The Book Eating Magician – Capítulo 299

Cicatriz da Vitória #3

Os dois se abraçaram firmemente e ficaram parados por um tempo. Era uma distância onde suas respirações quentes podiam ser sentidas, assim como o subir e descer de seus peitos.

As lágrimas raras do Theodore rapidamente diminuíram.

No entanto, Theodore continuou enterrando o rosto no cabelo da Veronica. Quando foi a última vez que ele chorou? Fazia pelo menos 10 anos desde que ele parou de deixar suas emoções correrem soltas. Estas não eram lágrimas derramadas pela dor extrema.

Ele não queria mostrar seu rosto para a Veronica, porque ele mesmo não sabia como estava sua aparência.

‘Ah, eu não sei porque, mas me sinto aliviado…’ Ele tinha um desejo pessoal de ficar onde estava.

No entanto, ele não podia enganar os sentidos da Veronica.

– “Agora você está bem?” Ela gentilmente se afastou um pouco, limpando as marcas de lágrimas ainda deixadas para trás no rosto dele.

O toque da Veronica era doce e suave, bem diferente de como ela agia normalmente, fazendo o rosto do Theodore corar.

– “Ahh… Meu garoto, você é tão fofo.” Sem surpresa, Veronica notou o rosto vermelho e alegremente bagunçou aquele cabelo preto.

Talvez suas turbulências internas estivessem sendo facilmente reveladas porque aquele era o mundo espiritual dele. Assim como o Theodore não conseguia controlar seus sentimentos, ela estava fazendo ações que normalmente não fazia. Veronica percebeu o que havia feito e se enrijeceu.

Enquanto isso, Theodore soltou o abraço e abriu a boca, – “Irmãzona, há muitas histórias que eu venho escondendo.”

Havia uma montanha de histórias que ninguém conhecia além do Vince — não, algumas nem mesmo o Vince conhecia. Veronica estava conectada a ele com um contrato eterno, então ele não estava preocupado que ela o traísse. Acima de tudo, ela quase morreu pela espada do Invidia, então ela merecia ouvir os segredos do Theodore.

Tudo começou no momento em que o Theodore conheceu o grimório Gula. Ele estava prestes a confiar toda a verdade, quando—

– “Oh, isso é suficiente.”

Veronica pressionou os dedos contra os lábios dele.

– “Hã?”

– “Eu já sei de tudo. Assim como você estava olhando para as minhas memórias, eu estava observando as suas. Vamos apenas dizer que empatamos se tratando desta parte, tudo bem?”

Theodore olhou para ela com perplexidade, antes de fazer uma pergunta, – “…Então por que você não está me culpando?”

– “Hã? Pelo quê?”

– “Você se tornou alvo do Invidia e acabou assim por minha causa.”

– “Por que seria por sua causa? A culpa é daquele monstro maldito. E eu sou responsável por me proteger. Não se desculpe por não me proteger, entendeu?”

Ela estava brava? Veronica olhou ferozmente nos olhos dele. Isso fez com que o Theodore abaixasse a cabeça e murmurasse, – “Ainda assim, agora você morrerá se eu morrer.”

Não havia como liberar um contrato permanente. Mesmo se ele chegasse ao 9º Círculo, as almas amarradas ainda seriam as mesmas. A pessoa com um quarto de vitalidade de dragão morreria quando o Theodore morresse.

Foi a única maneira de salvá-la, mas o Theodore não pôde deixar de se sentir culpado. No entanto, a reação da Veronica foi inesperada. – “Hum, está tudo bem.”

– “…Hã?”

– “Eu não me importo porque me sinto conectada a você…” Veronica parou de falar no momento em que as palavras saíram. No entanto, ela não podia engolir as palavras que já haviam surgido, fazendo com que os dois escondessem seus rostos vermelhos.

Então a Veronica se lembrou de algo. – “Ah, isso me lembra, eu vi uma coisa que me deixou com raiva.”

Antes que o Theodore pudesse responder à mudança de expressão, Veronica chegou bem perto dele e rosnou ferozmente, – “As coisas que você fez secretamente com aquela minhoca, eu vi tudo.”

– “Eh?” Theodore ficou constrangido com as palavras inesperadas enquanto as mãos da Veronica batiam no peito dele. – “Uwaaat!

Como esperado do poder de um quarto de dragão, foi o suficiente para jogar o Theodore para longe. Theodore voou pelo ar por alguns metros, antes de pousar em um chão macio. Não, era uma cama bem grande. Aquele lugar estava cheio de uma pilha de livros, então por que de repente havia uma cama?

– “Este é o seu mundo mental, mas é possível que eu interfira desde que você não esteja ferido. Não é grande coisa transformar esta biblioteca em um quarto.”

Em vez do cheiro de pergaminhos, havia uma fragrância doce e cortinas vermelhas penduradas sobre as estantes. Tinha a atmosfera sutil de um quarto típico. Theodore estava prestes a falar quando uma túnica vermelha caiu e cobriu seus olhos. – “E-Espere um minuto.”

Logo depois disso…

– “Eu não vou esperar.” Veronica declarou.

Enquanto o Theodore jogava a túnica vermelha para o lado, Veronica subiu em cima dele e empurrou o peito dele com sua mão esquerda. Podia ser diferente com magia, mas ela era mais forte se tratando de pura força bruta.

Com uma mão segurando o corpo do Theodore, ela tirou o resto de suas roupas. Suas curvas suaves foram reveladas quando suas roupas foram removidas. No momento em que foi deixada apenas com as roupas íntimas, Veronica percebeu que toda a resistência do Theodore sob ela havia desaparecido.

– “Haaah… Theo.” Ela tirou a mão do peito dele e tocou seu rosto.

Não havia pensamentos sobre fugir. Enquanto olhava nos olhos do Theodore, Veronica sussurrou docemente, – “Agora, você está pronto? Ainda vai levar algum tempo até seu corpo acordar…”

Posteriormente, seu cabelo ruivo misturou com o cabelo preto.


Tweet tweet, chirp chirp.

Os cantos alegres dos pássaros anunciavam a manhã. Algumas pessoas estavam dormindo e não ouviam o som, enquanto outras já haviam começado o dia. Era uma coisa comum. A mesma coisa era vista de forma diferente de outros pontos de vista.

Nesse sentido, aquela manhã foi um momento especial para o Theodore Miller.

– “…Ah...”

Ele ergueu as pálpebras e mostrou uma expressão confusa.

‘Este lugar…?’

Era um teto familiar de um quarto em suas memórias distantes. Então o Theodore olhou ao redor e encontrou os olhos dela. A grande maga, Veronica, estava deitada na cama oposta. Ela se esticou como se tivesse acabado de acordar e olhou para ele com os olhos embaçados.

– “—Dormiu bem?” Veronica mostrou um sorriso encantador, fazendo o estômago dele girar.

– “Uh!” Isso foi o suficiente para enviar uma sensação eletrizante descendo por sua espinha, e as memórias enterradas transbordaram. Nas profundezas do mundo espiritual, eles passaram alguns dias em um lugar onde apenas duas pessoas com almas conectadas podiam compartilhar.

Não, alguns dias não era preciso. Podia ter sido alguns minutos ou alguns meses. No meio do prazer, os dois não descansaram um único momento até que seus corpos fossem restaurados.

‘Hah, eu não sei que cara mostrar depois disso tudo.’

Theodore, que era famoso por sua castidade durante os tempos de escola, tinha ideais antiquados. O relacionamento que eles tiveram no mundo espiritual não foi leve e não podia ser tratado como nada.

Por outro lado, Veronica estava perfeitamente à vontade. Ela o observava alegremente como uma leoa que estava cheia. Essa atmosfera bizarra continuou até os servos entrarem no quarto. Eles terminaram a refeição, e receberam um breve relatório.

– “Mestra da Torre Vermelha Veronica e Capitão Theodore. Sua Majestade deseja uma audiência. No entanto, ele disse que, se vocês quiserem, vocês podem descansar até o sol se pôr.” O servo se curvou respeitosamente enquanto falava com os dois.

O Theodore e a Veronica haviam perdido a consciência por quatro dias e estavam feridos, então ele lhes deu algum tempo. No entanto, esse assunto era tão pesado que o Kurt não pôde deixar de se sentir ansioso. Veronica adivinhou a situação e riu levemente, saindo da cama. – “Não tem como evitar. Então, e agora?”

Veronica abraçou o braço do Theodore.

– “Vero— ah, não, Mestra da Torre Vermelha…”

– “Vai continuar com a timidez? Eu acho que é tarde demais.”

Era verdade. A natureza do relacionamento dela com o Theodore se aprofundou. Ele tentou suprimir as memórias que o toque do braço dela evocou e falou o nome dela, – “Veronica.”

– “Sim, Theo.” Ela não estava mais o chamando de garoto. Eles estavam usando os nomes uns dos outros porque agora estavam em pé de igualdade.

Os dois ficaram ombro a ombro naturalmente e saíram da enfermaria, com as pessoas do lado de fora abrindo caminho para eles. O Mestre da Torre Azul Blundell morreu, então não havia ninguém que pudesse bloquear o caminho de dois magos do 8º Círculo.

Eles caminharam pelos corredores e passaram pelos caminhos desabitados do palácio. Eles estavam quase na sala onde o Kurt III estava esperando quando a Veronica falou. A voz dela estava estranhamente calma, reminiscente de sua elegância requintada.

– “Theo.”

– “Sim?”

– “Não se preocupe com o nosso relacionamento. Fui eu que te pressionei, e eu não achei que duraria muito tempo depois de acordarmos.”

– “Mas—”

– “Além disso, há uma confissão que você não respondeu.”

Ele fez uma pausa, mas então conseguiu dar outro passo. Isso mesmo, havia a confissão da Ellenoa. Ela era alguém que tinha sussurrado sinceramente que o amava.

Era demais segurar a mão de outra mulher enquanto deixava a Ellenoa esperando.

– “…Obrigado, Veronica.”

Veronica riu e abraçou o braço dele com mais força. – “…Heh, de qualquer forma, eu sou sua. Eu estarei ao seu lado, não importa quem você escolha.”

– “Mas não complicaria demais as coisas?”

– “Você entenderá se tiver o sangue de um dragão vermelho.”

Mesmo que ele insistisse na lógica, não era nada diante de uma beldade encantadora. Theodore percebeu e encarou a porta da sala de recepção à sua frente. O rei queria se encontrar secretamente com os dois?

Ao contrário das outras vezes, não havia guardas ou servos presentes. Antes que a Veronica pudesse chutar a porta, Theodore estendeu a mão.

Kukukukung…!

A porta gigante se abriu e o rei foi revelado.

– “Antes de mais nada, obrigado por concordar com meu pedido irracional.” O rosto do Kurt III, o rei de Meltor, estava mais abatido do que de costume. Seus sábios olhos roxos estavam borrados de fadiga, e seu cabelo dourado brilhante havia perdido o brilho.

Havia muitas opções possíveis para adivinhar o motivo de seu cansaço.

Os dois se aproximaram e tentaram cumprimentá-lo.

No entanto, Kurt acenou com a mão esquerda e parou. – “Não há necessidade de formalidades. Eu não deveria incomodá-los após vocês acabarem de sair da cama. Eu queria dar a vocês mais alguns dias para descansar, mas os deveres de um rei não desaparecem do nada.”

– “Não é um problema, Vossa Majestade.”

– “Eu sou grato por suas palavras. Primeiro, eu ouvi uma série de relatórios do Mestre da Torre Branca, mas só vocês sabem o que aconteceu após a morte do Blundell. Por favor, me digam.”

Não havia ninguém melhor para este papel do que o Theodore.

– “…Entendido.” Theodore deu um passo à frente, se afastando da Veronica, e encarou o Kurt. Seria devido às suas repetidas lutas com tantos monstros? O rosto do rei agora parecia apenas o rosto cansado de um homem de meia-idade.

– “No entanto, eu tenho algo a dizer antes disso.”

Sendo assim, a hesitação que o Theodore estava sentindo vinha dele mesmo, não de fatores externos.

Ao contrário de seu plano de enfrentar o rei com toda a sua determinação e buscar cooperação, as palavras não saíram facilmente de sua boca. Afinal, ele havia escondido esses segredos por vários anos. Não era fácil falar sobre isso com o governante de um país com o qual ele não tinha uma relação próxima, ao contrário da Veronica.

Kkuok.

Será que ela notou a hesitação dele? Theodore estremeceu com o calor que agarrou sua mão direita e logo relaxou. Ela, Veronica, estava com ele. Do que ele precisava ter medo?

– “Vossa Majestade. Eu, Theodore Miller―”

Theodore pulou por vontade própria por cima da muralha que havia atingido.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar