Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  163

O Passado

Traduzido usando o ChatGPT



Sunny encarou Caster com uma expressão sombria. Apesar do sorriso amigável e da voz tranquilizadora, ele sabia o que o belo Legado estava fazendo.

Afinal, ele cresceu nos arredores.

Caster disse “Vou te ajudar”.

Mas o que ele realmente quis dizer foi “Vou te dominar”.

Porque não há alavanca melhor do que um segredo macabro. Essa ajuda dele teria um preço.

Mas que escolha Sunny realmente tinha? A menos que estivesse disposto a lutar e matar Caster ali mesmo, silenciando para sempre a única testemunha de seu crime, ele não podia recusar.

Além disso… o que Caster achava que ia acontecer e o que realmente aconteceria não era tão certo quanto parecia. Enquanto Sunny estivesse vivo, havia esperança de mudar as coisas, de alguma forma.

Ele só tinha que passar por isso, um passo de cada vez.

Sunny forçou um sorriso.

“Obrigado, Caster. Eu não… não vou esquecer.”

Em seguida, olhou para o corpo morto aos seus pés e deu um passo para trás, escapando da poça de sangue que crescia rapidamente. Seu rosto permaneceu calmo, mas um pequeno arrepio quase imperceptível percorreu seu corpo.

“Então… o que fazemos agora?”

O orgulhoso Legado hesitou, então disse em um tom solene:

“Primeiro de tudo, não podemos deixar ninguém te ver assim. Espere aqui por um tempo. Vou trazer algo para você se limpar.”

Sunny suspirou. Ele realmente não queria ficar perto de Harper, mas Caster estava certo. Andar por aí coberto de sangue era uma má ideia.

“E depois?”

Caster hesitou.

“Então teremos que nos livrar do corpo. Mas… não será fácil fazer isso sem ser notado, senão pelos ratos da favela, pelos Guardas. Não se preocupe, porém… vou pensar em algo. Só espere eu voltar.”

Sunny hesitou, se perguntando se podia confiar no Legado. O que o impedia de voltar com uma multidão de pessoas? Mas não. Ter Sunny sob seu controle beneficiaria mais Caster do que se livrar dele completamente.

Ainda assim, ele enviou a sombra para vigiar as coisas depois que o belo jovem foi embora.

Sozinho com o cadáver, Sunny suspirou e sentou-se no chão, encostando as costas na frágil parede da cabana. Ele estava tão cansado.

A noite estava lentamente descendo sobre as ruínas, afogando tudo em uma escuridão reconfortante. Claro, ele ainda podia ver o corpo ensanguentado deitado imóvel nas pedras ao seu lado. Pela primeira vez, Sunny desejava que seus olhos não fossem capazes de atravessar as sombras.

Os olhos de Harper ainda estavam abertos, encarando-o acusadoramente.

‘Eu estou… Estou preso a você para sempre, não é?’

Sem nem mesmo olhar para o Mar da Alma, Sunny sabia que uma nova sombra havia se juntado às fileiras silenciosas de todas as criaturas que ele já havia matado.

Tudo o que ele podia fazer era esperar.

O tempo rastejava lentamente.

Estava levando um bom tempo para Caster reunir tudo necessário sem levantar suspeitas. Ele tinha que evitar olhares curiosos e perder muito tempo conversando com pessoas que constantemente queriam chamar sua atenção. Em certo momento, até mesmo Cassie falou com ele:

“Ei, Caster. Você viu o Sunny?”

Longe de sua cabana, sentado no chão perto do cadáver de um jovem que matara, Sunny sorriu sombriamente e ouviu que tipo de desculpa o Legado inventaria para justificar sua ausência.

Depois de um tempo, seus pensamentos começaram a divagar. Ele ouviu o som da chuva caindo nas pedras do lado de fora e franziu a testa. A chuva sempre o deixava de mau humor.

Por causa disso, Sunny sempre se lembrava do passado.

Ao contrário de Nephis, cujo passado estava envolto em mistério e gritava por tragédia, ele vinha de uma origem simples. Sua história era mais mundana do que trágica. Uma história trivial de pessoas infelizes vivendo de maneira difícil e amarga em um mundo moribundo.

Os pais de Sunny eram ambos trabalhadores braçais. Eram pobres, mas não miseráveis. Seu pai trabalhava em uma das várias equipes de manutenção que cuidavam das barreiras exteriores da cidade. Sua mãe trabalhava em uma fábrica subterrânea que produzia sistemas de filtração de ar. Juntos, a renda deles era apenas o suficiente para pagar uma pequena cela em uma das colmeias humanas nos arredores.

Vários meses após o nascimento de sua irmã, Chuva, quando Sunny tinha cerca de quatro anos, seu pai morreu em um acidente de trabalho, o que não era raro entre os trabalhadores de manutenção da cidade. Três anos depois disso, sua mãe adoeceu e acabou falecendo. Trabalhadores de fábrica como ela frequentemente adoeciam e morriam devido às condições severas, então também não era um desfecho raro.

Sunny e Chuva foram enviados para uma instituição governamental de cuidado infantil. Sua irmã era jovem e fofa, então acabou sendo adotada. Sunny, no entanto, era mais velho e tinha “problemas de comportamento”, o que o tornava praticamente indesejável. Depois de suportar alguns anos em uma série de lares adotivos cada vez mais repugnantes, ele finalmente conseguiu fugir e aprendeu a sobreviver nas ruas dos arredores.

Lá nas ruas, havia muitas crianças como ele, que tinham que fazer todo tipo de coisa desagradável todos os dias apenas para viver e ver outro amanhecer. No entanto, mesmo assim, a maioria deles não durava muito. Era preciso um tipo muito especial de criatura para sobreviver lá.

Sunny era uma dessas criaturas.

Uma parte disso era pura sorte, outra parte era porque ele era inteligente. Mas, principalmente, era porque ele tinha um objetivo. Sunny se recusava a morrer antes de encontrar sua irmã.

De alguma forma, ele se convenceu de que ela estava esperando que ele a encontrasse e a salvasse. Um dia, eles viveriam felizes novamente, como uma família, juntos. Esse objetivo equivocado o manteve vivo mais do que qualquer outra coisa.

…Claro, isso não acabou bem.

Nada nunca acabava bem neste maldito mundo.

Sentado a apenas alguns centímetros de uma poça de sangue humano, Sunny riu e esfregou o rosto.

Será que existia algo como um final feliz?

‘O que está demorando tanto esse desgraçado?’

É claro, ele sabia exatamente onde Caster estava e o que estava fazendo.

Atualmente, ele estava levantando a mão para abrir a porta da cabana de Harper.

Sunny cansadamente se levantou do chão e sacudiu o peso das reminiscências.

Qual era o sentido de lembrar o passado? Ele tinha que sobreviver ao futuro…


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.9 19 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
5 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
LukanuD
Membro
Lukanu
3 meses atrás

Uma má decisão atrás da outra me faz questionar essa inteligência que tu tá falando aí…

“Não consigo mentir. Vou me submeter a um interrogatório.”
“Tenho que manter o foco para manipular as verdades que falo. Vou aceitar beber álcool.”
“Matei um espião. Vou confiar em um cara que não confio para me ajudar a me livrar do corpo.”

“Não concordo com muitos dos pensamentos da cremosa. Vou obedecer que nem um cachorro.”

Me faz pensar que ele já se submeteu a ser escravo dos mais fortes…praticamente fica burro perto dessa Estrela Nuseique…aff

Gu yue fang yan
Membro
Gu yue fang yan
1 mês atrás
Resposta para  Lukanu

Eu particularmente estou achando bastante interessante essa evolução do prota, parece q está sendo feita de um geito certo, não q nem a maioria das obras (animes/mangas) q falam q tem evolução mas o protagonista começa boiola e termina boiola isso q é o mais irritante, bom só espero q o protagonista não regrida, não é pedir demais né?

Alex
Visitante
Alex
1 mês atrás
Resposta para  Lukanu

Ele nunca interagiu por tanto tempo com outras pessoas, ele mesmo fala q sempre foi sozinho. Justamente o q está ferrando ele e fzd ele tomar péssimas decisões é não querer perder essa interação.

MolartD
Membro
Molart
23 dias atrás
Resposta para  Lukanu

Acho que foi por isso que o autor o deixou ferrado mentalmente antes dele interagir com o cara, o autor queria que o mc errasse aí por algum motivo, talvez evolução de personagem ou simplesmente porque quer ferrar com o mc mais ainda kk
Ou seja
Acho que vc está certo em dizer que ele foi burro
O autor deixou ele burro com ele ficando louco pensando sobre a visão da Cassie

Última edição 23 dias atrás por Molart
Nonno
Membro
Nonno
8 meses atrás

obgp elo cap

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar