The World After the End – Capítulo 47

Mestre de Gorgon (5)

O Rei olhou para Jaehwan de maneira estranha. Ele parecia surpreso, ou maravilhado. Ou talvez até irritado.

[Você quer me matar?]

A presença dele era tão grande que parecia que poderia destruir montanhas e a Terra.

[EU?]

Chunghuh não conseguia nem levantar. A forte presença era tão dominante que nem Chunghuh, um Despertado, conseguia resistir. O poder dele era imensurável, uma força inimaginável que não podia ser explicada.

— Devolva o espírito do Mestre.

Chunghuh não conseguia entender como aquele homem podia ficar calmo e—

— Ou eu te mato.

Falar desse jeito com ele. O Rei olhou para Jaehwan. Chunghuh não podia nem ousar olhar para ele, mesmo que o Rei não estivesse olhando para ele. Mas alguma coisa tinha que fazer. Mal conseguiu mandar um sussurro. Mesmo que isso significasse que eles fossem perder o Mestre, ele não podia deixar Jaehwan morrer aqui.

[Garoto! Não! Não pode simplesmente matá-lo!]

Jaehwan em silêncio se preparou para uma [Estocada].

[Essa… Essa coisa não é algo que pode ser morto!]

— Velhote.

Chunghuh olhou para Jaehwan enquanto tremia.

— Seja corajoso.

Não era confiança ou orgulho. Era simplesmente a verdade.

— Eu sou mais forte.

Um som estranho veio. Era tão estranho que levou algum tempo para Chunghuh perceber que era uma risada. O Rei estava rindo.

[Idiota engraçado. É a primeira vez em 900 anos depois que aquele Pesadelo veio, que alguém engraçado como você aparece.]

Chunghuh sabia quem aquele [Pesadelo] era. Mulack, o lendário [Pesadelo] que chegou ao topo da Árvore da Miragem. Entretanto, nem Mulack conseguia fazer algo contra o Rei. Apesar dele ter lutado contra o corpo verdadeiro do Rei e o que estava ali na frente fosse só um avatar, Chunghuh tinha certeza de que ninguém podia lutar contra um ser desses.

[Ótimo. Vamos lutar. Venha, Despertado tolo.]

Uma substância parecida com uma nuvem apareceu na mão do Rei e formou uma lâmina escura e transparente.

“A Espada do Vazio!”

Chunghuh mal conseguiu se acalmar agarrando os próprios ombros trêmulos. Foi a arma aterrorizante que transformou metade da Equipe de Expedição em Homem Morto com um só golpe. As armas de cada lado se moveram no mesmo instante.

— ARGH!

Chunghuh foi jogado para trás com a onda de choque criada pela colisão. O Rei falou.

[Já vi esse olhar antes. Você quer ir para o <Abismo>.]

Chunghuh ficou surpreso.

“O garoto quer ir para o <Abismo>?”

Ele sabia que o homem era misterioso, mas nunca pensou que Jaehwan gostaria de ir para o <Abismo>.

[É incrível que ainda existam pessoas que querem chegar no fim desse mundo, até hoje.]

Jaehwan ignorou as palavras dele e se preparou. Era o começo de uma verdadeira luta.

[EMOCIONANTE!]

O Rei gritou. Ele parecia estar mesmo animado.

[Mas não o suficiente! Não chega nem perto daquele Pesadelo!]

Os movimentos do Rei ficaram mais rápidos. Jaehwan ainda não tinha acertado um ataque bem-sucedido contra o ser. O Rei estava se movendo muito mais rápido do que a [Estocada Leve] de Jaehwan. Jaehwan focou sua espada para concentrar energia na lâmina.

[Estocada Normal]

O ataque foi feito, mas o Rei não estava lá. Jaehwan em seguida sentiu um perigo iminente e instintivamente girou a cintura. Foi um milagre ele ter desviado do ataque. O ombro que a Espada do Vazio encostou ficou preto.

[A corrupção é uma doença do tempo.]

Jaehwan rapidamente examinou o ombro com a [Suspeita] e ficou chocado. Só o tempo de vida do ombro estava sendo adiantado. Centenas de anos estavam se passado.

“Então é assim que a corrupção funciona.”

O fenômeno de envelhecimento do espírito. A corrupção era relacionada ao tempo. Jaehwan soltou o espírito envelhecido de seu corpo. O Rei falou, admirado.

[Interessante. Um pequeno toque teria te transformado num Homem Morto… Você tem um grande espírito.]

O Rei sorriu, e então desapareceu.

[Mas isso não é o suficiente!]

Dez Espadas do Vazio apareceram do Rei, mas Jaehwan não ficou para trás. Dez [Estocadas Normais]. As estocadas dele colidiram contra as dez Espadas do Vazio.

[É boa para um brinquedo feito por um Pesadelo!]

A lâmina então cortou a coxa de Jaehwan e ele cortou a parte do espírito que estava começando a se corromper.

[Não vai ter mais espírito se continuar.]

Era verdade. Se continuasse assim, Jaehwan perderia.

“Ele é bem forte.”

Jaehwan não conseguia mensurar a força do oponente. Não conseguia ver a fraqueza dele mesmo com a [Suspeita]. Sem a [Suspeita], o [Entendimento] dele não funcionaria. Tudo o que ele sabia era que o ser havia vivido por inúmeros anos.

Jaehwan liberou sua energia. O mundo branco que Chunghuh criou estava sendo removido e substituído por um novo mundo. Chunghuh ficou impressionado. Era o verdadeiro poder de um Despertado.

Todos os Despertados tinham o [Próprio Mundo]. Esse mundo ganhava vida por meio da palavra-chave que eles adquiriram quando despertaram e quanto mais poderoso fosse um Despertado, mais seres ele poderia trazer para seu mundo.

O mundo branco de Chunghuh era um desses mundos. Em seguida, Chunghuh percebeu algo.

Era o inferno. Jaehwan estava vivendo no inferno. O mundo dele era feito de ódio e raiva. Um mundo que destruiu todos os mundos.

No chão havia várias lâminas fincadas, com lava quente fluindo por baixo. Havia um olho misterioso no céu, como uma lua com um bando de corvos bicando o “olho da lua”, derramando sangue na lava.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar