de Licença e, de acordo com ele, temos o direito de proteger nossos interesses legais. Ou pretende ir contra o nosso Grupo Financeiro Soloman? Você sabe as consequências?”

“…” A testa de Marlene franziu. Contudo, antes que pudesse responder, uma voz soou do corredor.

“Você tem coragem de latir em meu território com seu pequeno, minúsculo Grupo Financeiro Soloman? Estou curioso para ver o que vocês podem realmente oferecer.”


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar