Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  190

Ponto Sem Retorno

Traduzido usando o ChatGPT



Sunny caminhava na parte de trás do grupo, mas sua sombra estava explorando à frente. Sem ela ao seu lado, ele se sentia bastante desconfortável.

‘Eu me pergunto se posso invocar a Santa de Pedra enquanto ela está longe. Como nunca pensei em verificar isso?’

Sem sua sombra e sua Sombra, Sunny sentia-se quase nu. Pelo menos ele tinha outras pessoas com ele, incluindo três pesos-pesados — Nephis, Caster e Effie.

Pensando bem, ele nunca tinha visto Kai em ação. O belo arqueira não parecia extremamente perigoso, mas Sunny não se deixava enganar. Pessoas fracas não sobreviviam na Costa Esquecida por anos, especialmente se sua habilidade de Aspecto as tornasse a pessoa perfeita para se aventurar fora da Cidade Sombria.

Com sua habilidade única de Aspecto, Kai tinha que lutar contra o tipo de criaturas aterrorizantes que Sunny conhecia muito pouco — as abominações voadoras que viviam nas nuvens. Como os Mensageiros do Pináculo.

‘Assustador.’

Falando em Kai…

Sunny apressou-se e alcançou o jovem encantador. Olhando para Cassie, que não parecia querer falar com ele, ele franziu a testa por um momento e depois se virou para Nightingale:

“Ei, Night. Como vai a vida?”

O arqueiro olhou para ele com um sorriso amigável.

“Ah, oi. Bem, eu acho? Quer dizer… o tempo está bom.”

Sunny piscou algumas vezes. O tempo nunca era bom na Costa Esquecida. Estava sempre muito frio, muito úmido ou muito quente. Sinceramente, ele até sentia falta da Montanha Negra às vezes. Pelo menos era consistente.

Não sendo um de fazer conversa fiada, Sunny foi direto à pergunta que realmente queria fazer:

“Então, na verdade… o que você está fazendo aqui?”

Kai olhou para ele com um pouco de confusão.

“Como assim?”

Sunny suspirou.

“Do que você me disse, sua vida no castelo era nada menos que pacífica. Você tem fragmentos suficientes para ficar lá por muito tempo, todos gostam de você e até o Anfitrião te trata bem por causa de quão útil é sua habilidade. Por que arriscar tudo para ir conosco ao Labirinto?”

O belo arqueiro hesitou por um momento.

“Ah. Bem… na verdade, eu me meti em um pouco de problema. Acho. As mortes daqueles Guardas que me trancaram no poço estão sendo usadas para incriminar Effie, não é? Bem, e se alguém souber que estou conectado ao desaparecimento deles? Não estarei em perigo?”

Sunny pensou sobre isso por um tempo e, relutantemente, concordou.

“Faz sentido. Mas o perigo que você enfrentará nesta expedição não será muito pior do que aquele do qual está fugindo?”

Kai sorriu.

“Certamente será. Mas, Sunny… há algo mais que você não considerou.”

Sunny franziu a testa.

“O que é isso? Por favor… por favor, não me diga que você se tornou um dos convertidos de Neph.”

O jovem encantador riu.

“Convertidos? Não, eu não acho. Pelo menos não da maneira que você pensa.”

Ele ficou em silêncio por um longo tempo e depois suspirou.

“Na verdade, eu acho que muitas pessoas não enxergam as coisas claramente. Mas realmente, não é tão difícil de entender.”

Virando-se para Sunny com uma expressão sombria em seu rosto normalmente despreocupado, Kai perguntou de repente:

“Cheguei à Costa Esquecida trinta e um meses atrás. Você sabe quantos de nós chegaram à Cidade Sombria naquele ano?”

Sunny balançou a cabeça.

O arqueiro fez uma careta.

“Quase quatrocentos. E você sabe quantos ainda estão vivos? Menos de duzentos.”

Ele ficou em silêncio por um tempo.

“O que significa que, em apenas dois anos, mais da metade de nós pereceu. As pessoas morrem o tempo todo na Cidade Sombria, entende. O castelo pode parecer seguro, mas, na verdade, o Anfitrião está constantemente perdendo pessoas. Toda semana, alguns caçadores não retornam da caça. A cada duas semanas, uma Criatura do Pesadelo ataca as muralhas e mata vários Guardas antes que consigam afastá-la ou destruí-la.”

Kai suspirou.

“Mas, acima de tudo, algo entra no assentamento externo e simplesmente arrasta as pessoas. Isso sem mencionar aqueles que morrem de fome, desespero ou pelas mãos de outro ser humano. Você… você entende o que quero dizer com isso?”

Sunny franziu a testa, um novo entendimento surgindo nele. Vendo sua expressão, Kai desviou o olhar.

“Exatamente. A cada ano, centenas de pessoas morrem na Cidade Sombria. E a cada ano, centenas de outras vêm ocupar seu lugar. Mas, Sunny… este ano, houve apenas quatro. Não quatrocentos, mas apenas quatro pessoas.”

Como… como ele não havia pensado nisso antes? Os olhos de Sunny se arregalaram levemente.

Enquanto isso, Kai continuou:

“O que significa que o Castelo Luminoso nunca teve a chance de recuperar suas perdas. O que acontece se aquela teoria do Ciclo de Feitiços que as pessoas têm for verdadeira e, daqui a cinco meses, quando o solstício de inverno chegar, a mesma coisa se repetir?”

Ele balançou a cabeça, com uma expressão sombria no rosto.

“Isso significa que, daqui a um ano, talvez haja apenas seiscentos humanos na Cidade Sombria. E daqui a dois anos… haverá apenas uma dúzia ou duas. É preciso muitas pessoas para manter o arremedo de civilização que temos aqui, Sunny. Uma vez que passemos do ponto sem retorno, tudo desmoronará.”

A bela arqueira olhou para ele e acrescentou em um tom pesado:

“Todos os não combatentes morrerão. Todo lutador que não for poderoso o suficiente morrerá. Eventualmente, apenas alguns dos mais fortes restarão. Eu sou forte o suficiente para estar entre esses poucos? Não tenho certeza. E mesmo que eu esteja, quem gostaria de viver em uma situação dessas?”

Ele se virou e olhou para Nephis, que estava caminhando à frente deles.

“Então não, Sunny, eu não sou um convertido. Mas eu seguirei a Senhora Nephis até as bordas do Labirinto e de volta, porque é melhor morrer tentando fazer algo do que viver escondendo a cabeça na areia. Não acha?”

Assim terminou a conversa deles. Sunny continuou andando em silêncio, pensando no que Kai tinha dito.

Se o arqueiro estivesse certo, então o futuro era, de fato, nada menos que perturbador. Claro, ninguém sabia ao certo quantos Adormecidos chegariam aqui durante o solstício de inverno. Mas agora que ele pensava nisso, Sunny sentia que as pessoas que acreditavam na natureza cíclica das chegadas estavam quase certas.

Ele também acreditava que não haveria centenas de novos rostos chegando à Costa Esquecida em cinco meses.

No entanto, enquanto outros esperavam que houvesse uma dúzia, algumas dezenas após um ano e uma centena depois disso, ele não acreditava.

Por algum motivo, Sunny sentia que não haveria mais ninguém chegando à Cidade Sombria.

Ele sentiu que os três… e Caster… foram as últimas pessoas a serem enviadas para este inferno pelo Feitiço.

‘Nossa. O que está acontecendo com as pessoas hoje? Primeiro Effie e sua conversa sobre o fim do mundo, agora isso. Eu já sou uma pessoa extremamente pessimista. Não preciso da ajuda de ninguém para me sentir péssimo em relação ao futuro…’

Mas, como se viu, ele precisava de ajuda. Essas duas conversas abriram os olhos de Sunny para um problema sério.

Ele era míope demais. Concentrava-se demais nos problemas imediatos e falhava em ver o panorama geral. Seria porque tanto Effie quanto Kai passaram mais tempo na Costa Esquecida, ou porque ele simplesmente não prestou atenção suficiente nos detalhes?

As coisas seriam diferentes se ele tivesse?

Assim que Sunny olhou para Nephis, Cassie de repente virou a cabeça em sua direção.

Sunny franziu a testa.

“O que foi?”

‘Ela me ignorou todo esse tempo, mas agora ela quer conversar? Huh.’

A menina cega hesitou por um momento e então disse baixinho:

“…Algo está nos seguindo.”


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.9 15 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
9 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
ArthzinnD
Membro
Arthzinn
9 dias atrás

Tendi porra nenhuma do q o Kai disse 😐

Ell Picasso
Membro
Ell Picasso
19 dias atrás

Mas o sunny não tinha pensado nisso alguns cap atrás? Ele penseo que isso e falou que o feitiço gosta do número 7

Tertu The Creator
Visitante
Tertu The Creator
24 dias atrás

Não confio nessa PCD vagaba

treshart
Membro
treshart
1 mês atrás

sunny finalmente acordando pra vida

IfosD
Membro
Ifos
1 mês atrás

Sunny finalmente começou a abrir as suas fronteiras para ver a crueldade e mediocridade do mundo em sua pura forma dessa vez a longo prazo. Talvez seja ai que ele comesse a ver o plano da neph com outro olhar? (ou talvez a glr dos comentários tenham me impregnado com essa ideia de romance entre os 2, dito isso eu nn confio na cega ainda, ela vai ferrar a glr 100% um dia)

GreyD
Membro
Grey
1 mês atrás
Resposta para  Ifos

Certamente

Wan
Visitante
Wan
3 meses atrás

eu entendi que todos ignoraram o sunny, o fizeram ele se sentir sozinho, mas não esperava esse comportamento vindo da Cass 😢

Nonno
Membro
Nonno
8 meses atrás

A cass n querendo conversar com o sunny… pelo jeito ela ja escolheu a rota do futuro dela
Obg pelo cap

RotoghtD
Membro
Rotoght
5 meses atrás
Resposta para  Nonno

E até agora ela não contou completamente o que viu

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar