Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  196

Intervenção Divina

Traduzido usando o ChatGPT



Depois disso, as coisas ficaram agitadas.

Sunny teve que se esforçar ao máximo para lutar contra vários oponentes enquanto mantinha o ritmo com o resto do grupo. Sabendo que diminuir a velocidade significava morte, ele golpeava, desviava, bloqueava e recuava sem permitir-se nem mesmo um momento de descanso. Lentamente, mas com certeza, inúmeras feridas começaram a se acumular em seu corpo.

Mas mesmo assim, não era suficiente.

Então, ele se esforçou além de seus limites.

Afinal, essa era a situação exata para a qual ele se preparava, suportando o implacável ataque da Santa de Pedra dia após dia. A inevitabilidade de ter que lutar contra uma força esmagadora.

Uma fúria escura e veemente se acendeu em seu peito, afastando a dor e o medo.

“Venham, venham e me peguem! Estou bem aqui!”

Quem eles pensavam que estavam tentando matar?

Notando que quatro novas abominações atendiam ao seu chamado, Sunny não pôde evitar de rir.

‘Bom… bom…’

O ataque deles veio rápido e sem misericórdia, não deixando espaço para respirar. Mas Sunny o acolheu.

Desviando de um dos esqueletos, ele avançou e se posicionou atrás de outro, de modo que seu corpo bloqueasse o caminho do terceiro.

Ele não podia fazer nada a respeito do quarto por enquanto, mas seu ataque já estava contabilizado… iria doer como o inferno, mas não a ponto de matá-lo. A Trama de Sangue cuidaria do resto.

O Fragmento da Meia-Noite cortou o ar e decepou o joelho da criatura morta-viva, fazendo-a cair desajeitadamente no chão. Ao mesmo tempo, dedos frios rasgaram o lado de Sunny. Ele já havia deslocado seu corpo para garantir que não danificassem nenhum órgão vital.

Com o Manto do Titereiro absorvendo a maior parte do dano, Sunny acabou recebendo apenas cinco arranhões profundos, que então instantaneamente se encheram de sangue.

‘Ah! Droga! Isso dói!’

Mas ele não se arrependeu. A única coisa que ele lamentava era o fato de que, com a sombra envolta no Fragmento da Meia-Noite, ele não podia observar seu movimento durante essa longa e árdua batalha.

Apenas imaginando o tipo de percepção que ele poderia ter obtido disso o enchia de avareza.

Girando e invertendo o aperto na espada, Sunny ordenou que a sombra se movesse sobre seu corpo. Quase instantaneamente, ele sentiu uma corrente de poder encher seus músculos. No mesmo movimento fluido, Sunny deu um passo em direção ao monstro que acabara de feri-lo e desferiu um golpe esmagador com o punho do tachi.

O maxilar do esqueleto voou em uma chuva de dentes quebrados. Dando mais um passo rápido, Sunny contornou a criatura desorientada, enlaçou sua mão em torno de seu crânio danificado e arrancou-o da coluna vertebral.

Em seguida, empurrou a criatura decapitada contra as duas restantes, retardando brevemente sua aproximação. Quando as abominações mortas-vivas recuperaram o equilíbrio, Sunny já estava sobre elas. O Fragmento da Meia-Noite brilhou três vezes, transformando os três esqueletos em três montes de ossos.

Dando um passo atrás, ele desviou por pouco das garras do último esqueleto restante – aquele cuja perna havia cortado no início do confronto. Sunny olhou para a criatura que rastejava furiosamente em sua direção e a finalizou com uma estocada poderosa.

Então, ele gemeu.

‘Ah, droga… Acho que exagerei…’

Sunny estava machucado, dolorido por toda parte e coberto de sangue. Pior ainda, estava exausto. Essa batalha em movimento era intensa demais e durou muito tempo. Mesmo com sua resistência aprimorada pela Trama de Sangue, ele estava se aproximando do ponto em que seu desempenho começaria a diminuir rapidamente.

Uma vez que isso acontecesse, ele morreria. Porque as malditas criaturas mortas-vivas não eram apenas imortais, mas também incansáveis.

Assim que esse pensamento surgiu na mente de Sunny, uma nova onda de esqueletos se lançou sobre ele das profundezas do túnel.

Levantando cansadamente sua espada, ele cerrou os dentes.

‘É hora do plano B…’


Em algum momento, o túnel em que estavam foi brevemente inundado por uma onda brilhante de luz branca pura. Olhando por cima do ombro, Sunny percebeu que Nephis finalmente havia invocado suas chamas, canalizando-as na lâmina de sua espada – assim como no dia em que haviam lutado contra o Demônio Carapaça.

Diante do brilho cegante da lâmina incandescente, os esqueletos pareciam quase derreter.

‘Na hora certa!’

Aproveitando a desorientação momentânea de seus próprios oponentes, Sunny correu de volta e ordenou à Santa de Pedra que trocasse de lugar com ele. Enquanto passavam um pelo outro, ele enviou a sombra de seu próprio corpo para o da taciturna cavaleira de pedra.

Quase imediatamente, os olhos da Santa das Sombras se acenderam com um fogo carmim ameaçador. Sua pele brilhava com radiação escura e mechas de névoa cinzenta espectral apareciam de sob sua armadura semelhante a pedra, como chamas dançantes. A escuridão impenetrável dos catacumbas parecia se tornar ainda mais profunda, abraçando-a como um vasto manto negro.

‘É, eu também tenho alguns truques na manga…’

Um segundo depois, a Sombra se chocou contra as criaturas mortas-vivas, enviando estilhaços de ossos e membros decepados pelo ar. Ela continuou a massacrá-los, movendo-se de um para outro em uma tempestade graciosa de escuridão e destruição.

Tomando seu lugar perto de Kai e Cassie, Sunny finalmente conseguiu descansar por alguns segundos. Seu corpo maltratado gritava de dor, e o tecido cinza do Manto do Titereiro estava pesado com sangue.

Com dois portadores de Aspectos Divinos ativando suas cartas escondidas quase simultaneamente, a coorte teve a chance de recuperar o fôlego por alguns momentos. No entanto, estava claro que essa calmaria não duraria muito tempo.

Sunny realmente não queria mostrar todas as suas cartas ainda, mas a situação deixou-o com pouca escolha. Ele duvidava que pudesse continuar essa corrida louca por muito mais tempo. Além disso, havia chances de que o resto do grupo, ocupado como estavam com sua própria parcela de monstros mortos-vivos, ou não percebessem a súbita alteração acontecendo com a Santa de Pedra, ou assumissem que era apenas uma habilidade dela.

Aproveitando a oportunidade, Sunny observou a condição de seus companheiros.

…Não era bom.

A armadura da Estrela da Mudança estava maltratada e rasgada, com sangue escorrendo pelo lado direito. O escudo de Effie parecia estar prestes a se desfazer, enquanto seu chiton branco estava pintado de vermelho. Caster conseguia manter uma aparência de calma, porém, havia um corte profundo sob um de seus olhos, seu rosto ensanguentado e sombrio.

Kai não estava muito melhor. Ele estava pálido e visivelmente exausto, seu cabelo castanho desgrenhado e encharcado de suor.

…Sunny nem queria pensar na sua própria aparência lamentável.

Apenas Cassie, cuja armadura de nível seis a tornava menos propensa a ser atacada por um inimigo, parecia mais ou menos bem. No entanto, sua espada voadora tinha várias marcas visíveis em sua lâmina fina e parecia cansada e desanimada no geral… tanto quanto uma arma voadora poderia parecer qualquer coisa.

Em suma, uma coisa era dolorosamente aparente em seu estado.

Se as coisas não mudassem logo, todos eles iriam morrer…

Habilmente usando sua espada para derrubar um esqueleto que de repente avançou em sua direção de uma passagem lateral, Sunny forçou seus pulmões e gritou:

“Ei! Effie! Quão longe estamos da saída deste maldito lugar?! Quando isso vai acabar?!”

Afastando um monstro morto-vivo por conta própria, a caçadora lançou um breve olhar para trás e sorriu.

“Como assim, ‘acabar’?!”

‘O que ela quer dizer com o que eu quero dizer? Não é óbvio?’

Voltando-se para se concentrar na horda de inimigos à sua frente, Effie gritou:

“Que fim?! Isso foi só um aquecimento!”


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.9 14 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
12 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ell Picasso
Membro
Ell Picasso
15 dias atrás

E lá vamos nós, mais 50 cap de enrolação

MolartD
Membro
Molart
19 dias atrás

Aí ela tá querendo matar eles junto daquele cara kkkk

Yukeli ShornD
Membro
Yukeli Shorn
2 meses atrás

Pra chegar no inferno já quentinho

Wan
Visitante
Wan
3 meses atrás

Um ótimo jeito de se treinar, vai lá sunny😂

Lando
Visitante
Lando
7 meses atrás

Desse jeito vão morrer

Nonno
Membro
Nonno
8 meses atrás

obg pelo cap

CultivadorCelestial777D
Membro
CultivadorCelestial777
11 meses atrás

Pq a Cassie n fala mais com ele, ingrata safada

Marcoz
Visitante
Marcoz
11 meses atrás
Resposta para  CultivadorCelestial777

Kkkkkkkkkkkkkkk

suco de laranjaD
Membro
suco de laranja
10 meses atrás
Resposta para  CultivadorCelestial777

eu acho que pode ter sido alguma previsão haver com sunny

Luiz
Visitante
Luiz
10 meses atrás
Resposta para  CultivadorCelestial777

pq ela é uma desgracada arro,nada filha da puta (deve ter um motivo mas tou com preguica de pensar entao vou so xingar ela)

Beiceta
Membro
Beiceta
3 meses atrás
Resposta para  CultivadorCelestial777

A mina deu um repositório infinito de água pra ele. Num mundo hostil e imprevisível como esse não tem presente maior. Tu pode ter a espada do He-man e a xota da Margot Robbie mas nesse mundo uma garrafa d’água vale mais.
Mesmo se ela nunca mais falar com ele, ele ainda deveria ser grato.

Yago
Membro
Yago
1 mês atrás
Resposta para  Beiceta

Ser grato por uma garrafa de água? Ele é o principal responsável por essa cega está viva até agora.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar