The Book Eating Magician – Capítulo 298

Cicatriz da Vitória #2

Wuuuong…!

A marca do Umbra brilhou. A luz verde emergiu na forma de um cordão de prata, e o Theodore sentiu sua força mental ser sugada por ela. Podia ser algo simples para o Jerem, mas esta era uma tarefa assustadora para o Theodore.

No entanto, isso era natural. Afinal, interferir com uma alma só era possível depois de se tornar um verdadeiro transcendental, no reino do 9º Círculo. Theodore não seria capaz de fazer isso se não fosse pelo Umbra.

‘Mantenha o foco. A Irmãzona vai morrer se eu falhar mesmo que uma vez!’

Não havia segunda chance. A vida da Veronica estava em jogo, fazendo com que o Theodore elevasse sua concentração ao limite. Theodore suspirou de alívio quando a luz de sua mão direita entrou no coração da Veronica.

– “Certo, o primeiro passo foi bem-sucedido.”

As almas dos dois estavam conectadas. Após a próxima provação, a alma da Veronica se uniria à dele.

– “Huuu―” Ele respirou fundo uma última vez. Ele não podia permitir um momento como este depois. Theodore prendeu a respiração enquanto concentrava seu poder mental restante na marca em seu braço direito.

A mente era apenas a ponta do iceberg que se chamava alma. Na superfície do corpo, havia a mente consciente. Então, uma vez que você mergulhasse no fundo da mente, a alma seria naturalmente alcançada.

Este era o domínio da alma. A alma do Theodore foi comprimida em uma respiração e afundou profundamente. À medida que seus olhos escureciam, a luz da marca ficava mais clara. Sua consciência desceu do cérebro para o braço direito. Atravessou os vasos sanguíneos cerebrais até as artérias do braço direito, atingindo o pulso e a palma da mão. Este processo ocorreu enquanto o Theodore estava em transe, com sua alma deixando seu corpo.

‘Agora!’

Era hora da segunda etapa; escapando do corpo. Uma parte da alma foi enviada para fora do corpo, interferindo diretamente na alma do contratante. Da palma direita do Theodore no corpo da Veronica, um grânulo de alma verde perfurou no corpo.

– “―Hak!” Veronica gritou e convulsionou.

‘Agh!’

Era uma reação natural. Ele teria sido jogado para trás com a pressão vinda dela se fosse um golpe fatal. No entanto, a Veronica estava em um estado crítico e sua resistência foi consideravelmente enfraquecida. Então, Theodore superou a pressão e cavou no coração ferido.

Então, dentro da ferida da Veronica, a alma dela estava visível na frente dele.

‘Nossa, a situação é bem séria.’

Era como se as garras de um grande animal tivessem rasgado a alma dela.

‘O núcleo da alma está em 30%. Até mesmo um mestre nas artes da alma duraria apenas alguns minutos. Se ela não fosse um quarto de dragão e eu não a tivesse alimentado com o elixir…’

Veronica certamente teria morrido. Theodore sentiu um calafrio pelo futuro que não havia acontecido. Ainda assim, ele ainda tinha trabalho para fazer. Theodore olhou para o ferimento da Veronica e tocou suavemente a superfície. Se ele não pudesse preencher aquele buraco, ela não poderia sobreviver.

Então as duas almas se encontraram.

‘—Kuk, o que é essa sucção?’

Sua alma estava sendo sugada para algum lugar. Era como um ralo coletando água da chuva em um dia chuvoso. O instinto da Veronica em reparar sua alma exigia a alma do Theodore. No início, ele entrou em pânico, mas logo percebeu que podia usar essa situação.

Seria mais fácil para ele interferir se ela não resistisse.

Kiiiiing!

Simultaneamente, as duas almas começaram a ressoar.

— ························!!

Em algum lugar, Theodore ouviu uma voz que não pertencia às suas memórias.

— Algo como você, uma criança que não deveria ter nascido!

— Sangue de dragão? Você é um réptil ou um mamífero? Você é muito estranha, então poderia não se aproximar de mim?

— Ack, quente! Você estava tentando me matar? Seu monstro!

— Huhuhu, eu vou ganhar muito dinheiro se eu vender essa criança.

Desprezo, repugnância, ódio, ganância… Vozes cheias de sentimentos negativos ressoaram de todas as direções. Eram memórias que apunhalavam o coração, o trauma de uma pessoa. Essas informações não existiam nas memórias do Theodore. Então talvez essas memórias fossem…

‘As memórias da Irmãzona…?’

Era a infância da Veronica, que sempre parecia digna e forte.

‘Eles foram longe demais!’ Ele gritou em ressentimento, mas ninguém respondeu.

Não tinha como evitar. Eram apenas ecos do passado da Veronica. Mesmo assim, Theodore não pôde deixar de gritar. Apesar de sua experiência na Academia Bergen, ele não tinha lembranças tão terríveis.

Como a Veronica conseguiu passar desse passado terrível para sua versão atual? A maga mais forte de Meltor, a encarnação da destruição que todos os magos temiam… Pensar que aquela beldade tinha esse passado sombrio.

Não havia distinção de tempo enquanto a enxurrada de memórias continuava. Theodore não conseguiu mais pensar claramente a partir desse momento. Ele só sabia que estava com raiva enquanto chorava e gritava, incapaz de fazer qualquer coisa sobre as emoções que a Veronica havia sentido no passado.

Então ele escapou daquela enxurrada de lembranças e abriu os olhos.

– “…Hã?”

De alguma forma, Theodore havia retornado ao seu próprio corpo.

‘Foi bem-sucedido?’

Ele podia sentir a temperatura quente do corpo e o coração batendo sob a palma da mão. Estava mais fraco do que o normal, mas não estava com risco de vida. Theodore concentrou sua mente. Sua alma havia preenchido o buraco dentro do coração da Veronica. Com os olhos da alma, ele podia ver que seu braço direito e o coração da Veronica estavam conectados por um cordão verde.

– “Eu consegui…” As pernas do Theodore enfraqueceram e ele caiu no chão.

Ele estava saindo do transe. Talvez o sangue de dragão e a conexão com a Veronica o tivessem tornado mais forte. Era bom, mas se ele não se concentrasse, ele desmaiaria.

‘Ainda não, ainda não. Eu preciso levar os dois para Bergen.’

Ele de alguma forma se levantou e carregou os corpos da Veronica e do Randolph. O sentimento onipotente que ele sentiu depois de entrar no 8º Círculo havia desaparecido há muito tempo. Significava que o poder que ele consumiu para curar a alma da Veronica foi enorme. Seu poder mágico, força física e força mental estavam no limite.

Ele desenhou um pequeno círculo mágico com os dedos dos pés e gritou, – “Teletransporte em Massa!”

Seria devido a ele ter alcançado o 8º círculo? Ao contrário de antes, Theodore conseguiu se mover pelo espaço com um simples cântico.

Então uma luz brilhante apareceu.

*Clarão*

O destino era Bergen, uma zona mágica predefinida como área de retirada. Do meio das desoladas Montanhas Nadun, as três pessoas pularam rapidamente pela parede do espaço. Havia um toque de ar frio, e o Theodore abriu os olhos ao sentir o sucesso do movimento espacial.

– “…Theo?” A voz de uma pessoa chorando o cumprimentou. Sylvia veio correndo com os olhos vermelhos, como se estivesse chorando há muito tempo.

– “…Desculpe, eu cheguei atrasado.”

– “Está tudo bem! Tudo está bem! Seu corpo? Você não está ferido em lugar algum, está? Eu não vou te perdoar se você morrer na minha frente!”

– “Eu estou exausto, mas bem.” Theodore encolheu os ombros, fazendo a Sylvia chorar com uma expressão aliviada. Ela o ajudou a colocar as duas pessoas que ele carregava em uma maca, antes de entrar nos braços dele e esfregar o nariz vermelho contra o seu peito. Suas emoções transbordaram novamente.

– “Vovô. Kuk. Theo, o Vovô…!”

– “Sim, Sylvia.”

– “Mentiroso, mentiroso. Ele disse que iria oficializar… snif… meu casamento… E-Ele me deixou…!”

– “Sim, o Blundell foi malvado.”

– “Não, meu avô não era… snif… malvado…” Suas palavras estavam uma bagunça.

Theodore sorriu amargamente e deu um tapinha nas costas da Sylvia. Ela perdeu a família dela nesta luta. Ele não seria mesquinho se pudesse confortá-la com este corpo cansado.

‘Ah, estou chegando ao meu limite.’

Theodore atingiu abruptamente o 8º Círculo, e também houve a irracional cura da alma, então o fardo sobre ele era considerável. A última coisa que ele viu foi o Orta correndo até ele.

Olhando fixamente para a Sylvia, Theodore esperava que o Orta cuidasse bem das coisas.

Então o dia longo e feroz terminou.


Se ele tivesse que descrever em uma palavra, seria uma biblioteca. Havia pilhas de livros e estantes decorando o espaço. Os livros estavam empilhados do chão ao teto, com o cheiro de pergaminhos fazendo cócegas no nariz de quem estivesse presente.

Não era exceção para quem estivesse dormindo, e ajudou a despertar a consciência de alguém deitado sobre uma montanha de livros.

– “Hum.” Theodore abriu os olhos em um lugar desconhecido. – “Este lugar…?”

Era um lugar conhecido. Theodore explorou a paisagem da biblioteca e percebeu que era um espaço separado. Este lugar era semelhante à biblioteca do Gula, mas era um pouco diferente. Ele sabia o que veria se abrisse um livro. Era um espaço feito das memórias do Theodore. Era o mundo espiritual que existia no fundo de sua consciência.

– “Entendo. Eu desmaiei quando tentei confortar a Sylvia.”

Theodore identificou a situação e suspirou. O cansaço de curar a alma da Veronica foi tanto que ele afundou até o fundo de sua consciência? Talvez até um pouco de poder mental foi perdido.

Ele suspirou ao superar a crise e olhou para os livros espalhados.

‘Devo fazer uma revisão?’

A memória do Theodore era excelente. Ele nunca esquecia um livro que havia lido uma vez e podia escrever um breve resumo na hora. Para ele, uma “revisão” era apenas uma tarefa tediosa e repetitiva. Se ele lesse um livro que já conhecia, que conhecimento novo e interessante poderia ser adquirido?

– “…Bem, é melhor do que nada.”

No final, quando o Theodore estava prestes a pegar um livro…

– “—O quê, me negligenciando depois de me deixar sozinha com suas posses? Você é uma pessoa má.” Uma voz brincalhona falou atrás dele.

– “…”

– “O que há com essa reação? Por que você está com esse olhar estúpido em seu rosto?”

Theodore olhou para ela e murmurou com uma voz trêmula, – “…Irmãzona?”

– “Hã?”

– “Veronica… Irmãzona.”

Veronica percebeu porque ele estava surpreso e riu. Então ela se aproximou e puxou o Theodore que estava tenso em seus braços. Era um toque suave e caloroso. Veronica sussurrou com uma voz afetuosa para o Theodore, que ficou ainda mais tenso, – “Sim, agora eu sou sua Veronica. Obrigada por me salvar.”

Então ele percebeu. Aquele corpo suave e caloroso ao toque… Todos os seus sentidos proclamavam que ela estava viva. A terrível lembrança da Veronica cheia de sangue veio à sua mente, e o Theodore instintivamente inseriu mais força em suas mãos.

– “Ah.” Veronica fez um barulho.

No entanto, Theodore continuou a segurando com força. Ele estava apavorado que ela fosse desaparecer.

– “Me desculpe.”

Ele sentia culpa por ter dado a ela um papel perigoso. Ele sentia culpa por ter examinado as memórias dela. Ele odiava sua própria inexperiência por não ter sido capaz de curar a alma dela de uma forma melhor.

– “Me desculpe.” Theodore continuou repetindo seus pedidos de desculpa.

– “Está tudo bem.” Veronica acariciou a cabeça dele enquanto ele a abraçava. – “Está tudo bem, então não chore meu pequeno.”

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar