Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 129

Um Terceiro Assalto e o Peixe Escapando do Anzol

Seria melhor resolver tudo dentro de Nova York, ou a polícia de Nassau se envolveria se as assaltantes fugissem para sua jurisdição.

Luke se sentiu com sorte quando viu como a estrada estava ocupada.

Era uma coisa boa que havia adulterado o carro das assaltantes, ou elas poderiam facilmente fazer um carro parar num engarrafamento como este quando perseguissem as mulheres mais tarde.

 Ele não era Watson, e não planejava causar nenhum desastre.

Bell estava tão entediada que ligou o rádio para ouvir um rap bem funky.

Luke, todavia, sorriu.

Elsa não precisava de nenhuma atualização no rádio; Luke estava escutando os assaltantes, e tudo estava sob controle.

Elsa apenas não queria ouvir funky rap.

Luke ainda estava focado no fone.

Às quinze para dez, uma hora após os bancos abrirem, houve uma notícia de última hora no rádio: — Outro banco foi assaltado no Queens. As quatro assaltantes agora estão brincando de esconde-esconde com a polícia em sua BMW 760Li. Sim, querido ouvinte, você ouviu certo. As assaltantes corajosas agiram de novo. Estima-se que elas roubaram mais de dez milhões em seus três assaltos nas últimas semanas. Que bando de criminosas gananciosas…

O locutor não parecia com muita raiva. No mínimo, parecia estar se regozijando.

Isto muito provavelmente era porque perder vários milhares não eram nada para os bancos, e as contas das pessoas comuns não eram afetadas.

Mais importante, as assaltantes só nocautearam dois seguranças e arruinaram o interior dos bancos, e não feriram nenhum civil.

Luke perguntou a Elsa: — Não há atualizações do chefe?

Elsa parecia bem inquieta.

Se eles iam comer carne ou sopa dependeria da resposta da NYPD.

Ela checou o celular; o sinal estava normal, mas não houve ligação.

Respirando fundo, balançou a cabeça: — Vamos apenas esperar.

Ela notou que Luke estava brincando com uma bola de beisebol: — Você ainda está treinando os dedos?

Luke respondeu com um sorriso: — Sim, tenho que exercitar o tempo todo.

Então, veio outra meia hora de aguardo.

Luke falou de repente: — Elas estão quase aqui, Elsa.

Ansiosa, Elsa ligou para o Dustin: — Chefe, ainda não foi resolvido: nosso peixe está prestes a escapar do anzol.

Dustin respondeu impotente: — Ainda estamos negociando. Informarei assim que tivermos resultados. Lembre-se de não usar armas até receberem meu aval. Está claro?

Elsa disse: — Entendido.

Luke deu de ombros após ela encerrar a ligação: — Vamos apenas esperar. Alguém está fadado e ficar mais ansioso que nós.

De repente, ouviu disparos no fone e franziu a testa: — Elsa, você ouviu algo, como disparos?

Elsa abriu a janela e prestou bastante atenção: — Sim, está vindo deste lado. Poderia ser…

Luke pensou rapidamente enquanto ouvia pelo fone: — Bell, volte. Não vá muito rápido.

Bell assentiu e virou o carro lentamente.

Quatrocentos metros do caminho que vieram, viram que a estrada estava bloqueada.

Um grande caminhão estava estacionado horizontalmente na rua toda.

Bell ficou surpresa: — Que diabos?

Então, tiroteio intenso explodiu, e ela pisou no freio rapidamente.

Luke franziu a testa e respirou fundo, saiu do carro e disse: — Bell, fique aqui. Avisarei se precisarmos do seu carro.

Elsa o seguiu e perguntou: — O que está acontecendo?!

Após se distanciarem um pouco, Luke respondeu baixinho: — É o Sergei. Seus homens pararam as quatro assaltantes.

Atordoada por um momento, Elsa ficou ansiosa: — Quantos são?

Luke respondeu: — Estamos falando sobre um trabalho que vale mais de dez milhões. Quantas pessoas acha que o Sergei enviaria?

Elsa falou: — …  Provavelmente a maioria de seus subordinados. Trinta?

Luke assentiu: — Pelo menos, eu acho. Então, aqui está a pergunta: O que vamos fazer? As assaltantes vão ser mortas.

Pelo bem de um recuo fácil, as assaltantes estavam carregando nada além de pistolas; elas haviam abandonado os fuzis que usaram para assaltar os bancos.

Agora, foram pegas numa situação estranha.

Os trinta gângsters armados estavam disparando nelas com tanta ferocidade que estas não ousaram permanecer mais no carro.

Naturalmente, também foi porque estavam preocupadas de que o dinheiro escondido nas portas do carro fosse revelado se fosse danificado.

Então, as assaltantes só podiam recuar e revidar enquanto faziam isto.

No entanto, Sergei havia bloqueado a estrada com grandes caminhões dos dois lados para impedi-las de fugir, prendendo outros os carros no meio.

Os carros eram a melhor cobertura, mas era impossível para as mulheres escaparem pelos carros.

Ao mesmo tempo, provavelmente também estavam hesitando por causa do dinheiro no carro.

Sergei trouxe muitos homens.

Os trinta bandidos armados não podiam se importar menos. Eles simplesmente perseguiram as mulheres e estavam prestes a cercá-las.

As assaltantes não eram tão fortes quanto os homens, no final das contas. Até estavam usando salto alto. Era impossível para elas correrem rápido.

Vendo que Elsa ainda estava hesitando, Luke falou: — Vou lá distrair eles.

Elsa ficou chocada: — Você está louco? Tem trinta criminosos armados! Além disso, não temos autorização para usar nossas armas. Você estará em grandes problemas se disparar!

Luke riu: — Não disse que os distrairia com armas de fogo. Relaxe, não sou idiota. Porém, lembre-se de me dizer se receber autorização.

Quando falou, rapidamente saiu na rua e se aproximou do campo de batalha de um lado enquanto colocava um par fino de luvas.

Quando passou pelo caminhão, rapidamente subiu e olhou pela janela, e acabou chamando a atenção do motorista.

Luke perguntou com um sorriso: — oi, precisa de alguma ajuda?

O motorista imediatamente levantou a arma.

Luke jogou a bola de beisebol que vinha brincando pela janela, e atingiu a cabeça do motorista com um baque surdo.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar