Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

The Evolution of a Goblin to the Peak – Capítulo 945

Batalha em Selnes: Reações

Dentro da Floresta Luz Eterna…

Sentada em seu trono, Raeshka fechou os olhos, sintonizada com uma boa sensação. Gradualmente, ela os abriu, focando o olhar em uma direção específica.

“Hmm… Um Imperador emergiu entre os Goblins. Isso aumentará o caos”, Ela murmurou, seus olhos examinando além das paredes, observando os movimentos de seus subordinados.

“Todos os Goblins sob meu domínio sentem o despertar de seu Imperador…”

Seus olhos se fecharam mais uma vez enquanto ponderava os acontecimentos que se desenrolavam nesta era de caos. Memórias vieram à tona, lembrando um urso em particular que ela havia abençoado.

“Uma coisa é certa: O novo Imperador ainda não se tornou um Lorde Monstro. O trono permanece desocupado. Talvez seja hora de uma reunião com os outros Lordes nesta floresta.”

Em um refúgio escondido em uma ilha dentro do Continente de Deuses…

Aleteya abriu os olhos, despertada por uma frequência peculiar no ar, discernível apenas por um Lorde Monstro.

“Um novo Imperador… e de uma raça de Goblin, nada demais. Já faz um bom tempo desde que o último Imperador apareceu. Acho que foi duzentos anos atrás, o surgimento de um Imperador entre as aranhas”, Aleteya refletiu, estreitando os olhos. O intervalo de tempo desde a última aparição de Imperador parecia significativamente mais curto desta vez, sinalizando mudanças no mundo.

“Faz apenas duzentos anos desde a ascensão da Rainha Aranha, a Imperadora Aranha Obsidiana Divina. Ela ascendeu como o Lorde Monstro da Provação… Apenas duzentos anos atrás.”

Seu olhar varreu a vasta extensão do Continente de Deuses, contemplando os movimentos da Gula. O caos cresceu desde que as ações de Gula levaram ao desaparecimento dos cinco deuses do Império Eru, sinalizando sua prontidão para enfrentar as Terras Santas.

Aleteya voltou sua atenção para o Continente Giza.

“Hmm… Talvez seja hora de estender minha influência neste lugar também.”

Em uma pequena ilha situada entre o Continente Giza e a Terra dos Demônios…

“Agora mesmo… A raça Goblin deu origem a outro Imperador. Não temos certeza sobre até onde evoluiu, mas ainda não atingiu o nível de Lorde Monstro”, Um homem de um metro e oitenta de altura falou calmamente. Ele estava vestido com uma capa preta simples e calças marrons, com um rosto afiado emoldurado por longos cabelos castanhos desgrenhados caindo em cascata pelas costas. Suas orelhas pontudas lembravam as dos elfos, enquanto seus olhos eram totalmente pretos com um pequeno ponto verde no centro das pupilas. Uma barba espessa adornava seu rosto e pelos cobriam seu pulso, estendendo-se até o ombro.

A aura pura que ele exalava possuía tal selvageria que poderia deixar indivíduos comuns indefesos com sua mera presença.

“Um Imperador entre os Goblins… Parece que aqueles dois companheiros da Floresta Negra estavam ansiosos para saber quem conseguiria tal feito”, O homem riu, causando uma ligeira flutuação em sua aura que abalou a área.

“Controle sua energia, Rei do Subterrâneo. Não seria um bom presságio se outras forças nos detectassem neste momento”, advertiu um homem com cabelos brancos imaculados, semelhantes a penas, e olhos que lembravam os de um falcão. Suas unhas eram afiadas como garras de águia.

“No entanto, é desconcertante que os Goblins tenham produzido outro Imperador. Estou curioso para saber que tipo de Goblin pode ser. Os outros dois, sem dúvida, vão querer esta informação. Afinal, são os Imperadores do Domínio Congelado e raça Goblin Medo Sem Fim.”

“Esses dois não aprenderão as lições e poderão enfrentar o mesmo destino que nós quando saírem da Floresta Negra. Os Três Grandes Países não aceitarão bem o seu surgimento”, observou o Rei do Subterrâneo. Então, ele se virou para o Rei do Céu, relembrando um incidente: “Lembro que você eliminou o outro Imperador da Raça Falcão depois de ascender como Imperador.”

“O Imperador Falcão do Céu Infinito tentou me subjugar assim que ascendi como Imperador Falcão Divino da Noite. Sem outra escolha, tive que acabar com ela, assim como com os outros dois Imperadores, para que pudesse ser o único Imperador entre os falcões”, Respondeu o Rei do Céu.

“Que divertido,” riu o Rei do Subterrâneo, fazendo o ambiente tremer mais uma vez.

“Eu disse para você conter sua aura”, avisou o Rei do Céu, estreitando os olhos. “Você recuperou toda a sua força, mas não tivemos tanta sorte. Uma fração do nosso poder permanece selada.”

O Rei do Subterrâneo redirecionou seu olhar para a criatura colossal no outro extremo da caverna. Embora apenas metade do corpo do monstro fosse visível, ele já se estendia por uma enorme altura de duzentos metros, quase tocando o teto da caverna.

A forma do monstro estava envolta em escamas azuis, sua cabeça adornada com tentáculos contorcidos e seus olhos vermelhos e brilhantes perfurados na escuridão. Uma névoa misteriosa envolveu sua moldura colossal.

“Há mil anos, nossa força foi selada e, há quinhentos anos, nossos espíritos foram contidos”, declarou o Rei do Subterrâneo com um tom frígido. “E agora, eu voltei. Está na Terra do Demônio, certo? Devemos prosseguir para lá.”

“Sim, assim que recuperar todo o meu poder, não terei necessidade de me esconder. Matarei quem eu quiser”, afirmou o Rei do Céu, estreitando os olhos.

“Vou reentrar no Sonho mais uma vez… Vou recuperar tudo o que me pertence por direito”, explodiu o monstro colossal em inúmeros tentáculos. Sua voz ecoou profundamente, semelhante a várias vozes falando simultaneamente.

“O surgimento do novo Imperador é um sinal ameaçador. Prevejo mais surgindo em breve.”

Goblins de todos os tipos em todo o mundo sentiram o nascimento do novo Imperador.

Até mesmo o Deus Dragão Supremo, as Quatro Bestas Sagradas, o Rei Macaco, a Serpente do Mundo e numerosos Lordes Monstros sentiram está ocorrência. Até mesmo os Lordes Monstros adormecidos foram despertados de seu sono ao perceberem o novo Imperador entre os Goblins.

Esses seres imensamente poderosos compreenderam o significado deste evento. Se tudo corresse bem, o recém-coroado Imperador se tornaria uma força formidável no futuro. Apenas duzentos anos se passaram desde que o último Imperador emergiu. Todos sentiram que algo significativo estava prestes a acontecer no mundo. Talvez este tenha sido apenas o começo. Após este evento, mais Imperadores poderão surgir. Inicialmente, tudo começou com um aumento na densidade de mana. Algo terrível estava se formando no mundo.

O surgimento de indivíduos extraordinários não se limita apenas aos Demis e Humanos, mas também se estende aos monstros. Estes indivíduos demonstraram uma taxa de crescimento sem precedentes, superando rapidamente os seus adversários.

A ascensão desta nova geração promete inundar o mundo no devido tempo.

No vazio da décima terceira dimensão, em meio ao campo de batalha de um conflito anterior, o caos reinou. As leis estavam desordenadas, com ondulações de energia tão voláteis que poderiam colocar em perigo até mesmo aqueles no Reino das Algemas.

Uma estrela colossal ocupava a vasta extensão, acompanhada por um planeta solitário orbitando ao seu redor. Apesar das circunstâncias peculiares, o planeta possuía uma escassa densidade de mana e recursos suficientes para sustentar a vida.

De repente, o brilho da estrela diminuiu antes de explodir numa imensa explosão de energia. A supernova resultante consumiu o planeta solitário, extinguindo as suas formas de vida primitivas num instante, sem o seu conhecimento.

No meio do epicentro da explosão, uma figura emergiu, abrindo gradualmente os olhos para revelar pupilas roxas rodeadas por anéis vermelhos.

“Quanto tempo faz?”

Uma voz ressoou pelo espaço, causando a manifestação de vibrações e rachaduras.

“Este é o momento oportuno? Senti o surgimento de um novo Imperador. Parece que despertei antes do previsto.”

A figura condensou-se, assumindo a forma de um humanoide de um metro e oitenta de altura. Ele ostentava longos cabelos ruivos, orelhas de raposa no topo da cabeça, um terceiro olho centrado na testa, uma boca larga revelando inúmeros dentes afiados e a parte inferior do corpo coberta por pelo vermelho. Seus pés de cabra e longa cauda roxa completavam sua aparência única. Uma joia roxa adornava seu peito, cercada por símbolos misteriosos.

“É muito cedo… Ainda não é o momento certo. Imperium emitirá outra onda de energia, reforçando inteiramente suas leis e conceitos. Até então, devo aderir ao contrato estabelecido pelo Deus da Matriz da Isolação.”

Ele olhou de lado, aparentemente em relação a algo invisível.

“Minhas duplicatas não estão mais se movendo. Elas não deveriam parar, já que não tenho intenção de agir no momento. Apesar da morte do Deus da Matriz da Isolação, meus planos persistem.”

Abruptamente, o homem fechou a mão e a explosão foi revertida. A sequência retrocedeu, parando até que a estrela colossal retornasse ao seu estado anterior. Até o planeta retomou a sua órbita, como se o cataclismo nunca tivesse ocorrido.

“Eu, Acedia, irei derrubá-lo no momento apropriado. Até então, guardarei minha energia.”


Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar