Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 168

Pai Ainda é Pai

Luke ficou bem triste por não funcionar. Só podia tentar de novo mais tarde.

Jogou o pau de madeira fora e enfiou um rastreador nas roupas do homem antes de sair rápido.

Quando voltou para casa e viu Selina, que tinha acabado de sair do trabalho, falou que ia para França no dia seguinte.

Os olhos de Selina arregalaram. Não conseguia acreditar: — Por quê? Por que não tenho chance de ir para França? Ah, quero visitar a Champs-Élysées!

Luke tocou na cabeça dela e falou: — Confie em mim. Você será capaz de ir lá muito em breve e poderá comprar o que quiser.

Selina olhou para ele, nenhum pouco convencida: — Você está sonhando? Sou tão pobre que nem me manter cheia por agora… — De repente, arrotou.

Luke comentou: — Guarde seus chocolates antes de dizer isso. Não há como passar fome com isso.

Selina disse triste: — Mas tenho que comer os malditos cachorros-quentes quando você estiver fora. Por que tem cachorros-quentes por toda Los Angeles?

Luke esfregou a cabeça dela: — Tudo bem, tudo bem. Farei um pouco de comida para você agora. Você pode aquecer quando quiser comer.

Ele então foi para a cozinha.

Havia duas vantagens em ter sua própria mansão.

Primeiramente, eles poderiam treinar o jiu-jitsu brasileiro em uma sala ou no quintal, e não tinha que alugar um espaço no clube de artes marciais.

Segundamente, Luke não precisava se preocupar com os vizinhos chamando a polícia quando estava fazendo comida.

Sério, não era uma piada.

Havia tanta fumaça quando cozinhava que qualquer um poderia pensar que a casa estava em chamas.

Se os bombeiros viessem, certamente destruiriam muitas coisas e não pagariam pelos danos.

Ainda mais inacreditável, Luke teria que pagar os bombeiros ao enviarem a conta no dia seguinte.

Os custos eram tão altos que muitas pessoas pobres prefeririam deixar suas casas queimarem que chamá-los.

De bom humor, Luke foi para a cozinha e assobiou enquanto cozinhava com um monte de ingredientes que havia na geladeira.

A geladeira aqui era duas vezes a que tinham antes e havia ingredientes o bastante para fazer comida que manteria Selina cheia por duas semanas.

Luke rapidamente preparou a comida.

Fez cinquenta cupcakes e os empacotou em pequenas bolsas para que Selina comesse a qualquer momento.

Depois assou quatro frangos e colocou na geladeira. Selina podia aquecê-los no micro-ondas e estariam prontos.

O último prato era o principal da noite. Luke cozinhou carne em uma grande panela por um tempo, antes de fatiar batatas dentro. Então aguardou por mais vinte minutos.

Selina já estava babando muito.

A carne refogada com batatas tinha um cheiro ótimo.

Era supostamente um prato favorito russo, mas qualquer americano glutão também gostaria.

Após tudo ter sido concluído, Luke fez uma salada.

Ele então moveu a panela de carne refogada com batatas na mesa, encheu duas tigelas de arroz de uma panela pequena e despejou um pouco de molho preto e aparelho da carne no arroz.

— Tudo bem, isto é o que temos para hoje. Carne refogada com batatas no arroz — falou Luke, que já tinha começado a comer.

A apresentação não era fantástica, porém, o gosto era ótimo. Luke conseguia comer duas tigelas seguidas, disto em sua vida anterior.

Selina não conseguiu aguentar mais. Comeu uma boca cheia, e mesmo que estivesse bastante quente, ficou relutante a cuspir.

Luke aproveitou a refeição.

Ele esteve em LA por um tempo, e desde que sempre tinha tempo para cozinhar, nunca se incomodou em fazer este prato particularmente simples.

Todavia, desde que estava prestes a viajar, e a geladeira era grande o bastante, pensou neste prato, que era designado para pessoas preguiçosas.

Arroz com uma colherada de carne refogada com batatas era o bastante para manter qualquer um cheio.

Foi uma coisa boa que a panela de arroz de Luke era pequena demais para cozinhar mais arroz, ou então Selina teria ficado cheia demais para se mover novamente.

Após o jantar, Luke simplesmente disse: — Os pratos são seus.

Com um sorriso bobo, Selina reclamou insatisfeita: — Não me diga tal coisa triste agora. Deixe-me aproveitar um pouco mais.

Selina estava acostumada a deitar no sofá quando estava cheia por pelo menos meia-hora antes de fazer algo mais, como lavar os pratos ou ver TV.

Luke aproveitou o chá no sofá enquanto checava as notificações do sistema.

Você derrotou Bobby Max e recebeu uma lista de suas habilidades.

Habilidades de Bobby Max: Domesticação Básica, Criação de Animal Básica… Comunicação Mental Elementar (Gene-X; Pré-requisito: 20 Força Mental e 10.000 pontos de crédito. Temporariamente indisponível)

Luke não ficou extasiado, mas ainda estava de bom humor.

Bobby tinha um gene-X, e sua familiaridade com animais era uma habilidade mental inestimável.

O custo da habilidade significava que certamente era boa.

No entanto, o pré-requisito para aprender era 20 Força Mental, o que era bastante difícil.

Além disso, Luke tentara ver se podia tirar vantagem de uma falha no sistema. Nocauteou Bobby duas vezes em sequência, e até fez uma aposta com ele antes da primeira vez.

Porém, claramente só contou como uma vez no sistema.

A aposta e o segundo golpe não foram reconhecidos, então não podia aprender a Comunicação Mental Elementar.

O sistema claramente não podia ser enganado; decepção era sem sentido na frente dele.

Luke tinha outras ideias, mas precisava esperar até o dia seguinte para testar.

Pelo menos, agora sabia qual era a habilidade de Bobby, e era apenas uma questão de tempo até aprendê-la.

Enquanto isso, pensou em outras suposições.

Uma vez que seus três atributos básicos passassem de 20, os pré-requisitos para muitas habilidades elementares seriam cumpridos e ele precisaria de muitos pontos de crédito para comprá-las.

As habilidades elementares comuns custavam por volta de mil pontos de crédito, e as especiais custariam mais de dez mil. Elas eram muito caras.

Por exemplo, Autocura Elementar e Comunicação Mental Elementar, que eram baseadas no gene-X, custariam vinte mil pontos de crédito. Isso era muito mais do que tinha atualmente.

Luke já havia previsto isto.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar