Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 157

Champanhe, Filé e Banho de Espuma

Luke revirou os olhos: — Essa é apenas uma grande banheira, tudo bem? Além disso, você também pode aquecer a água. Pode tomar um banho agora se quiser.

Os olhos de Selina brilharam: — Querido—

Luke interferiu: — Espera! Deixe-me pensar sobre isto.

Após alguma consideração, decidiu não argumentar mais com Takagi.

Takagi era um senhor de sucesso que era insistente e inteligente. Luke não estava confiante que poderia persuadi-lo se precisasse.

Luke não tinha nada a dizer se Takagi acreditava que sua vida valia esta mansão. Só podia dar uma ajuda novamente se precisasse.

Sabia que isso poderia ter sido o plano de Takagi o tempo todo.

Considerando as habilidades de Luke, Takagi pode pedir por sua ajuda um dia. Esta casa era um gesto de gratidão e um investimento de antemão.

Esta casa realmente valia muito, mas ainda não era nada para Takagi.

Não era nada dar esta casa, enquanto pudesse ajudá-lo a manter contato com Luke no caso de precisar de ajuda no futuro.

Após Luke checar a casa, ligou para Takagi: — Obrigado, Sr. Takagi. Estou muito satisfeito com a casa.

Takagi simplesmente sorriu: — Isso é fantástico, Detetive Luke. Mantenha contato.

Luke riu: — Tudo bem, espero não ter interrompido nada. Até logo!

Após encerrar a ligação, Luke balançou a cabeça e colocou os pensamentos do senhor esperto de lado e falou para Selina: — Vamos para casa primeiro pegar seu biquíni, a não ser que queira saltar na piscina de roupa íntima.

Selina exclamou com alegria e foi para o carro.

Após algumas viagens, moveram a maioria de suas necessidades para a nova casa.

Luke notara que a mobília e utensílios na mansão que mal usaram.

Esta mansão só deve ter a mobília básica no começo, e Takagi deve ter colocado outras coisas no outro dia.

Era caseira e confortável e nada ostensiva.

Takagi deve ter selecionado tal mansão sem sentido porque descobriu que Luke era um homem realista.

Com certeza, Luke estava bem satisfeito com isto.

Além disso, sua família não teria mais que ficar em um hotel. Havia até espaço o bastante para Selina.

Ela sempre foi uma praticante. Uma vez que se estabeleceu, imediatamente experimentou a “grande banheira” no quintal.

Luke, por outro lado, preparou os ingredientes que trouxe para o jantar.

Desde que se mudaram para uma casa nova, Luke pensou que deveria fazer algo mais elegante.

Champanhe definitivamente era necessário, e não comeriam na mesa, comeriam na piscina.

Logo, Selina correu de volta animada e contou a Luke que descobrira o mecanismo para a grande banheira.

Luke assentiu e a fez ajudar a levar os pratos para o quintal.

Selina então abaixou o balde de gelo e tirou as roupas, antes de saltar na água e girar pela piscina enquanto ria.

Bem, em uma piscina de três metros de largura e comprimento, girar era o melhor que podia fazer.

Luke a deixou fazer o que quisesse porque este Natal foi bastante enfadonho para ela.

Colocou o filé em uma bandeja próxima da piscina e falou: — Pare de brincar. Venha comer primeiro.

Selina sentou obedientemente nos degraus num dos lados da piscina.

Aceitou o serviço de Luke alegremente e comentou: — Não sabia que você também era bom em servir outras pessoas!

Luke sorriu. Ficando na água morna, olhou para o oeste.

Este era o lado oeste de Beverly Hills, e o quintal dava para o oeste. Não havia prédios altos por perto, então a vista era expendida.

Embora o trajeto daqui fosse longo, Luke não pensou que Selina iria querer voltar ao seu velho apartamento.

Aproveitando o filé, o champanhe, e as perguntas ocasionais de Selina, Luke pensou que sua vida era maravilhosa.

As estrelas iluminaram a noite como pequenas lâmpadas.

No dia seguinte, Luke foi ao departamento de polícia a pedido de Dustin.

Desde que Selina pegou o carro para buscar sua família, ele teve que ir de ônibus.

Usou um agasalho hoje porque não estava para trabalhar, estava para encontrar Dustin.

Alguém mais estava no escritório dele, então Luke simplesmente aguardou um tempinho do lado de fora.

Logo, a pessoa saiu e sorriu para Luke: — O chefe está pedindo para você entrar.

Luke assentiu e entrou no escritório: — Chefe, e aí?

Dustin apontou para a porta: — Feche a porta.

Luke imediatamente soube que iam discutir algo confidencial.

Após a porta ser fechada, Dustin perguntou: — Como persuadiu o Takagi? Ele disse que não te daria a recompensa em dinheiro.

Luke contou a verdade: — Eu pedi para me dar outra coisa que era menos chamativa.

Dustin não perguntou mais porque era um assunto privado.

Era ruim o bastante que tinha intimado que Luke deveria recusar o presente; seria inapropriado meter o nariz na nova recompensa de Luke.

Ele assentiu e expressou: — Takagi também disse que doará pessoalmente quinhentos mil dólares para a Divisão de Crimes Graves para que possamos comprar mais equipamentos.

Luke deu de ombros: — Isso é bom.

Sem palavras, Dustin falou em voz baixa um momento depois: — Sim, é isso. Tem algo que queira? O chefe disse que pode te dar tratamento especial.

Luke achou isso estranho: — O que quer dizer?

Dustin tossiu e explicou: — Diga, se quiser um diploma universitário e passar no teste de serviço civil, você será promovido no momento que conseguir seu certificado.

Luke ficou desapontado. Não estava nenhum pouco interessado na promoção: — Preferia dinheiro.

Dustin ficou surpreso: — O quê?

Luke esclareceu: — Sou muito jovem. Não é bom se eu for promovido muito rápido. Acho que é melhor ganhar mais experiência do fundo.

Dustin não ficou convencido: — É sério?

Luke assentiu: — Sim. Não acho que considerarei uma promoção por alguns anos. Por enquanto, um aumento no pagamento seria bom.

Após um breve silêncio, Dustin falou: — Tudo bem, também serve.

Ele não estava completamente convencido: — Você realmente não quer uma promoção?

Luke assentiu com um sorriso: — Não, não quero. Eu disse a Elsa a mesma coisa antes. Só trabalhei por meio ano. Não estou com pressa.

Dustin finalmente se lembrou que, tecnicamente falando, Luke fora um policial na grande cidade por três meses.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar