Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Shadow Slave – Capítulo  1

O Pesadelo Começa

Traduzido usando o ChatGPT



Um jovem de aparência frágil, com pele pálida e olheiras escuras sob os olhos, estava sentado em um banco enferrujado em frente à delegacia de polícia. Ele segurava uma xícara de café em suas mãos – não o tipo sintético e barato ao qual pessoas como ele tinham acesso, mas o verdadeiro café. Essa xícara de café à base de plantas, geralmente disponível apenas para cidadãos de alta posição, tinha custado a maior parte de suas economias. Mas, naquele dia em particular, Sunny decidiu se mimar.

Afinal, sua vida estava chegando ao fim.

Desfrutando do calor da luxuosa bebida, ele levantou a xícara e saboreou o aroma. Então, hesitante, deu um pequeno gole… e imediatamente fez uma careta.

“Ah! Tão amargo!”

Olhando intensamente para a xícara de café, Sunny suspirou e se forçou a beber um pouco mais. Amargo ou não, ele estava determinado a aproveitar o dinheiro que tinha gasto – papilas gustativas danem-se.

“Deveria ter comprado um pedaço de carne de verdade em vez disso. Quem diria que café de verdade é tão nojento? Bem. Pelo menos vai me manter acordado.”

Ele olhou para a distância, cochilando e, em seguida, se deu um tapa no rosto para acordar.

“Tsc. Que roubo.”

Abanando a cabeça e xingando, Sunny terminou o café e se levantou. As pessoas ricas que viviam nessa parte da cidade passavam apressadas pelo pequeno parque a caminho do trabalho, olhando para ele com expressões estranhas. Com sua roupa barata, aparência doentia, magreza e palidez, Sunny estava realmente fora do lugar ali. Além disso, todos pareciam tão altos. Observando-os com um pouco de inveja, ele jogou a xícara em uma lixeira.

“Acho que é isso que três refeições completas por dia fariam com você.”

A xícara errou a lixeira por larga margem e caiu no chão. Sunny revirou os olhos em exasperação, foi até lá e a pegou antes de colocá-la cuidadosamente no lixo. Então, com um leve sorriso, atravessou a rua e entrou na delegacia de polícia.

Dentro, um policial cansado o olhou rapidamente e franzindo a testa com evidente desgosto.

“Você está perdido, garoto?”

Sunny olhou ao redor com curiosidade, observando placas de armadura reforçada nas paredes e ninhos de torres mal escondidos no teto. O oficial também parecia descuidado e mal-humorado. Pelo menos as delegacias de polícia eram iguais em qualquer lugar que você fosse.

“Ei! Eu estou falando com você!”

Sunny limpou a garganta.

“Ah, não.”

Em seguida, coçou a cabeça e acrescentou:

“Conforme exigido pela Terceira Diretriz Especial, estou aqui para me entregar como portador do Feitiço do Pesadelo.”

A expressão do oficial mudou instantaneamente de irritada para cautelosa. Ele olhou para o jovem mais uma vez, desta vez com intensidade penetrante.

“Você tem certeza de que está infectado? Quando você começou a mostrar sintomas?”

Sunny deu de ombros.

“Há uma semana?”

O oficial ficou visivelmente mais pálido.

“M***a.”

Então, com um gesto apressado, ele pressionou um botão em seu terminal e bradou:

“Atenção! Código Preto na recepção! Repito! CÓDIGO PRETO!”


O Feitiço do Pesadelo apareceu pela primeira vez no mundo algumas décadas atrás. Na época, o planeta estava apenas começando a se recuperar de uma série de desastres naturais devastadores e guerras por recursos subsequentes.

No início, a emergência de uma nova doença que fazia milhões de pessoas reclamarem de fadiga constante e sonolência não atraiu muita atenção. Mas quando elas começaram a cair em um sono anormal, sem sinais de acordar mesmo dias depois, os governos finalmente entraram em pânico. Claro, até então, já era tarde demais – não que uma resposta precoce pudesse ter feito alguma diferença.

Quando os infectados começaram a morrer durante o sono, seus corpos mortos se transformando em monstros, ninguém estava preparado. As Criaturas do Pesadelo rapidamente sobrecarregaram os exércitos nacionais, mergulhando o mundo em completa desordem.

Ninguém sabia o que o Feitiço era, que poderes ele possuía e como lutar contra ele.

No final, foram os Despertos – aqueles que sobreviveram aos primeiros testes do Feitiço e voltaram vivos – que puseram fim à sua rampa de destruição. Armados com habilidades miraculosas conquistadas em seus pesadelos, eles restauraram a paz e criaram uma semelhança de nova ordem.

Claro, foi apenas o primeiro dos desastres causados pelo Feitiço. Mas, no que dizia respeito a Sunny, nada disso tinha a ver com ele – não até alguns dias atrás, quando ele começou a ter problemas para ficar acordado.

Para uma pessoa comum, ser escolhido pelo Feitiço era tanto um risco quanto uma oportunidade. Crianças aprendiam habilidades de sobrevivência e técnicas de luta na escola, na esperança remota de serem infectadas. Famílias abastadas contratavam tutores particulares para treinar seus filhos em todas as artes marciais possíveis. Aqueles dos clãs Despertos tinham acesso até a legados poderosos, manipulando Memórias e Ecoas herdadas em sua primeira visita ao Reino dos Sonhos.

Quanto mais rica a sua família, maiores eram suas chances de sobreviver e se tornar um Desperto.

Mas para Sunny, que não tinha família e passava a maior parte do tempo procurando comida em vez de ir à escola, ser escolhido pelo Feitiço não apresentava nenhuma oportunidade. Para ele, era basicamente uma sentença de morte.

Alguns minutos depois, Sunny estava bocejando enquanto vários policiais o prendiam em algemas. Em breve, ele foi preso em uma cadeira volumosa que parecia uma estranha mistura entre uma cama de hospital e um dispositivo de tortura. A sala em que estavam ficava no porão da delegacia de polícia, com paredes espessas e uma porta de cofre imponente. Outros policiais estavam de pé perto das paredes, com rifles automáticos nas mãos e expressões sombrias nos rostos.

Sunny não se importava particularmente com eles. A única coisa em que conseguia pensar era em como queria dormir.

Finalmente, a porta do cofre abriu, e um policial grisalho entrou. Ele tinha um rosto experiente e olhos severos, parecendo alguém que tinha visto muitas coisas terríveis em sua vida. Depois de verificar as algemas, o policial deu uma rápida olhada no relógio de pulso e depois se voltou para Sunny:

“Qual é o seu nome, garoto?”

Sunny piscou algumas vezes, tentando se concentrar, e depois se mexeu desconfortavelmente.

“Sunless.”

O velho policial levantou uma sobrancelha.

“Sunless? Esse é um nome estranho.”

Sunny tentou dar de ombros, mas descobriu que não conseguia se mover.

“O que há de estranho nisso? Pelo menos eu tenho um nome. Lá nas periferias, nem todo mundo tem um.”

Depois de outro bocejo, ele acrescentou:

“É porque eu nasci durante um eclipse solar. Minha mãe tinha uma alma poética, sabe.”

Por isso que ele recebeu esse nome estranho e sua irmãzinha era chamada de Rain… pelo menos quando ela ainda morava com eles. Se era resultado da imaginação poética ou simples preguiça, ele não sabia.

O velho policial resmungou.

“Você quer que eu entre em contato com a sua família?”

Sunny simplesmente balançou a cabeça.

“Não há ninguém. Não se preocupe.”

Por um segundo, uma expressão sombria apareceu no rosto do policial. Então ele ficou sério.

“Certo, Sunless. Quanto tempo você consegue ficar acordado?”

“Uh… não muito.”

O policial suspirou.

“Então não temos tempo para o procedimento completo. Tente resistir pelo tempo que puder e ouça com muita atenção. Certo?”

Sem esperar por uma resposta, ele acrescentou:

“Quanto você sabe sobre o feitiço do pesadelo?”

Sunny o olhou com dúvida.

“Tão bem quanto qualquer um, eu acho? Quem não sabe sobre o Feitiço?”

“Não estou falando das coisas extravagantes que você vê nos dramas e ouve nas transmissões de propaganda. Quero dizer, quanto você realmente sabe?”

Essa era uma pergunta difícil de responder.

“Eu apenas entro no Reino dos Sonhos, mato alguns monstros para completar o Primeiro Pesadelo, recebo poderes mágicos e me torno um Desperto, certo?”

O velho policial balançou a cabeça.

“Escute atentamente. Quando você adormecer, será transportado para dentro do seu Primeiro Pesadelo. Pesadelos são provas criadas pelo Feitiço. Uma vez dentro, você encontrará monstros, é claro, mas também encontrará pessoas. Lembre-se: elas não são reais. São apenas ilusões criadas para testá-lo.”

“Como você sabe?”

O policial apenas o encarou.

“Quero dizer, ninguém entende o que é o Feitiço e como ele funciona, certo? Então, como você sabe que eles não são reais?”

“Você pode ter que matá-los, moleque. Então, faça um favor a si mesmo e pense neles apenas como ilusões.”

“Ah.”

O velho policial esperou por um segundo, então assentiu e continuou.

“Muitas coisas sobre o Primeiro Pesadelo dependem da sorte. Em geral, não deveria ser extremamente difícil. A situação em que você se encontra, as ferramentas que tem à disposição e as criaturas que tem que derrotar devem estar dentro do alcance de suas habilidades, pelo menos. Afinal, o Feitiço estabelece provas, não execuções. Você está um pouco em desvantagem devido a… bem… suas circunstâncias. Mas as crianças da periferia são duras. Não desista de você mesmo ainda.”

“Uh-uh.”

Sunny estava ficando cada vez mais sonolento. Estava ficando difícil seguir a conversa.

“Sobre esses ‘poderes mágicos’ que você mencionou… você realmente os receberá se sobreviver até o final do Pesadelo. Quais serão esses poderes, exatamente, depende de sua afinidade natural e do que você fizer durante o teste. Mas alguns deles estarão à sua disposição desde o início…”

A voz do velho policial soava cada vez mais distante. As pálpebras de Sunny estavam tão pesadas que ele estava lutando para mantê-las abertas.

“Lembre-se: a primeira coisa que você deve fazer uma vez dentro do Pesadelo é verificar seus Atributos e seu Aspecto. Se você receber um Aspecto orientado para combate, algo como um Espadachim ou um Arqueiro, as coisas serão mais fáceis. Se for reforçado por um Atributo físico, então é ainda melhor. Aspectos de combate são os mais comuns, então a probabilidade de receber um é alta.”

A sala blindada estava ficando mais escura.

“Se você tiver azar e seu Aspecto não tiver nada a ver com combate, não desespere. Aspectos de feitiçaria e utilidade são úteis de suas próprias maneiras, você só terá que ser esperto sobre isso. Não existem Aspectos realmente inúteis. Bem, quase nenhum. Então faça tudo o que estiver ao seu alcance para sobreviver.”

“Se você sobreviver, estará a meio caminho de se tornar um Desperto. Mas se você morrer, abrirá um portal para uma Criatura do Pesadelo aparecer no mundo real. O que significa que meus colegas e eu teremos que lidar com isso. Então… por favor, não morra, Sunless.”

Já meio adormecido, Sunny se sentiu um pouco comovido pelas palavras do policial.

“Ou, pelo menos, tente não morrer imediatamente. O Desperto mais próximo não poderá chegar aqui por algumas horas, então realmente apreciaríamos se você não nos fizesse lutar contra aquela coisa sozinhos…”

‘O quê?’

Com esse último pensamento, Sunny finalmente mergulhou em um sono profundo.

Tudo ficou negro.

E então, na escuridão, uma voz levemente familiar soou:

[Aspirante! Bem-vindo ao Feitiço do Pesadelo. Prepare-se para seu Primeiro Teste…]


Comentários

5 27 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
17 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Baka
Visitante
Baka
18 dias atrás

Meu Primeiro capítulo de novel concluído com sucesso!

black lotus 🥀D
Membro
black lotus 🥀
17 dias atrás
Resposta para  Baka

Tbm tô começando essa obra agr dps de muita recomendação

Deus Do Vazio
Visitante
Deus Do Vazio
30 dias atrás

vim pra ca pq The Secoming the glutonny é ruim demais dps dos 150 cap

she left
Membro
she left
1 mês atrás

achei bom, será uma inspiração

Alex SouzaD
Membro
Alex Souza
2 meses atrás

Não consigo levar a sério um protagonista com o nome sunne

Lordemongrel00
Membro
Lordemongrel00
3 meses atrás

Caro leitores, que obra sensacional. Não tenho adjetivos para expressar o quanto é boa essa história. Como um leitor voraz que sou, vou maratonar de novo até lançar mais capitulos.

suco de laranjaD
Membro
suco de laranja
3 meses atrás

impressionamte a quantidade de pessoas que tão lendo, a melhor novel do site, confia que é bom (0 ironia aqui)

Cavalo
Membro
Cavalo
3 meses atrás
Resposta para  suco de laranja

Lotm negs dumbass

Saito
Visitante
Saito
2 meses atrás
Resposta para  Cavalo

Fala português princesa

SunnyD
Membro
Sunny
2 meses atrás
Resposta para  Saito

Vou traduzir para o ET (vc)
Lord of mysteries nega idiota

(A conta é minha, essa era minha primeira vez lendo.. eu falei merda, shadow slave é a melhor obra do site msm)

Última edição 2 meses atrás por Sunny
Saito
Visitante
Saito
1 mês atrás
Resposta para  Sunny

Tudo bem princesa, só foi uma piada

Yo
Membro
Yo
1 mês atrás
Resposta para  Sunny

Esse início do seu comentário me fez rir

Expert
Visitante
Expert
11 dias atrás
Resposta para  suco de laranja

Melhor que supreme magus?

ᴍᴇᴜ ᴏᴠᴏD
Membro
ᴍᴇᴜ ᴏᴠᴏ
4 meses atrás

Chatgpt tá sendo explorado kkkkkk o primeiro capítulo ficou descente 👍

ArielD
Membro
Ariel
2 meses atrás
Resposta para  ᴍᴇᴜ ᴏᴠᴏ

Tem que botar pra trabalhar

Lando
Visitante
Lando
5 meses atrás

Começando agora primeiro cap ta bom até agora

Nonno
Membro
Nonno
6 meses atrás

Simplesmente meu top 1 das quase 100 novels q ja li. Podem ler sem medo.
Obg pelo cap

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar