Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  109

Almas Gêmeas

Traduzido usando o ChatGPT



Levantando-se do chão, Sunny cambaleou e encontrou seu caminho de volta ao fogo que ardia sob a grelha improvisada. Olhando para a imóvel cavaleira de pedra, cuspiu um pouco mais de sangue e gemeu.

Enquanto o aroma apetitoso da carne assada enchia o ar, a Trama de Sangue se ocupava em reparar seu corpo. Quando seu jantar estava pronto, Sunny conseguia respirar sem fazer caretas.

Colocando a carne em sua posse mais preciosa — o luxuoso prato de prata — Sunny se preparou para comer.

Na Costa Esquecida, necessidades simples do dia a dia, como pratos, eram mais raros do que espadas encantadas e armaduras mágicas. Em toda a cidade amaldiçoada, apenas Gunlaug e seus cinco tenentes conseguiam jantar com tanto decoro quanto Sunny.

É verdade que ele ainda não havia encontrado sequer um único par de hashis em todo aquele maldito lugar, muito menos algo mais avançado tecnologicamente, como uma colher. Claro, Sunny poderia tentar fazer uma ele mesmo, mas não era a mesma coisa.

A Santa das Sombras olhava silenciosamente para ele com seus ardentes olhos de rubi. Sentindo-se desconfortável sob seu olhar misterioso, Sunny olhou para o prato e depois para a ameaçadora criatura de pedra.

“Uh… você quer um pouco?”

Ele levantou um pedaço de carne e ofereceu ao monstro taciturno. No entanto, a Santa de Pedra não mostrou nenhuma reação.

“Bem… como quiser.”

Usando o Espinho Espreitador como utensílio de cozinha, Sunny se deliciou, devorando a carne suculenta como um animal faminto. Sem nenhuma alma humana por perto, ele não se preocupou com os modos à mesa.

‘Uh… isso é vida!’

Seu eu faminto e marginal ficaria realmente chocado ao ver este banquete extravagante. Aquilo era carne de verdade! Ele mesmo havia caçado e preparado, nada menos. Além disso, ele podia desfrutar de um tipo semelhante de comida de luxo quase todos os dias.

Claro, essa carne de verdade veio de um monstro horrendo, mas esses eram apenas pequenos detalhes.

Mastigando o último pedaço com uma sensação de profunda satisfação, Sunny olhou pensativo para a Santa de Pedra. Era hora de continuar…

Antes, ele queria ver se havia uma possível sinergia entre os diferentes poderes que seu Aspecto possuía. Ou seja, se o aprimoramento fornecido pelo Controle das Sombras poderia ser aplicado às Sombras. Sunny sabia que sua sombra era capaz de aprimorar seu corpo, suas Memórias e, com menor efeito, vários objetos inanimados.

No entanto, não conseguia melhorar outros humanos e Memórias que pertenciam a eles, assim como qualquer criatura viva, exceto o próprio Sunny. Ele havia testado secretamente isso durante suas viagens com Nephis e Cassie para chegar a essa conclusão.

Mais importante, não podia afetar os Ecos.

Mas e quanto às Sombras?

Dando um comando mental, Sunny enviou sua sombra na direção da Santa de Pedra e prendeu a respiração.

Fluindo como água, a sombra agarrou silenciosamente o monstro estatuário em seu abraço escuro. Depois, pareceu desaparecer, como se fosse absorvida pela carne de pedra do cavaleiro tenebroso.

Um momento depois, os olhos de rubi da Santa de Pedra brilhavam com fogo carmesim. Sua pele lisa de granito brilhava novamente com radiância sombria, mechas esfumaçadas da névoa cinza espectral emanando de baixo de sua armadura semelhante a pedra como chamas dançantes.

De repente, parecia que a temperatura na câmara escondida caía alguns graus. As sombras ao redor da ameaçadora criatura pareciam inchar, tornando-se mais profundas e escuras, como um vasto manto costurado de negritude vazia sem limites.

A elegante Santa de Pedra sempre parecia perigosa e mortal, mas agora, era francamente aterrorizante.

Mesmo sem ter a Santa das Sombras o golpeando novamente, Sunny podia dizer que o experimento terminou com um retumbante sucesso. Ficou evidente que os dois tipos de suas sombras foram praticamente criados um para o outro. Seu poder foi aumentado pelo menos em dobro.

Um pouco chateado, ele olhou para baixo e suspirou.

‘Por que ela parece tão mais legal do que eu ao usar a sombra? Não deveria ser o contrário? Sou eu o verdadeiro divino das sombras aqui! Cadê minha aura de misteriosa legalidade?!’

Sacudindo a cabeça, Sunny lamentou sua falta de boa aparência e, simultaneamente, se congratulou por se tornar mestre de um monstro tão estiloso. Tecnicamente, não importava como suas Sombras pareciam, desde que fossem poderosas. No entanto, ele secretamente se alegrava que sua primeira Sombra não era apenas poderosa, mas também uma visão sombria e bela de se contemplar.

Matar monstros era ótimo, mas matar monstros enquanto parecia bem era ainda melhor.

‘Espere… se ela pode usar minha sombra, o que mais ela pode usar?’

Subitamente empolgado, Sunny finalmente engoliu o pedaço de carne quase esquecido e dispensou a Santa de Pedra. Então, mudou sua perspectiva para olhar o Mar da Alma e a convocou novamente, desta vez dentro dele.

A Sombra apareceu em um redemoinho de chamas negras e ficou imóvel sobre as águas calmas do mar silencioso. Seus misteriosos olhos de rubi encararam-no através da estreita viseira de seu capacete de pedra.

Sem perder tempo, Sunny olhou para as esferas de luz circulando em torno do Núcleo das Sombras.

‘E se eu puder equipá-la com Memórias reais?’

O que escolher… ela era extremamente forte e muito habilidosa com seu escudo redondo, então não seria lógico supor que um escudo maior se adaptaria ainda melhor a ela? Por coincidência, ele tinha um desses!

Sunny invocou a Memória que havia conseguido em uma das lutas nas ruas da cidade amaldiçoada. Era um escudo grande e quadrado, quase tão alto quanto ele. A coisa era pesada e difícil de manusear para realmente usar em combate, pelo menos não por Sunny. Além disso, ele empunhava um tachi, que só poderia funcionar em todo o seu potencial se segurado com as duas mãos.

Segurando o escudo pesado, Sunny caminhou até a Santa das Sombras e entregou-o a ela com um sorriso esperançoso.

“Aqui. Pegue isso. Uh… por favor?”

A Sombra encarou-o por alguns momentos, depois baixou a cabeça e olhou para o escudo maior.

‘Vamos lá. Pegue!’

Seu coração pulou quando a criatura estatuária levantou lentamente as mãos e agarrou a Memória com suas manoplas de pedra.

“Isso mesmo! Agora, use-o!”

A Santa de Pedra obedientemente levou o escudo ao peito.

E então… o quebrou.

Sunny congelou, com a boca aberta.

[Sua Memória foi destruída.]

‘…O quê?’

Os fragmentos da Memória quebrada se transformaram em um rio de faíscas minúsculas de luz, assim como o Eco do carniceiro carapaça e a Lâmina Azure haviam feito antes de desaparecer para sempre.

‘Meu escudo maior!’

Sunny sentiu uma pontada aguda de tristeza em seu coração. Sim, o escudo não tinha utilidade para ele. Mas valeria tanto dinheiro no mundo real! Por que, por que essa coisa maligna teve que quebrá-lo? Por quê? Não era suficiente sua bela cadeira?!

Ele olhou para as faíscas minúsculas, querendo chorar. No entanto, um momento depois, seus olhos se arregalaram.

Porque o rio de faíscas não desapareceu. Em vez disso, circulou ao redor do corpo da Santa de Pedra e depois, de repente, atravessou-o, separando-se em dois fluxos. Cada fluxo foi então absorvido por uma das brasas escuras que ardiam no fundo da sombra viva que estava escondida dentro do corpo do monstro.

Sunny piscou.

[A Santa de Pedra ficou mais forte.]


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.8 13 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
7 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Likolt
Membro
Likolt
13 dias atrás

O tanto de maconha q esse cara fumou nesse timeskip n ta escrito (literalmente n ta escrito)

IfosD
Membro
Ifos
1 mês atrás

Eu senti sua dor sunny…

Nonno
Membro
Nonno
8 meses atrás

nusss.. upar vai ser muito caro então… a menos que ele compre muitas memórias
obg pel ocap

suco de laranjaD
Membro
suco de laranja
11 meses atrás

sunny ta locão colega

Akolomago
Membro
Akolomago
9 meses atrás
Resposta para  suco de laranja

Ele tá coringando

CavaloD
Membro
Cavalo
5 meses atrás
Resposta para  Akolomago

Ele já coringou já

MolartD
Membro
Molart
25 dias atrás
Resposta para  suco de laranja

Ele tá muito drogado pqp kkkk
Até bipolar ficou kkkkkkkkkkkk

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar