Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

My legendary class is Husband of Deathwill Sisters?! – Capítulo 236

O Inimigo Repentino

Alex, Sara, Schnee, Remia e Stella sentiram arrepios quando a energia vermelha reuniu ao redor deles.

Os demônios famintos sugaram a névoa vermelha, seguindo de uma técnica desconhecida. Ninguém previa tamanha densidade de mana saindo deles, sem falar da união perfeita.

E esse foi realmente o caso.

Os demônios famintos eram um bando de indivíduos peculiares. A maioria era egoísta e pensava nos próprios objetivos e medos. No entanto, esta energia veio de uma fonte inimaginável, o que não poderia ser explicada em poucas palavras.

Este poder os tornou em aliadas, entrelaçando firmemente as suas energias em uma habilidade poderosa…

— Eles não podem levar mais… Eles não podem sair ilesos! — Os demônios famintos recitaram em uníssono, não se importando com a guilda de vilões ao redor.

Marvel os encarou em choque. Sentiu vontade de chorar porque foi completamente inútil. Sentiu alguma alegria ao vê-los serem espancados. Mas agora, sentiu medo.

Se todos os jogadores fossem heróis e os demônios famintos antagonistas, como os jogadores poderiam se equiparar a esta união e poder? Não importa que os dois lados fossem imortais, os demônios famintos já tinham mais vantagens que os jogadores!

E este cara… a namorada dele era muito fraca… Agora, consigo ver as mulheres de alta qualidade perto dele… Ele também é diferente… muito diferente! Marvel quase ficou depressivo quando percebeu como ele era diferente dos jogadores com classe lendária.

Ele invejou Alex e ficou de olho em todas, principalmente no rosto de Stella.

Ela flutuava com suas asas, reunindo seu poder em massa. Sua santidade tomou conta enquanto focava nas habilidades de suporte e escudos sagrados. Seu objetivo era suportar todo o impacto da habilidade dos demônios famintos.

Seu semblante estava longe de ser de uma preguiçosa. Suas asas bateram pela sua vontade, poupando mana para suas habilidades. Ela também estaca concentrada, não perdendo nada. Ela lentamente abandonou sua preguiça, se tornando o membro mais ativo da equipe, tudo pelo bem de seu marido e suas irmãs.

Das suas curvas, saíram ondas douradas, envolvendo todos. Sua versão mais fraca do [Pilar Sagrado] surgiu dela, se tornando o escudo cegante que protegia todos com que se importava.

Stella voou acima de todos como uma deusa parada no pedestal mais elevado. Ela transpirava muito enquanto a mana escapava de seu corpo sem parar. Sua quantidade copiosa de energia azul era relativamente baixa porque despejou em todas as suas habilidades.

Então, gritou com toda força: — Pilar Sagrado Inferior!

BOOM!

Sua habilidade solidificou, abraçando todos com um toque caloroso. Até Sara, que tinha sangue de dullahan, não sentiu nada além de um abraço caloroso. Ela sorriu muito, sentindo um orgulho imenso de sua irmãzinha.

— NOCTER STRACH! — os demônios famintos recitaram o último verso do sacrifício supremo, transformando suas [Habilidades Supremas] em um raio demoníaco.

Seu alvo era obviamente a equipe de Alex, porém, não conseguiram se impedir de olhar para Stella, que estava no céu. Isto fazia sentido, no entanto. Ela era a chave e a senhora por trás do pilar dourado.

BOOM!

E por fim, o poder vermelho colidiu com o pilar sagrado. No começo, o pilar sagrado de Stella nem se oscilou. Cada energia vermelha respingou em quatro direções como se água não conseguisse mover a parede imóvel.

Todavia, após algumas respirações, o raio vermelho causou a primeira rachadura. A rachadura era muito grande, espalhando do meio, perto da localização de Stella.

Os demônios famintos focaram seu poder naquela rachadura, a aumentando lentamente. Alguns segundos depois, uma segunda e terceira apareceram.

As rachaduras espalharam por todo o pilar sagrado, contudo, o rosto de Stella permaneceu inalterado. Parecia austera, confiante e nenhum pouco assustada. Ela não estava preocupada com Alex, menos ainda com suas irmãs.

Aquele show de poder e defesa suprema continuou por um minuto. Entretanto, aos olhos de todos, até dos vilões, aquele minuto parecia uma eternidade. De fato, foi o minuto mais longo de todos.

— Perdedores malditos — Marvel comentou enquanto seu rosto se aquecia na luz sagrada: — Vocês nem conseguiram destruir uma parte disto.

Seu olhar caiu sobre todos os demônios famintos espalhados no chão. Não tinham mais força. Seus pontos de vida estavam num ponto perigoso e a estamina foi reduzida para menos de 1%.

Eles acreditaram em si, não querendo desaparecer após a última tentativa de matar Alex e suas esposas. Podem ter sido ingênuos, mas seu show de confiança foi muito memorável.

Ninguém podia lutar sem um pingo de confiança, afinal de contas.

Marvel e seus amigos zombaram deles, é claro. Eles tinham tantos sacos de experiência que seus corações pularam de alegria. Não importa se Marvel não poderia usar a maioria de suas habilidades, só precisava de uma explosão de veneno para matar vários.

Contudo, naquela hora, Alex, Schnee e Sara apressaram do pilar sagrado. Eles eram uma família, então a santidade não os impediu. E enquanto o pilar sagrado permanecia firme, Remia usou a floresta para agarrar o corpo exausto dela.

Ela escalou na árvore e sussurrou para Stella: — Você trabalhou muito, Stella. Você é… incrível demais.

Os sentimentos de Remia foram genuínos porque conhecia Stella. Todos que conheciam a garota alada sabiam de suas tendências preguiçosas e ociosas. Entretanto, pelo bem de Alex, Stella elevou aos céus; suportou o peso da Habilidade Suprema e trabalhou duro pela sua sobrevivência, indo contra sua natureza.

Stella teve sentimentos mistos enquanto olhava para Stella. Não conseguiu entender esse sentimento estranho em seu coração. No entanto, achou bom ser elogiada. Após as palavras amáveis de Remia, Alex com certeza daria um tapinha na sua cabeça; isso valia a pena todo o esforço.

Stella fechou os olhos enquanto Remia a mantinha em seus braços. Ao mesmo tempo, Alex e as garotas reuniram todos os demônios famintos em sua prisão. É claro, Marvel foi pego, mas era um caso peculiar.

Ele estava amarrado na árvore, seu tratamento foi pior porque parecia com um palhaço.

Seus amigos morreram, é claro.

E quando Alex cruzou os braços, pronto para questioná-lo, o grito de Remia ressoou de repente.

— STELLA! — O tom de Remia foi trovejante, alertando todos.

Alex se virou rapidamente, só para ver Stella com uma espada perfurada no braço. Na hora certa, Remia usou suas habilidades para mudar a posição de Stella. Ela, e todos os outros, não conseguiram localizar a existência desconhecida.

Pior ainda, o homem com uma máscara conseguiu atravessar o pilar sagrado, que ainda estava funcionando, apesar de seu usuário não ter mana e estamina. Duraria alguns minutos, se tornando uma zona segura para Stella e sua família, ou assim pensavam.

— Seu bastardo! — Alex gritou enquanto corria de volta ao pilar sagrado. Seus olhos estavam fixos no homem que ocultou a aparência no longo manto. Tinha uma máscara no rosto, e seus atributos estavam ocultos.

Seu nível e classe deve ser de alta qualidade. Caso contrário, não teria conseguido atravessar a habilidade de Stella sem esforço, Alex analisou o homem.

É claro, o inimigo repentino não estava de brincadeira. Ele ergueu a espada mais uma vez, utilizando uma habilidade antes que Alex e as meninas chegassem.

Remia mordeu os lábios, chamando seu [Garotinho] e usou seu corpo para proteger Stella: — Você só a machucará… sobre meu cadáver!

Ela estava resoluta em proteger Stella.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar