The World After the End – Capítulo 46

Mestre de Gorgon (4)

Maihan gritou e sete oficiais puxaram suas armas. Os traidores se revelaram de boa vontade. Naquele momento, um número incontável de guerreiros do Céu Dourado apareceu. O rosto do comandante e de Euren ficaram pálidos. Era impossível derrotar um exército assim mesmo com o doutor ou um Líder dos Dez-Clãs. Era o ataque unificado de um Adaptado de sexto estágio e sete Adaptados de quinto estágio, incluindo centenas do terceiro estágio. Mas por quê?

— É bem grande—

Jaehwan olhou animado.

— O tipo de vocês—

A espada dele rugiu como um leão.

— Faz eu me sentir ainda mais a fim de acabar com esse mundo.

Maihan então sentiu que algo estava errado. Ele também sabia que era tarde demais para voltar atrás. Algo grande estava vindo. Mas antes que pudesse pensar, foi varrido por alguma coisa.

Um enorme raio de luz destruiu o teto do castelo e a torre. Subiu pelo céu e criou uma fenda gigante no céu noturno. A luz brilhou sobre a noite escura instantaneamente. As pessoas de Gorgon correram para fora de suas casas com o tremor.

As estrelas estavam caindo do céu.

Partículas estelares bombardearam o Castelo. Exércitos se aproximando do castelo morreram por conta das partículas caindo e a área foi preenchida com pó branco que foi levado pelos ventos.

A mais forte de todas as estocadas.

Foi a primeira vez que Jaehwan usou a “Estocada Forte”.

Quando a poeira baixou, Maihan foi revelado novamente. O Céu Dourado e todos os oficiais ao redor dele estavam desaparecidos. Maihan percebeu que não conseguiria sobreviver. Havia perdido seus dois braços e pernas com o ataque. O corpo dele foi dilacerado e ele mal conseguia falar por causa de sua garganta cortada.

— Argh… Ele… Mas… É tarde demais! O Mestre… Gorgon será…

E antes que pudesse terminar, Jaehwan fincou a espada no rosto dele e o matou. Jaehwan então puxou a espada do pó e chutou Chunghuh.

— Velhote, acorde. Está atrasado.

— Nngh… O que está acontecendo? Você fez uma grande bagunça aqui, garoto.

Naquele momento, o alarme disparou na cela.

[AVISO! O NÍVEL DE CORRUPÇÃO DO ALVO ATINGIU 99.9%! A TRANSFORMAÇÃO VAI COMEÇAR!]

[AVISO! O PODER ESPIRITUAL DO ALVO É EXTREMAMENTE ALTO!]

[O SISTEMA ESTÁ CALCULANDO O NÍVEL DE AMEAÇA DO ALVO-]

[AVALIAÇÃO FALHOU!]

[AVALIAÇÃO DO SISTEMA: HOMEM MORTO GIGANTE!]

[ATIVANDO ALARME AUTOMÁTICO DE GORGON!]

Uma sirene soou do lado de fora. Era o som da ordem de evacuação “Gorgon Um” e uma voz disse aos civis para que corressem. Chunghuh disse:

— Você, me ajude.

— …

— Sua [Estocada] é muito afiada para salvar alguém agora.

Chunghuh então pegou sua espada. A espada começou a se mover como um pincel no papel.

O mundo ficou branco. Era o início da “Retaliação do Homem Morto”.

O espírito do Mestre queimando em chamas negras estava no centro. A espada de Chunghuh se movia rapidamente. Memórias esquecidas do Mestre estavam sendo retraçadas e sua escuridão se movia. A testa de Chunghuh estava encharcada de suor. Depois de algum tempo, o Mestre abriu os olhos. Ele tinha olhos escuros, opacos e profundos. Chunghuh rapidamente deu alguns passos para trás.

— O que foi?

Um espírito abrindo os olhos significa que sua consciência voltou. Mas Chunghuh não parecia feliz.

— Algo está errado. Alguma coisa a mais foi despertada…

Jaehwan sentiu que o ser na frente deles tinha um poder muito grande para ser considerado humano. Os olhos começaram a brilhar quando ele se levantou e olhou para o próprio corpo magro.

“Não, esse não é o Mestre.”

Era um ser muito mais poderoso que havia pegado o corpo do Mestre emprestado para aparecer.

[Estou surpreso. Não imaginei que iria retornar por esse corpo… Então ele também sucumbiu.]

Jaehwan viu o corpo do Mestre se regenerando rapidamente. Uma energia gigantesca encheu o corpo, enquanto a carne ganhava vida. Jaehwan nunca tinha visto um poder assim.

“Homem Morto?”

Ele usou a [Suspeita], mas tudo que podia ver era escuridão profunda. O ser na frente dele não era humano, e não era um Homem Morto. Não estava vivo ou morto, mas também não parecia com um objeto. Jaehwan não sabia o que dizer sobre o ser.

[Isso traz velhas memórias…]

O ser era como um “Mundo” por si só.

[Vejo um rosto familiar.]

Chunghuh estava tremendo, aterrorizado. Ele conhecia aquele ser.

[Despertado Imperfeito… Por que ainda está no <Caos>?]

— R-Rei do Caos…

Jaehwan olhou para Chunghuh. Até onde sabia, os mais poderosos do <Caos> eram os Mestres das Fortalezas e os Líderes dos Dez-Clãs. Mas ninguém tinha o título de “Rei”. Jaehwan agora sabia o motivo.

“O título era para essa coisa.”

O único que tinha o título de “Rei” nesse <Caos>. Chunghuh murmurou: — Rei-Único da Catástrofe…

Chunghuh conhecia esse ser. Ele o enfrentou a 900 anos atrás.

O Rei-Único da Catástrofe. O Rei de todos os Homens Mortos e o Mestre do [Palácio do Homem Morto] localizado no centro do <Caos>. O único ser que podia abrir o portal para o <Abismo>.

[Por quê? Por que ainda está aqui? É para proteger esse mundo sem valor?]

A voz tremeu através do espírito. Era como se fosse sugar o espírito para dentro dela. O Rei estendeu a mão para o mundo branco que Chunghuh havia criado. O branco se transformou em escuridão no mesmo instante.

[Não achou o que queria no <Abismo>?]

Chunghuh caiu no chão. Seu espírito havia chegado ao limite lidando com essa situação. Foi quando o rei se virou para Jaehwan.

[Interessante. Totalmente despertado, mas com um coração humano.]

Jaehwan então percebeu que ele esteve apertando sua espada com força. Ele estava tenso. Jaehwan perguntou:

— Velhote, você falhou, né?

Chunghuh olhou para Jaehwan enquanto tremia. Como aquele homem conseguia manter a calma com aquilo na frente dele? Como ele pode ficar tão calmo?

— Então, posso matá-lo, né?

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar