Participe do nosso novo grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação e veja os benefícios.

Return of the Frozen Player – Capítulo 315

90 Dias (4)

“O Deus do Trovão foi morto.”

Gong Ju-Ha não tinha ouvido errado. Seu corpo cambaleou. Ela evitou de cair por pouco ao se agarrar na mesa, mas sua cabeça estava girando como se ela estivesse passando mal.

Ela fechou os olhos.

“… Como?” Gong Ju-Ha perguntou.

Ela não podia dizer com confiança que eles eram próximos, mas tinha se encontrado com ele em várias reuniões oficiais. Ele possuía um carinho que deixava as pessoas mais tranquilas. Como o herói dessa era, ela não tinha outra escolha a não ser admirá-lo.

“Foi o Demônio Celestial. Todos acharam que ele estava morto, mas na verdade estava vivo.”

“…”

A notícia foi um grande choque. Ela não estava lá quando o Demônio Celestial foi morto, mas o Mestre de sua Guilda definitivamente disse para ela que o coração do Demônio Celestial havia sido perfurado.

‘Contanto que fosse um humano, a morte dele estaria garantida.’

Talvez isso significasse que o Demônio Celestial já tinha se tornado algo além de humano.

Uma expressão de angústia apareceu rapidamente em seu rosto antes dela abrir os olhos.

“… Onde ele foi enterrado?” Ela perguntou.

“O túmulo dele está no 2º andar, mas colocaram um altar de incensos no Salão dos Heróis. O endereço é…”

Assim que o recepcionista escreveu o endereço em um pedaço de papel para ela, Gong Ju-Ha se virou. “Preciso ir até lá.”

“Mas Princesa, a outra notícia…”

“Depois. Me contem depois.”

Os recepcionistas a observaram desaparecer às pressas.

“… Mas é algo que você adoraria ouvir…” Ele terminou de falar.


Em uma sala de conferências grande, dezenas de pessoas estavam sentadas em uma mesa redonda.

“Por que nos reuniu aqui hoje?” Alguém perguntou. Quando ouviram isso, inúmeros pares de olhos se viraram. Todos estavam encarando duas pessoas.

Uma delas falou: “Em breve, a Associação Coreana de Jogadores vai se juntar à Lua Silenciosa para concluir o 4º andar.”

“E por quanto tempo eles vão manter o acesso ao 4º andar fechado?”

“Não podemos ficar parados sem fazer nada.”

“É claro que não.” O homem concordou. “Afinal, a nossa organização Ascensão foi fundada para subirmos os andares sem nenhuma interrupção.”

“Sim.”

“Sem interrupções… Sempre fico feliz quando ouço isso.”

As pessoas – os 57 Mestres de Guildas que compunham a Ascensão sorriram. Não havia nenhum idiota aqui que não soubesse como eles poderiam fazer uso desse pedaço de informação.

“Vamos ter um bom pretexto.”

“Uma Associação de Jogadores e uma Guilda do mesmo país vão tentar quebrar o acordo feito na conferência global…”

“Devemos começar enfatizando as circunstâncias exatas e manchando suas honras.”

Se eles acabassem entrando no 4º andar, a Ascensão poderia usar a mesma desculpa para fazer a mesma coisa.

“Quando conseguirmos o acesso, não precisaremos nos preocupar com mais nada.”

Isso era um mal-entendido grave, mas os outros Mestres concordaram como se fosse natural.

“Com todos nós cooperando, podemos interferir nas atividades dos Cinco Heróis.”

“E não só isso, também poderemos roubar todo o crédito deles.”

Eles estavam se desiludindo por terem perdido o juízo. Porém, havia um bom motivo para toda essa fé.

Era graças a duas pessoas sentadas na mesa redonda.

“Dois Mestres das Grandes Seis estarão do nosso lado, então quem se atreveria a nos negar?”

“Eu garanto que os Cinco Heróis não vão conseguir fazer nenhum tipo de contribuição no 4º andar. Todos eles vão ser humilhados.”

Cinquenta e sete Guildas e duas das Grandes Seis se uniriam para enterrá-los, então como os Heróis patéticos conseguiriam resistir a eles?

“Artefatos do passado só te surpreendem quando são exibidos no museu.”

Quando o encontro terminou, os Mestres de Guildas desapareceram sem deixar rastros. Afinal, eles eram meramente hologramas desde o começo.

Depois que todos desapareceram, sobraram somente os dois Mestres das Grandes Seis.

Um senhor usando uma roupa tradicional japonesa encarou outra pessoa. “… Ainda parece estranho. Eu nunca esperava fazer algo assim com você.”

“…”

O outro continuou em silêncio durante a reunião inteira. Ele estava usando um terno e um capacete que cobria sua cabeça inteira. O rosto piscou com luzes de LED e formou um emoticon.

[^_^]

“Você continua o mesmo de sempre, Shoot. Eu nunca consegui te entender.”

[>_0]

“… Estou indo então.”

[B.Y.E.]

Quando o holograma do senhor sumiu, o LED desligou e fez com que o capacete ficasse escuro.


O Salão dos Heróis em Seul possuía altares pare Jogadores que haviam feito grandes contribuições. Mas infelizmente, não tinha muitos visitantes.

“…”

Seo Jun-Ho estava encarando um porta-retratos coberto de flores em que um senhor estava sorrindo carinhosamente para algo.

‘Garoto, cê precisa sorrir mais. Por que um jovem como ocê tá tão preocupado o tempo todo?’

Será que era por que choveu alguns dias atrás? Seo Jun-Ho sentia como se pudesse ouvir os resmungos do Deus do Trovão.

“… Então por que você sorria o tempo todo?”

Seo Jun-Ho colocou uma flor na frente do velho sorridente que não deu nenhuma resposta para ele.

Apesar de ser o altar de incensos do maior herói dessa era, não havia muitas flores, muito menos incensos sendo queimados. Seo Jun-Ho continuou a falar, sentindo como se o homem pudesse se sentir solitário.

“… O Geon-Woo hyung desapareceu. Ele nem atende as minhas ligações.” Ele disse, acendendo um incenso.

Quando a morte do Deus do Trovão foi revelada, Baek Geon-Woo foi quem mais sofreu. Ele ficou pálido e murmurou “não, isso é impossível” e saiu do auditório. Seo Jun-Ho não sabia o que ele estava fazendo agora, pois não conseguia entrar em contato com ele.

“Vou continuar procurando por ele, já que esse foi o seu último desejo.”

Seo Jun-Ho também explicou seus planos futuros. “E eu vou voltar a subir os andares em breve.”

Seus companheiros tinham encontrado rastros do Demônio Celestial enquanto caçavam no 3º andar, mas depois disso não acharam mais nada. No entanto, poderia haver traços dele no 4º andar também.

“Eu vou encontrá-lo e me vingar por voc—”

“Sr. Jun-Ho?”

Seo Jun-Ho se virou quando ouviu uma voz o chamando por trás. Seus olhos se arregalaram um pouco. Ele sabia que alguém estava se aproximando, mas…

“Capitã Gong?”

Ele não esperava que fosse ela. Seo Jun-Ho entrou em pânico por um momento, não sabendo que expressão deveria fazer quando a cumprimentasse. Mas no mesmo momento, ela se aproximou dele tranquilamente, parecendo preocupada.

“Você está bem?”

“… Huh?”

“Antes de ir para o 4º andar, eu fiquei sabendo que você esteve treinando com o Deus do Trovão.” Ninguém se comportaria de forma indiferente diante da morte de seu mestre.

Seo Jun-Ho relaxou quando viu a preocupação nos olhos dela. “… Um pouco. Já se passaram três meses.”

“Mas você não parece bem… Está pálido e meio desanimado.” Ela disse.

“Bom… É porque me encontrei de repente com alguém que não esperava me encontrar…”

“Você está falando de mim?” Ela perguntou, apontando um dedo para si mesma. No momento seguinte, ela franziu um pouco o nariz. “Ah, é mesmo! Agora que paro para pensar, você fez uma coisa não muito legal comigo.”

“Não foi nada disso…”

“De qualquer forma, espere um pouco aqui. Não vá para lugar nenhum.” Ela o avisou de forma firme e foi prestar seus respeitos ao Deus do Trovão antes de voltar.

“Nada?” Ela perguntou.

“… Como assim?”

“Você não tem nada a dizer para mim?”

É claro que ele tinha algo a dizer. Havia tantas coisas que ele queria dizer para ela.

Seo Jun-Ho coçou a cabeça.

‘Pelo jeito que voltou do 4º andar… Aposto que ela já sabe de tudo.’

Que ele era o Espectro que ela admirava tanto…

Algumas memórias surgiram em sua cabeça.

‘Eu até menti para ela sobre a minha identidade algumas vezes.’

E ele até deu um autógrafo para ela enquanto fingia que o Espectro era outra pessoa. Ele também fez a mesma coisa quando os dois lutaram contra Janabi.

‘Talvez ela esteja brava por eu tê-la feito parecer com uma idiota.’

Quando viu que os olhos dela estavam exigindo uma resposta, ele percebeu que deveria se desculpar primeiro.

“… Sinto muito.”

“Hunf! Se sabia que estava errado, por que fez aquilo em primeiro lugar?”

“Eu só… fiquei com um pouco de vergonha.”

“Hmm.” Ela cruzou os braços e estudou seu rosto. Seo Jun-Ho não parecia estar mentindo.

‘Por que você sentiria vergonha daquilo?’

Seo Jun-Ho tinha sido ferido seriamente enquanto lutava contra Janabi. Talvez ele tivesse se sentido envergonhado como um homem por mostrar sua fraqueza a ela. Gong Ju-Ha entendia isso muito bem.

‘Mas… Não é como se eu fosse do tipo frágil.’

Ela estava classificada em 3º lugar na Guilda Dokkaebi que era uma das Grandes Seis. Mesmo se fosse comparada a todos os Jogadores do mundo, ela era poderosa.

Ela sorriu. ‘Espera, isso até que é meio fofo.’

Gong Ju-Ha deu um soquinho no ombro dele. “Está tudo bem, eu entendo. Fiquei sabendo que os homens são meio sensíveis com esse tipo de coisa.”

“… Homens?”

“Sim. Porque era um lado seu que você não queria mostrar ou algo assim.”

“É verdade.” Seo Jun-Ho não tinha nenhum desejo em sair por aí dizendo que ele era o Espectro.

Os dois estavam falando sobre coisas diferentes, mas a conversa estava surpreendentemente se encaixando sem problemas.

“Então me diga, o que você esteve fazendo enquanto eu estava no 4º andar?” Ela perguntou.

“Huh? Você não ficou sabendo das notícias?”

“Eu estava com pressa para vir para cá, então não ouvi até o final.”

Seo Jun-Ho assentiu. “Bom, eu estive ocupado exterminando a Associação dos Demônios nesses últimos três meses.”

“Hã?” Ela parou, arregalando os olhos. “Você?”

“Sim.”

“Espera… Eu sei que você odeia os demônios, mas isso não foi perigoso? Como conseguiu sobreviver?” Ela disse.

“Não foi bem assim. Eu nunca estive em perigo de verdade. Só levou tempo, mas eu acabei matando todos eles.” Ele explicou.

“Espera. Você realmente se livrou da Associação dos Demônios?”

“Sim.” Ele concordou antes de continuar. “Mas não fiz tudo sozinho. O imperador ajudou bastante.”

“Ah!” Dessa vez, Gong Ju-Ha acenou com a cabeça.

‘Então foi o Imperador de Ruben que destruiu a Associação dos Demônios!’

Quanto aos demônios na Terra, as Associações de Jogadores e Guildas deveriam tê-lo ajudado. O próprio Seo Jun-Ho… provavelmente matou algumas centenas de demônios no máximo.

“Ainda assim, isso é incrível.” Ela disse.

“Encontrá-los foi meio irritante, mas a luta em si foi simples. Os últimos que eu matei foram três líderes de Esquadrão e consegui pegá-los todos de uma vez…”

Enquanto ele contava sua história, Gong Ju-Ha o observava com uma expressão divertida e compreensiva.

Seo Jun-Ho percebeu isso e estreitou os olhos. “O que foi? Por que está me olhando assim?”

“Nada~ Não é nada.” Gong Ju-Ha segurou sua risada. Ela achava fofo que ele estava tentando se gabar para impressioná-la.

‘Pfft, três líderes de Esquadrão de uma vez…’

Ela sabia que Seo Jun-Ho possuía a habilidade Congelar e que ele era forte, mas os líderes de Esquadrão da Associação dos Jogadores eram tão poderosos que até mesmo Gong Ju-Ha teria problemas para enfrentar mais do que dois.

“… Não quero mais falar sobre isso. Me conte sobre o 4º andar.”

“Tudo bem…”

Quando ela estava prestes a começar a falar, alguns Jogadores se aproximaram deles e se curvaram. Eles estiveram observando os dois de longe há algum tempo.

“O-Olá, Espectro-nim!”

“Eu sempre te admirei desde que eu era pequeno!”

“S-Se não for muito, você poderia tirar uma foto com a gente e nos dar o seu autógrafo…?”

“… Huh?” Gong Ju-Ha piscou e disse em voz baixa. “Sr. Jun-Ho. Por que eles estão te chamando de Espectro-nim?”

“…?” Seo Jun-Ho olhou para ela como se isso fosse óbvio. Os dois olharam momentaneamente um para o outro com expressões confusas. “Espera… Você não ouviu falar sobre mim antes de vir para cá?”

“Eu só fiquei sabendo do Deus do Trovão.”

Seo Jun-Ho encarou o rosto confuso de Gong Ju-Ha e cobriu o seu com as mãos. Ele falou um momento depois, parecendo exausto.

“Eu sou ele.”

“…?”

“Eu sou o Espectro.”

“Isso não faz sentido. Por que você está sendo tão sério com uma piada?” Gong Ju-Ha acenou para ele sorrindo, achando que ele estava brincando, mas no momento seguinte, fez uma careta. “… I-Isso é uma piada, não é?”

“Hm…”

No fim, ela teria que ver para crer.

Seo Jun-Ho suspirou e levantou um dedo casualmente.


Gostaria de ter sua novel favorita em PDF ou algum outro formato digital para ler offline?? ACESSE AQUI e saiba como!!

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar