The Book Eating Magician – Capítulo 318

Aquele que Herda, Aquele que Age por Baixo dos Panos #1

O submundo, um mundo subterrâneo que causava medo instintivo entre as criaturas vivas da terra…

Não permitia um único fio de luz. Era um espaço que estava isolado do céu azul e da graça do sol. Se o lugar além do céu era reverenciado como um lugar sagrado e bonito, então a área sob a terra era considerada um lugar de morte e chamas.

A maioria das culturas enterrava uma pessoa quando ela morria, tornando o submundo conhecido como o mundo dos mortos. Havia uma razão para este estereótipo, e não havia necessidade de voltar à Era da Mitologia para explicar. Havia muitas forças que fizeram do submundo sua casa.

A casa de leilões subterrânea no Reino de Kargas fazia parte deste mundo.

A qualquer hora e de qualquer lugar, aqueles que se escondiam no submundo sempre tinham medo do sol e guardavam segredos que não podiam ser revelados aos outros. Aqueles com olhos perversos rastejavam na escuridão sob a terra para serem capazes de exibir seus desejos perversos abertamente.

Depois de ficarem no abismo por muito tempo, os ratos foram finalmente comidos pelo abismo.

– “Humm…”

Corpos, corpos e mais corpos… Um homem abriu a boca no topo de uma colina de centenas, talvez milhares de corpos. Ele soltou uma voz viciosamente distorcida que fazia o ouvinte sentir medo.

O homem estava envolto em uma túnica preta e, enquanto esmagava um dos crânios rolando perto de seus pés, ele murmurou, – “Kuhuhu, eu suponho que esta situação seja chamada de ferver o cão que pegou o coelho? É minha expressão favorita.”

Era como ele disse. Todos aqueles que trabalharam como seus fantoches faziam parte da montanha de mortos. O chefe da Companhia Orcus, Isaac, morreu em uma poça de sangue horrível. Com a ressurreição do Jerem, os Quatro Cavaleiros transformaram a organização que eles criaram, em uma refeição para o Jerem, assim como colocar um cão que perdeu seu valor em uma panela fervente.

– “Suas mortes ajudarão o Rei. Não é uma experiência gratificante para esses lixos?” O Cavaleiro Vermelho Elohim riu enquanto olhava para os corpos mumificados. Não foi apenas a vitalidade dos corpos que foi drenada. Suas almas, a espinha dorsal de suas vidas, também foram absorvidas. Aqueles que morreram naquele lugar não teriam espaço para salvação. Eles sofreriam dor constantemente servindo sob o Jerem.

– “Bem, isso vai me manter vivo por mais um mês ou dois.” Jerem assentiu para o Elohim e tirou a mão que estava escondida em sua túnica.

Pele podre, como a de um paciente de lepra, foi revelada.

O corpo do Cavaleiro Pálido não conseguia impedir o colapso de sua alma. Isso devido à falta de um recipiente adequado para a alma do Jerem, bem como a ferida fatal que a Mitra lhe causou. No momento, absorver a vitalidade e as almas dos vivos era apenas uma medida desesperada, não uma solução fundamental.

Para curar essa ferida, ele tinha que pagar um preço equivalente ao grande ser, Nídhöggur.

– “Se possível, eu queria estar melhor preparado, mas… Acho que não tem como evitar. Não há muito tempo restante nesta carne.” Palavras com um significado desconhecido por trás delas fluíram da boca do Jerem. O que diabos ele estava começando?

Construindo uma montanha de corpos e um rio de sangue… Entre eles, estava um excelente mago. Também havia um espadachim que fez um nome para si mesmo. Um homem matou todas as pessoas famosas da organização como se fossem galinhas e completou um único círculo mágico.

– “Eu não preciso invocar uma forma completa logo de cara. É o suficiente completar a forma após a invocação. Não é difícil invocar um avatar se eu usar as almas coletadas de Lairon e o corpo do Baldur.”

O altar dos sacrifícios estava cercado por um círculo mágico de cor sinistra. À esquerda havia uma joia da alma. Era uma bola de cristal feita das 10 milhões de almas que foram roubadas pelo grande círculo mágico em Lairon. A julgar pelo seu valor, o volume permaneceria mesmo se ele invocasse vários demônios de alto escalão.

No entanto, havia um sacrifício ainda mais valioso à direita. Era o corpo do Baldur. Cercado por uma luz brilhante, seus restos mortais não permitiam que os olhos humanos o vissem. Jerem só podia confirmar o contorno, e os Quatro Cavaleiros nem ousavam olhar. Baldur era um deus que representava a luz, a antítese dos bruxos.

Portanto, a presença da escuridão não podia deixar de ser atraída por essa presa.

– “「 Devorador da árvore do mundo, Rei de Náströnd. 」”

O círculo mágico, que havia sido desenhado com o sangue de milhares, brilhou em vermelho. Assim que o cântico começou, a escuridão na área subterrânea começou a se contorcer como se tivesse ganhado vida. Era a prova de que a muralha que separava o mundo material de Náströnd estava desmoronando.

– “「 Você é aquele que zomba de todas as mortes, que senta no campo dos mortos no fim do mundo. 」”

A história tabu do final da Era da Mitologia fluiu, e o círculo mágico emitiu uma luz vermelha como se estivesse respondendo. Era o olho de Nídhöggur, o Rei de Náströnd. O olhar penetrou pela muralha da dimensão e alcançou o Jerem.

— Você chamou este corpo, Seguidor?

Terror inundou. Assim que recebeu aquele olhar, Jerem esqueceu sua posição de transcendental e ficou apavorado. Nídhöggur era um rei dos monstros que podia matá-lo com um dedo… Jerem havia feito um contrato com o Nídhöggur para obter poder. No entanto, era inevitável que ele sentisse medo devido à diferença entre eles. Jerem mal controlou o tremor de sua voz e abriu a boca, – “Sua força é necessária. Receba a oferenda que eu trouxe e me empreste seu poder.”

— Hoh? Nídhöggur primeiro olhou para a joia da alma com olhos desinteressados, mas depois olhou para o corpo do Baldur com intriga. Era o corpo de um deus da Era da Mitologia. Ele podia já estar morto, mas a fama do Baldur se espalhou pelo mundo.

Desnecessário dizer que o Nídhöggur aceitou. — Certo, me diga o seu desejo. Em nome deste Nídhöggur, eu lhe darei força correspondente aos sacrifícios oferecidos.

Simultaneamente, os dois sacrifícios no altar foram sugados para o abismo escuro. Significava que eles haviam se tornado posse do Nídhöggur, o governante de Náströnd. Posteriormente, o desejo do Jerem foi transmitido ao Nídhöggur.

— Yggdrasil, que interessante. Na Era da Mitologia, muitos queriam tomá-la. Mas no final, foi queimada sem cair nas mãos de ninguém. Desejo encheu os olhos do dragão perverso. — De fato, esse é um bom entretenimento depois de tanto tempo. Seguidor, eu darei meu apoio. Desta vez, eu levarei essa muda.

– “Obrigado, grande dragão.”

— No dia em que este corpo engolir Yggdrasil, eu lhe darei um pedaço do território de Niflheim.

Jerem sorriu e o Nídhöggur abriu a boca. Magia não podia ultrapassar as muralhas da dimensão. Jerem pensou isso a princípio. Atravessar as muralhas da dimensão não era um feito permitido a um bruxo do 9º Círculo, mesmo se seu corpo estivesse completo.

No entanto, isso era apenas um mero incômodo para o Nídhöggur.

――――――――――――――!!!

Um odor de morte se espalhou, e o dragão rugiu.


Simultaneamente, o grupo do Theodore terminou sua primeira tarefa após a conversa na cabana. Era para resolver o assunto da Veronica que a Titania havia apontado. A proteção foi concluída mais rápido do que o esperado e o mana da Veronica se acalmou.

– “…Tch.” Ainda assim, as reclamações da Veronica não foram interrompidas.

– “Muito bem. Não há nenhum poder mágico vindo dela.” Titania assentiu enquanto olhava para a proteção que o Theodore havia feito.

Considerando que não podia ser sentido com os sentidos de um elfo superior, certamente não haveria problemas. Nenhum incêndio passou pela proteção. No entanto, Veronica estava descontente com a situação e murmurou para a Titania, – “Você não precisa agir tão arrogantemente com o Theo!”

– “…?” Titania não entendeu o significado das palavras e se afastou sem resposta. Claro, sua atitude indiferente deixou a Veronica ainda mais furiosa.

– “Eu volto já. Por favor, espere, mesmo que seja entediante.” Theodore tentou acalmar a Veronica, depois foi atrás da Titania. Ele já havia visitado Elvenheim uma vez antes, mas a maioria dos lugares ainda não era familiar para ele. Titania, que caminhava à frente, olhou para trás e disse, – “Vamos mais alto. É mais eficiente explicar cada zona de uma altitude elevada.”

– “Certo.”

Os dois trocaram palavras e voaram para cima. Theodore usou magia de voo, enquanto a Titania contou com o elemental antigo, Geros. Enquanto o Theodore subia lentamente no ar, ele escutou a voz vindo de cima dele. A voz da Titania estava misturada com o vento enquanto ela dizia, – “Eu quero te perguntar uma coisa.”

Ela hesitou por um momento antes de perguntar baixinho, – “Meu tom é assim tão arrogante?”

– “…Hã?”

– “Eu não falei com honoríficos na primeira vez que nos encontramos. Eu não tenho nenhum sentimento ruim em relação a você e não quero deixá-lo desconfortável. Se você tiver alguma reclamação, diga-me sem se preocupar.”

Theodore olhou para ela com uma expressão sutil, então percebeu que a Titania estava vestindo uma saia e desviou o olhar. Esta era a desvantagem da magia de voo. No entanto, Titania pareceu pensar que seu silêncio foi uma resposta e suspirou. Ela falou em um tom que ainda era rígido, mas carregava alguns de seus próprios problemas. – “Eu respeito você mesmo que eu não use honoríficos. Você é o benfeitor de Elvenheim. Eu não sou arrogante ou estúpida o suficiente para não admitir isso. Se houver um problema… Sim, pense nisso como se eu carecesse de interação social.”

– “Certo, eu entendo.” Ele aceitou as palavras dela, mas apontou uma coisa. – “Então você deve consertar algo primeiro.”

– “O quê?”

– “Meu nome não é você.”

Titania olhou para ele com surpresa e sorriu amargamente. Era apenas um leve sorriso, mas foi a primeira vez que o Theodore a viu sorrir.

– “…De fato. Theodore, devo chamá-lo assim?”

– “Sim, eu também vou te chamar de Titania.”

– “Este é um dia monumental. Além dos elfos superiores e do Mestre, você é o primeiro a me chamar pelo meu nome.”

A atmosfera melhorou enquanto os dois continuavam a voar no céu.

Depois de alguns quilômetros, a Titania e o Theodore cruzaram as nuvens e pousaram em um dos galhos da árvore do mundo. Eles voaram por alguns minutos e não conseguiram nem voar até a metade da árvore do mundo. Claro, eles poderiam ir mais longe, mas seria contraproducente para o objetivo de entender as diferentes áreas da Grande Floresta.

‘A paisagem é espetacular. Se fosse aberto como um destino turístico, muitas pessoas pagariam ouro para ver esse lugar.’

No entanto, era improvável que isso acontecesse. Theodore estava sorrindo quando a Titania o chamou.

– “Theodore.”

– “Ah, você quer explicar alguma coisa?”

– “Não, eu lembrei que eu preciso lhe dar algo.”

– “Hã?”

O vento estava forte. Contra o pano de fundo da árvore enorme, o vento soprava o cabelo da Titania e suas roupas brancas. Então ela tirou um livro de dentro de sua roupa. Os olhos do Theodore tremeram ao ver a capa do livro.

– “O Mestre me pediu para entregar isso ao Theodore.”

– “Haha…” Theodore riu involuntariamente e recebeu o livro da Titania. A capa do livro estava tão desgastada que era impossível saber quando foi escrito.

‘Isso me faz perceber que ele realmente não é humano.’

Os dedos trêmulos do Theodore tocaram os caracteres do título, < Teorias mais Profundas Sobre os Elementais >.

O livro “Introdução à Magia Elemental II” que o Theodore comprou há alguns anos na casa de leilões aumentou sua compreensão sobre magia e elementais, mas ele não teve a chance de falar com o Myrdal novamente. Era a cópia original do livro que o Myrdal havia escrito, mas um fragmento de sua alma não havia permanecido nele.

No entanto, e quanto a este livro que foi escrito antes do nascimento do Theodore?

– “…Hah.” Theodore respirou fundo para acalmar sua agitação e colocou a mão no livro do sábio.

‘Avaliação.’

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar