Estamos testando algumas plataformas de anuncios, caso notem links suspeitos e direcionando forçadamente para páginas indesejadas nos avise através do formulário de contato.

The World After the End – Capítulo 48

Mestre de Gorgon (6)

[Entendo. Esse é o seu mundo! Interessante!]

A voz do Rei ficou ainda mais animada. As espadas deles colidiram. Jaehwan se sentiu estranho ao mover sua espada. Ele nunca havia se sentido assim. Enquanto as espadas se chocavam, milhares de palavras eram trocadas.

[Você não desiste de seu ódio mesmo depois de perceber a verdade e o vazio da vida!]

O Rei estava surpreso.

[Vi seres que destruíram mundos por mais de milhões de anos. Todos escalaram essa árvore com as próprias perguntas.]

O Rei Catástrofe falou enquanto desviava das estocadas.

[Que pergunta você busca saber a resposta com um mundo desses nas costas?]

Jaehwan não respondeu. Mas o Rei parecia entender.

[Entendo. O próprio mundo é a sua pergunta.]

Suas espadas se chocaram novamente.

[Um mundo que sucumbiu!]

A estocada alcançou seu poder máximo.

[Mundo arrogante! Um mero humano questionando o valor das <Grandes Terras>? Você pergunta por meio de suas palavras se as <Grandes Terras> são dignas o suficiente para existir?]

Jaehwan engoliu em seco e falou.

— Não sei do que está falando.

[O quê?]

Jaehwan não respondeu. Em vez disso, avançou sua espada.

O mundo gritou. A [Estocada forte] dele foi liberada.

A luz que penetrava no mundo estrondou a área. No lugar que foi estrondado só restava o corpo do Mestre. Estava em carne e osso, sem o braço esquerdo e a perna direita.

[Entendo… Então não era uma pergunta. Não está subindo a árvore para fazer perguntas.]

O Rei estava enfurecido.

[Você é um idiota insolente!]

A poderosa energia do Homem Morto rapidamente regenerou o corpo do Mestre. O braço e a perna se regeneraram e todas as feridas do corpo foram curadas. No entanto, o Rei estava chocado. Jaehwan havia desaparecido de seu campo de visão. O Rei em seguida sentiu a dor de algo sendo cortado nas costas.

[O quê…?]

A [Estocada Forte] foi feita para enfrentar um exército. Não era uma boa habilidade para atacar um indivíduo. Jaehwan não tinha pensado em matá-lo com a [Estocada Forte]. Foi apenas uma distração para ganhar tempo.

“Esse ser não pode ser morto. Mesmo se eu usar uma habilidade mais forte que a [Estocada Forte].”

A única coisa que seria destruída seria o espírito do Mestre. O Rei estava usando o espírito dele como um conduíte para aparecer nesse mundo. Seu corpo material não estava aqui, então era impossível matá-lo. A única maneira de enfrentá-lo era cortar a ligação entre o Rei e o Mestre.

Jaehwan havia feito isso com Beastrain na torre. Ele estava certo de que poderia fazer de novo. Como o Rei focou em defender a Estocada Forte, Jaehwan se concentrou completamente em sua [Suspeita]. Ele então conseguiu ver uma linha tênue saindo do corpo.

[Como usou essa habilidade…!]

Pela primeira vez, o Rei estava chocado.

[Interessante. Habilidade de Ruptura!]

O poder do Rei estava sendo levantado e o espírito danificado do Mestre estava voltando. O Rei olhou para Jaehwan e falou:

[Você que vive a queda. Estarei te esperando na entrada do <Abismo>. Por favor, não me desaponte.]

E se foi. O mestre caiu no chão como uma boneca de pano e Jaehwan suspirou.

“Acabou.”
Ele não tinha certeza se conseguiria. O Rei era um inimigo poderoso. Poderia ter perdido se tivesse tentado lutar diretamente.

“Devo ficar mais forte.”

A estocada dele não era mais suficiente. Precisava de novas habilidades para escalar até o <Abismo>. Jaehwan então virou para Chunghuh.

— Velhote.

Chunghuh havia desmaiado. Euren e os outros também tinham perdido a consciência. Foi então que ouviu um sussurro.

[Você… Vem aqui.]

Jaehwan apertou a espada com força de novo.

“Ainda está aqui?”

[Não sou o Rei.]

Estava vindo do Mestre. Havia um fraco poder espiritual lá dentro que estava resistindo. Jaehwan percebeu quem era imediatamente.

— Mestre?

[Eu estava no estado de Homem Morto, mas te observei. Por ter a coragem de enfrentar o Rei… Eu te agradeço.]

O sussurro continuou com dificuldade.

[Não tenho muito tempo. Deixe-me te pedir um favor. Se Chunghuh ou Euren, algum deles estiver por perto…]

— Os dois estão aqui.

[Traga-os aqui…]

— Os dois estão apagados.

O mestre gemeu.

[Por favor, chegue mais perto.]

Jaehwan se aproximou dele e o Mestre usou sua força restante para pegar o pulso de Jaehwan. Jaehwan franziu a testa.

— O que é isso?

[Talvez Gorgon precise de mudanças… Por favor, pegue isso.]

Jaehwan sentiu uma poderosa energia fluindo para ele. Era o espírito do Mestre. Mas não era só um espírito normal. Enquanto o poder era absorvido, o desenho de uma serpente negra aparecia no braço esquerdo de Jaehwan.

[Você tem uma energia familiar… Que traz velhas memórias…]

O mestre parecia ter sentido algo de Jaehwan e sorriu com satisfação.

[Por favor, não perca sua humanidade.]

E então se foi. O desenho se contorceu como se estivesse vivo. Foi quando ouviu Chunghuh atrás.

— Mas o que…

Ele estava olhando para o braço de Jaehwan com um olhar confuso. Euren, o comandante e todos os outros estavam acordando. A Serpente Negra soltou um leve brilho prateado.

— Essa é…?

Jaehwan não conseguia entender o que estava acontecendo. Euren e os oficiais se aproximaram de Jaehwan e começaram a se ajoelhar. Uma, duas, três pessoas se tornaram dez, trinta… Até os oficiais que chegaram depois no local, viram o desenho no braço de Jaehwan e rapidamente se ajoelharam.

Toda Gorgon estava ajoelhada em frente a Jaehwan.

Em seguida o homem na frente, Euren, falou:

— Euren Chiver, a serviço do novo Mestre de Gorgon.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar