The World After the End – Capítulo 146

A Grande Floresta (1)

Duzentos e dez mil anos atrás, quando os Três Deuses Antigos pereceram, os espíritos se tornaram Perdidos e tiveram que encontrar uma maneira de sobreviver por conta própria.

Alguns procuraram um novo Deus para seguir, enquanto outros escolheram morrer para seguir seus antigos deuses. Alguns até receberam uma segunda chance de ajudar o <Grande Irmão>.

No entanto, a maioria ficou sem fazer nada. Eles não tinham vontade de seguir o <Grande Irmão>, nem queriam buscar um novo Deus, mas também não escolheram morrer.

Eles foram para a Grande Floresta e se tornaram monstros sem mente. Esta era a história nas lendas. Mas pela minha própria experiência, essa lenda era diferente da verdade.

Dentro da Grande Floresta, havia Seguidores que ainda defendiam o mundo mesmo depois de perder seu Deus. Eles eram Seguidores que viram seu mundo cair com seus próprios olhos, mas ainda se agarraram a ele. Quando os vi, senti que algo não estava certo.

Por quê?

Aqueles que perderam seus deuses—

Pareciam tão felizes?

Mulack Armelt — Registro do abismo

Episódio — A Grande Floresta

Jaehwan estava ofegante no meio de uma colina. Ele sentia amargura. Fazia um tempo desde que teve problemas para respirar assim, isso significava que seu espírito havia sido severamente danificado.

Ele respirou longa e profundamente e voltou a escalar novamente. Tornava-se mais íngreme de tempos em tempos, e às vezes até difícil escalar sem ferramentas, mas Jaehwan não parou.

— Jaehwan, já chegamos?

Runald perguntou por trás. Ele também estava ofegante. Jaehwan não respondeu e continuou andando. Então sentiu o chão tremer, isso significava que a ‘entrada’ estava próxima.

Jaehwan então se posicionou em um esconderijo próximo. Era um sinal de encontro. Runald então perguntou novamente ao chegar a Jaehwan.

— Você realmente vai para a Grande Floresta?

— Sim.

— Mas por quê…? Esse lugar é o mais perigoso…

— Esse foi seu último desejo.

Jaehwan respondeu rapidamente, pois não queria prolongar a conversa. No entanto, logo percebeu que havia cometido um erro. Runald tremeu com as palavras ‘último desejo’. Parecia que ele estava pensando na autenticidade do que Jaehwan disse. Jaehwan se arrependeu de deixar isso escapar.

— Aquilo… Foi real.

Jaehwan nunca pensou que a palavra ‘real’ teria tanta crueldade quando falada em voz alta.

— Ela está… Ela está realmente…

Jaehwan não sabia como acalmar uma criança chorando. Também não sabia chorar junto.

— Não chore.

Ele usava [Suspeita] em todos e [Compreendia] tudo. Mas não podia simpatizar com o sentimento dessa criança. Ele nem conseguia adivinhar a gravidade da perda que o garoto enfrentava.

Para Jaehwan, Runald era ainda mais difícil que Catástrofe.

Tudo o que podia fazer era vê-lo derramar lágrimas.

— Então… Em você… Ela está…

Jaehwan olhou para o céu. Era um céu azul claro, sem saber um pouco do desastre que se abateu sobre eles. Jaehwan se arrependeu de ter dito o que tinha ouvido.

Assim como sempre.

O arrependimento sempre vinha depois.

[Ei! Se recomponha!]

Foi minutos após o primeiro ataque do Machina, que Jaehwan voltou a si. Ele sentiu dor por todo o corpo e descobriu que estava coberto de terra, segurando um garotinho. Era Runald.

“O que está acontecendo…?”

Pedras pesadas o suprimiam. Ele tentou se mover, mas não conseguiu. O dano que seu espírito havia sofrido era muito severo para ele usar seu poder mundial. E então—

[EI! Acorde!]

Com aquela voz, a luz brilhou através das rochas. Jaehwan sentiu uma força puxando ele e Runald para fora dos escombros. Com a sensação do chão frio abaixo dele, foi puxado de volta para o mundo.

[Temos que fugir agora! Levante-se!]

A voz vinha do pequeno corpo de Gigantes. Jaehwan perguntou:

— Andersen…?

Ao ouvir a voz de Andersen vindo do corpo de X, Jaehwan rapidamente se lembrou do que havia acontecido.

“Sim… Fui atacado por ele.”

X desencadeou a ‘Destruição de Ligação’ e todos os Vice-gerentes desmoronaram quando suas ligações com os Deuses foram desconectadas à força. Então, Myad subjugou todos os vice-gerentes e Jaehwan, antes de retirar o núcleo de X. Ele então caminhou até o Machina de Daeus alimentando-o com o núcleo. Depois disso veio a explosão gigante.

Jaehwan sentiu sua cabeça girar com tudo o que aconteceu. Então, a raiva bateu.

“Myad, aquele desgraçado…”

Era porque ele foi convencido ao ouvir sobre Yoonhwan. Tudo tinha sido muito suspeito desde o início, mas ele confiava em Myad. Não, ele não confiava nele. Não foi por Jaehwan confiar em Myad que levou a este evento. Faltava informação e tudo estava contra ele. E o resultado foi o pior possível.

— Mas por que você está aí?

Jaehwan perguntou e Andersen deu de ombros. Jaehwan podia realmente ‘ver’ Andersen encolhendo os ombros enquanto estava dentro do corpo de X.

[Acho que isso aconteceu quando a [Destruição de Ligação] foi ativada.]

— Não era para cortar a ligação entre deuses e vice-gerentes?

Jaehwan perguntou enquanto pensava no que ouviu antes de desmaiar. Francamente, o relacionamento de Jaehwan e Andersen não era de um deus e vice-gerente. Andersen foi absorvida pelo mundo de Jaehwan com sua mente intacta e era meio que uma [Peça] afinal.

[Sim, isso foi o que pensei também… Mas não sei o que aconteceu lá.]

Não havia como saber exatamente o que o poder fazia, apenas o Daeus morto saberia. Seja qual for o caso, o poder dividiu Jaehwan e Andersen, e ela foi removida dele.

[Esse cara estava caído naquele momento, então…]

E então Andersen entrou no corpo vazio de X. Jaehwan decidiu deixar daquele jeito por ora.

As explosões ainda estavam acontecendo ao redor, mas aumentando em escala.

[A terceira Federação Mundial está lutando contra as forças dos Deuses de nível alto.]

Parecia fácil entender o que havia acontecido então.

“Os seguidores desses deuses de nível alto também vieram em grande número.”

Não havia como os deuses de nível alto ficarem parados quando seus vice-gerentes eram mortos. Eles enviaram seus seguidores para o local e agora a guerra havia começado. Mas Myad também não estava sozinho.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar