Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  172

Mercado das Memórias

Traduzido usando o ChatGPT



Atrás da porta, havia um salão de tamanho médio sem janelas. Era iluminado por uma estranha lanterna que levitava em seu centro, irradiando um brilho claro e estável.

Ao longo das paredes do quarto, havia suportes de armas, manequins de madeira vestidos com armaduras completas e mesas com uma ampla variedade de objetos belos e intrigantes colocados sobre elas.

Tudo isso – as armas, as armaduras, os objetos, até mesmo a lanterna levitante – eram Memórias.

Sunny sentiu um pensamento trovejante explodir em sua mente. Por alguns momentos, ele só conseguia pensar em uma coisa:

‘Dinheiro! Isso é muito dinheiro!’

Dentro deste salão discreto, escondia-se uma fortuna que rivalizava com a de uma corporação inteira.

Ele estava quase babando.

“Uh… Sunny?”

Tirado de seu torpor cobiçoso, Sunny piscou algumas vezes e olhou para Kai.

“Hã?”

O belo arqueiro hesitou por um momento e então disse:

“Eu estava dizendo, este é o Stev. Ele é o responsável por este lugar.”

Só agora Sunny percebeu que havia mais alguém na sala. Era um homem que era velho pelos padrões da Cidade Sombria, perto dos vinte e cinco anos ou mais. Ele tinha um rosto redondo e olhos alegres, que estavam atualmente cheios de dúvida e vestígios de nojo.

Seu olhar, é claro, estava voltado para Sunny.

‘Você já se olhou no espelho, desgraçado?!’

Além de sua estatura extremamente alta, havia mais uma coisa especial na aparência de Stev: ele era… gordo. Ele foi a primeira pessoa obesa que Sunny conheceu na Cidade Sombria. Ter uma barriga assim num lugar como este deve ter exigido muito trabalho, talento e dedicação.

Ele não sabia se ficava impressionado ou horrorizado.

De qualquer forma, Sunny decidiu não entrar no lado ruim de Stev.

…Ele não queria ser comido por esse ogro, afinal!

“Uh… prazer em conhecê-lo, Stev. Eu sou o Sunny.”

O gigante corpulento olhou para baixo, em direção a ele, lançou um olhar a Kai e disse com uma voz estranha:

“Night, meu querido amigo. Tem certeza de que esse vagabundo sujo é… um cliente?”

Sunny franziu a testa.

‘Seja educado… seja educado…’

“Ei, seu gordo desgraçado. Tem certeza de que esse vagabundo sujo não vai quebrar todos os ossos dessa banha que você tem no lugar do corpo?”

No silêncio mortal, tanto Kai quanto Stev encararam-no com os olhos arregalados.

Então, Stev inclinou-se para trás e soltou uma gargalhada estrondosa.

“Esse diabinho é engraçado, Night! Bem, ótimo. Muito bom! Se há algo que falta nesta caverna, é entretenimento.”

Rindo, ele balançou a cabeça e disse:

“Ainda assim, meus produtos não são baratos, meu querido amigo… uh… Sunny? Uma boa Memória vai custar pelo menos uma dúzia de fragmentos. Muito mais se você quiser algo realmente útil. Tem certeza de que tem condições de comprar algo aqui no meu empório? Quantos fragmentos um rato de favela como você pode ter?”

Sunny piscou.

“Acho que houve um mal-entendido. Você já me viu? Eu pareço alguém que seria capaz de comprar algo de você? Claro que não! Eu nunca sequer absorvi um único fragmento de alma, isso deve dizer quantos deles eu tenho.”

Kai olhou para ele estranhamente.

Devido à confiança de Sunny ao atravessar as ruínas, ele deve ter presumido que seu companheiro era suficientemente poderoso. No entanto, agora ele de repente descobriu que Sunny nunca absorveu nenhuma essência de alma. Com sua habilidade de detectar mentiras, o arqueiro encantador saberia que isso era verdade.

Bem, é claro que era. Em vez disso, ele absorveu muitos fragmentos de sombra.

Sunny propositalmente revelou esse segredo enganoso. Ele não queria que Night começasse a questionar a quantidade de fragmentos de alma que ele estava prestes a gastar. Deixar o arqueiro pensar que ele era obcecado demais pela riqueza para gastar algum no aumento de seu poder, esperançosamente, diminuiria um pouco o impacto.

Enquanto isso, Sunny balançou a cabeça.

“Não, não. Kai aqui é quem vai te entregar os fragmentos. Eu só estou aqui para apontá-lo para os certos. Eu tenho um olho para boas Memórias, entende.”

O que ele queria dizer era que seus olhos eram literalmente capazes de olhar para a própria essência das Memórias e discernir suas verdadeiras características. Mas nenhum deles precisava saber disso.

Stev coçou a nuca.

“Uh… bem. Nesse caso, dê uma olhada ao redor. Faça-me perguntas se algo chamar sua atenção.”

Então ele olhou para Night e debochou.

“Você poderia ter simplesmente me pedido conselhos, sabe? Não é como se eu pudesse mentir para você.”

Kai sorriu constrangido.

“Ah. Ah… sim, desculpe.”

Quando Stev se afastou, ele se inclinou para Sunny e sussurrou:

“Então, o favor que você queria de mim é fingir comprar uma Memória e depois entregá-la a você, para que ninguém saiba que você tem um trunfo escondido?”

Sunny encarou-o. Na verdade, era uma boa teoria. Ter uma arma ou ferramenta que ninguém conhecesse era uma vantagem muito boa.

Infelizmente, Kai realmente não sabia com quem estava lidando.

Sunny balançou a cabeça.

“Não. Eu não quero que você compre uma Memória em meu nome.”

Então, com um sorriso sincero, acrescentou:

“Eu quero que você compre cerca de dez.”

Os belos olhos verdes de Kai se arregalaram.


Deixando o encantador arqueiro mudo e sem palavras, Sunny se afastou e começou a examinar as várias Memórias expostas.

Havia muitas. Em suas estimativas, pelo menos uma centena, se não mais.

Todos os tipos de armas imediatamente chamaram sua atenção.

Havia espadas retas, espadas curvas, estoques e floretes, cimitarras e sabres. Várias adagas e facas chamavam por ele, brilhando na luz intensa das lanternas encantadas. Havia uma dúzia ou mais de armas de haste, de lanças a gládios, alabardas e naginatas. Vários machados de batalha estavam expostos nas proximidades. Mais adiante, martelos de guerra, maças e flails irradiavam uma sensação silenciosa de força esmagadora. Alguns arcos receberam um olhar sonhador de Kai.

Havia também trajes de armadura. De couro a metal, leves a pesados, de escamas a placas. Elegantes, rudes, graciosos, bárbaros… o que alguém pudesse desejar. Algumas delas eram moldadas como armaduras reais, outras pareciam vestimentas de tecido.

Colocados sobre as mesas, vários objetos imploravam por sua atenção. Só os deuses sabiam que encantamentos eles possuíam…

Bem, para ser preciso, deuses e Stev.

E Sunny.

Caminhando entre as Memórias, ele periodicamente colocava a mão sobre elas. Imediatamente, a trama interna da Memória era revelada aos seus olhos, que foram mudados para sempre por uma gota do icor do Tecelão.

Estudando a lógica da trama, ele conseguiu vislumbrar seu propósito. Claro, não havia nenhuma Memória realmente notável no salão. Quem gostaria de vender algo assim? No entanto, mesmo assim, ele conseguiu separar as realmente boas das simplesmente aceitáveis, das quase terríveis.

…Essa última categoria era o que ele veio buscar aqui.

‘Quantidade sobre qualidade, lembre-se?’

Sunny estava quase terminando de escolher as piores Memórias de todas quando seu olhar caiu repentinamente sobre um canto mal iluminado.

Naquele canto, coberta por uma camada espessa de poeira, havia um traje de armadura aparentemente descartado.

…Quando Sunny viu isso, suas mãos tremeram levemente.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.9 13 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
5 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Yago
Membro
Yago
1 mês atrás

Olha cara, ele DEVE cortar qualquer tipo de laço com a Nephs. Principalmente pelo fato que ela demonstrou intenção de matar ele pela segunda vez, e essa segunda vez foi totalmente intencional, a primeira vez que ela fez isso foi mais por culpa dela mesmo que pediu pra citar aqueles três nomes. Dessa vez, ela realmente desejou matar o mc naquele momento enquanto discutiam.

Thiago
Visitante
Thiago
2 meses atrás

A sensação da historia indo para frente é muito bom, aquele maldito flashback quase me fez desistir de ler…

ArthzinnD
Membro
Arthzinn
11 dias atrás
Resposta para  Thiago

Pprt kkk

danilo
Membro
danilo
5 meses atrás

Ter uma barriga assim num lugar como este deve ter exigido muito trabalho, talento e dedicação.” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Nonno
Membro
Nonno
8 meses atrás

obg pelo cap

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar