Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Chrysalis – Capítulo 1263

Anthony em Turnê! – Parte 4

Sátrapa Umizan, líder do Conglomerado da Ilha Brathian, revelou-se um sujeito festivamente rechonchudo, coberto de joias e tecidos flutuantes que brilhavam com uma luz sobrenatural. Ele era uma visão impressionante, certo, mas todos os apetrechos caros não conseguiram me distrair do fato de que ele era o único brathiano gordinho que já vi.

‘É um motivo de orgulho ou algo assim? Só ele pode se dar ao luxo de engordar? Um símbolo de seu status?’

‘Eu quero perguntar. Eu realmente quero perguntar, eu sei que não deveria, obviamente, mas o cara está bem ali na minha frente. Não é como se eu não pudesse olhar para ele.’

[O Sátrapa lhe dá as boas-vindas à sua cidade. Ele espera que você considere sua estadia confortável e com bom preço.]

[Estamos pagando por isso? Você nos convidou!]

[É uma saudação tradicional, agora ele está falando do nosso acordo comercial. Ele espera que haja um grande lucro mútuo nos próximos anos, permitindo que ambos os nossos povos prosperem.]

[Posso concordar com ele nisso.]

Neste ponto, o radiante Sátrapa bateu palmas e uma série de serviçais emergiram de trás dos pilares e aparentemente de alçapões. Eles surgiram do nada! Cada um deles trazia algum tipo de prato ou bebida que começaram a distribuir entre os dignitários e funcionários reunidos. Ao meu lado, Enid aceitou com gratidão algo que parecia algum tipo de peixe em um biscoito? Mas o biscoito estava molhado? Os próprios brathians pareciam capazes de entrar e sair de nossa bolha, perfeitamente capazes de respirar na água ou no ar.

Era um pouco apertado para mim, então tive que manter as pernas próximas ao corpo, mas no geral estava me divertindo. Era interessante conhecer novas pessoas.

De um lado, Beyn estava gesticulando grandiosamente, começando a aquecer seus vocais em uma discussão com uma senhora brathian de aparência confusa. Antes que ele pudesse realmente começar, eu me aproximei e o cutuquei com uma antena, para grande choque de seu interlocutor.

[Relaxe um pouco], eu o adverti. [O que você vai dizer a eles, ‘O Grande é uma criatura incrível e divina?’. Vai ser difícil de vender quando estou aqui, com as pernas dobradas para não molhar as antenas.]

[SUA… aham… sua graça é abundante para todos que percebem você, Grande.]

[Acho que ela realmente tem medo de você], disse, dando uma olhada no infeliz oficial do tribunal… ou no comerciante importante, mais provavelmente. Ela parecia bastante nervosa. Resisti à vontade de estender a mão com uma ponte mental e garantir a ela que não éramos tão estranhos quanto o padre de um braço só, estava sob instruções para não iniciar conexões com pessoas.

Fazia sentido quando você pensa sobre isso. Uma ponte mental podia ser uma ferramenta maravilhosa de comunicação universal, mas também é um meio de lançar uma guerra mental violenta e perturbadora. Monstros tão evoluídos quanto eu, eram normalmente mais do que páreo para um indivíduo, mesmo um poderoso, ou pelo menos foi o que me disseram. Qualquer pessoa que se conecte a mim corria o risco de eu destruir sua mente em uma surra unilateral.

‘Entendo a cautela, mas torna tudo um pouco chato, já que a maioria das pessoas que conheço conversam com novas pessoas.’

Foi então que o Sátrapa se aproximou de mim, acompanhado por um bando de magos de aparência infeliz.

Como ele se vangloriava enquanto nadava? Sinceramente, não poderia explicar. Ele simplesmente fez.

Havia alguns gestos, alguns protestos murmurados, alguns gestos descuidados de preocupações, até que finalmente um vínculo provisório foi formado comigo.

[Olá, como vão às coisas? Alguma chance de eu conseguir alguma comida? Estou morrendo de fome.]

O monstro formiga gigante dizendo ao mago que eles estavam com fome aparentemente não era a abertura relaxante que eu pensava.

[Uh… comida… será fornecida. Eu… eu sou Olivis, o Oráculo da Masmorra que serve ao Sátrapa.]

[Prazer em conhecê-lo! Um Oráculo da Masmorra, hein? Recebemos alguns de vocês recentemente. Louco o que você pode aprender. De qualquer forma, o Sátrapa está aqui, suponho que ele queira conversar?]

[Isso mesmo… embora o tenhamos avisado contra isso. Ele é um homem único e poderoso que não gostamos de arriscar. Eu… recomendo que você aja com moderação quando sua mente estiver conectada à dele.]

Eu generosamente acenei uma antena.

[Claro. Vocês nos mostraram hospitalidade e amizade, então faremos o mesmo, relaxe um pouco. Embora eu esteja falando sério sobre um pouco de comida, tudo é pequeno, para mim. Alguma chance de conseguir algo um pouco mais substancial?]

Talvez impaciente com o atraso, uma mente nova e poderosa saltou para a ponte.

[Vamos, Olivis, você está demorando uma eternidade! Olá, formiga Grande!]

[Anthony.]

[Claro. Anthony! Bem-vindo à minha cidade. Devo dizer que estou animado em conhecê-lo, muito animado!]

[Oh! Devido aos rumores sobre minha carapaça incrivelmente brilhante?]

[É magnífica], disse ele, com os olhos brilhando de avareza. [Eu poderia vendê-la por uma fortuna absoluta. Eu nem tenho certeza do que é feito. Tem certeza de que não tem alguma extra?]

[Eu tenho.]

‘E não vou contar a ele do que é feito. Um tipo de diamante novo e até então inédito? Não quero saber o quão valioso eu seria, e descobrir quando estou cercado pelos mercadores mais gananciosos de Pangera parece uma má ideia.’

[A propósito, estou impressionado que você tenha vindo], o Sátrapa me disse calorosamente. [A maioria dos monstros que atingem seu avanço de inteligência e poder tendem a ser… avessos ao risco. Você não envelhece, não pode morrer de doença ou infecção. Enquanto um monstro continuar a viver, o caminho para o poder infinito permanecerá aberto. No entanto, aqui está você, no fundo do lago, com um trilhão de litros de água caindo sobre você.]

‘Não acho que estou sendo particularmente corajoso. Sempre acreditei que a Colônia precisa estender a mão na amizade se quisermos que alguém coopere conosco, e há também outra razão pela qual não acho que estou ameaçado aqui.’

[Valho muito mais para você vivo do que morto], admiti ao líder dos brathians. [Se eu morrer, milhões de formigas virão até aqui e você pode até vencer essa luta, mas a guerra custa caro, muito caro. Tenho a impressão de que vocês, brathians, não lutam tanto se puderem evitar.]

O Sátrapa deu um largo sorriso e me deu um tapinha na pata dianteira.

[Sabe-se que isso acontece], diz ele, [mas como você disse, raramente. E você está exatamente certo! A razão pela qual alcancei meu atual status elevado é porque tenho faro para dinheiro, e você, meu grande amigo inseto, é absolutamente fedorento!]

[Entendi o que você está dizendo, mas isso é um pouco rude. Temos um olfato extremamente delicado, é como nos comunicamos.]

[Quero dizer, sem ofensa, é claro. Este acordo tem um potencial tremendo. Tremendo! Vamos investir um capital significativo para tornar esta turnê um sucesso. Em breve, a riqueza fluirá como um rio. Também não é um rio desprezível, um com gosto!]


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar