The Death Mage Who Doesn’t Want a Fourth Time – Capítulo 34

Minha primeira vez obtendo uma Profissão, mas eu ainda não entrei em uma Masmorra

Conforme comiam churrasco de tiranossauro rex e triceratops, todos além do Vandalieu beberam o saquê de 200 anos feito em Talosheim, que tinha sido encontrado vários dias atrás, enquanto Vandalieu bebia sangue de dinossauro. Ele reviveu os dinossauros que haviam lhe dado como presente em zumbis para transformá-los em uma exibição de museu ambulante. E assim o seu terceiro aniversário foi agradável para todos, mesmo sem um bolo.

Vandalieu perguntou para Darcia e a ex-aventureira Kachia, mas aparentemente os bolos como conhecia não existiam em Lambda ainda. Contudo o leite existia, não havia creme, e embora pão existisse, não tinham bolos esponja.

Bolos em Lambda aparentemente eram pedaços de pães feitos de farinha de trigo e cobertos com grandes quantidades de manteiga, açúcar, geléia e mel.

Se possível, Vandalieu queria fazer um bolo com bastante chantilly em seu próximo aniversário para todos provarem, mas ele estava com falta dos ingredientes essenciais como trigo e leite.

Talvez baús do tesouro e depósitos em Masmorras possam ter sementes de trigo e leite?

Os titãs de Talosheim não domesticaram animais como gado e cavalos. Eles caçavam monstros por carne, e quanto a força de mão-de-obra, os próprios eram mais fortes que cavalos e gado de cambo.

Os únicos animais que domesticavam eram monstros pássaros chamados Gigas, aparentemente um substituto para galinhas.

Eles eram quase tão grandes quanto crianças Titãs… em outras palavras, apenas um pouco menores que um humano médio. Ao que parece eles botam um ovo todo dia. Aliás, são carnívoros com um bico afiado e garras, Contudo como um monstro Rank 2, não eram particularmente fortes.

— Quando eu estava vivo, eu costumava colocar um ovo cru de Giga todo dia em minha caneca e bebe-lo! (Borkus)

Borkus gargalhou quando disse isso. Inclusive, os ovos eram supostamente do mesmo tamanho que os de avestruz.

As Gigas domesticadas tinham morrido ou fugido durante a guerra de 200 anos atrás, mas eles ainda habitavam os Ninhos do Diabo e Masmorras, então decidiram capturar alguns e começar a criá-los de novo.

Felizmente, havia montes de carne para serem usados para alimentá-los.

— Huh? Sobre o que eu estava pensando mesmo?… Oh sim, bolos. Preciso de ovos para fazer bolos, e eu também preciso…

— Santo Filho, qual é o problema? Você esteve perambulando na frente da porta há algum tempo. (Nuaza)

Vandalieu estava divagando em pensamentos do lado de fora do quarto usado para o ritual da troca de profissão, no local que uma vez havia sido a Guilda de Aventureiros, mas a voz de Nuaza o trouxe de volta para a realidade.

— Ah, não, eu estava apenas pensando um pouco sobre o futuro… (Vandalieu)

— Entendo, isso é uma coisa boa. Contudo, você não está pretendendo passar pelo processo de troca de profissão hoje? (Nuaza)

— Eu… não terminei minhas preparações. (Vandalieu)

Não haviam requerimentos para trocar de profissão.

Se a Guilda de Aventureiros estivesse funcionando da forma correta, ele teria pagado a taxa normalmente para usar a sala. Posteriormente, ele submeteria o documento de registro da guilda… o seu Cartão da Guilda. Mas nessas ruínas, não tinha necessidade de fazer nada.

Ele precisava apenas entrar no quarto e colocar sua mão na bola de cristal no centro do círculo mágico.

E então ele escolheria uma profissão da lista mostrada dentro de sua mente.

E pronto.

Ele não precisava se registrar em um site de empregos, aplicar para uma vaga, redigir um currículo e fazer uma entrevista.

Bem, era apenas natural, já que isso era um tipo relativamente diferente de troca de profissão.

— … Uma vez me foi explicado que estas profissões são gravadas na alma, mas não há nenhuma dor envolvida. (Nuaza)

Assumindo de forma errônea que a causa do nervosismo do Vandalieu era um mal-entendido, Nuaza sorriu quando falou… Era provavelmente um sorriso. Apesar de parecer apenas como se seu rosto ressecado estivesse sendo esticado.

No entanto, Vandalieu não estava em posição de comentar sobre a expressividade alheia. E mesmo que ele estivesse andando para frente a para atrás diante da porta, não fez nada além de passar o tempo.

— Você está certo. Muito bem, vamos lá. (Vandalieu)

E então ele fez Nuaza abrir a porta e então entraram no quarto.

Não havia nada nele além de um círculo mágico desenhado no chão com uma bola de cristal colocada sob um pedestal no centro. A esfera tinha um brilho fraco incessante, que passava uma sensação misteriosa.

— … Então agora, alguma profissão vai aparecer para mim? (Vandalieu)

Ele gentilmente flutuou no ar com [Voo] e chegou ao lado da bola de cristal. Ele não teria sido capaz de alcançá-la de outra forma, já que tinha sido colocado com base na altura apropriada para Titãs.

Parando para pensar, um Vigaro fortemente armado e uma mulher alta como Basdia teriam sido capazes de alcançar a bola de cristal, mas como Zadiris tinha feito? Talvez ela tenha usado magia de vento para voar.

Vandalieu tocou a esfera com pensamentos aleatórios passando por sua mente, e palavras surgiram em sua mente de forma similar a quando ele abria a tela de status.

[Profissões que podem ser selecionadas: 

[Mago do Atributo-Morte], 

[Transmutador de Golem]

]

— Uwah, eles estão aí! (Vandalieu)

Ele estava tão surpreso que a troca de profissão foi possível que acidentalmente desfez sua magia. Ele caiu no chão.

Ele ergueu sua cabeça reflexivamente, então a parte de trás bateu com toda a força. Seu [Senso de Perigo: Morte] o deu um alerta.

O crânio de crianças eram frágeis.

— Santo Filho, eu ouvi algo– Santo Filho? Você está bem?! (Nuaza)

Vandalieu ficou no chão enquanto esperava se recuperar com a habilidade [Cura Rápida] e a magia sem atributo, [Poder de Cura Aprimorado]. Nuaza, surpreso com o barulho, entrou no quarto e reagiu como se fosse o primeiro a descobrir a cena de um mistério da “Sala Trancada” . Assim que ele correu, Vandalieu balançou sua mão para sinalizar. — Eu estou bem, apenas me deixe da forma como estou.

Desde que Vandalieu tinha batido a cabeça, ele não queria se mover até que recuperasse.

Após superar várias dificuldades, Vandalieu fez um juramento em seu terceiro aniversário que ele ficaria vivo. Além disso, ele quase encontrou um final idiota ao bater a parte de trás da sua cabeça no chão, ao ser pego desprevinido. Tendo controlado a situação, ele tocou a bola de cristal mais uma vez.

[Profissões que podem ser selecionadas: 

[Mago do Atributo-Morte], 

[Transmutador de Golem]

]

Suas profissões em potencial realmente apareceram ali.

Ele tinha pensado que suas chances de passar por este processo seria pequena por conta da sua maldição, mas haviam até mesmo duas escolhas diferentes para ele. Ele normalmente ficaria feliz com isso, mas…

— Isso é algum tipo de armadilha?

Resistindo ao seu desejo de dançar com alegria, Vandalieu calmamente considerou a situação.

Rodcorte, quem havia conjurado a maldição [Não pode apreender profissões existentes] em Vandalieu, queria que ele caísse em desespero, desistisse da sua vingança e cometesse suícidio. Não era estranho que fosse possível para ele conseguir uma profissão tão facilmente?

— Agora que eu penso sobre isso, por que eu estou sendo permitido passar por uma troca de profissão no final das contas? A mesma coisa vale para a maldição que me previne de ganhar pontos de experiência de forma independente. Se ele queria que eu caísse no desespero, ele teria apenas lançado uma maldição que não me permitisse me submeter ao processo.

Se Vandalieu tivesse sido impedido de evoluir e ganhar uma profissão em primeiro lugar, não haveria nenhuma lacuna. Ele seria como um macaco incapaz de criar asas e voar, não importa o quanto tentasse.

Poderia o fato de que Rodcorte não fez isso ser parte de algum tipo de armadilha engenhosa? Ele eventualmente acabaria sem saída se ele escolhesse uma dessas profissões agora?

Contudo elas apenas dariam bônus pífios aos seus atributos e fizesse com que ele ganhasse habilidades passivas que apenas serviriam para dificultar para ele.

Vandalieu não sabia se eles existiam ou não, mas [Tempo de Vida Encurtado] ou [Azar] poderiam ser passivas ruins para se ter. Nesse mundo, habilidades uma vez aprendidas não poderiam ser desativadas, então seria um grande problema ganhar esses tipos de habilidades.

Mas nesse caso, Rodcorte faria esse tipo de armadilha redundante?

Tudo que aquele deus tinha feito até agora foi definir os fundamentos de uma forma superficial e então deixou todo o resto para as pessoas reencarnadas. Ele certamente não era um deus onipotente e onipresente.

Nesse mundo era normal para as pessoas terem níveis e receberem profissões. Olhando por outro lado, se alguém não tivesse essas coisas, não seria uma pessoa.

Rodcorte tinha definido as coisas para as pessoas que ele reencarnou, incluindo Vandalieu, que reencarnaria em Lambda depois de morrer em Origem. Era como se ele fosse incapaz de fazer Vandalieu, que já tinha sido definido que reencarnaria em Lambda, uma exceção a regra que as pessoas possuem níveis e habilidades.

Não seria esse o motivo pelo qual as maldições que ele colocou em Vandalieu eram [Incapaz de ganhar Pontos de Experiência Independentemente] [Não pode apreender Profissões]. Mesmo um deus não poderia ignorar as regras do mundo, o que era provavelmente o porquê de ter terminado dessa forma com lacunas.

Também, o próprio Rodcorte não existia no mundo de Lambda. Ele governava o ciclo de transmigração para reencarnar após morrer, mas seu nome não aparecia em qualquer lugar nos mitos desse mundo.

Então era possível que ele apenas pudesse observar Lambda a distância, e ele podia não ser particularmente experiente em relação a esse mundo.

— Em outras palavras, eu posso usar essas grandes brechas por conta do Rodcorte ser ignorante e bruto, eu acho?

Ele se sentia cauteloso e desconfiado quando ele relembrava de Rodcorte de tempo em tempo, mas no final, ele chegou à conclusão que os deuses não eram os todos-poderosos.

Outra coisa incomum que ele percebeu era o fato de que aquelas profissões que não eram particularmente criativas e ninguém nunca tinha recebido antes surgiram diante dele mesmo nunca tendo feito nenhum treino para tal, mas depois dele pensar por um tempo, ele percebeu que não era tão estranho assim.

— A minha magia de atributo da morte era um tipo de magia que nunca tinha existido em Lambda antes. Levando isso em conta, eu acho que não é estranho que sejam profissões que ninguém nunca tenha recebido.

O sistema de profissões tinha sido criado pelos deuses, mas isso não significava que criaram cada um deles individualmente. Afinal, era um sistema que existia há mais de centenas de anos.

Por exemplo, o sistema dos aristocratas não existia na era dos deuses, então profissões como [Cavaleiro] [Cavaleiro Sagrado] também não existiam.

No futuro, se alguém reencarnado de outro mundo inventasse armas com pólvora nesse mundo, profissões como [Mosqueteiro] e [Atirador] apareceriam.

… Apesar de que Vandalieu estava surpreso que a habilidade [Transmutar em Golem] nunca tinha sido usada nesse mundo antes. Como eles criavam Golems então?

Vandalieu ficou intrigado com isso, pois ele não estava particularmente bem informado sobre os Golems em Lambda, mas decidindo descobrir isso mais tarde, ele voltou sua atenção para outras coisas.

— Então o problema é, qual eu escolho…

[Mago do Atributo-Morte] [Transmutador de Golem]. Nenhum deles tinha aprendiz no começo de seus nomes, então ambos devem ser relativamente difíceis de evoluir. É provável que os bônus que Vandalieu iria obter seriam maiores para compensar por isso, mas não seria incomum se ele levasse de alguns meses a um ano antes que pudesse passar pelo próximo avanço.

Ele podia assumir que a profissão [Mago do Atributo-Morte], como seu nome sugeria, teria um ênfase no uso de magia do atributo-morte. Profissões com nomes que consistiam em “Mago + Atributo” existiam para outros atributos também.

As profissões de magos de outros atributos provêm muitos atributos bônus para Mana e Inteligência, mas para outros dariam menos. Principalmente, eles quase não davam nenhum bônus de Força. Quanto a habilidades, eles davam melhorias ao atributo mágico no nome da Profissão, um acréscimo moderado às habilidades relacionadas a magia como [Controle de Mana] e um pequeno a magia de outros atributos. Por outro lado, dificultava conseguir habilidades do tipo marcial.

Assumindo que [Mago do Atributo Morte] seguia esse mesmo padrão, essa profissão seria a escolha correta enquanto aumentasse as habilidades de Vandalieu com a magia do atributo morte que ele tinha usado até agora. Contudo, também levaria mais tempo para adquirir habilidades não-mágicas.

[Transmutador de Golem] não tinha profissões similares, então nada era conhecido sobre ele. Ela provavelmente daria bônus para a habilidade [Transmutar em Golem]. Contudo, Vandalieu não sabia qual seria a melhora em relação ao valor dos seus atributos. Ele pensou que talvez fossem bônus a Inteligência.

[Transmutar em Golem] era uma habilidade conveniente que ele tinha usado bem até agora. Ele não pararia de usá-la mesmo em dezenas ou centenas de anos de agora em diante.

— … Eu vou escolher [Mago do Atributo-Morte] (Vandalieu)

Depois de considerar as suas opções, Vandalieu fez a sua escolha.

O seu objetivo no momento era derrotar o Dragão Golem dentro do Castelo Real e obter o dispositivo de ressurreição. Esse era o motivo dele ter escolhido dar prioridade a sua magia de atributo-morte, que seria diretamente mais útil em batalha.

Logo conseguiria a habilidade [Alquimia], e desde que [Transmutar em Golem] era originada da magia de atributo-morte em primeiro lugar, era possível que [Mago do Atributo-Morte] provesse um bônus a ela de qualquer maneira.

Quando ele selecionou sua profissão, as palavras [Transmutador de Golem] desapareceram da sua cabeça, e [Mago do Atributo-Morte] ficou maior.

E então ele sentiu um calor crescendo dentro de seu peito.

— Isso é… mais incrível do que eu tinha imaginado que seria.

Havia tanto poder preenchendo seu corpo que Vandalieu não pode impedir sua voz de sair. Em particular, sua mente tinha se tornado incrivelmente clara, como se as células do seu cérebro tivessem sido submetidas a uma atualização de software.

[Os níveis de habilidades mágicas do atributo-morte, e das habilidades [Magia Sem Atributos],  [Revogar Cântico], [Controle de Mana] e [Forma Espiritual] aumentaram!]

[Você adquiriu as habilidades [Alquimia] e [Recuperação Automática de Mana]]

E graças aos anúncios em sua mente, ele percebeu que muitas de suas habilidades evoluíram de nível e ganhou algumas novas.

Em apenas um instante, [Magia do Atributo-Morte] que não havia passado do nível três, mesmo sendo usada constantemente, além de habilidades que tinham permanecido no nível 1 por um longo tempo tiveram uma melhoria, e ele até mesmo apreendeu [Alquimia] a qual esteve treinando há quase um ano.

— Os bônus às habilidades que a profissão proporciona são incríveis.

Vandalieu experimentou a razão pela qual os Ghouls estavam em um estado de torpor depois de passar por sua mudança de profissão.

Ele abriu sua janela de [Status] para checar seus atributos e habilidades.


  • Nome: Vandalieu
  • Raça: Dampiro (Elfo Negro)
  • Idade: 3 anos
  • Título:【Rei Ghoul】
  • Profissão: Mago do Atributo-Morte
  • Nível: 0
  • Histórico de Profissões: Nenhum
  • Atributos:
    • Vitalidade: 50
    • Mana: 124,906,320
    • Força: 45
    • Agilidade: 22
    • Vigor: 49
    • Inteligência: 112
  • Habilidades Passivas:
    • Força Super-Humana: Nível 1
    • Cura Rápida: Nível 2
    • Magia do Atributo-Morte: Nível 4 (Evoluiu!)
    • Resistência a Efeito de Status: Nível 4
    • Resistência Mágica: Nível 1
    • Visão Negra
    • Corrupção Mental:  Nível 10
    • Charme Atributo-Morte: Nível 4 (Evoluiu!)
    • Revogar Cântico: Nível 2 (Evoluiu!)
    • Fortalecer Seguidores:  Nível 5 (Evoluiu!)
    • Recuperação Automática de Mana:  Nível 1 (Novo!)
  • Habilidades Ativas:
    • Consumir Sangue: Nível 3
    • Ultrapassar Limites: Nível 3
    • Transmutar em Golem: Nível 3
    • Magia Sem Atributo: Nível 2 (Evoluiu!)
    • Controle de Mana: Nível 2 (Evoluiu!)
    • Forma Espiritual: Nível 2 (Evoluiu!)
    • Carpintaria: Nível 2 (Evoluiu!)
    • Engenharia: Nível 1
    • Cozinhar: Nível 1 (Novo!)
    • Alquimia: Nível 1 (Novo!)
  • Maldições
    • Experiência obtida na vida anterior não será transmitida.
    • Não pode apreender profissões existentes.
    • Incapaz de ganhar experiência de forma independente.

— Ooh… meus atributos aumentaram mais do que eu pensei, e minhas novas habilidades estão ali.

Ele tinha ouvido que profissões de mago não davam muitos atributos a Vigor e Força, mas eles aumentaram em quase 10%. Mesmo se levasse em conta que alguns deles podem estar relacionados com sua raça e seu corpo que ainda estava em desenvolvimento, ainda era uma quantidade considerável.

Notavelmente, sua Inteligência alcançou os 3 dígitos. Não admira sua mente estar mais clara.

E apesar do aumento de mana ter pouco impacto, já que a reserva de Mana do Vandalieu começou com 100,000,000, ainda tinha aumentado em mais de dez milhões. A troca de Profissão foi incrível, fornecendo dez milhões de Mana apenas ao passar pelo processo!

… Os atributos bônus eram provavelmente calculados a partir de uma porcentagem do valor original. No caso da Mana do Vandalieu, tinha aumentado em cerca de 10%.

Suas habilidades também aumentaram, e ele podia até sentir isso no [Voo] que ele estava usando agora. Até agora, ele sempre teve a opção de flutuar levemente como uma água-viva ou usando à força seu Mana para voar em alta velocidade, mas agora ele sentia como se pudesse voar de forma mais eficiente.

O aumento de nível da sua habilidade [Controle de Mana] provavelmente teve algo a ver com isso.

Ele queria saltar com alegria, mas aparentemente pareceu insensato quando ele tentou e ele queria evitar ser forçado a descansar um pouco mais.

E então Vandalieu desceu silenciosamente ao chão e saiu da sala.

 A próxima coisa a fazer é subir de nível!

Dito isso, por conta da maldição [Incapaz de ganhar experiência de forma independente.], seu nível não aumentaria não importa quantos monstros ele derrotasse.

Portanto, ele teria que visitar ninhos do diabo e masmorras com seus subordinados mortos-vivos. Ele não tinha criado nenhum novo companheiro morto-vivo desde que ele começou a viver com Zadiris e os outros Ghouls, então ele se perguntou se ele estaria bem com os mesmos membros de antes, mas houve uma comoção inesperada de pessoas querendo acompanhá-lo.

— É a sua primeira vez indo a um Ninho do Diabo e Masmorras por aqui, certo? Então seria melhor se um veterano como eu te guiasse. O aventureiro classe A, [Rei da Espada] Borkus, vai te ensinar as estruturas das Masmorras e a forma mais eficiente de ganhar Pontos de Experiência, então apenas me siga! (Borkus)

— O que está dizendo, Mestre? Se o senhor fizer isso, vai acabar matando aqueles que seriam supostamente do Santo Filho. Santo Filho, se é uma caça a monstros que quer, deixe isso comigo, o batedor Zran! (Zran)

— Não, não, o que ele realmente precisa é um Curandeiro. O Santo Filho pode curar seus mortos-vivos, mas a única magia que ele tem para se curar é magia sem atributo. Apesar de eu ainda ser inexperiente, por gentileza deixe isso comigo, desde que sou capaz de usar a magia do atributo vida. (Nuaza)

Como se tentassem dar a melhor primeira impressão possível, os Titãs Mortos Vivos apelaram para Vandalieu, um por um, na tentativa de convencê-lo a deixá-los o acompanhar. O número de interessados era… todos eles.

— Agora que penso sobre isso, você nunca veio em uma caçada comigo, Van. E se aproveitarmos essa oportunidade? Eu posso te ensinar técnicas de combate desarmado também. (Basdia)

— Não, eu que deveria fazer isso, já que sou que está ensinando Saria e Rita, certo? (Vigaro)

— Ei, não está interessado em como os aventureiros lutam? Se estiver feliz comigo, eu posso te ensinar. (Kachia)

— Ah, então eu também. (Ghoul)

— Bem então, eu também. (Ghoul)

E assim os Ghouls vieram para convencê-lo também…

— Eu quero ir também! (Braga)

— Eu também, eu também! (Zemedo)

— Eu também quero ir. (Memediga)

— Fugofugoh. (Gorba)

Mesmo Braga, Zemedo, Memediga, Gorba e as outras crianças monstros ergueram as mãos. O feto dentro da Morta-VivaViva-Morta estaria levantando a mão também? Vandalieu era tão popular que quase começou a fantasiar que isso iria acontecer.

Era apenas junho, mas seu entusiasmo era como se estivessem no meio do verão.

Esses são os meus dias de glória? Eles realmente chegaram?

— As crianças podem vir mais tarde. Depois que vocês se tornarem adu… depois que ganharem mais habilidades. (Vandalieu)

Se Vandalieu dissesse descuidadamente, — Depois que vocês se tornarem adultos —  eles definitivamente responderiam — Mas você ainda é uma criança, Rei! — então ele rapidamente corrigiu. Na verdade, o Goblin Negro Braga já era maior que Vandalieu.

— Oka~ay. (Crianças)

Elas foram surpreendentemente obedientes. Mesmo que fossem maiores que ele, os atributos do Vandalieu ainda eram maiores, e eles não tinham terminado de apreender suas habilidades.

Contudo, qual outro critério ele precisava usar para escolher quem o acompanharia? Ambos Titãs Mortos Vivos e os Ghouls eram de longe mais experientes em combate que Vandalieu. Eles poderiam lutar muito melhor que ele, enquanto ele apenas usava sua Mana para abrir o caminho forçadamente nas batalhas.

Isso tinha sido bom até agora, mas ele precisaria aprender uma maneira eficaz de lutar e coordenar com seus aliados, a fim de derrotar o Golem Dragão.

E qualquer um dos Ghouls e Titãs poderiam se tornar seus professores.

Claro, eles tinham muita força de combate. Vandalieu planejava limpar uma Masmorra de classe D primeiro, então trazer Borkus ou Vigaro seria um exagero. Vigaro teria o mesmo nível ou mais alto que o chefe da Masmorra. Quanto a Borkus, qualquer monstro numa masmorra da Classe D seria um peixe pequeno para ele, incluindo o chefe.

— Certo, vamos decidir isso com Reversi. (Vigaro)

— Tragam os tabuleiros e peças! (Borkus)

— Não, espere um momento. Com tanta gente, levaria dias para tomar uma decisão usando Reversi. (Vandalieu)

Enquanto Vandalieu contemplava, parecia que todos os outros queriam resolver as coisas com um torneio Reversi. Agora que as coisas tinham chegado a este ponto, talvez fosse melhor para ele usar [Transmutar em Golem] para fazer um sistema de loteria.

— Garoto! (Zadiris)

Quando esse pensamento veio, Zadiris de repente correu até ele. Ela desejava acompanhá-lo também?

— Bilde entrou em trabalho de parto! (Zadiris)

Ele tinha pensado, mas era um relatório urgente.

— Como ela está? (Vandalieu)

Bilde tinha engravidado em Setembro do ano passado. Era final de junho. Foi um pouco mais curto que o período de uma gravidez comum, mas não foi um parto prematuro.

Vandalieu vinha monitorando periodicamente a condição dos bebês que iriam nascer usando [Transformação em Forma Espiritual] no lugar de ultrassons, então não deveria haver nenhuma doença problemática como nos dramas médicos, então ele estava calmo.

Ele estava calmo, mas Bilde finalmente estava dando a luz depois que lidou com a baixa fertilidade dos Ghouls, usando magia para previnir abortos espontaneos. Não tinha como ele estar desinteressado nisso.

— Parece não ter nenhum problema. Bem, essa é a sua primeira criança, então isso pode levar algum tempo. Então vamos lá. (Zadiris)

— Perdão?

No entanto, ele não esperava ser arrastado para o evento. Zadiris de repente o pegou e o levou com ela. Como era de se esperar da chefe Ghoulque possui a habilidade [Força Sobre-Humana], mesmo que parecesse estar em sua adolescência.

— Ah, mas nós ainda não tomamos uma decisão! (Borkus)

— Bem, acho que não tem nada que podemos fazer nesse caso. (Vigaro)

E então todos assistiram Vandalieu sair… O que eles poderiam fazer?

— Jovem mestre, se um homem mostrar fraqueza em momentos como esse,  será dominado, assim eu sugiro humildemente que você tome uma atitude firme. (Sam)

— Sam, por que Bilde me dominaria? (Vandalieu)

Vandalieu e Bilde não eram casados, nem a criança em seu ventre era dele.

— Jovem mestre, dê o seu melhor! (Rita)

— Não, a única que está dando a luz é Bilde, não eu. (Vandalieu)

Ambos Sam e Rita pareceram ver Vandalieu saindo. Saria estava acenando sua mão.

— Umm, que posição você está me pedindo para tomar? (Vandalieu)

Uma vez que não havia problemas com a saúde de Bilde, não haveria necessidade de Vandalieu estar lá, uma vez que ele não tinha nenhum conhecimento especializado em relação à maternidade e ginecologia, nem era um parteiro.

— Hmm, se tiver alguma emergência, eu quero que você ajude. Além disso, Bilde disse que queria que você segurasse a mão dela. (Zadiris)

… A posição de médico e marido?

— Entendo. (Vandalieu)

Ghouls não tinham o conceito de casamento, então Vandalieu pensou nisso como Bilde depositando sua confiança nele. E ele era o Rei Ghoul, afinal.

Vandalieu estava contente com isso.

Bem, esta era uma aventura por si só também. O parto tinha algum risco, mesmo na Terra, onde a ciência médica era mais avançada.

Entretanto… isto não lhe daria pontos de experiência.

Comentários

  1. Jupiter disse:

    Haaaa atuais, quero maisssss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar