Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  157

Vento da Mudança

Traduzido usando o ChatGPT



Depois daquele dia, as coisas se moveram com uma velocidade que deixou Sunny desorientado. Era como se ele estivesse sendo puxado por uma corrente avassaladora, incapaz de diminuir a velocidade ou mudar de direção. Antes que pudesse reagir a uma mudança, outra acontecia, fazendo-o sentir que estava perdendo o controle. Tudo estava acontecendo tão rápido que ele achava difícil se adaptar.

Era difícil não temer que, eventualmente, ele simplesmente ficasse para trás.

Depois daquela primeira caçada em que Nephis havia escolhido dar a maior parte dos despojos, ela os levou em várias outras. Nem todas essas caçadas correram tão bem, mas conseguiram voltar vitoriosos, mesmo que um pouco maltratados. Todas as vezes, ela pagava a Effie sua parte da carne, pegava uma pequena quantidade para eles consumirem e dava o resto às pessoas do assentamento externo gratuitamente.

Por causa de quão pequena era a sua própria parte, o grupo foi forçado a caçar a cada dois dias, em vez de uma ou duas vezes por mês. Sunny não entendia por que estavam assumindo todos esses riscos desnecessários.

No entanto, ele próprio não foi exposto a muitos riscos. Além de algumas batalhas curtas em que Neph e Caster acabaram precisando de apoio, ele passou a maior parte do tempo com Effie, servindo como seu batedor e aprendendo lentamente os meandros da Cidade Sombria com ela.

Com a fonte de conhecimento que a caçadora indisciplinada possuía e sua sombra ágil, o grupo raramente encontrava algo para o qual não estivessem preparados. Isso lhes dava uma vantagem incrível sobre todas as outras equipes de caça do assentamento externo e até mesmo algumas das próprias equipes de Gunlaug.

Em breve, seu histórico impecável e intenso rendeu à coorte reputação e renome. Eles não eram mais vistos como recém-chegados. Em vez disso, as pessoas os consideravam nada menos que os caçadores mais fortes da favela. Muitos até acreditavam que a Estrela da Mudança e seu povo não eram de forma alguma inferiores aos Caçadores do Castelo Luminoso.

A própria Nephis já era conhecida como uma lutadora temível desde seu duelo dramático com Andel. Effie tinha a reputação de ser uma das melhores do assentamento externo há muito tempo. O belo e capaz Caster rapidamente conquistou respeito e admiração graças à sua personalidade amigável, porte nobre e habilidade.

Os três eram considerados o núcleo do grupo, com Cassie e Sunny existindo em algum lugar na periferia. As pessoas adoravam Cassie porque Neph confiou a ela a responsabilidade de distribuir a carne gratuita… e também porque era praticamente impossível não amar essa garota doce, lindamente bela e trágica. Para a maioria dos moradores da favela, ela era o rosto acolhedor da coorte.

Sunny, por outro lado… ninguém realmente lhe dava muita atenção. Sem façanhas corajosas de eliminar monstros da Cidade Sombria em seu currículo, a maioria o considerava apenas um membro de apoio do grupo. Inconsequente, na melhor das hipóteses… um caso de caridade, na pior.

Se é que se lembravam de sua existência.

Sunny estava simultaneamente feliz em viver no anonimato e secretamente enfurecido por essa falta de reconhecimento. Era bom que ninguém suspeitasse o quão poderoso ele realmente era. E, no entanto… ver todos se esforçando na presença de Caster enquanto ignoravam completamente a dele fazia Sunny querer matar algo. Ou alguém.

Especialmente porque, devido à composição tática da coorte, Nephis passava a maior parte do tempo com o belo Legado. Eles pareciam trabalhar especialmente bem juntos.

Quando essa frustração ameaçava dominar Sunny, ele se afastava, encontrava um canto tranquilo e treinava suas katas até que todos os músculos do corpo doessem. Geralmente, o assobio da lâmina do Fragmento da Meia-Noite cortando o ar era suficiente para acalmá-lo. Ele treinava sua esgrima dia após dia, encontrando um estranho conforto nisso. Pelo menos isso era algo que ele podia controlar.

…Claro, Sunny nunca estava completamente relaxado. Na verdade, a cada dia que passava, ficava mais e mais ansioso.

Porque outras coisas também estavam mudando.

Após cada caçada, a Estrela da Mudança forneceria comida gratuita aos moradores da favela. No início, eles a tratavam com desconfiança, depois com gratidão e, finalmente, com algo parecido com reverência. A luz estranha que Sunny havia notado em seus olhos após aquela primeira vez estava ficando cada vez mais brilhante.

Algumas pessoas até começaram a chamá-la brincando de “Santa Nephis”, como se ela fosse uma espécie de anjo. No entanto, ele sentiu que essas palavras estranhamente continham menos e menos humor a cada dia.

Isso era realmente muito assustador, sem mencionar perigoso. Quanto mais as pessoas olhavam para Neph como se ela fosse a salvadora pessoal deles, mais ele temia o quão drástica seria a reação de Gunlaug. Se a história mostrou alguma coisa, era que os reis nunca pegavam leve com messias intrometidos.

E durante todo esse tempo, a mesma pergunta continuava a atormentar Sunny.

Tudo isso foi um acidente, ou Nephis fez isso de propósito?

Com o tempo, mais e mais pessoas aleatórias se juntaram ao grupo. Eles não eram caçadores, apenas jovens desesperançosos da área externa que queriam ajudar. Eles cuidavam das peles de monstros que a coorte trazia das caçadas, mantinham várias ferramentas e equipamentos que precisavam ser usados, ajudavam Cassie na distribuição de comida e faziam outras pequenas coisas úteis.

Em breve, a cabana improvisada estava cheia deles. Sunny nem sabia o nome de todos. Parecia que a cada dia, alguém novo aparecia, agindo como se sempre tivesse feito parte do grupo. Pior ainda, nem todos eles pareciam saber quem ele era. Não apenas uma vez, mas duas vezes, alguém sorria para ele e perguntava em tom amigável:

“Você é novo?”

…Claro, os bastardos nunca diziam a mesma coisa para Caster.

Sunny sentia que estava lentamente se tornando um estranho em sua própria casa. A sensação era bastante desagradável, sem mencionar como ela se encaixava perfeitamente em todas as suas inseguranças.

Pior ainda, essas novas pessoas realmente o deixavam desconfortável. Ele não tinha certeza se eles eram ajudantes da Estrela da Mudança ou se eram seus seguidores.

Eles eram leais ou… devotos?

…Uma noite, depois de algumas semanas disso, ele foi repentinamente acordado por Cassie puxando sua manga. A menina cega estava sussurrando:

“Sunny! Acorde!”

Um momento depois, ele já estava de pé, pronto para invocar o Fragmento da Meia-Noite. Uma luz vinda da outra sala mostrou que Neph também estava acordada.

‘Gunlaug? Alguém nos traiu?’

“O que houve?”

Cassie cobriu a vela que estava segurando em sua mão e respondeu com uma voz preocupada:

“Algo… algo está vindo pela estrada. Eu sonhei com isso.”

‘Uma Criatura do Pesadelo…’

Sabendo o que tinha que ser feito, Sunny simplesmente assentiu, segurou o ombro dela para tranquilizá-la e foi ao encontro de Nephis.

Como a cabana deles ficava na borda da favela, bem em frente à entrada da antiga estrada, eles não tiveram escolha a não ser lutar.

Naquela noite, os três – Estrela da Mudança, Sunny e Caster – enfrentaram um demônio que havia subido o morro e o combateram antes que ele pudesse alcançar o assentamento externo.

Quando a aurora chegou, as pessoas aterrorizadas saíram de suas casas tremendo e viram as horríveis marcas deixadas nas pedras brancas pelas garras da besta, bem como poças de sangue, tanto humano quanto de monstro, evaporando no frio da manhã.

Eles também viram Estrela da Mudança se apoiando cansadamente em sua espada prateada.

Sunny, que estava sentado com as costas apoiadas na parede da cabana e respirando pesadamente, também estava olhando para ela.

…Quando estava descrevendo para Nephis por que Gunlaug nunca poderia ser derrotado, ele havia dito a ela que cada aspecto da vida aqui estava sob seu controle: comida, segurança, esperança, medo, até mesmo o próprio poder.

Agora, Estrela da Mudança havia dado comida a essas pessoas. Ao proteger o assentamento externo, ela havia dado segurança. Ela até mesmo deu esperança a eles.

Havia também o medo que os habitantes do castelo sentiam depois que Neph decapitou facilmente um de seus Desbravadores.

Tudo o que restava era poder.

Finalmente, a pergunta que pesava em sua mente tinha uma resposta.

Não, nada disso foi coincidência. Tudo o que aconteceu, desde escolher o prédio mais externo da favela como base até insistir em distribuir a comida de graça, fazia parte do estranho, mas metódico plano de Estrela da Mudança. Ela sabia o que estava fazendo o tempo todo.

Mas por que ela estava fazendo tudo isso? Qual era seu objetivo final?

Inquieto, Sunny olhava para Nephis e pensava no futuro.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 13 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
15 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Gabriel
Visitante
Gabriel
1 mês atrás

Acredito que o autor estar desenvolvendo as características do protagonista sunny, já que a obra nasceu para ser de anti-heroi então ele precisa ser mostrado como ele vai ficar alguém desconfiado e que não gosta das pessoas por acharem que são ingratas. Se fosse continuar com o grupo então seria um manga normal

GreyD
Membro
Grey
1 mês atrás

To curtindo, só que essa novel é muito estranha

Thiago
Visitante
Thiago
2 meses atrás

A porra da luta que os 3 lutaram o autor não descrever olha francamente q inferno u.u

Beiceta
Membro
Beiceta
5 meses atrás

Não gostei muito dessa linha de narrativa. Ele já contou muito do futuro, mas agora nesse flashback é muito detalhista.
Fico só ansioso pra ver como eles se separaram, não consigo ter tanto apego nesse desenvolvimento. Talvez se fosse uma progressão normal e não tivesse primeiro visto no que ia dar.
Dá vontade de pular tudo isso e só chegar na hora da separação deles.

SandyD
Membro
Sandy
2 meses atrás
Resposta para  Beiceta

Sempre que eu entro pra comentar alguma coisa vc já tá aqui falando exatamente oq eu to pensando

MolartD
Membro
Molart
20 dias atrás
Resposta para  Beiceta

Real kkk

vinicius andrade
Membro
vinicius andrade
6 meses atrás

Acho interessante essa parte do sunny, por que esses sentimentos de estar sendo abandonado, e querer é não querer ao mesmo reconhecimento dos outros e algo bem egoísta da parte dele, porém não da para dizer que ele está nem errado nem certo, e difícil julgar, já que tem pontos em que ele só está sendo meio babaca, porém com seus motivos, acho que é por isso que tô gostando tanto de ler essa novel, esse tons de cinza na personalidade dele e muito bom de acompanhar.

Hazzard4CmDuro
Membro
Hazzard4CmDuro
7 meses atrás

seloko sunny tem que ir nessas espediçao ae pra pegar comida pros maluko fraco sendo o batedor e nao ganhando fragmento de nada, e ainda esquecem da existencia dele, como nao ficar puto numa situaçao dessas

Lando
Visitante
Lando
7 meses atrás

Além de não ter reconhecimento ele não está ficando mais forte #_# ingratos

Nonno
Membro
Nonno
8 meses atrás

cara, essa sensação do Sunny se sentindo abandonado me deixa mais angustiado, do que quando ele tava sendo controlado pela arvore da alma
obg pelo cap

CultivadorCelestial777D
Membro
CultivadorCelestial777
11 meses atrás

O autor abriu o volume de forma bem peculiar ao mostrar um Tim Skip e depois voltou ao passado. Isso foi um experiência diferente pra mim, mas foi levemente desconfortável pq o flashback está sendo muito grande. Eu consigo sentir esse sofrimento do prota, esse ciúme, falta de reconhecimento já sofri disso kkkkkkk. É foda… Quero saber como ele saiu do grupo

Eremita DesvirtuosoD
Membro
Eremita Desvirtuoso
11 meses atrás
Resposta para  CultivadorCelestial777

Estou sentindo que o prota está sendo cortado cada vez mais e como ele mesmo disse sendo deixado para trás o que e uma merda

suco de laranjaD
Membro
suco de laranja
10 meses atrás
Resposta para  CultivadorCelestial777

velho, o sunny nem parece que é mc ou protagonista na novel ,velho, e isso é muito interessante

Gu yue fang yan
Membro
Gu yue fang yan
1 mês atrás
Resposta para  suco de laranja

Em partes, é interessante a parte de como ele vai evoluir (espero), pq por enquanto ele é alguém patético comparado a um figurante (nephe), e figurante nada mais é do q figurante.

RotoghtD
Membro
Rotoght
5 meses atrás
Resposta para  CultivadorCelestial777

Tá sendo grande e maçante, muito demorado para um flashback. Seria mais aceitável fazer a obra correr no tempo certo.

Maior parte do conteúdo da pra ignorar.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar