Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

World Domination System – Capítulo 139

Desespero

Dentro de um vale, a leste de Lanthanor, um homem, vestindo vestes verdes, estava na varanda de um prédio antigo enquanto olhava para o sol. 

Este era um local escondido, no fundo de uma floresta luxuosa, que estava cheia de muitas armadilhas mortais que poderiam tirar a vida até mesmo de Lutadores ou Magos Humanos Exaltados. 

Assim, ela havia sido classificada por muito tempo como uma “Zona Vermelha”, com quase todos os viajantes tomando uma rota mais longa a fim de contornar o vale completamente. 

Se Daneel estivesse aqui, ele ficaria surpreso ao ver que havia várias torres semelhantes a “pagodes”, similares aos da Terra neste local. 

Embora houvesse algumas diferenças, como a falta de curvas no design, o conceito era o mesmo: uma grande base, com a área se reduzindo verticalmente até que o andar superior fosse menos da metade da área da base.  

Este homem estava no último andar de uma dessas torres. Os edifícios foram construídos a partir de um material peculiar que não rachava, não importava quantos anos se passassem. Mesmo que as trepadeiras crescessem ao longo de suas paredes, a construção simplesmente se manteve firme, enquanto deixava a natureza decorá-la da maneira que quisesse. 

A exuberante floresta ao redor dos edifícios deu uma atmosfera única de paz para toda a área, tornando-a algo que qualquer um que tivesse a chance de visitar, ficasse relaxado e esquecesse todas as suas tensões facilmente. 

O pôr do sol foi especialmente elogiado como um dos pontos turísticos mais bonitos de toda Angaria, quando experimentado a partir daqui. Os raios de sol banharam as árvores em uma tonalidade amarela, enquanto os arredores assumiram uma sombra efêmera, dando adeus à luz solar rejuvenescedora que desapareceria até o dia seguinte. 

O homem de túnica verde estava tentando descobrir o segredo por trás dessa incrível sensação, que se tinha ao olhar para todas as plantas e árvores enquanto o sol se punha. 

Se ele tivesse que escolher uma maneira de explicar, ele diria que a natureza aqui parecia estar mais VIVA. 

No entanto, por mais que ele tentasse, ele simplesmente não conseguia identificar claramente o que tornava o local tão especial. 

Suspirando, ele descartou o tema em sua cabeça. Este era simplesmente um passatempo que ele tinha adotado para não enlouquecer com toda a tensão que ele vinha sentindo desde os últimos dias. 

Assim que ele estava prestes a se virar, ele notou um sapo no canto de seu olho pulando de galho em galho enquanto tentava pegar uma borboleta, que estava fugindo com toda sua força. 

Intrigado, ele continuou assistindo. 

A borboleta parecia ter voado em sua velocidade máxima por um bom tempo, mas agora estava gradualmente desacelerando, permitindo que o sapo se aproximasse a cada salto. 

Seu voo ficou mais e mais errático, até que finalmente ela parou em um galho em particular, como se estivesse aceitado seu destino. 

Não querendo perder mais tempo, o sapo simplesmente lançou sua língua comprida, pronto para engolir sua presa. 

No entanto, para seu horror, o sapo percebeu ter involuntariamente entrado no domínio de uma serpente que morava por lá. 

Ela então disparou em direção ao sapo de lado, com a boca aberta, a borboleta, de repente, se animou novamente e começou a voar para longe, na velocidade com que ela estava fugindo, antes que ela supostamente se cansasse. 

Percebendo que tudo isso era uma armadilha da borboleta, o sapo não estava conformado com o seu destino. Ele disparou sua língua uma última vez antes que a cobra o devorasse, a fim de levar a borboleta para a morte com ele, não importava o quê. 

Observando até aqui, o homem de túnica verde virou-se com um pequeno sorriso no rosto. Ele não precisava ou queria saber como o incidente terminaria, pois já o havia ajudado a tomar uma decisão que ele estava ponderando nos últimos dias. 

Entrando na sala, ele se recolheu antes de caminhar em direção às escadas para ir até a maior torre, localizada no centro da área. 

Dizendo ao escriba da Seita que ele tinha tomado sua decisão, ele esperou até que o Mestre da Seita lhe concedesse uma audiência. A chamada veio rápido, e ele foi escoltado para uma grande sala de madeira. Uma humilde cadeira de madeira estava localizada em uma extremidade da sala, enquanto o chão estava coberto com tapetes, destinados para as pessoas se sentarem. 

Um homem, cuja idade não podia ser determinada, parecia ter acabado de se aproximar da cadeira, ele estava inclinado na frente de um suporte de incenso dourado. 

Acendendo o incenso, cujo cheiro fez o homem de túnica verde pensar em Lavanda, ele sentou-se na cadeira. 

Após andar até o final da sala com um ritmo constante, o homem de túnica verde ficou na frente do que estava na cadeira e disse: “Tomei minha decisão. Me dê a técnica proibida.” 

Com um sorriso agradável, o homem na cadeira respondeu: “Príncipe mais velho de Lanthanor, tem certeza? Já lhe assegurei que seria capaz de protegê-lo, não importa o que, se escolher ficar dentro da Seita. Ignore o cumprimento da promessa que lhe fiz, Daneel nem mesmo será capaz de encontrá-lo, e você pode passar seus dias treinando com o objetivo de alcançar o Nível de Campeão, onde há rumores de que se pode limpar sua alma de todos os juramentos. Afinal, você tem Potencial de Nível Carmesim, o que torna esta, uma opção viável. A técnica proibida queima seu potencial para lhe dar um rápido aumento no poder. Dependendo de sua força de vontade, eu diria que você pode, no máximo, chegar ao Nível de Mago Guerreiro Eminente, antes de não ter escolha a não ser ficar preso neste nível por toda a sua vida. Mesmo que haja a possibilidade de você se livrar de juramentos com esta técnica, vale a pena? Você não pode apenas esperar e treinar?” 

Na verdade, o homem de túnica verde era o príncipe mais velho de Lanthanor que tinha sido teleportado, por um membro de uma seita subordinada da Seita Folha Fulminante, a um grande custo. Quando perguntado por sua razão, o Mestre da Seita lhe disse que seu valor era alto por causa de seu Potencial Carmesim. 

Ele tinha sido apresentado a essas duas opções, e os últimos dias foram gastos ponderando sobre qual opção tomar. 

Ele tinha jurado seguir as ordens do Rei Daneel, então com uma única palavra dele, o fio do juramento se apertaria em torno de sua alma e acabaria com sua vida. 

Ele poderia escolher uma vida de medo, com décadas e décadas gastas esperando que ele pudesse, de alguma forma, passar pelo dia seguinte até eventualmente crescer para o Nível de Campeão, que não era 100% de certeza de acontecer. Ou ele poderia resolver o assunto com suas próprias mãos. 

O que ele tinha testemunhado o permitiu tomar uma decisão, então ele não hesitou mais. 

“Mestre da Seita, eu escolho a última opção. Por favor, forneça-me as Gemas Ker e a técnica, pendura na conta, eu definitivamente vou pagar tudo quando eu for capaz.”  

Ouvindo a decisão, o homem na cadeira suspirou antes de acenar com o braço, fazendo um saco de pano e um pergaminho antigo aparecerem na frente do príncipe mais velho. Ao vê-lo pegá-los e sair da sala após agradecê-lo, o homem olhou pela janela, através da qual os últimos vestígios do pôr do sol podiam ser vistos. 

Enquanto a sombra da escuridão lentamente consumia o quarto em que ele estava, o homem sorriu levemente antes de tirar algo do bolso e trazê-lo para sua boca, dizendo: “O plano está indo como esperado. Comece os preparativos. A Seita Folha Fulminante recolherá todas as suas dívidas, e chegará a hora de Lanthanor pagar.” 

… 

Enquanto isso, na secreta Câmara de Treinamento Energizado sob o Coração de Dragão. 

Daneel segurou uma joia vermelha em suas mãos enquanto discutia se finalmente cultivaria com uma Gema Ker, a fim de descobrir exatamente os benefícios que elas davam, que fizeram o rei anterior cobiçá-las com um desespero tão intenso. 

Por hábito, ele perguntou ao sistema se havia novos feitiços para desenvolver. Isso era algo que ele costumava perguntar regularmente, já que ele às vezes ignorava as notificações do sistema em tempos de intensa batalha ou treinamento. 

Ao ouvir a resposta do sistema, Daneel não pôde deixar de derrubar a Gema Ker pelo choque. 

Enquanto a joia rolava no chão, o Rei de Lanthanor não pôde deixar de abrir a boca em alegria. Com uma única linha de baba escorrendo pelo lado esquerdo do queixo, ele parecia um garoto que tinha pego um brinquedo que ele vinha pedindo há muito tempo. 

Após pedir ao sistema para repetir a mensagem pelo menos 10 vezes, Daneel finalmente deitou-se no chão e riu para si mesmo, repetindo a notificação repetidamente em sua cabeça enquanto ele deixava suas emoções assumirem o controle. 

[Técnica Avançada de Clones pronta para o desenvolvimento. Após analisar o clone do indivíduo com quem o hospedeiro entrou em contato, o Módulo de Análise de Fenômenos agora pode desenvolver uma técnica para fazer um clone que possa absorver energia com baixa eficiência. A energia absorvida pelo clone pode, por sua vez, ser absorvida pelo hospedeiro, embora isso resulte em uma queda ainda maior de eficiência. Alternativamente, a energia também pode ser liberada como um ataque.] 


Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar