Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 268

Corpo Estranho e Outro Assalto

Elizabeth disse no celular: — Luke, o cadáver da mulher no banco em Wever é… estranho.

Luke perguntou: — Estranho como?

Elizabeth respondeu: — Você lembra do caso da casa mal-assombrada em Wever?

Luke ficou confuso: — Eles estão relacionados?

Elizabeth respondeu: — Se não estiver enganada, esta mulher no banco… Parece ser a mãe da garota desaparecida.

Luke ficou atordoado: — A mulher que morreu de ataque cardíaco?

Elizabeth falou: — Isso mesmo. Pedimos a forense para checar as digitais, DNA e registro dentário.

Luke acariciou o queixo: — Fique aí e me mantenha informado.

Após desligar, Selina perguntou: — O que está acontecendo?

Luke deu um tapinha dela na cabeça e disse: — Acho que você acabou de perder um jackpot.

Selina balançou a cabeça, recusando o tapinha: — Você tem que fazer isso quando estamos conversando?

Luke respondeu: — O corpo no banco do caso da Elizabeth pode ser a mãe morta no meu caso.

Pensando por um momento, Selina ficou chocada: — Você está falando da mãe que morreu um ano atrás?

Luke assentiu: — Agora, qual caso você quer primeiro?

Selina hesitou por um momento, mas recusou a tentação: — Vamos seguir o caso da Jennifer primeiro, depois acompanhar o andamento do seu caso ao longo do caminho. — Luke ficou sem palavras; parecia que Selina estava indisposta a desistir do caso. Isto fazia sentido. Essa era Jennifer Perry, uma das melhores atrizes em Hollywood. Ela era muito mais famosa que uma estrela B como Katie.

Luke simplesmente satisfez o desejo de Selina e deixou o arquivo de lado.

Sem novas informações, não havia muito que podia fazer, pelo menos não até a identidade do cadáver ser confirmado. Focando no caso de Jennifer, leu o arquivo por um momento e então riu: — Esta grande estrela vive no deserto do Texas? Uma empregada na sala sangrando por horas antes de ser descoberta? Seus guardas de segurança são todos como o Selev? Nesse caso, é um milagre que ainda esteja viva.

Selina assentiu: — Os guardas disseram que não tem autorização para entrar na casa à noite a menos que seja uma emergência.

Luke falou: — Então, a casa é um contêiner selado, e ninguém de fora sabe o que aconteceu dentro, certo?

Selina respondeu: — Sim. Havia apenas três pessoas na casa naquela noite: a vítima, Millis, outra empregada chamada Manny, e Jennifer, nossa estrela.

Olhando para a foto da cabeça da empregada ferida, bem como o diagnóstico médico do hospital, fez sua opinião mudar.

Ele folheou e reexaminou o arquivo e fotos. Ponderando por um momento, balançou a cabeça: — Nenhuma arma foi encontrada?

Selina respondeu, sem levantar a cabeça: — Ainda não. Não há itens que combina na casa.

— Nem a Jennifer, ou a Manny são muito fortes, não é? — perguntou Luke.

Selina assentiu no começo, mas então balançou a cabeça: — Jennifer é normal. Saudável, no máximo. Quanto a Manny, teremos que encontrá-la pessoalmente pra ter certeza.

— Se Manny não é uma profissional, seria difícil para ela afundar o crânio da Millis assim. — Estreitando os olhos, continuou: — Vamos ir à casa da celebridade.

Selina ficou surpresa: — Estamos saindo do departamento?

Mas rapidamente voltou a si e colocou o caso na bolsa: — Tudo bem, vamos lá!

Quando viu o olhar no rosto de Luke, ela finalmente lembrou que não haviam ficado no departamento como Elsa instruiu.

Luke forçou Mercenário a fugir noite passada. Selina realmente precisava se preocupar sobre Mercenário?

Não; pelo menos, não quando ela estava com Luke.

Eles foram direto para a casa de Jennifer Perry em Beverly Hills.

Olhando para a mansão atrás do portão, os olhos de Selina brilharam: — Luke, você acha que haverá… Hm, esquece. Esqueça que perguntei.

Ela lembrou de sua fantasia de cem empregadas e um mordomo com um terno britânico clássico quando viu a grande mansão.

No entanto, as declarações que acabou de ler sugeria que havia apenas duas empregadas regulares nesta mansão, e todos os outros empregados sairiam após terminarem seu trabalho diário.

Luke pressionou um botão no portão e disse: — Sou Detetive Luke da LAPD. Esta é a Detetive Selina. Estamos aqui sobre o ferimento de Millis da noite passada.

Enquanto isso, mostrou o distintivo na câmera para os guardas poderem dar uma boa olhada. Selina fez o mesmo.

Um momento depois, alguém respondeu: — Um minuto. — Após isso, não houve mais nada.

Após aguardar por quase dez minutos, Selina não conseguiu aguentar mais. Ela perguntou surpresa: — Qual é o significado disto?

Luke riu: — Elsa e eu aguardamos por um tempão quando visitamos a Katie. Então, uma empregada correu gritando que a Katie estava morta.

Selina caiu na gargalhada: — Isso é apenas uma coincidência. Não tem como acontecer de novo…

O portão abriu de repente, e uma voz masculina soou ansiosa: — Detetives, por favor, entrem. Manny foi atacada!

Selina e Luke ficaram sem palavras.

A mansão estava em caos quando entraram.

Luke gritou: — LAPD! Pessoal, fiquem onde estão — Atordoados, todos olharam para eles.

Luke falou friamente: — Srta. Jennifer Perry e a pessoa que descobriu a empregada ferida, ficarão. O resto de vocês, saiam. Não falem entre si e sem celulares. Estamos claros?

Todos olharam entre si atordoados. Um momento depois, uma mulher linda com cabelo castanho balançou a mão: — Apenas ouçam este… Detetive.

Luke olhou para ela e perguntou: — Srta. Perry, você chamou a uma ambulância? — Jennifer respondeu em afirmação.

Luke assentiu e deixou uma dica para Selina.

Selina imediatamente entendeu seu significado. Ela rapidamente caminhou até a janela e tirou um celular que Luke fez, antes de ativar a função de gravação de voz e apontou para os quatro guardas na varanda.

Notando que Selina fez o que ele queria, Luke focou sua atenção na linda mulher na sua frente.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar