Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Shadow Slave – Capítulo  193

As Catacumbas

Traduzido usando o ChatGPT



Sem perder tempo, Nephis pulou silenciosamente na fenda. Logo antes disso, chamas brancas se acenderam em seus olhos. A escuridão engoliu sua figura esguia por completo, como a boca de alguma criatura desconhecida.

‘Droga.’

Com uma expressão ressentida no rosto, Sunny avançou. No entanto, antes que ele pudesse se aproximar da fenda, Caster inadvertidamente bloqueou seu caminho. Um momento depois, o orgulhoso Legado também desapareceu.

Sunny hesitou por um momento e então olhou para trás. Ele queria verificar se Cassie precisava de ajuda para descer, mas não precisava se preocupar. Kai já a segurava gentilmente nos braços.

O encantador arqueiro levantou-se suavemente no ar, pairou ali por um segundo e depois deslizou para a escuridão. Sunny piscou algumas vezes e balançou a cabeça.

‘Exibido…’

Effie logo seguiu o resto do grupo, levando consigo sua radiante Memória. Deixado sozinho na escuridão, Sunny estremeceu, se envolveu na sombra e pulou.

Ele caiu por alguns segundos e depois pousou em uma pedra dura, o impacto enviando um tremor doloroso através de seus ossos. Levantando-se, Sunny se encontrou em um túnel estreito. As paredes eram feitas de pedra desgastada, claramente colocadas ali por mãos humanas. O resto do grupo já estava lá, se preparando para a batalha.

Nephis havia invocado sua espada longa de prata. Como o túnel não era largo o suficiente para usá-la livremente, ela segurava-a com as duas mãos – uma manopla blindada descansava no punho, enquanto a outra estava na própria lâmina, a meio caminho da ponta.

Caster também empunhava uma espada. No entanto, a dele era um jian gracioso com belos padrões gravados na lâmina, com uma guarda triangular esculpida em jade verde. Sunny não sabia qual era o nível dessa Memória, mas sabia que era extremamente poderosa. Ele já havia visto cortar carne, osso e aço igualmente.

Atualmente, o jian emanava uma luz verde fantasmagórica.

Effie havia invocado seu grande escudo redondo, mas optou por deixar a lança de bronze antiga no Mar da Alma. Embora ela fosse habilidosa o suficiente para usá-la mesmo neste espaço estreito, o escudo seria muito mais formidável, especialmente considerando sua força hercúlea.

Kai parecia bastante melancólico. Lançando um olhar pesaroso sobre o penacho de suas flechas pesadas, suspirou e estendeu a mão. Em vez de um arco, uma elegante falcata apareceu nela. A bela curva de sua lâmina brilhava, refletindo a luz.

A última a sacar sua arma foi Cassie. Inesperadamente, ela desembainhou uma esguia espada rapieira da bainha presa ao cinto… e a soltou. Para surpresa de Sunny, a rapieira não caiu no chão, mas sim ficou flutuando no ar, como se estivesse presa à garota cega por um fio invisível.

Então ela girou levemente e pairou na frente dela… com a ponta apontada diretamente para Sunny.

“Uh… o quê?”

Cassie sorriu e virou a cabeça em sua direção.

“Ah, por favor, perdoe a Dançarina Silenciosa. Ela é tímida perto de estranhos.”

Sunny coçou a nuca. Sentindo sua confusão, Cassie explicou:

“Dançarina é um Eco e minha parceira. Nós trabalhamos bem juntas.”

Como se respondendo às suas palavras, a rapieira de repente circulou ao redor da garota cega e retornou à sua… dela?… posição anterior. Ainda estava apontando para Sunny de uma maneira pouco amigável, no entanto.

“Hã… certo.”

Interrompendo a conversa deles, Effie chamou-o:

“Ei, Sunny. Agora seria a hora perfeita para convidar sua namorada para se juntar a nós.”

O restante do grupo olhou para eles com expressões confusas.

Sunny cerrou os dentes.

“Quantas vezes eu tenho que dizer, ela não é minha namorada!”

Notando os olhares estranhos que as pessoas lhe lançavam, ele suspirou.

“Effie! Diga a eles!”

A caçadora nem mesmo continuou a provocá-lo. Só esse fato já dizia a Sunny quão séria era realmente a situação…

“Sunny também tem um Eco, e um bastante poderoso. Vamos lá, convoque-a.”

Ele o fez, e um momento depois, a Santa de Pedra entrou no túnel a partir de sua sombra. Seus olhos de rubi ardiam com chamas carmesins por trás da viseira do elmo. O monstro taciturno lançou um breve olhar para as pessoas reunidas ao redor dele e, indiferente, se virou para espiar a escuridão.

Assim, o grupo de seis se tornou um grupo de oito… bem, se uma rapieira voadora de mau humor pudesse ser considerada um membro.

…De repente, um ruído distante fez todos congelarem por um momento. Com uma expressão sombria, Effie olhou na direção de onde vinha e suspirou.

“Certo. Já perdemos tempo demais. Sigam-me… e estejam prontos.”

Com isso, ela deu um passo à frente e seguiu mais para dentro do túnel. Sunny seguiu, ordenando que a Santa de Pedra ficasse perto de Kai e Cassie.

Depois de um tempo, algo estalou sob o seu pé. Olhando para baixo, ele viu… um osso. Um osso humano.

“O que é este lugar?”

A caçadora lançou um olhar para trás e respondeu com um tom sombrio:

“As catacumbas.”

Ele franziu a testa.

“Desde quando há catacumbas sob a Cidade Sombria? Por que nunca ouvi você mencioná-las?”

Effie hesitou antes de responder:

“As catacumbas sempre estiveram aqui. Elas se estendem por toda a cidade, é só que a maioria dos túneis desabou há muito tempo. Quanto ao motivo de os caçadores não gostarem de mencioná-las… é porque pouquíssimos são loucos o suficiente para explorar o que resta das catacumbas, e ainda menos retornam para contar a história.”

Então, ela acrescentou:

“Por mais poderoso que Harus seja, uma pessoa só pode sobreviver aqui se souber o caminho. E apenas alguns de nós, caçadores do assentamento externo, sabemos. Então deveríamos conseguir despistá-lo.”

Enquanto isso, Sunny notou cada vez mais ossos espalhados pelo chão. Todos eles pareciam ter pertencido a seres humanos.

‘Não gosto disso.’

Olhando para cima, ele perguntou:

“Podemos voltar àquela coisa que você disse sobre como poucas pessoas conseguem sair daqui vivas? Por que isso?”

A caçadora fez uma careta.

“Isso acontece porque…”

No entanto, antes que ela terminasse de falar, algo apareceu da escuridão e bloqueou o caminho deles.

Sunny arregalou os olhos.

Bem ali na frente deles, um cadáver estava parado na borda entre a luz e a escuridão, encarando os seis humanos com os abismos negros de suas órbitas oculares vazias.

…Não, na verdade não era um cadáver. Um esqueleto.

Desafiando todas as leis da lógica e da física, uma criatura feita apenas de ossos humanos avançou repentinamente, exibindo seus dentes em um sorriso faminto.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

4.5 15 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
11 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
ArthzinnD
Membro
Arthzinn
10 dias atrás

É impressão minha ou os capítulos ficaram menores?

Yago
Membro
Yago
1 mês atrás

Uma caveira sentindo fome???

danilo
Membro
danilo
5 meses atrás

so n to entendendo a cassie, sera q ela ta brava pq ele nao se despediu ou algo assim

CavaloD
Membro
Cavalo
5 meses atrás
Resposta para  danilo

Provavelmente ela viu o futuro

Beiceta
Membro
Beiceta
3 meses atrás
Resposta para  Cavalo

O futuro é pika

ArthzinnD
Membro
Arthzinn
10 dias atrás
Resposta para  Beiceta

É pika nessa safada só se for 😑

Likolt
Membro
Likolt
8 dias atrás
Resposta para  Arthzinn

Pica na cega 🥵

Nonno
Membro
Nonno
8 meses atrás

Obg pelo cap

Mon Was
Membro
Mon Was
9 meses atrás

CARAI, É AS CATACUMBAS DE DARK SOULS 1, PQP

ApogeoD
Membro
Apogeo
8 meses atrás
Resposta para  Mon Was

Isso que pensei kkkkkkkkkkkkkk

Likolt
Membro
Likolt
8 dias atrás
Resposta para  Mon Was

Alguém avisa que eles precisam de uma arma com encantamento divino

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar