Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  36

Fogueira

Traduzido usando o ChatGPT



O restante do caminho até a colina alta não levou muito tempo. Com Nephis liderando o caminho, tomando todas as direções certas nos lugares certos, não havia necessidade de explorar o labirinto e retroceder depois de encontrar um beco sem saída. Além disso, não havia Carniceiros Carapaça por perto.

Na verdade, eles poderiam ter se movido ainda mais rapidamente se não fosse por Cassia, que caminhava lentamente mesmo com a ajuda de seu cajado. Guiada pela corda dourada, ela explorava cuidadosamente o chão à frente antes de dar cada passo. Os caminhos irregulares da floresta carmesim não eram uma superfície ideal para uma pessoa cega andar.

Sunny não disse muito, lançando periodicamente um olhar incrédulo para o par estranho. Não importa como ele olhasse para isso, Cassia parecia ser um peso morto. Talvez fosse cruel dizer, mas na realidade impiedosa do Reino dos Sonhos, a bondade equivocada era uma maneira certa de acabar morto.

Antes de conhecer e observar as meninas, ele ainda tinha esperança de que o terrível Defeito de Cassia escondesse um Aspecto poderoso e inesperado. Mas pelo que ele viu, não era o caso. Se ela não conseguia nem andar direito, que tipo de poder havia para esconder? Nada poderia superar o fato implacável de que a garota cega não poderia se proteger e, assim, só arrastaria seus companheiros para baixo.

Era preciso ser um tolo ou não gostar de viver para permitir que isso acontecesse. Então… qual dessas descrições se adequava a Nephis? De alguma forma, ele sentiu que nenhuma delas se aplicava.

O pôr do sol não estava longe quando chegaram à colina. Depois de subir e se aproximar do crescimento maciço de coral, Nephis dispensou a corda dourada e imediatamente a convocou novamente. Dessa forma, foi desamarrada e apareceu em suas mãos em um pacote arrumado.

‘Ah. Então é uma Memória.’

Sunny se perguntou que qualidades a corda mágica tinha. Logo, sua curiosidade foi satisfeita: bem na frente de seus olhos surpresos, o comprimento da corda começou a aumentar de repente. Logo, era três vezes maior do que antes.

Nephis calmamente amarrou ambas as extremidades da corda em laços e depois jogou uma delas no ar, enrolando-a com precisão ao redor de uma saliência proeminente perto do topo da coluna de coral. Então, ela testou se a corda iria aguentar, subiu rapidamente e acenou de cima, dando a Sunny o sinal para segui-la.

Depois de hesitar por um segundo, Sunny se aproximou da corda e a agarrou.

Ele não conseguia deixar de pensar que esta seria a oportunidade perfeita para cortar sua cabeça. Com ele indefeso enquanto escalava e Nephis em pé no topo do pilar… sim. A vívida imagem apareceu em sua mente.

‘Pare de ser paranóico!’, Sunny pensou, tentando se acalmar.

Não é que ele estivesse certo sobre as impecáveis qualidades morais de Estrela da Mudança. Em vez disso, ele estava certo de uma coisa: se Nephis realmente quisesse matá-lo, ela não precisaria esperar por uma oportunidade. Ela poderia simplesmente cortá-lo em pedaços a qualquer momento.

Assustado e, ao mesmo tempo, tranquilizado por este pensamento, Sunny escalou habilmente e juntou-se a Nephis no topo do monte de coral. Então, ele se virou e assistiu curioso, imaginando como Cassia chegaria até eles.

A garota cega dispensou o bastão de madeira e se aproximou da corda. Então, ela a segurou com uma mão, seguiu-a até o laço na ponta e colocou o pé dentro. Assim que terminou, Nephis agarrou a corda e começou a puxar, levantando Cassia pouco a pouco até que ela alcançasse o topo. Ela só precisou pegar na mão de Nephis e dar um passo para se juntar a eles.

‘Hum. Eficiente.’

O monte de coral era muito maior do que a plataforma de pedra circular do pescoço do cavaleiro gigante. Na verdade, era quase como uma pequena ilha. No ponto mais alto da ilha, escondido atrás de algumas lâminas de coral, as meninas tinham feito um pequeno acampamento. Havia pilhas de algas para dormir, tiras de carne de carniceiro secando ao sol e uma fogueira.

Sunny apontou para a fogueira improvisada.

“Foi vocês duas há duas noites? Eu vi uma luz laranja ao longe.”

O rosto de Cassia escureceu.

“Sim, foi a primeira vez que fizemos uma fogueira. Mas acabou sendo um erro muito ruim.”

Nephis suspirou.

Sunny levantou uma sobrancelha, surpreso.

“Por quê?”

A garota cega tocou seu cabelo e virou a cabeça para Nephis.

“À noite, qualquer luz atrairá monstros. Fomos atacadas por carniceiros primeiro. E então… então…”

Ela empalideceu e não terminou. Mas não precisava: a memória do tentáculo colossal ainda estava fresca na mente de Sunny.

Parecia que ele teve sorte de encontrar essas duas quando encontrou. Se não, ele certamente faria uma fogueira esta noite para assar um pouco de carne de carniceiro.

“Uh, entendi.”

Nephis olhou para o céu e limpou a garganta.

“Deve estar tudo bem agora. Ainda temos tempo antes do sol se pôr.”

Depois disso, ela ficou ocupada acendendo o fogo. Cassia simplesmente sentou-se em um monte de algas marinhas e esperou. Sem saber o que fazer, Sunny se abaixou no chão e deixou seu corpo cansado e machucado descansar.

Depois de um tempo, ele disse:

“Tenho carne fresca na minha mochila. Você tem água?”

Cassia sorriu.

“Sim!”

Depois disso, ela estendeu o braço para ele. Um segundo depois, uma bela garrafa feita de vidro azul com estampa apareceu em sua mão.

“Essa é uma Memória que tenho. Sempre está cheia.”

Sunny pegou a garrafa de vidro e olhou para ela com inveja.

‘Um suprimento interminável de água, hein? Com certeza é melhor do que o meu sino super alto!’

“Obrigado.”

Ele levou a garrafa à boca e bebeu a água fresca e deliciosa com ganância. De fato, não importava o quanto ele bebesse, a quantidade de água dentro da garrafa não parecia diminuir.

“É realmente interminável?”

Cassia tocou em seu cabelo novamente.

“Uh… não exatamente. Se você virar a garrafa e deixar a água fluir, ela vai parar em meia hora ou mais. Mas logo depois estará cheia novamente.”

Nesse momento, Nephis já havia terminado de fazer o fogo. Sem olhar para cima, ela pegou a mochila de Sunny e a abriu. Imediatamente, o fragmento de alma rolou para fora. A garota alta olhou para ele, depois para Sunny. Então ela colocou o fragmento de volta e tirou a carne.

Sunny ficou tenso, preparando uma resposta enganosa. Mas Nephis não perguntou. Então, ele fingiu que nada tinha acontecido e continuou sua conversa com Cassia.

“Ainda é uma ótima Memória. Obter água potável não é uma tarefa fácil!”

Cassia concordou e sorriu, satisfeita com suas palavras.

Logo, o rico cheiro de carne assando permeou o ar. Ao mesmo tempo, o sol começou a se aproximar do horizonte; um alto estrondo veio de algum lugar abaixo, e as primeiras manchas de água negra começaram a aparecer entre as paredes carmesim do labirinto.

Sunny olhou para o leste, onde o céu já estava escurecendo. Então ele mudou desconfortavelmente de posição.

“Os Carniceiros Carapaça vêm até aqui?”

Nephis virou a carne e assentiu.

“Sim. Mas… só à noite. Durante o dia, a maioria deles parece desaparecer.”

Sunny sorriu, tendo uma ideia do porquê de não haver muitos monstros no labirinto durante o dia.

“Isso é porque todos se reúnem perto do lugar onde eu estive passando meu tempo recentemente. Você deveria ter visto – o penhasco alto a oeste daqui. Bem, na verdade é uma estátua.”

Cassia abriu os olhos bem abertos.

“Uma… uma estátua? Mas para você sobreviver, ela deveria ser…”

“Sim, é uma estátua gigante de um cavaleiro, com pelo menos duzentos metros de altura. Ele está sem a cabeça, então eu me escondi no topo do pescoço. De qualquer forma… no dia em que fomos enviados para cá, duas criaturas marinhas lutaram perto daquela estátua. Quando a água recuou, vi um enorme cadáver deitado lá, com centenas de Carniceiros Carapaça lentamente despedaçando-o.”

Nephis assentiu.

“Isso explicaria a falta de Criaturas de Pesadelo durante o dia. Por quanto tempo?”

Sunny piscou.

“Por quanto tempo o quê?”

Estrela da Mudança o encarou por alguns segundos, deixando todos desconfortáveis.

“Por quanto tempo… até que eles terminem de devorar o cadáver?”

“Ah. Mais um dia, dois no máximo.”

Nephis virou-se, tirou a carne do fogo e rapidamente apagou-o.

‘Tem definitivamente algo de errado com essa garota!’

Os três comeram na luz fraca do crepúsculo. A carne estava suculenta, macia e indescritivelmente deliciosa. Era melhor do que qualquer coisa que Sunny já havia provado, até mesmo na cafeteria da Academia. Claro, sua fome insuportável também contribuiu para isso.

De vez em quando, eles passavam a garrafa de vidro um para o outro.

Quando terminaram a refeição, o mar escuro voltou, e a noite caiu sobre eles. Tudo foi consumido pela escuridão absoluta.

Claro, Sunny podia facilmente ver tanto Nephis quanto Cassia. Sob a cobertura da noite, Estrela da Mudança permaneceu praticamente a mesma. A garota cega, no entanto, permitiu que suas verdadeiras emoções aparecessem, pensando que ninguém iria ver. Ela parecia muito mais perdida, solitária e assustada do que durante o dia.

Como se tentasse resistir a esses sentimentos, Cassia disse com uma voz alegre:

“E se nós nos apresentarmos formalmente? Eu sou Cassie.”

Nephis olhou na direção dela e deu de ombros.

“Neph.”

Em seguida, era a vez de Sunny. Ele exalou, aliviado por eles não terem perguntado diretamente seu nome. Provavelmente, ele ainda seria capaz de fornecer seu nome humano – no entanto, isso também poderia depender da formulação da pergunta.

Aliviado, ele sorriu e respondeu:

“Eu sou Sunless. Mas pode me chamar de Sunny.”


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.8 12 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
8 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Shiba WhiteD
Membro
Shiba White
25 dias atrás

Nem percebeu e já conseguiu duas amigas

Expert
Membro
Expert
1 mês atrás

Mais um protagonista paranóico, aí fica difícil viu mas VMS lá ver no que dá

Fang yuan
Membro
Fang yuan
27 dias atrás
Resposta para  Expert

Um pouco de paranoia é bom, deixa a guarda alta.

RotoghtD
Membro
Rotoght
4 meses atrás

Só eu ou também perceberam que ele se torna bem mais idiota quando está com alguém? Sozinho ele é racional, mas próximo a alguém se torta bobo.

Caetovisk
Visitante
Caetovisk
4 meses atrás
Resposta para  Rotoght

Tenho essa impressão também. Talvez seja falta de traquejo social, talvez seja uma estratégia pra subestimarem ele, mas se fosse isso, o narrador já teria deixado claro. N entendi pq ele se inferioriza tanto quando está com outros

Sunny
Membro
Sunny
3 meses atrás
Resposta para  Rotoght

Trauma social

Fang yuan
Membro
Fang yuan
27 dias atrás
Resposta para  Rotoght

De certa forma

MolartD
Membro
Molart
1 dia atrás
Resposta para  Rotoght

Como ele mesmo falou
Ele te problemas ao se comunicar com pessoas kk

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar