Switch Mode
Servidor de Hospedagem do Site está passando por manutenção, pode ficar instável por algumas horas!!
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 394

Funcionário Desconhecido e Cozinheiro

Sheerah e Tyler eram lindas e sensuais, e até a assistente Mona era acima do normal. Elas também estavam descalças no momento.

Não pareciam com criminosas, embora as toalhas que estavam mordendo parecessem estranhos.

Luke deu de ombros: — Vamos nos introduzir. Sheerah, uma cantora famosa, Tyler, uma modelo famosa. Mona, uma maquiadora famosa. Sou Luke, um membro da equipe responsável por mover a bagagem. Sheerah e Tyler foram convidadas para se apresentar no aniversário do Capitão Adams, mas fomos trancados numa cabine. Quando ouvimos disparos, conseguimos quebrar a fechadura e fugir. — Todos ficaram sem palavras. Você é o único aqui que não é famoso?

Contudo, em todo caso, o Chef Ryback e Nash, o jovem soldado, não suspeitaram mais de Luke após ver as três mulheres.

Eles nunca viram nenhum tipo de gênio trazer três mulheres consigo para invadir um navio de batalha.

É claro, nunca viram um jovem levar três mulheres consigo para fugir do navio de batalha também.

Ryback assentiu em silêncio.

Luke abaixou as frigideiras, que ainda tinha as salsichas alemãs nelas.

Ele sentiu cheiro da sopa: — Chef Ryback, você é muito bom. A sopa tem um cheiro ótimo. — As expressões de Ryback e do jovem ficaram estranhas.

Após um breve silêncio, Ryback falou: — Obrigado pelo elogio, mas Krill cuspiu na sopa, então…

Todos: — …

Enojado por Krill, Luke parou com a conversa fiada e explicou o básico da situação para o Chef Ryback.

Não demorou muito para ambos perceberem que o outro não era simples.

Luke tinha uma aparência gentil, mas havia nocauteado com muita eficiência os criminosos com as frigideiras.

Quando Ryback tirou o uniforme de cozinheiro, todas as mulheres suspiraram internamente para o seu físico reto, magro e com músculos bem-proporcionados.

Enquanto Luke e Ryback pegaram os equipamentos dos criminosos inconscientes para si, se entreolharam com entendimento tácito. Pela maneira que procuraram pelas armas e colocaram o equipamento, ambos souberam que o outro era um profissional.

Eles terminaram isso em menos de cinco minutos.

Um Walkie-talkie de um dos criminosos estalou: — Cass, Zack, acabaram com o cozinheiro? Estamos com pouca gente no convés. Venham aqui quando terminar.

Luke e Ryback se entreolharam de novo.

— Qual é o seu plano? — perguntou Ryback quando deu um olhar significativo para as três mulheres.

Luke retrucou: — Tem um lugar seguro para elas se esconderem?

Após encontrar Ryback, este cozinheiro nada adequado, Luke sentiu que não precisava mais escapar com as três mulheres.

Se todos os criminosos fossem mortos, eles estariam seguros.

Ryback respondeu: — Vou procurar pelo capitão. Eles precisarão dele se quiserem controlar o navio, então não vou com você. Soldado Nash, leve-os a um porão de carga. É maior e tem mais bagunça. Elas podem se esconder lá.

Ele rapidamente falou para Nash onde a carga estava, antes de assentir para Luke e sair.

Observando Ryback sair, Luke riu internamente. Ele tinha um escudo de novo.

Era legal da parte dos dois ladrões inconscientes desistirem de seu equipamento, armas e botas.

Sheerah pegou um par de botas e sua assistente outra.

Olhando para Tyler, que estava perdida, Luke só podia sorrir: — Sinto muito, mas pode usar toalhas por enquanto?

Tyler assentiu atordoada e Luke enrolou duas grandes toalhas de cozinha nos pés dela.

Por outro lado, Nash não podia parar de encarar. Aquele foi um movimento habilidoso. Ele precisava tentar um dia.

Nash rapidamente os guiou até o nível do porão de carga.

Luke falou pra Nash cuidar das três mulheres e não deixar nada acontecer com eles.

Então, sussurrou algo para Sheerah, antes de sair sozinho.

Colocando seu colete à prova de balas num canto isolado, Luke saiu mais uma vez.

Ele pegou uma rota sinuosa antes de se aproximar furtivamente em um ponto da entrada do convés, que estava protegido por um criminoso armado.

Luke ergueu um pequeno espelho e checou rapidamente os dois lados. Confirmado que não havia outros criminosos por perto, tirou um Dardo de Corda.

Com um movimento do pulso, o Dardo de Corda voou e enrolou no pescoço do criminoso.

Luke puxou com força e o criminoso foi arrastado até a entrada antes que percebesse o que estava acontecendo.

Com a mão livre, agarrou o braço do criminoso que estava segurando a arma e torceu.

O criminoso tentou gritar, mas não conseguiu emitir um som com a corda no pescoço e foi arrastado para uma cabine.

Um momento depois, Luke saiu no uniforme de combate preto do criminoso.

Imitando a postura do homem, deu alguns passos e olhou em volta.

Então, indo pela esquerda, olhou pela lateral do navio, vendo algo preto atrasado no oceano atrás do navio.

Luke estreitou os olhos. Aquilo era… um submarino?

Estes criminosos vieram preparados de verdade. Os 30 caras no helicóptero foram a vanguarda.

Naquele momento, o convés estava uma bagunça fervente de vozes e faíscas.

Ele contou rapidamente os criminosos ativos. O que conseguiu ver já era mais de 15 pessoas.

O número não era importante, Luke nunca ficou com medo destes tipos de criminosos desorganizados.

A coisa importante era que estavam ocupados desmantelando mísseis no convés após apossar do Missouri.

Luke rapidamente lembrou das armas que Missouri estava equipado.

Para este velho navio de batalha modificado, além dos doze canhões principais de 406 milímetros, foi instalado alguns mísseis avançados. No entanto, as únicas armas que podiam chamar a atenção dos criminosos eram os Tomahawk.

Havia rumores que alguns dos mísseis Tomahawk no Missouri podem ser ogivas nucleares.

Pensando nisso, Luke soube que não tinha muito tempo.

O governo americano ficaria louco se descobrisse que estes criminosos estavam tentando adquirir armas nucleares.

Agora, certas tropas especiais seriam provavelmente enviadas para lidar com a situação.

A SHIELD seria provavelmente mandada, já que esta era uma questão militar.

Entretanto, Luke sabia que o exército tinha muitas tropas especiais, como aquela liderada pelo famoso General Ross e aquele comandado pelo Coronel Stryker.

Pensando rapidamente, voltou para dentro do navio.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar