Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  1280

A Bela e a Fera

Traduzido usando o ChatGPT



Sunny estava se afogando em um mar de dor. Sua mente, o que restava dela, estava fraca e frágil, pronta para desmoronar a qualquer momento. Mas ainda não tinha desmoronado. Na verdade, havia uma notícia boa também. O fato de ele ser capaz de sentir dor significava que ele ainda estava vivo. O fato de estar vivo… significava que a Serpente Azure estava morta. Caso contrário, já o teria eliminado.

‘Eu… venci…’

Era um pequeno consolo. A dor era tão insuportável que ele quase desejava a morte. No entanto, Sunny era muito apegado à vida para jogá-la fora – se houvesse a menor chance de sobreviver, ele se agarraria desesperadamente a ela com todas as suas forças. Antes, ele teria feito isso simplesmente por despeito… mas agora, havia coisas que ele valorizava e objetivos que desejava alcançar. Ele realmente queria viver.

‘O que… diabos… está acontecendo?’

Era difícil formar pensamentos coerentes, mas de alguma forma ele conseguiu avaliar sua situação atual. Dor avassaladora, perda de todos os sentidos… ele estava em choque. Ele estava em choque de dor devido aos danos graves que sua encarnação das sombras sofreu. Sua alma tinha sido terrivelmente ferida. O que significava… o quê? Ele não sabia. O que ele deveria fazer? Havia algo a ser feito?

‘Argh… isso dói…’

Por enquanto, Sunny decidiu fazer o seu melhor para suportar a dor e manter sua mente desmoronando. Não era fácil, nem agradável, nem possível… mas ele persistia. Ele persistia com todas as suas forças. E, depois de uma eternidade de tormento, finalmente houve uma mudança. Sunny parecia recuperar a audição. A primeira coisa que ele ouviu foi o grito distorcido de Neph:

“Sunny! Não morra! Por favor!”

Ele estava estranhamente irritado.

‘Merda… isso foi uma ordem, não foi?’

Ela quebrou a promessa! Não que isso mudasse alguma coisa… teria sido ótimo se Nephis lhe dar uma ordem para sobreviver magicamente restaurasse seu corpo e curasse suas feridas. Mas Sunny teria que ser capaz de executar um comando para que o Vínculo das Sombras o compelisse a agir – ou a não agir. Então, se Nephis de repente decidisse ordenar que ele fosse e lhe trouxesse a lua um dia, no máximo ele seria forçado a tentar inutilmente o seu melhor.

…E ele já estava fazendo o seu melhor para sobreviver!

‘Não, sério, quem ela pensa que eu sou?’

Nephis tinha sido quem o chamou de barata, afinal. Como um elogio. É claro que ele faria tudo ao seu alcance para permanecer vivo. Não havia necessidade de gritar…

Sunny percebeu lentamente que seus pensamentos estavam se tornando mais longos e coesos.

‘Algo está mudando…’

Lentamente, seus sentidos retornaram, um após o outro. A audição veio primeiro, seguida pelo sentido das sombras, o sentido do toque, o olfato, o paladar e, finalmente, a visão. Estava tudo uma bagunça, no entanto – sua visão estava embaçada e seus outros sentidos estavam enlouquecendo.

Havia mais dor também, desta vez de natureza física.

‘Por que estou sentindo dor física? Eu sou uma sombra manifestada agora, tecnicamente…’

Talvez fosse uma dor fantasma. Mesmo que Sunny não possuísse um corpo humano no momento, sua mente ainda era humana. E quando sua mente percebeu os danos terríveis causados ​​ao seu corpo das sombras, ela reagiu da única maneira que sabia – entrando em pânico e se afogando em dor.

‘Maldição…’

Sunny cerrou os dentes e se assustou com o fato de ter recuperado a capacidade de cerrar os dentes. Ainda mais surpreendente foi o fato de que ele estava rangendo presas e não dentes uns contra os outros. Sua casca parecia ter se mantido, de alguma forma.

Finalmente, ele ficou lúcido o suficiente para entender a situação.

As águas tumultuosas do Grande Rio estavam impregnadas de uma suave luminosidade, indicando que ainda era noite. Mais do que isso, ele julgou que menos de um minuto havia se passado desde seu último confronto com a Serpente Azure… com Daeron do Mar do Crepúsculo.

Ele sabia disso porque o colossal cadáver da feroz Grande Besta ainda podia ser visto, mal, enquanto afundava lentamente nas profundezas do rio. A assustadora silhueta do antigo leviatã ficava menor à medida que caía nas profundezas insondáveis ​​e se dissolvia no brilho bonito.

Uma mistura complicada de emoções surgiu no coração de Sunny quando viu seu inimigo morto. Havia alegria sombria, um estranho toque de tristeza, respeito, desprezo, ódio, curiosidade, suspeita… Havia também um forte sentimento de arrependimento. Afinal, aquele era um fragmento supremo da alma desaparecendo nas profundezas! Ele gemeu.

Desviando sua atenção do corpo do leviatã morto, Sunny tentou entender o que estava acontecendo ao seu redor. Ele percebeu seu longo corpo serpentino, agora desfigurado e rasgado selvagemente. Ele se sentia fraco – compreensivelmente, mas também mais fraco do que isso.

‘A chama da alma…’

A chama da alma tinha desaparecido. Ele agora era apenas fortalecido pelas cinco sombras. Finalmente, Sunny percebeu Nephis. Sua figura pequena estava em cima dele. Ela deve ter subido em seu corpo gigante enquanto ele flutuava sem vida na água, paralisado pela dor e à beira da inconsciência. Ambas as palmas de suas mãos estavam pressionadas contra escamas ônix quebradas, e sua pele estava brilhando com uma radiância branca suave.

‘Ah… ela deve ter recuperado suas chamas…’

Nephis estava curando-o.

‘Mas…’

…De repente, sua figura radiante explodiu em luz, dissipando a escuridão da noite como uma estrela real. Sunny sentiu o calor familiar – agora muito mais intenso do que nunca – fluindo para ele como uma inundação. E, envolvido por esse calor, sua forma quebrada começou a se restaurar. À medida que sentia isso, surpreso, sua alma profundamente ferida era curada. Sua encarnação das sombras meio destruída foi restaurada a um estado imaculado. E, chocantemente, até mesmo sua casca serpentina se juntou novamente. As feridas angustiantes se fecharam, as escamas ônix despedaçadas se colaram novamente.

No momento em que o brilho de Nephis vacilou e caiu, Sunny estava tão bom quanto novo. A dor que o atormentava recuou, e depois desapareceu completamente. Ele estava vivo novamente. Nephis caiu impotente em suas costas largas. Ela permaneceu imóvel por alguns momentos, depois arrastou seu corpo para cima e agarrou dois dos picos parecidos com chifres que cresciam no topo de sua cabeça, onde a barbatana dorsal terminava.

‘Certo…’

A Serpente Azure estava morta, mas eles ainda estavam longe de estar seguros. Na verdade, estavam em perigo mortal, muito mais do que quando a Grande Besta estava viva. Isso ocorria porque não havia mais ninguém para impedir que a Borboleta Negra conquistasse o cadáver da Tartaruga Negra. Pior do que isso, a criatura abominável certamente havia percebido uma estrela cegante de repente se acendendo na escuridão da noite. Era certo que ela desceria sobre eles a qualquer momento.

Então, era hora da segunda parte do plano.

‘Chegamos tão longe, não é?’

Era hora de deixar a ilha escura para trás e correr.

‘Vamos lá, Neph…’

Dispensando Santa, Sunny passou uma fração de segundo reunindo a força que permeava a vasta extensão de seu poderoso corpo serpentino. Então, com Nephis em suas costas, ele abaixou a cabeça e mergulhou nas águas radiantes e infinitamente fluindo do Grande Rio.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 3 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Newton borges do carmo
Membro
Newton borges do carmo
12 dias atrás

A garota preocupada com ele e a primeira coisa que o imbecil pensa é em ela estar dando uma ordem nele, toma nesse cu vai

Última edição 12 dias atrás por Newton borges do carmo
LokinD
Membro
Lokin
18 dias atrás

cabouuu

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar