Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 82

Quatro Mulheres e Monstros

Seja lá o que pegou Selina, este lugar tinha que ser o esconderijo.

Também, era provável que fosse daqueles que atacaram os jogadores, e mataram dez deles, incluindo o anfitrião.

De repente, houve o som de choro fraco das profundezas da caverna.

O coração de Luke acelerou. Era a voz de uma mulher!

Porém, logo se acalmou, porque não era a voz de Selina.

Ele conhecia muito bem a voz dela. Algumas vezes, só tinha que fungar para ele saber o que queria.

Além disso, Selina nunca chorou assim.

A voz era mais jovem que Selina. Era… Brenda?

Prendendo a respiração, Luke focou no choro e seguiu a passagem de onde vinha.

A caverna não era totalmente escura; as paredes e rochas brilhavam com uma luz suave.

Talvez fossem fluoritas, talvez não, mas eram o bastante para ajudar Luke a ver claramente com sua visão noturna.

Desta vez, levou cinco minutos até entrar numa caverna maior.

Luke ergueu a cabeça levemente e olhou em volta.

Então, viu… Quatro mulheres.

Um pouco surpreso, estreitou os olhos.

Conhecia três das quatro mulheres.

Selina estava entre elas. Luke conseguiu identificá-la instantaneamente sem precisar olhar com cuidado.

As outras duas mulheres eram Asel e Brenda, a mãe e filha.

Contudo, agora estavam abraçadas e tremendo de medo, e estavam praticamente nuas. Brenda também estava soluçando.

A última mulher estava sentada contra a parede como se estivesse morta.

Todavia, Luke a viu mover a cabeça e membros, então não podia estar morta.

No entanto, estava imunda e pelada, e ignorou completamente as outras três mulheres.

Selina estava em uma condição melhor entre elas. Ela tinha quase todas as roupas, embora um sapato estivesse desaparecido.

Era óbvio que havia largado o sapato de propósito para que Luke pudesse rastreá-la.

Também, baseado na postura, Luke sabia que estava observando o terreno ao invés de aguardar amedrontada pela sua ruína.

Isso era o que gostava em Selina.

Ela nunca desistiria enquanto houvesse a menor chance de sobreviver.

Luke não estava com pressa de se revelar. Observou o lugar com cuidado.

Esta caverna tinha mais de uma passagem; Luke viu mais algumas aberturas na parede.

No entanto, não havia ninguém exceto as quatro mulheres.

Luke podia sentir todos os tipos de cheiros. O mais distinto era o fedor das fezes. Também havia um forte cheiro de sangue.

Na verdade, seria melhor resgatar todas agora.

Embora salvá-las assim normalmente não acabasse bem nos filmes, era a prática comum na vida real.

O inimigo não estava aqui agora. Se tornaria mais difícil de salvá-las quando o inimigo retornasse.

O que deu uma dor de cabeça a Luke era as outras três mulheres.

Além da mulher que parecia um cadáver, Luke não tinha dúvidas que a mãe e filha gritariam se ele aparecesse.

Não era porque eram idiotas, mas porque era o instinto dos seres humanos gritar por ajuda quando estavam em perigo.

Somente profissionais treinados como Selina saberia que precisavam suprimir os sentimentos e não fazer som em tal situação.

Mesmo que não gritassem, ainda havia outro problema, que era como tirá-las dali.

Luke tinha força e estamina o bastante, porém, apenas dois braços. Era impossível carregar três mulheres ao mesmo tempo.

Ele não acreditava que a mãe e a filha aguardariam pacientemente enquanto levava Selina com ele.

Também, era difícil rastejar do túnel, a menos que ajudasse ao puxá-las com uma corda do lado de fora.

Sem muita hesitação, Luke bateu na parede com a faca num ritmo fixo.

A mãe e a filha não notaram o leve som, contudo, Selina, que estava observando o ambiente, notou.

Atordoada por um momento, observou com ainda mais cuidado, e focou na passagem em que Luke estava escondido.

Quando seus olhos encararam os dela, Luke levantou a cabeça e fez alguns gestos.

Foi difícil dela ler os gestos, mas o movimento borrado foi o bastante para deixá-las saber que alguém que conhecia Código Morse e linguagem corporal tática estava aqui!

Neste ponto, a única pessoa que poderia aparecer neste lugar era Luke!

Ele estava aqui!

Após um longo tempo, Selina estava muito mais lúcida agora que a droga em seu sistema saiu.

Ela pensou por um momento, e percebeu por que Luke não havia passado.

Eles estavam numa caverna, e o menor som viajaria longe.

Se Luke saísse, seria difícil dizer o que a dupla de mãe e filha aterrorizadas faria.

Após uma breve hesitação, finalmente disse a elas: — Tenho que mijar.

Ela estava prestes a levantar, quando Brenda gritou de repente: — Não vá! Estou com medo!

Sua voz foi inacreditavelmente alta.

Selina ficou sem palavras.

Luke percebeu que as coisas não eram tão simples.

Não era sobre Selina, mas sobre Brenda, que estava à beira de um colapso mental. Qualquer acidente poderia ativar uma reação exagerada.

Luke, que havia hesitado no começo, imediatamente decidiu abandoná-las.

Ele não podia levar Brenda com eles se esta gritasse o tempo todo.

Levar com elas seria dar ao inimigo a maneira perfeita de localizá-los. Seria impossível de escapar.

Entretanto, desde que Brenda já estava fazendo barulho, Luke não estava mais com pressa.

Quanto mais ansioso estivesse, mais erros tendia a cometer.

Para o grupo de Brenda, duas sombras saíram de uma abertura nas profundezas da caverna.

Luke estreitou os olhos. O que diabos era aquilo?

As sombras pareciam com seres humanos, só que caminhavam como macacos.

Na luz fraca, Luke viu os rostos anormais, inchados e quebrados, dentes afiados e rastros de sangue em suas bocas. Não podiam ser mais medonhos.

Eles tinham músculos fortes e moviam bem rápido. Eram realmente tão ágeis quanto macacos.

Luke franziu o cenho.

Os dois monstros não eram exatamente uma ameaça para ele. Porém, quantos deles haviam?

Agora há pouco, dez jogadores, incluindo o anfitrião do jogo, foram eliminados. Asel, Brenda e Selina estavam em três locais diferentes, mas foram capturadas e trazidas a este local sem ter muito barulho.

Estes dois não podiam ser os únicos monstros, a menos que tivessem habilidades anormais.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 1 voto
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Aquele acima de tudo e todos
Membro
Aquele acima de tudo e todos
8 dias atrás

Mas que porra, da onde tá vindo esses monstros véi, do nada, macacos mutantes colecionadores de merda, nevoeiro com criaturas gigantes com mais de cem metros, vai ter o que mais ? Só falta o Batman.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar