Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  519

Encurralado

Atenção: Este conteúdo foi traduzido automaticamente por meio de Inteligência Artificial (I.A.). Embora a qualidade da tradução possa ser superior às traduções automáticas padrões, ainda é possível que haja falhas ou imprecisões na tradução. Por favor, tenha isso em mente ao ler este conteúdo.



Sunny rolou sobre seu ombro e pulou de pé, a lâmina da Visão Cruel cortando uma videira que voava pelo ar para enredá-lo. O sangue escorria pelas suas costas, e o veneno estava entrando em seus pulmões.

O pior de tudo é que uma dose concentrada dele deve ter sido infundida em sua corrente sanguínea pelos espinhos negros. Sunny de repente se sentiu febril e fraco, e uma sensação de paralisia fria estava se espalhando pelo lado esquerdo de seu corpo, que foi o mais atingido.

Ele ainda conseguia se mover, e a Trama de Sangue já estava trabalhando para conter e devorar o veneno. Mas antes que ela prevalecesse, Sunny estava em uma situação crítica.

Rangeu os dentes e correu para o lado, esperando escapar da luz do sol e usar o Passo das Sombras para chegar à criatura abominável no centro do porão de carga. Antes que pudesse mergulhar na salvação da escuridão das sombras, no entanto, uma videira maciça se chocou contra as tábuas do chão, quebrando-as e bloqueando seu caminho.

Sunny congelou por uma fração de segundo, percebendo que não havia para onde escapar. Dezenas de videiras já estavam se movendo em sua direção, reluzindo sob a luz do sol enquanto nuvens de névoa turva escapavam dos poros em sua superfície. Embora a seção de raiz das videiras não fosse muito móvel, a quantidade delas tornava quase impossível sobreviver ao ataque.

Pior ainda, as videiras estavam se contraindo, puxando mais e mais de seu comprimento para dentro do porão de carga.

Ele amaldiçoou.

… Pelo menos a pressão sobre os Guardiões do Fogo deveria ter diminuído.

No entanto, Sunny… Sunny estava a um momento de ser morto.

Ele não conseguiria alcançar o monstro sem a ajuda das sombras, mas banhado na impiedosa luz do sol, ele também não tinha chance de mergulhar em seu abraço.

Tudo o que podia fazer era usar as suas próprias.

Comandando uma das sombras para se desenrolar de seu corpo, Sunny a enviou em direção ao cadáver horrendo e cambaleou quando a força e a resistência proporcionadas por ela desapareceram. A segunda sombra deslizou da Visão Cruel e se prendeu aos seus pés, destinada a servir como um limiar pelo qual ele ia passar.

Agora, tudo o que ele tinha que fazer era sobreviver ao curto segundo que a primeira sombra levaria para alcançar seu objetivo.

…Isso era mais fácil de dizer do que fazer.

Estirando a flexibilidade de seu corpo ao limite, Sunny sentiu suas articulações gemerem e seus tendões tremularem à beira de se romperem. Girando em um ângulo quase impossível, ele escapou por um triz de uma das videiras, colocou a mão no carpete esponjoso do musgo marrom e realizou uma volta bizarra, deslizando por pouco entre mais duas.

Se não fosse pelo treinamento torturante a que ele se submetera para se adaptar às exigências desumanas da Dança das Sombras, isso teria sido impossível.

Sentindo a pele de sua palma queimar, como se estivesse mergulhada em ácido estomacal, ele retirou a mão do musgo marrom e imediatamente saltou para trás para se salvar de ser enredado pelas videiras rastejantes. Ele foi ágil o suficiente para evitar ser pego, mas não rápido o suficiente para escapar ileso. Os espinhos negros rasgaram seu lado direito, e mais sangue fluiu pelo seu corpo, enquanto mais veneno entrava em sua corrente sanguínea.

“Argh!”

Sunny se encolheu, correu desesperadamente para o lado, depois rolou e se lançou para cima de uma posição impossível, sentindo seus ligamentos se romperem. Desviar do enxame de videiras era como ser uma mosca cercada por uma massa contraindo de teias de aranha.

Felizmente, ele só precisava sobreviver em seu labirinto mortal em movimento por um segundo.

Antes que as videiras se transformassem em uma barreira impenetrável ao seu redor, Sunny mergulhou em sua sombra e emergiu bem na frente da massa repugnante de musgo marrom… e dos restos humanos envolvidos nele.

A Visão Cruel brilhou com luz pura, e em um movimento fluido, ele enfiou sua lâmina incandescente no peito da criatura.

“Te peguei!”

E então…

Nada aconteceu.

O cadáver não reagiu de forma alguma ao receber um ferimento mortal. Seu rosto horrendo permaneceu imóvel, seus olhos cheios de um vazio aterrorizante, seu corpo uma bagunça horrenda de carne rasgada e vinhas marrons deslizando.

A massa de musgo continuou a se contrair e expandir, e as próprias vinhas continuaram a perseguir o invasor. Nem mesmo a chama divina parecia ter efeito sobre o Monstro Corrompido.

Sunny empalideceu.

‘Droga…’


Ele girou a Visão Cruel, esperando que isso tivesse algum efeito, mas tudo foi em vão. O Monstro Corrompido simplesmente se recusava a morrer, seja por qual motivo fosse, e os restos antigos que eram sua fonte pareciam imunes ao fogo, mesmo que as próprias vinhas fossem suscetíveis a ele.

As informações compartilhadas por Cassie vinham do Mestre Roan, que havia lutado contra as vinhas antes. Mas ele nunca havia entrado no destroço, então, claro, o ousado cavaleiro grifo não poderia saber que a criatura em si não compartilhava as fraquezas de seus membros espinhosos em expansão.

‘Maldição! E agora?!’

As vinhas já estavam sobre ele…

Antes que pudessem enredar Sunny, porém, dois olhos rubis se acenderam em sua sombra, e uma figura graciosa da cavaleira demoníaca avançou dela. A lâmina de sua espada de pedra cortou o ar, cortando facilmente várias vinhas, e depois seu escudo se chocou contra a parede de verniz que se contorcia, empurrando-a para longe e fazendo todo o porão de carga tremer.

Agora que Santa estava Ascendida e aumentada por uma de suas sombras, sua força era verdadeiramente assustadora. O demônio taciturno girou na massa de vinhas, cortando-as como um jardineiro enlouquecido. Por um momento, nenhuma delas conseguiu alcançá-la.

Sunny envolveu a segunda sombra ao redor de si mesmo e pegou a Visão Cruel, pensando febrilmente.

‘O que diabos… como eu mato essa coisa?!’

Ele poderia tentar colocar o Juramento Quebrado perto dela e recuar… mas não, isso não funcionaria. Ao contrário do Mímico Mordaz, que foi paralisado pelo Esmagamento, o ser aprisionado no porão de carga do navio antigo poderia simplesmente mover o amuleto com uma de suas vinhas ou esmagá-lo.

E se Sunny tentasse impedi-lo de fazer isso, ele sucumbiria ao dano à alma primeiro. Mesmo com a ajuda do Manto do Submundo, ele ainda seria apenas um Desperto… a alma de um Monstro Corrompido era muito, muito mais vasta e resiliente.

Deixar Santa se defender por conta própria também não era uma opção, pois mesmo com seu novo poder, ela não tinha chance de sobreviver em uma batalha contra essa criatura poderosa sozinha. Nem todos os Monstros Corrompidos foram criados iguais, e os dois tiveram a infelicidade de tropeçar em um especialmente terrível.

Então… o que mais havia?!

Sunny não podia danificar a abominação abominável em si… mas ele podia danificar as vinhas. Isso lhe daria algum tempo para elaborar uma solução, pelo menos…

Dando um salto para trás, ele cortou a raiz de uma videira espessa que crescia no antebraço do antigo humano, separando-a. Como efeito colateral desse ataque, o cadáver parecia recuperar algum controle de sua mão, que se ergueu lentamente e se esticou em direção a Sunny.

‘Droga!’

Sentindo de repente uma sensação gelada e repugnante em seu coração, ele se apressou em criar o máximo de distância entre ele e o cadáver que pôde.

No entanto, a abominação não parecia lançar um ataque. Sua mão se esforçou para se levantar, segurada pela massa de vinhas que crescia nela. Lutando contra esse terrível fardo, ela tremeu e se moveu ligeiramente, depois congelou. Um de seus dedos tremeu.

A criatura… parecia estar apontando para algo.

E pela primeira vez, a expressão em seus olhos vazios mudou, traindo que ainda havia um vestígio de consciência aprisionado nesse corpo mutilado.

Esses olhos terríveis não ardiam de luxúria, fome ou ira. Em vez disso, estavam cheios de uma agonia aterrorizante e… súplica.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.9 10 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
7 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
LokinD
Membro
Lokin
1 mês atrás

deve ta sofrendo por um belo de um tempo

Beiceta
Membro
Beiceta
2 meses atrás

Se o bixo mete uma piadoca pique a pedra falante: aponta atrás do Sunny ele vira pra ver oq é e toma um porradão na nuca…
Ia ser do caralho!!

Nonno
Membro
Nonno
7 meses atrás

Spoiler
krl.. mas tem q ser basicamente imortal pra n ter morrido pra esse parasita ai

obg pelo cap

Última edição 14 dias atrás por BanKai
Fã-Do-Kai
Visitante
Fã-Do-Kai
5 meses atrás
Resposta para  Nonno

talvez ele esteja condenado a sofrer eternamente em quanto esse bixo ainda estiver vivo e amarrado nele…

LokinD
Membro
Lokin
1 mês atrás
Resposta para  Nonno

cara…se e mas cara de pau do que o próprio prota vei

Visionário
Visitante
Visionário
1 mês atrás
Resposta para  Nonno

Para de da spoiler vacilão

BL1ND4DOD
Membro
BL1ND4DO
14 dias atrás
Resposta para  Nonno

vai toma no cu seu arrombado fudido.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar